História Pretty Reckless - Capítulo 15


Escrita por: ~

Postado
Categorias Justin Bieber
Personagens Chaz Somers, Demi Lovato, Justin Bieber, Katy Perry, Taylor Lautner, Taylor Swift
Tags Colegial, Festas, Justin Bieber, Romance
Visualizações 856
Palavras 2.530
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Comédia, Esporte, Famí­lia, Festa, Ficção Adolescente, Romance e Novela, Shoujo (Romântico)
Avisos: Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


"Sinto falta da sua pele bronzeada, seu doce sorriso,
Tão bons para mim, tão certos
E como você me segurou nos seus braços
Naquela noite de setembro"
-Back to December, Taylor Swift

Capítulo 15 - Não acredito nisso!


Fomos para o carro.

-Caio, dirige? To cansada bebê..-Eu disse sentando no banco do passageiro.

-Ahh tabom vai.-Ele disse, entrou no carro e deu a partida. Fomos conversando e paramos no buger king. Descemos, comemos e voltamos pro carro. Ligamos o rádio, mas dessa vez, não abrimos o teto solar. Meu celular tocou, um número desconhecido.

-Vou abaixar o rádio. -Eu falei já abaixando.

-Porque?-Demi disse.

-Cala a boca, meu telefone.

 

TELL ON

 

Jamie:Alô

(XXxxXX):Oi, Jamie, é você?

Jamie: Ela sim, quem fala?

(XXxxXX): Ah querida, é a Pattie, mãe do Justin.

Jamie: Ah oi. Tudo bem?

Pattie: Tudo querida, e por aí?

Jamie: Tá tudo certo, estamos na estrada, voltando.

Pattie: Certo. Bom, eu te liguei porque o Justin não está atendendo o celular e eu tenho que falar uma coisa importante pra ele.

Jamie: Quer que eu fale?

Pattie: Se puder, por favor.

Jamie: Claro que sim, Sra. Mallette. Pode falar.

Pattie: Avisa que eu estou indo agora pro Canadá, resolver umas coisas da nossa casa e vou estar de volta provavelmente amanhã a tarde eu acho.

Jamie: Ah sim, tudo bem. Eu aviso.

Pattie: E ah, sua mãe também tem que falar com você mas, qualquer problema, me ligue ok?

Jamie: Ok, Sra. Mallette, pode deixar.

Pattie: Me chama só de Pattie tá bom?

Jamie: hahaha tá bom então Pattie. Até outra hora.

Pattie: Tchau querida, obrigada.

Jamie: Por nada, tchau.

 

TELL OFF

 

-Véi, era quem?-Caio perguntou.

-A mãe do Justin. -Eu falei discando o número dele, deu caixa postal.

-O que foi?-Demi perguntou.

-Ela pediu para eu dar um recado pra ele. -Disquei o número do celular do Chaz.

 

TELL ON

 

Jamie: Oi, Chaz.

Chaz: Oi gata.

Jamie: Passa o celular pro Justin por favor.

Chaz: Hmmm. Morrendo de saudades dele né danada?

Jamie:Cala a boca Chaz, passa logo essa merda.

Justin: Oi minha gata.

Jamie: Cala a boca Justin, é sério.

Justin: Opa, fala amor. 

Jamie: Afffff, estúpido. Sua mãe tentou falar com você.

Justin: Ué, aaaah meu celular tá sem bateria.

Jamie:É, ela ligou no meu e pediu para te avisar que ela vai pro Canadá, resolver uns negócios da ex-casa de vocês e volta amanhã.

Justin: Ah, entendi. Onde eu vou ficar?

Jamie: Na sua casa moleque. Ué, tem medo de ficar sozinho?

Justin: Aff, não é isso, é porque minha mãe tem medo de me deixar sozinho.

Jamie: Ahh bebezão da mamãe.

Justin: Cala a boca, sua idiota.

Jamie: Aff, ok, já te dei o aviso. Tchau.

 

TELL OFF

 

Desliguei o telefone na cara dele.

-Man, ele não quer ficar sozinho? WHAT THE FUCK?-Katy falou.

-HAHAHA, ele disse que a mãe dele não quer deixar ele sozinho.

-AHHAAAAM, medroso. -Demi falou.

-HAHAAH, é mesmo véi. -Eu falei e continuamos a conversar. Meu celular vibrou, mensagem da minha mãe.

 

"Avise aos meninos para virem até nossa rua." 

 

Mandei uma mensagem para eles e continuei a falar. Depois de duas horas, já estávamos na nossa rua, de volta. Caio estacionou o carro na garagem e descemos. Minha mãe estava na porta de casa.

-Mãe. -Fui até ela e dei um abraço.

-Filha, tenho que te contar um negócio. -Ela disse séria, mas sorriu brincalhona.

-O que?-Eu perguntei.

-Já te falo. Ow, meus bebês não me cumprimentam mais não?-Minha mãe falou direcionando aos povo, que saíram do carro e foram falar com ela. O pessoal foi pra casa tomar banho e Chaz, Justin e Ryan estavam sentados num banco do jardim.

-Filha, vem cá. -Ela disse e fomos até onde os meninos estavam.-Oi garotos.-Minha mãe falou, e os três sorriram para ela.-Justin? Posso falar um minutinho com você?-Ela falou.

-Claro. -Ele sorriu e levantou do banco. Fomos seguindo pra minha mãe, não olhei pra ele durante o percurso. Fomos até a sala e eu me joguei no sofá.

-Pode sentar Justin. -Minha mãe falou pra marmota do Justin que estava em pé, com as mãos nos bolsos.

-Obrigada. -Ele falou sorrindo e se sentou na poltrona.

-Bom, Jamie, Pattie te ligou hoje né?-Vixe, o que eu fiz?

-Sim, porque?-Eu falei e sentei no sofá.

-Então. -Ela sorriu, ela tá aprontando e vai sobrar pra mim..-Está sabendo que ela foi pro Canadá e tal né?

-Sim mãe, continua. O que tem?

-Então.. O Justin vai passar a noite aqui. -MEU DEUS, TÁ BRINCANDO NÉ? VÉI NA BOA! NÃO NÃO NO MESMO TETO QUE EU POR 12 HORAS SEI LÁ ????????????????????????????????????????

-MÃE????????????? QUE ISSO??-Eu disse dando um pulo do sofá.

-COMO ASSIM, SRA. COLEEN,MINHA MÃE NÃO ME FALOU ISSO!!!!-Justin disse levantando do sofá também.

-Gente, calma. É só uma noite. -QUEM INVENTOU ISSO? PORQUE? -Sua mãe não te falou Justin, porque achamos melhor eu contar agora, com vocês dois aqui, não por telefone.

-Mãe, ele tem idade o suficiente para ficar uma noite sozinho!-Eu to estressada, brava, irritada. Porque esse guri? Não podia ser, sei lá, qualquer pessoa menos ele?

-Filha, ele é novo na região, não conhece direito, se ele precisar ir no hospital não vai saber como chegar e é perigoso. -Meu Deus, que hospital? EU vou manda-lo pro hospital.

-Mãe, que hospital? Acho que essa mosca em pé sabe se cuidar. - Eu falei olhando pra minha mãe.

-Olha como você fala de mim. -Justin disse.

-Cala a boca. -Eu falei dando de ombros e sentando no sofá de novo. -Tá, o quarto de vistas tá arrumado né?

-Então, esse é outro ponto... -AH MINHA NOSSA SENHORA. AGORA FODE DE VEZ. -O quarto tá sem colchão.

-Ah, mãe, com 2 quartos de visitas não tem um pra um guri ficar?-Eu falei levantando de novo.

-Não filha, calma.

-Tá e ele vai ficar aonde?-No chão, por que na minha king size ele não fica.

-Com vossss. -Minha mãe sussuRrou, não entendi porra nenhuma.

-Mãe, não entendi.

-Com vssss. -Ela sussurrou mais alto, mas eu não entendi.

-MÃE, PELO AMOR DE DEUS, FALA EM ALTO E BOM SOM.-Eu disse.

-Com você. -AHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHH

AAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAHHH SOCOOOOOOOOOOOOOOOOORRO!!!!!! MEU DEUS ISSO É MENTIRA. Comecei a rir, Justin estava vermelho e parecia suar.

-Legal mãe, gostei da piada, mas é sério onde ele vai ficar?

-Jamie, não é piada, é verdade. Sua cama é grande, cabe vocês dois. Justin não é obeso.-Justin riu abafadamente e eu o fuzilei. Respirei fundo, de olhos fechados

-Ok, vou tomar um banho, depois a gente vê onde ele vai ficar. -Falei, peguei minha bolsa e subi. EU NÃO ACREDITO NISSO! Como assim esse menino vai ficar aqui??? Disquei o número de Caio. Ele não atendeu. Provavelmente não saiu do banho. FDP. Liguei na casa dele:

 

TELL ON

 

Jamie: Oie, sou eu. -Tentei parecer calma falando com a mãe de Caio.

Sonnia M.: Oi Jay tudo bem?

Jamie: Tudo sim, será que você poderia pedir pro Caio sair do banho e vir até minha casa. Urgente!?

Sonnia M.: Claro, claro. Pode deixar.

Jamie: obrigada, manda ele subir no meu quarto e bater na porta do banheiro.

Sonnia M.: Ok, pode deixar.

Jamie: Obrigada, tchau tia.

Sonnia M.: Tchau linda, beijo.

 

 

TELL OFF

 

 

Joguei o celular na cama e fui pro banheiro.

 

 

*P.O.V.'S Justin ON*

 

Minha mãe foi pro Canadá, é e agora? Eu quero ficar sozinho na minha nova casa, jogando, e comendo. Chaz me vira e fala:

-Ow, a gente vai ter que passar na rua da Jamie primeiro.

-Pra que?-Eu falei.

-Sei lá, a mãe dela que falou. -Chaz disse.

-Ahhn, ok né. -Falei e me encostei no vidro do carro...Yeah, eu fiquei com ela, sim, consegui. Depois de não sei quantas tentativas, eu consegui. Na boa, ela tá muito a fim de mim cara, dava pra sentir. Ela me quer muito. E eu estarei mentindo se disser que eu não a quero. Mas não sei, ela é muito chata cara, impaciente sei lá. Estressada pra caramba mano. Mas que seus lábios tem um gosto bom, sim. Ah meu Deus, eu não posso me apaixonar por aquela garota. Mas, não tem como eu não querer seus lábios, é sei lá...Quando chegamos na rua dela, eu desci do carro.

-Cara, vem.-Ryan me puxou e sentamos num banco. O povo todo foi lá cumprimentar a mãe da Jamie.

 

-Oi garotos. -A mãe da Jamie falou atrás de nós, a olhei e sorri. -Justin? Posso falar um minutinho com você?-Ela falou.

-Claro. -Eu continuei a sorrir e levantei do banco, seguindo a Jamie e sua mãe. Vixe, o que ela quer comigo? Chegamos a uma grande sala, onde a Jamie se jogou num enorme sofá e eu me encostei na parede, colocando as mãos nos bolsos. Eu estava nervoso.

-Pode sentar Justin. -A mãe da Jamie falou pra mim.

-Obrigada. -Sorri e sentei em uma das poltronas.

-Bom, Jamie, Pattie te ligou hoje né?-A mãe dela perguntou pra ela.

-Sim, porque?-Jamie falou e se sentou direito no sofá.

-Então. -A mãe da Jamie falou sorrindo para mim. Ui, eu encanto as mulheres mais velhas também.-Está sabendo que ela foi pro Canadá e tal né?

-Sim mãe, continua. O que tem?-Jamie disse meio impaciente. Menina chata.

-Então.. O Justin vai passar a noite aqui.-JEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEERRRRY AMADO!!!!!! MEU DEUS DO CÉU O QUE É ISSO??????? ESSA MULHER É DOIDA IGUAL A Jamie É? JESUS, POOOOORRA MANO, O QUE É ISSO????????????

-MÃE????????????? QUE ISSO??-Jamie disse dando um pulo do sofá.

-COMO ASSIM, SRA. COLEEN MINHA MÃE NÃO FALOU ISSO!!!! -Eu levantei da poltrona, comecei a suar, véi.

-Gente, calma. É só uma noite. -Man, calma??????????-Sua mãe não falou Justin, porque achamos melhor eu contar agora, com vocês dois aqui, não por telefone.

-Mãe, ele tem idade o suficiente para ficar uma noite sozinho!-Jamie falou. Man, eu quero ficar na minha casa, sozinho. Jogando e brincando com o Jerry se é que vocês me entendem. 

-Filha, ele é novo na região, não conhece direito, se ele precisar ir no hospital não vai saber como chegar e é perigoso. -Paranóica? Imagina.... Hospital ? Véi na boa, eu tenho, carro, Google, internet e o caralho a 4. Não preciso ficar aqui.

-Mãe, que hospital? Acho que essa mosca em pé sabe se cuidar. - Jamie falou sem me olhar, eu a fuzilei. Mosca em pé? Poooow, que isso, humilha não #bolado #xatiado 

-Olha como você fala de mim. -Eu falei um pouco alto. Pooow, João, e agora mosca em pé ah véi.

-Cala a boca.-Ela disse sem se importar e sentou no sofá de novo.-Tá, o quarto de vistas tá arrumado né?-Aeeeeeeeeeeeer, quarto de visitas, me gusta.

-Então, esse é outro ponto... - Vixe.......... -O quarto tá sem colchão.-AAAAAAAAAAH VOU DORMIR NO SOFÁ MAAAANO????? Se bem que esse sofá não é tão ruim.

-Ah, mãe, com 2 quartos de visitas não tem um pra um guri ficar?-Jamie falou se levantando, o guuuuria chata mano.

-Não filha, calma. -A mãe dela falou.

-Tá e ele vai ficar aonde?-No sofá já está bom vai, menos no chão. O chão é frio e feio #bolado.

-Com vsss. -A mãe da Jamie sussurrou, baixo, eu não ouvi.

-Mãe, não entendi. -Jamie disse.

-Com vsss. -Ela sussurrou mais alto, mas eu continuava sem entender, ou sou eu que sou surdo???

-MÃE, PELO AMOR DE DEUS, FALA EM ALTO E BOM SOM.-Jamie falou.

-Com você. -AAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAHHHHHH

AAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAHHH SOCOOOOOOOOOOOOOOOOORRO!!!!!! JEEEEEEEEEEEESUS O QUEEEEEEEEEEEE É ISSSO, MINHA MÃE CONCORDOU COM ISSSSSSO??? AAAAAAAAAAAAAAH QUE PÉSSIMA IDEIA. JERRY NÃO ACHOU A IDEIA RUIM, LÓGICO. MAS EU SIM POOORRA ESSA GAROTA É INSUPORTÁVEL. Jamie riu e eu fiquei vermelho, do nada, suei mais ainda, tava muito calor.

-Legal mãe, gostei da piada, mas é sério onde ele vai ficar?-a Jamie falou depois de rir.

-Jamie, não é piada, é verdade. Sua cama é grande, cabe vocês dois. Justin não é obeso. -Eu tive que rir pooow, olha meu corpo sexy.

-Vou tomar um banho, depois a gente vê onde ele vai ficar. -Jamie falou, parecendo estressada e subiu umas escadas.

-Justin, me desculpe por ela.

-Tá tudo bem.-Falei e sentei no sofá, me abanando com minha mão.

-Sua mãe deixou umas coisas pra você, deve ser pijama, não sei. -Ela sorriu. Ela é uma pessoa agradável, surta algumas vezes mas é legal até.

-Muito obrigada. -Falei pegando a mala que minha mãe deixara.-Bom, vou falar para os meninos irem então.

-Isso. Faça isso. Licença. -Ela falou e saiu da sala. Fui até lá fora, eles estavam no carro.

-Pow, vamo ?-Chaz disse quando me aproximei do carro.

-Não véi, não sabe o que aconteceu!-Eu disse abrindo a porta e pegando minha mochila da escola e da praia.

-Fala aê. -Ryan disse.

-Vou ter que dormir na casa da insuportável.-Falei e eles começaram a rir.-Para véi, eu odeio ela.

-HAHAAHAHAHAH, na hora dos "cata" você não odiava né. HAHAHA-Chaz falou. É eu não devia ter contado isso a eles.

-Idiota. Pior. Vou ter que ficar na mesma cama que ela.

-AHAHAHAHAHAHAHHAAHHAAHAH.

-AHAHAHAHAHAHAHAHAHHAAHAHAH VÉI, VOCÊ É GAY, NÃO É POSSÍVEL!! TÁ TENDO A CHANCE QUE TODOS OS GAROTOS DA ESCOLA QUERIAM TER.-Ryan disse rindo.

-Véi, eu não sou gay, eu só odeio aquela menina, prefiro dormir no chão véi.

-Hmmmmmmmmmmmm e você nem gostou disso né? -Chaz falou com cara de malicioso. Idiota mano.

-Não porra, entenda eu odeio aquela garota, quero ficar longe dela pra sempre!! -Eu falei.

-HAAHAHAH, sei sei Justin, tchau. -Chaz disse e ligou o carro.

-Vão pra puta que o pariu ok?-Eu disse, eles riram e foram em bora. Entrei e a mãe da Jamie falou pra mim:

-Ah, Justin, que mal modos o meu. Nem me apresentei direito. Sou Helene, me chame de Nina por favor.

-Ah tudo bem então, Nina. -Eu sorri.

-Vem, vou te mostrar o quarto dela. -Ela disse e eu a segui pelas escadas. Se a sala é daquele tamanho, imagina o quarto dela. -Aqui. Entre.

-Obrigada. -Eu falei e entrei. O quarto é imenso, muito grande, bem decorado, a cama é imensa! Muito grande mesmo.-Até se eu fosse obeso eu caberia nesta cama, haha.

-HAHAHAHAHAH, você é engraçado. -A mãe da Jamie falou. Ri e ela falou:

-Fica a vontade, e não ligue se a Jamie te xingar ou falar alguma bobagem. -É, eu gostei da mãe dela.

-HAHAHA, ok. Muito obrigada. -Falei e sentei na cama.

-Justin, depois eu venho aqui. Fica a vontade. -Ela disse novamente.

-Obrigada. -Sorri e ela saiu do quarto, fechando a porta. Tirei minha blusa, estou com muito, muito calor. Abri minha mochila, peguei um shorts, uma blusa, uma cueca e separei, junto com a minha toalha.

-PUUUUUUUUUUTA... TÁ FAZENDO O QUE AQUI MOLEQUE?-Caio disse abrindo a porta do quarto.

-Aff, vai perguntar pra sua irmã, você deve ter vindo aqui pra isso. -Falei dando de ombros.

-Olha como você fala comigo, quer outro olho roxo?-Ele perguntou, mano, na boa, esse cara é chato hein, que saco!

-Véi, cala a boca ok? Você nem sabe o porque de eu estar aqui e fica folgando comigo. -AAAf eu sei que pareço folgado no ponto de vista deles, mas não vou deixar ele ficar falando assim comigo.

-Maaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaano, melhor você calar a boca, guri. -Ele disse estressado e foi pra porta do banheiro. -Idiota, ta aberta a porta?

-TÁÁÁÁÁÁÁÁ. -Ouvi Jamie berrar. Droga. Seu soubesse que a porta estava aberta, tinha ido lá né. Aff. Sorri com o meu comentário.

 

**P.O.V.'S Justin OFF**


Notas Finais


C:


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...