História Pretty Reckless - Capítulo 31


Escrita por: ~

Postado
Categorias Justin Bieber
Personagens Chaz Somers, Demi Lovato, Justin Bieber, Katy Perry, Taylor Lautner, Taylor Swift
Tags Colegial, Festas, Justin Bieber, Romance
Visualizações 743
Palavras 2.307
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Comédia, Esporte, Famí­lia, Festa, Ficção Adolescente, Romance e Novela, Shoujo (Romântico)
Avisos: Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Pra linda da Giullia pq sim :3
"Porque eu amo o espaço entre os seus dentes,
E eu amo os enigmas que você fala.
E e quaisquer comentários maliciosos de meu pai sobre suas tatuagens
Serão ignorados por que meu coração é seu."
-Ours, Taylor Swift

Capítulo 31 - Não me reconheço mais...


-Aqui. -Ele falou. Senti sua respiração em meu rosto. Me aproximei e minha mão tocou seu peito. Passei a mão em seus cabelos e o beijei. Não resisti. Ele contornou minha cintura. Sua língua pediu passagem e eu cedi. Sua mão já percorria todo o meu corpo, e eu massageava sua bochecha, o trazendo pra mais perto de mim. Ele começou a andar até cairmos na cama. Ele parou de me beijar e acendeu a luz.

-Me achou. -Ele disse.

-Dá a chave. -Falei sentando na cama. Ele sentou também, pegou a chave no bolso do casaco e colocou na cama. -Não estava mentindo pra mim?

-Eu nunca menti pra você, só quando falo que te odeio.-Ele falou.

-Como sabe que foi sua mãe? -Perguntei ainda desconfiada.

-A noite que eu dormi aqui, no outro dia, quando eu fui desfazer as malas que minha mãe tinha feito, vi que tinha 3 camisinhas em um dos bolsos. Ela colocou, eu nem mexi na mala. -Ele falou explicando.

-Hm.. Não sei. -Falei levantando.

-Ei, volta. Fica aqui comigo. -Ele disse sem levantar.

-Não, tenho uma festa pra cuidar. -Falei voltando a cama e pegando a chave. -Você não vem?

-Vou.-Ele falou depois de bufar. Ele foi pra fora e eu tranquei o quarto. Ele me virou e me beijou. Eu cedi, não tem jeito, ele me seduz..

-Porque você é assim? -Eu falei.

-Como? -Ele parecia perdido HAHAHAHHHAHAHA.

-Quente depois frio, o sim e o não, o preto e o branco. O certo e o errado. -Falei bagunçando seu cabelo. 

-Não sei. -Ele disse sorrindo pro chão. -Mas posso ser só seu. -Ele falou colando seu corpo ao meu novamente.

-AHHHH MAS EU SABIA! -Caio gritou da escada, olhando pra mim e Justin, que passou seu braço sobre minha cintura e fomos andando até Caio.

-A gente tá junto. -Justin falou quando chegamos na escada. Caio e eu arregalamos os olhos.

-Não estamos não. -Falei me soltando dele e descendo a escada. Folgado!

-UOU, perdeu a do cabelo amarelo pegar o Liam. -Demi falou.

-É loiro, Demi! -Tay falou revirando os olhos.

-HASUHA, que pena! E você, mais lenta que a Demi, não deixava hein!? -Falei pra Katy. Nós rimos e fomos pro meio do salão.

-Man, eles são muito concentrados no trabalho, dá raiva até. -Katy falou.

-Se nós 3 conseguimos, você consegue. -Falei.

-E a senhora, onde estava? -Tay perguntou.

-Hmmmmmmm, é mesmo, você sumiu! -Demi falou fazendo cara de maliciosa.

-OK, OK, eu estava com o Justin. -Falei.

-AAAAAh, mas é claro! Não aguentou né?! -Katy falou.

-Fica quieta, ele me trancou no quarto. -Falei.

-AAAAAAAAAAAAI safada!!!! Por isso a demora! -Katy falou.

-Vamos lá pra fora, se não daqui a pouco, todo mundo que está aqui fica sabendo. -Falei indo pra fora e elas vieram, e sentamos na mesa.

-FALAFALAFALAFALAFALA! É grande? -Katy falou.

-O que? -Falei sem entender, pelas caras das meninas elas também não entenderam.

-Aiin, o "pacote",o "bagulho", o "pedaço de mal caminho"! -Katy disse soltando um sorriso safado. Essa Katy não bate bem das idéias mano!

-Véi, eu não transei com ele! -Falei.

-Ah man! -Demi falou parecendo desapontada, não comigo... 

-Mas sei lá, tem algo lá. Calma, por cima da cueca, né gente! -Falei antes que elas inventassem mais..

-Sei, por cima da cueca né, safada. -Katy falou maliciosa.

-Cala a boca véi, eu não fiz nada com ele. Eu peguei, subi e fui retocar minha maquiagem. Ouvi a porta bater e ser trancada, era o Justin, mandei ele sair, ele não saiu, fui abrir a porta, ele tava com a chave. Nisso, ele apagou a luz e  falou que ia me devolver se eu o achasse no escuro. -Falei.

-Hmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmm aí você achou uma outra coisa nesse escuro né??? Danada!! -Demi falou fazendo-nos rir.

-HAHAHAHA, idiota. Eu não achei outra coisa! Ficamos meio que brincando de "gato-mia"* até ele parar na minha frente e me beijar. -Falei distorcendo a parte do beijo.

-E depois??? -Tay perguntou.

-A gente meio que fez as pazes e fomos se pegar no corredor, ai o Caio chegou, fomos até ele e o Justin falou "a gente tá junto", tipo, como se fosse normal falar isso. -Falei.

-UAHSUAHSUHDUHUSDHAUSHDUASHUAHUSHA tá namorando o Bieber, ta namorando o Bieber!!!!-Tay cantarolou.

-Cala a boca!! Eu falei que a gente não tava e encontrei 3 barangas. -Falei rindo. Katy me deu um tapa.

-Chata.. -Ficamos conversando por um tempo ali e fora, sobre como Katy faria pra arrastar o seu garçom, e depois entramos. Uma música lenta começou a tocar e Justin veio pra perto de mim.

-Concede-me essa dança? -Ele perguntou corando as bochechas.

-Sabe dançar? -Perguntei fazendo meninas rirem.

-Claro. Aceita? -Ele perguntou beijando minha mão.

-Aceito. -Falei e ele pegou em minha mão, nos levando até o centro do salão. Os garçons logo chamaram as meninas pra dançar. Zayn me olhou e sorriu, eu sorri de volta.

-Amor, está falando com alguém? -Justin falou fazendo me rodopiar.

-Só sorrindo pro garçom. E não me chama de amor. -Falei.

-Hm... Eu vi você ficando com ele. -Ele falou me trazendo pra mais perto.

-É, ele beija bem, além de ser bonito. -Falei.

-Hm... Ele não é bonito. -Justin falou. Ciumento................................................ claro que não.

-É sim, bonito e gostoso. -Falei. Justin me rodou novamente.

-Eu não acho... -Ele falou e não respondi, apenas arqueei a sobrancelha. Sua mãe não está na festa? -Ele perguntou desviando do assunto.

-Não, vai dormir na casa de Katy. E meus irmãos, provavelmente aqui. -Falei.

-Hm... Posso dormir com você?? -Ele perguntou meio tímido, meio sorrindo.

-Hmmm.. quem sabe eu não te convido pra dormir comigo hoje.. -Falei gostando da ideia.

-Valeu.. -Ele disse e me girou mais uma vez, dessa vez, não havia nenhum espaço entre nossos corpos, ele colocou uma mexa do meu cabelo pra trás e me beijou delicadamente. Sem língua, sem pressa, sem pressão e sem ferocidade. Calmo, lento, doce, romântico e meu mundo parou de girar, como se fosse meu primeiro beijo. A música acabou e nos separamos. Ele me levou até lá fora e sentamos na mesa.

-Posso te fazer uma pergunta? -Ele disse.

-Já está sentado. -Eu falei, ele sorriu. -Pode.

-Porque que ... não aceita namorar comigo? -Ele falou se atrapalhando um pouco.

-Hmm.. Um certo medo, um pouco de insegurança.. -Falei olhando seus lindos olhos.

-Medo do que? -Ele perguntou calmamente.

-Cair da nuvem mais alta, me machucar, tento me proteger ao máximo... -Falei francamente.

-Eu sei que tem uma parede em torno do seu coração, amor. Quem vai fazer você se apaixonar, sou eu, eu estarei lá, eu te pegarei se você cair, prometo. Você é um anjo, que esqueceu como voar. -Ele falou pegando na minha mão. Justin falava olhando em meus olhos, parecia tão real, tão sério, não só palavras, mas mais que isso.

-É meio difícil de acreditar, sabe, é medo mesmo. -Eu falei. Ele se aproximou e me beijou novamente.

-Me dê uma chance. -Ele disse quando parou de me beijar, estávamos a centímetros. Uma coisa era certa: Eu já não conseguia ficar sem seus lábios nos meus.

-Não.. -Falei me soltando dele, e o deixando ali. Eu não queria, eu não confiava 100% nele para me entregar assim..Fui pra perto do Caio que estava lá dentro, precisando que ele me consolasse.

-Então tão juntos? -Caio falou rindo.

-Não, você sabe que não. -Falei. -Mas acabou de me pedir uma chance.

-Aceitou? -Burro?? Não, nem um pouco..................................

-Claro que não. Anta. -Falei avistando Justin entrar e ficar novamente com seus amigos. 

-Porque bebê? -Caio falou me abraçando de lado. Senti o choro subir, eu quero me entregar, quero falar sim, mas meu medo fala mais forte. E o olhar de cabeça baixa me fazia querer chorar mais ainda.

-Ah Caio, me abraça.. -Falei o abraçando, ele me acomodou em seus enormes e aconchegantes braços.

-Não fica assim, calma, tá com medo né? -Ele sussurrou.

-É bebê, é isso. -Falei mais calma. -O que eu faço? -Falei olhando pra ele.

-Primeiro vamos lá pra fora. -Ele falou e fomos. Justin me olhou, fitou o chão, virou as costas e foi pra cozinha. O que ele vai fazer?

-Caio, calma, já venho. -Falei e corri atrás do Justin. Ele estava lá fora, indo pro seu carro. -Justin!

-Oi. -Ele falou se virando.

-Tá indo embora? -Falei me aproximando dele.

-To. -Ele parecia desanimado.

-Não vá, por favor. -Não acredito que eu falei isso... Mas a essa altura da minha paixão por ele, nem eu mesma me reconhecia...Não sei mais de nada... -Dorme comigo hoje? -Eu falei com um sorriso leve.

-Durmo. -Ele respondeu depois de instante, riu pelo nariz e deu um sorriso torto. Ele se aproximara de mim. Estávamos nós dois, parados, um olhando pro outro, ele sorria de leve e eu devia estar vermelha.

-Vamos entrar? -Falei quebrando o silêncio.

-Vamos. -Ele falou pegando na minha mão e fomos andando até a piscina. Caio me viu e levantou o copo, como se estivesse brindando. Pisquei pra ele e sorri. Justin foi me levando pra sala.

-O que vamos fazer? -Perguntei quando chegamos na sala, que estava vazia.

-Jogar, quer? -Ele disse fechando a porta da sala.

-Quero. -Falei pegando um controle. -O que?

-Ping-pong. -Ele disse arrumando as coisas.

-OK. LEGGO. -Falei.

-1. -Ele disse fazendo um ponto.

-Hey! Você roubou Justin! -Falei.

-Não, você que é ruim. -Ele falou.

-Ah é? Quer ver? -Falei. Depois de instantes, fiz um ponto. -Quem é a ruim??

-Você! -Ele falou dando de ombros, rindo. Depois de cinco minutos, fiz mais um ponto. Arqueei as sobrancelhas, sorrindo de leve. -Fica quieta! -Gargalhei.

Zayn bateu na porta da sala e a abriu, olhando pra mim com aquele sorriso...

-Aceitam? -Ele disse estendendo a bandeja.

-Não obrigado. -Falei com um sorriso.

-Eu quero. -Justin falou. Zayn estendeu mais a bandeja, insinuando para que Justin pegasse. -Ela. -Justin falou me agarrando e me beijando. HAM? Não entendi nada mas permiti. Sua língua pediu passagem, eu cedi. Ouvi a porta se fechar. Ele foi parando o beijo com alguns selinhos.

-Não queria alguma bebida? -Falei.

-Não. -Ele disse. -Só queria mostrar que você é minha. -Falou dando de ombros.

-Justin.. Espera.. Ficou com ciúmes quando eu fiquei com ele? -Perguntei semi fechando os olhos, mesmo já sabendo que a resposta era afirmativa.

-Eu? Claro que não ué. -Ele falou dando de ombros 2 vezes.

-Tava sim, eu vi você amassando seu copo. -Falei lambendo meu lábio inferior.

-Não estava não.

-Então porque estava amassando o copo? -Perguntei.

-Estava brincando com o Chaz, e ganhei. -Ele falou.

-Hmmm sei. -Falei retomando o jogo.

-É sério!! -Ele falou.

-Ta bom Justin! -Falei rindo. Voltamos a jogar. Ficamos uma meia hora ali jogando e fomos pro salão. Aos poucos os convidados iam embora, faltava umas 30 pessoas ainda, eu saí falando com todos, falando que ia dormir. Justin ficou na escada, encostado, bebendo alguma coisa. Fui até ele.

-Vamos subir? -Falei.

-Vamos. -Ele falou. Passei em sua frente e fomos até meu quarto.

-Vou tomar um banho, toma. -Falei entregando uma toalha pra ele.

-Vou com você? -Ele disse com um sorriso safado.

-Não, idiota. Aqui. -Falei lhe dando uma chave.

-Da onde é? -Ele disse.

-Do quarto da minha mãe, pode tomar banho lá e vou ver se tenho alguma blusa grande minha pra você, quando eu acabar levo ela pra você. -Falei tirando o salto alto.

-Ta bom, gata. -Ele disse. -To indo.

-Não tranque as portas por dentro. -Falei.

-OK. -Ele disse saindo do quarto com a toalha na mão. Tirei meu vestido e fui tomar banho. Quando acabei, coloquei meu pijama. Revirei meu closet e achei uma blusa que ficava enorme em mim, "furtei" do Caio, tinha um simbolo do "Super Homem" era muito grande, eu uso ela quando não tenho nada pra fazer sábado a noite e a gente assiste filme.

 

Fui pro quarto de hóspedes, abri o guarda roupa e peguei uma samba-canção e uma cueca nova do Caio. Ele tem um monte de coisa em casa. A cueca e a samba canção estavam no pacote ainda, nem tinham sido aberta. Era tamanho M, devia servir, eu acho. Olhei pra cama e estava revirada. Eca. Alguém usou. Subi num puff e peguei lençóis novos no armário de cima e deixei sobre a cama. Sai do quarto e fui pro quarto da minha mãe e Justin cantava uma música.. hmmmm... U Got It Bad, do Usher. Fui até a porta do banheiro e bati.

-Justin? Posso entrar? Acabou?

-Sim, calma. Entra. -Ele falou. Abri a porta e ele estava arrumando o cabelo com a mão, a toalha amarrada na cintura.

-Olha, eu peguei uma samba canção e uma cueca nova pra você, é M serve? -Perguntei lhe dando junto com a blusa.

-Essa blusa é do Caio? -Ele disse vendo o símbolo..

-Não, é minha. Era dele, aí eu peguei pra mim. -Falei rindo.

-As cuecas também são suas? -Ele disse rindo.

-Não, idiota, são novas, não é do Caio. Bom, era pra ele. Ele tem estoque de roupa aqui em casa. -Falei rindo também.

-Ah tá. Então... Posso me trocar... Ou você quer ver?? -Ele disse entre pausas, rindo.

-NÃO, já to indo! -Falei dando as costas, indo pro meu quarto. Fechei a varanda, apaguei a luz do banheiro, fechei o closet e arrumei a cama. Justin entrou vestindo minha blusa e a samba canção, com suas roupas dobradas em um montinho e seu tênis espacial na mão.

-Ficou bom? -Ele disse.

-Tá lindo. -Falei sem conseguir esconder o sorriso.

-Valeu. -Ele ficou um pouco vermelho. -Onde deixo minhas coisas?

-Dá aqui. -Peguei da mão dele e coloquei no closet, em uma das prateleiras. Sai e ele já estava deitado. Fechei a porta do quarto e apaguei a luz, deixando o abajur ligado...


Notas Finais


sabem o que é ""gato mia"" né ?? ashçsdaslçdkaçlsdklaçs
uuuuuuh =~.~=
prooooooooonto <3 dois caps em um dia ;3
quem sabe não tem mais um ainda hoje...
hahahaha xx


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...