História Pretty Reckless - Capítulo 54


Escrita por: ~

Postado
Categorias Justin Bieber
Personagens Chaz Somers, Demi Lovato, Justin Bieber, Katy Perry, Taylor Lautner, Taylor Swift
Tags Colegial, Festas, Justin Bieber, Romance
Visualizações 575
Palavras 2.026
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Comédia, Esporte, Famí­lia, Festa, Ficção Adolescente, Romance e Novela, Shoujo (Romântico)
Avisos: Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


E EU IA POSTAR SÓ AMANHÃ E DEIXAR VCS CURIOSAS, MAS EU NÃO CONSIGO FAZER ISSO COM AS MELHORES LEITORAS DO M-U-N-D-O *----* ENTÃO ESTÁ AI, MAIS UM CAP ESPECIAL PRA VCS <3
"Se eu pudesse morrer em seus braços
Eu não me importaria
Porque toda vez que você me toca
Eu apenas morro em seus braços"
-Die in Your Arms, Justin Bieber

Capítulo 54 - Eu faria tudo outra vez


Olhei pra trás, era Pattie! Graças a Deus!

-Oi. -Falei fazendo um sinal de tempo e fui até ela.

-E que as crianças estão com fome, só vim te avisar que estamos indo dar alguma coisa pra eles. -Ela falou calma.

-OK, eu cuido dessas crianças aqui. E daqui a pouco eu fico com a Jazzy. -Falei.

-FILHA, O JUSTIN! -Minha mãe gritou me mostrando o celular.

-Vish... -Falei pra Pattie, que soltou um sorriso leve, indo até minha mãe, que mostrou a língua com cara de quem aprontou e me dando o celular.

-Oi amor. -Falei atendendo.

-Oi. -Ele falou seco

-Algo errado? -Falei.

-Fora você estar jogando futebol com um bando de macho. É sim, pai. -A última frase saiu baixa. -Nada de errado, Jamie.

-Awwn ciumento. -Falei.

-Eu te falei para não se aproximar de ninguém.

-E eu não me aproximei. -Falei

-Hãm.

-Só estamos jogando futebol.

-Ahãm. Está de biquíni?

-Sim.

-JAMIE COLEEN ESTÁ JOGANDO FUTEBOL NA PRAIA COM UM MONTE DE VAGABUNDOS E AINDA POR CIMA DE BIQUÍNI?

-Justin, menos. Estou sim. E caso o senhor queira saber, eu já dei um corte neles falando que eu sou muito bem compromissada.

-Pelo menos isso. -Seu tom era de deboche.

-Ah vai tomar no seu cú. Sabe que eu te amo e vem achando que vou te trair? -Falei. VISH AS VEZES EU NÃO TENHO NOÇÃO DO QUE EU FALO.

-Desculpa véi, mas eu tenho ciúmes do que é meu, mesmo. E eu te amo, por isso cuido. -Respirei fundo antes de responder.

-Como está ai?

-Estamos indo para aí.

-Sério? Que bom, amor.

-Você muda de humor muito rápido.

-Você arranja confusão. E sabe como eu sou.

-É, eu sei, me descontrolei.

-É. Percebi. Mas eu acho que eu faria o mesmo.

-Ai ai, ciumenta.

-Sou mesmo.

-Amor, vai lá vai, daqui a pouco eu chego.

-OK baby, até daqui a pouco.

-Tchau baby, eu te amo.

-Tchau meu bebê, eu te amo. -Falei desligando o telefone e o jogando na canga.

-VAMO CARAI. -Katy gritou e fui correndo até lá.

-Que stress. -Falei recebendo a bola dela. Ficamos mais uns 10 minutos jogando e eles fizeram mais 1. Mas fizemos dois gols. Paramos um pouco e fomos jogar vôlei. Novamente com eles. Depois de um tempo, paramos de novo e Jazzy veio correndo até mim. A peguei no colo e a levei para o mar, brincando com ela.

-Olha que lindo, Jazzy. -Falei olhando para o mar, ficando de costas para a areia.

-UAU. -Ela falou fofa e coloquei só os pés dela na água. -HIHIHIHIHIH. -Ela falou jogando água por todo o lado.

-Hahahha, minha fofa. -Falei. Ficamos uns dez minutos brincando. Senti dois braços contornarem minha cintura, um tórax quente aquecer minhas costas e duas pernas me encocharem..

-Cheguei. -A deliciosa voz rouca dele fez eu me arrepiar. Sorri torto e me virei para ele.

-Oi. -Falei.

-Boo boo! -Jazzy falou. Ele estava só de sunga box, o que me fez ter que desviar o olhar antes de começar a babar. Só que ele percebeu.

-É seu, você sabe. -Ele sussurrou me puxando pela cintura.

-Para com isso. -Falei sussurrando também. Ele sorriu safado.

-O que é dela? -Jazzy perguntou.

-O Jerry. -Justin falou sorrindo.

-Cala a boca, estrupício! -Falei arregalando os olhos! Jazmyn com certeza perguntaria. 

-Ué, ela que me perguntou. -Ele falou rindo.

-O que é Jerry? -O meu Deus... E agora?

-Sabe o ratinho? Do Tom e Jerry? Então.. A Jay é o Tom. -Ele falou rindo mais ainda com a péssima piada.

-Isso foi horrível. -Falei.

-Qual é, amor! -Ele falou reclamando.

-Poque a Jay é o Tom? -Jazzy falou.

-Esquece isso, Jazzy, por favor. -Falei indo mais pra dentro do mar.

-Tá geladinha. -Jazzy falou quando coloquei seus pés na água.

-Hahahaha. Não está muito. -Falei a colocando de novo.

-É, melholou. -Ela falou. Senti algo cutucar minha perna, mas permaneci intacta.

-Jazzy, senti uma coisa passar pelas minhas pernas. -Falei.

-É um bicho? -Ela falou com uma carinha fofa de preocupação. 

-Não sei. -Falei. A coisa passou de novo e eu mexi minha perna com força.

-AAAAAAAAAAAAAAI BRUTA! -Justin gritou colocando a mão na canela.

-Desgraçado! Filho da Pattie! -Falei dando socos nele.

-Ai ai ai! -Ele falou segurando minhas mãos. -Jazzy, vamos voltar pra areia? -Ele falou e me olhou com um sorriso safado.

-Ah boo boo... -Ela falou desanimada.

-Ok, vamos brincar de vôlei então. -Ele falou a pegando do meu colo.

-BOO BOO! -Jazzy gritou mas ele piscou e a JOGOU. JOGOU ELA PRA MIM!! SIM!!

-Você é retardado? -Falei pegando Jazzy no ar, que riu! BANDO DE DOIDOS!

-Joga de volta, amor. -Ele falou rindo.

-Ai idiota! -Falei e sim, joguei Jazzy também. Ela ria... Tadinha. Fomos brincando com ela até chegar a areia, onde Jeremy já tinha feito uma espécie de mini piscina para Jax e colocamos Jazzy lá também.

-Hey vaca. -Caio me chamou.

-Oi! -Falei. -Viado.

-Tava jogando com os caras? Que vacilona... -Ele falou.

-Ah tá, fica quieto e acho melhor você ir lá proteger aquelas vacas. -Falei.

-IAUSHDIASUH, to querendo "proteger" outra coisa. -Ele falou observando uma menina que passava.

-Ah mas... -Falei antes de Justin me pegar no colo. -ME SOLTA!!!!! -Falei enquanto ele ia andando a caminho do mar.

-Não, não e não! -Ele falou rindo.

-Mano, você é muito teimoso, vey! -Falei e ele continuava a andar. -ME SOLTA!!!! -Gritei em vão.

-Pronto, soltei. -Ele falou me jogando no mar. FILHA DE UMA PUTA ESSA PORRA TÁ GELADA.

-AAAAAAAAAAAAAAAAAAAAH IDIO... -Fui interrompida pelo seus lábios tocando os meus. Interrompi o beijo. -TA.

-Hahahha, foi legal. -Ele falou. -Mas falando sério... Não quer ir lá pra casa não? -Ele falou me puxando pela cintura.

-Não sei... Prefiro de baixo da água. -Falei aproveitando seu momento de "fraqueza" e o afundei.

-Desgraçada.. -Ele falou retornando a superfície, aquele belo corpo todo molhado, seu cabelo, seu sorriso... OH GOD... Dessa vez não teve como, tive que morder meu lábio inferior.

-Porque essa cara? -Ele falou.

-Nada. -Falei.

-O que foi? Tá ficando animada? -Ele falou chegando mais perto ainda.

-Pode ser... -Falei tentando disfarçar.

-Não disfarça, Jay, eu sei que está. -Ele falou e me beijou, colocando sua mão na minha bunda, dando um leve apertão. Quando dei por mim, eu já estava entrelaçada em sua cintura. Mordi levemente seu lábio e toquei o chão com os pés novamente.

-O que foi? -Ele falou mordiscando meu pescoço.

-Não quero parecer vulgar demais. -Falei.

-Por isso te convidei a ir pra casa. -Ele falou agora dando leves chupões.

-Jus, se controle. -Falei dando um leve suspiro.

-Hahahaha, com você? -Ele falou sorrindo.

-JAMIE COLEEN CADE O MEU BRIGADEIRO? -Demi gritou. ÓBVIO.

-OW CASSETE, JÁ VOU FAZER. -Falei pegando na mão de Justin e indo pra bera do mar. -Compra os ingredientes. Vem. -Falei e ela veio.

-Mãe, estamos indo fazer um tal de brog, brig deirow dairo sei lá o nome, quando esfriar a gente trás. -Justin falou se embolando novamente. 

-Brigadeiro, Justin. -Minha mãe falou sorrindo.

-Isso! -Ele retribuiu o sorriso. -Até daqui a pouco senhores e senhoras. -Ele falou e riu. Fomos até a casa juntos e Demi foi comprar as coisas. Abri a porta e Justin já começou a me agarrar. O fogo viu... Fui o direcionando para a sala e o joguei no sofá, ele sorriu perverso. Me deitei sobre ele, já sentindo algo querendo sair de sua sunga. Ele, por sua vez, desamarrou a fina alcinha de meu sutiã e me virou no sofá. Podia sentir sua língua entorno de meu seio, me fazendo ficar louca. Não aguentava mais, o puxei pelo cabelo, o trazendo a minha boca. Justin desamarrou a parte debaixo do biquini e eu rapidamente tirei sua sunga.

-Espera. -Ele falou se sentando, deixando a vista seu Jerry, totalmente ereto. -Eu não tenho camisinha comigo. -Ele falou.

-Caio já deve ter comido umas 100.000 garotas aqui. -Falei abrindo a gaveta que tinha os controles do Xbox e achando uma caixa cheia de camisinha. Dei uma rápida olhada na validade e a tirei do pacotinho, voltando pro sofá.

-Eu amo seu corpo. -Ele falou entre gemidos, me medindo de cima a baixo enquanto eu o "vestia". Ele me deitou e começou a me penetrar, bem devagar.

-Aumenta essa velocidade, caralho. -Falei.

-Tortura... -Ele falou diminuindo a velocidade. Cravei minhas unhas em suas costas e arranhei a mesma. -Boazinha. -Justin falou reclamando.

-Coloca força nisso. -Falei.

-Xiiiu. -Ele falou ainda insistindo em ir devagar. -Pede por favor pro papai.

-Não. -Falei. 

-Deixa o orgulho de lado, Jamie, você sabe que eu faço bem.. -Justin falou.

-Cala a boca. -Falei e ele entocou mais forte. Gemi profundamente. -Por favor Justin. -Supliquei e ele finalmente colocou velocidade na bagaça.

-Isso.. Hmm. -Ele falou entre gemidos. Minhas unhas arranhavam suas costas, deixando prováveis marcas vermelhas então parei com os arranhões e comecei a puxar seu cabelo, enquanto ele me penetrava. Desencostei meus lábios dos deles para ver seu rosto, totalmente suado e vermelho. Sorri torto mordendo o lábio inferior. Ele sorriu também e limpou o suor que escoria com o dorso da mão. Juntei nossos lábios novamente, mordendo forte seu lábio carnudo. Ele não parava ou diminuía em nenhum momento, até eu sentir uma satisfação percorrer o meu corpo e ele tirar seu membro de mim.

Ouvimos a porta abrir e ambos arregalamos os olhos. Justin colocou o dedo indicador no lábio, fazendo sinal de silêncio e me levantou, ele olhou em volta e fomos para trás do sofá.

-Jay sua bruxa, cade você? Vadia... -Era Demi. GRAÇAS A DEUS.

-Coloca a roupa. -Falei saindo de trás do sofá e coloquei meu biquíni. -O que foi, véi? Amarra aqui. -Falei me virando pra ela.

-Hehehe, estavam fazendo o que? -Ela perguntou como se não soubesse, amarrando o lacinho do biquíni.

-Nem sabe né? -Falei.

-Acho que sei... Safada. -Ela falou.

-Deixa eu fazer logo essa porra. -Falei pegando o leite condensado da mão dela.

-Justin, Justinzinho vem cá vem, quero te ver. -Ela falou.

-Demetria cala essa porra de boca, filha de uma kenga. -Falei. -Ele tá colocando a sunga.

-E que sunga.... -Ela falou e eu joguei o pano de prato nela. -Hahahahahah, foi mal.

-Falando de mim, Glitter? -Justin falou escorando na soleira da porta.

-Sim, na verdade da sua sunga recheada. -Ela falou. Assim. Sem vergonha.

-Mano, já te mandei calar a boca. -Falei e Justin veio para perto de mim.

-Hahahahaha, fica tranquila. -Ela falou e eu revirei os olhos. -Uma rapidinha na praia, eeeita nóis.

-Vey vey vey vey vey na boa, fica quieta, pega um daqueles lá e dá pra eles.

-Tá precisando, Demi. -Justin falou rindo. 

Fiz o brigadeiro e coloquei no prato para esfriar, enquanto isso, fomos para a sala e ficamos vendo TV. Depois voltamos para a praia e todos comeram o brigadeiro, menos os caras que jogaram conosco, já que eles foram embora antes do brigadeiro chegar. Quando acabamos, Justin pegou em minha mão e começamos a caminhar pela praia, igual da última vez que viemos aqui. Ele parou do nada e ficou de frente para mim.

-Lembra de todas as chatices que já te fiz, o suco na sua blusa, seu celular na minha calça, ser bem ignorante com você, ter te alisado lá na quadra? E quando eu falei que ia te beijar porque você estava precisando, ou quando queimei seu filme com o garçom? -Ele falou entre risadas e sorrisos.

-Lembro... -Falei sorrindo também.

-Então.. Eu faria tudo isso novamente se depois eu soubesse que isso iria nos acontecer. Faria tudo do mesmo jeitinho. -Ele falou. -Porque, na verdade, quando eu gritei com você que estava ficando louco, era e ainda é real. Eu te quero muito mesmo e estou muito feliz de ser seu namorado, porque você é a garota que eu sempre sonhei, sempre quis ao meu lado e que agora é minha. Eu te amo. -Ele falou me deixando sem palavras, apenas com um sorriso.

-Eu te amo. -Foi o que eu consegui dizer. Ele me rodopiou no ar e logo me deu um beijo.


Notas Finais


awwwwwwwwwwwwwwwwwwwwwwwwn suas lindas *-*
boa sorte pra todas que tem provas '-' chatice viu '-'
vou dormir agora :3 boa noite, espero que tenham gostado <3
até amanha <33333


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...