História Pretty Reckless - Capítulo 62


Escrita por: ~

Postado
Categorias Justin Bieber
Personagens Chaz Somers, Demi Lovato, Justin Bieber, Katy Perry, Taylor Lautner, Taylor Swift
Tags Colegial, Festas, Justin Bieber, Romance
Visualizações 530
Palavras 2.535
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Comédia, Esporte, Famí­lia, Festa, Ficção Adolescente, Romance e Novela, Shoujo (Romântico)
Avisos: Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


"Eu só estou aqui para encontrar você, você
Tudo que eu preciso é você ao meu lado
Tudo que eu quero fazer
É dançar sob a lua"
-One Love, Justin Bieber

Capítulo 62 - Viagem?


-O que vamos fazer agora? -Perguntei.

-Eles estão cansadinhos, querem ir pra casa. -Jer falou.

-OK! Vamos! -Justin falou já de pé.

-Apressado, pode me ajudar aqui. -Falei começando a guardar as coisas.

-Ta bom minha linda princesa. -Ele falou se ajoelhando para me ajudar a arrumar.

Logo que terminamos de arrumar fomos para sua casa. As crianças dormiram no carro mesmo e Justin quase capotou em meu colo, com sono. Ao chegar em sua casa, Jeremy subiu com Jax e Justin com Jazzy. Fiquei sentada no sofá, esperando meu garoto. Ele entrou na sala dali a 5 minutos, já sem camisa.. Claro.

-E aí gata, e aí? -Ele falou se apoiando no batente da porta.

-E aí gato. -Falei brincando e ele veio se sentar ao meu lado.

-Saudades de mim? -Ele falou distribuindo beijos por meu pescoço.

-Sim. -Falei contornando seu pescoço com meus braços. O puxei pra perto e ele me beijou, explorando cada canto de minha boca. Ele foi me deitando no sofá, se deitando por cima de mim. Passei as unhas por suas costas, a arranhando-a. Ele fez o mesmo em minha coxa.

-Boa noite. -Pattie falou na porta da sala. Nos separamos assustados e nos recompomos. -Filho, você tem né? -Ela perguntou e encarei o chão reprimindo um riso.

-Comprei hoje mãe, pergunta pro papai o que aconteceu. -Justin falou.

-Ta bom, eu vou tomar um banho, ai desço e preparo alguma coisa.

-Não prefere pizza? -Justin falou.

-Peça então filho. -Pattie falou. -Tchau Jay, se comportem viu. -Ela falou sorrindo e saiu da sala.

-Que vergonha. -Falei.

-Ah, qual é. Ela sabe né. -Ele falou me puxando para seu colo.

-Eu sei que ela sabe, mas mesmo assim né Jus. -Falei. -Acho que vou tomar um banho também. -Falei levantando.

-Vou com você, to suado. -O olhei. -Não posso?

-Pode. -Falei derrotada. -Primeiro pede a pizza.

-Sim senhora. -Ele falou colocando a mão na cabeça, igual a um soldado.

-Tolo! -Falei lhe jogando uma almofada.

-Gostosa. -Ele falou me jogando a almofada.

-Anda logo se quiser me pegar no chuveiro. -Falei saindo rindo. Subi, tirei minha roupa a deixando junto com outras roupas sujas, peguei minha toalha e fui andando em direção ao banheiro, quando sinto "algo" atrás de mim.

-Cheguei na hora. -Ele sussurrou sexymente em meu ouvido, segurando em minha cintura.

-Chegou. -Falei e ele foi nos guiando pro banheiro, sem descolar um centímetro de mim. Se ele tava excitado? Que isso... Entramos no box e ele me virou bruscamente, me beijando. Senti a água descer por nossos corpos e o agarrei mais. Suas mãos já percorriam todo o meu corpo, e as minhas puxavam seu cabelo. Me separei dando um sorriso e peguei o sabonete. Comecei a me ensaboar quando sinto Justin segurar em minha cintura e me penetrar por trás. Ahnn... Suas mãos agora estavam em meus seios, massageando-os. E sua boca em minhas costas, a mordendo. Ele se retirou de lá e me virou, me beijando. O afastei novamente, e lhe entreguei o sabonete e ele se esfregou em quanto eu... Vocês sabem... Ah preciso dizer?... Lavava o meu cabelo. Terminamos o banho e saímos do banheiro. Coloquei uma roupa leve e Justin só uma bermuda mesmo.

-Justin, a pizza chegou. -Ouvimos Pattie gritar e descemos.

-As crianças vão comer? -Perguntei sentando.

-Não, eles estão dormindo. -Jer falou. Balancei a cabeça, de modo afirmativo e Pattie nos serviu a pizza. Ficamos conversando sobre o nosso dia, o piquenique. Assim que

acabamos, fomos para a sala, assistir algum filme. -Qual vai ser? -Jer perguntou.

-Ahhhhn... "Em busca da felicidade" -Justin falou.

-Pode? -Jer falou e nos concordamos. Justin colocou e se sentou ao meu lado. Jeremy e Pattie estavam do nosso lado. Fiquei massageando o cabelo de Justin durante todo o filme, ele é tão anjo. No meio do filme ele saiu de meus braços e me colocou em seus braços. Ficamos assim até o fim do filme.

-Quer subir? -Justin falou.

-Vamos. -Falei me levantando. -Boa noite meus sogros lindos que eu amo. -Falei abraçando Pattie e Jeremy, que estavam em pé também.

-Boa noite minha linda. -Pattie falou dando um beijo na minha testa.

-Boa noite. -Jer fez o mesmo e sai da sala, já subindo. Entrei no quarto e coloquei um pijama, uma camisa e um shorts curto. Escovei meus dentes e deitei na cama, de barriga pra cima, com a mão nos olhos.

-Meu Deus... -Justin falou entrando no quarto e se deitando em cima de mim.

-O que? -Falei.

-Tá muito gostosa. -Ele falou com as mãos em minha coxa.

-Obrigada Bieberzinho. -Falei apertando suas bochechas.

-Fala sério. -Ele falou soltando um sorriso e me beijou.

-Vai se arrumar. -Falei o tirando de cima de mim.

-Pra que? Se vai tirar mesmo. -Ele falou mas se levantou.

-Para eu poder tirar né. -Falei.

-Tá.. -Ele concordou e foi se trocar e ir ao banheiro. -Pronto, a pessoa mais gostosa desse mundo está de volta. -Ele falou subindo na cama.

-A pessoa mais gostosa desse mundo e minha está de volta. -Falei o puxando pela camisa. Ele não perdeu tempo e me beijou.

-Falei. Ficamos deitados nos encarando, sorrindo. Ele avançou sobre mim e começou com seus beijos selvagens, me arrancando suspiros. Ele parou de me beijar e sorriu. O encarei sorrindo e ele ficou por cima de mim, tirando minha blusa. Justin começou a dar beijinhos por cima de meu seio coberto pelo

sutiã, ele dava pequenas mordiscadas, aonde o sutiã não tampava.

-Não me tortura! -Falei sexy.

-Estou te torturando? -Ele falou.

-Hmm está. -Falei com um gemido.

-Quer que eu tire o sutiã? -Ele perguntou colando nossas testas e colocando sua mão em meu seio, por baixo do sutiã.

-Sim. -Falei e foi o que ele fez, em 2 segundos e começou a chupar e mordiscar meus seios, alternando-os. Eu gemia baixo. Ele desceu sua mão para meu shorts e o arrancou, estimulando minha intimidade por cima da calcinha. Meu Deus, estou louca já. Revirei os olhos e soltei um gemido baixo, que ele percebeu, pois tirou minha calcinha e começou a me estimular novamente. Mordi os lábios e puxei seu cabelo, fazendo seu rosto ficar de frente com o meu.

-Está tentando me matar? -Falei.

-Só de tesão só. -Ele falou com uma voz rouca. Essa voz mata². O soltei e fiquei por cima dele, tirei sua blusa e fui mordiscando todo seu tórax, até chegar em seu shorts, que tirei rapidamente. Passei minha mão por cima de sua cueca e o vi revirar os olhos.

-Quem está morrendo agora? -Falei, em seguida dei um beijo sobre seu membro, por cima de sua cueca.

-Eu. -Ele falou antes de um gemido. Tirei sua cueca e ainda não me conformo com seu "material". Coloquei minha mão em seu membro e comecei a fazer movimentos para cima e para baixo. Ele me olhava mordendo os lábios. Parei com os movimentos e observei-o, comecei a lamber seu membro, ele fechou os olhos e agarrou o lençol. Introduzi seu membro em minha boca, o chupando todo. Justin começou a gemer e morder os lábios. Ele tirou sua mão do lençol e colocou sobre minha cabeça, empurrando me mais. Eu dava leves mordidas, chupões e continuava a lamber, até sentir um líquido quente em minha boca. Voltei para sua boca, voltando a beija-lo, ferozmente arranhando suas costas. Ele me girou e colocou a cabeça de seu membro dentro de mim. O empurrei.

-A amor amor, camisinha, sério. -Falei.

-Desculpa, tinha esquecido. -Ele falou ofegante e abriu a gaveta, pegando uma camisinha.

-Posso colocar? -Perguntei me ajoelhando em sua frente, observando seu membro.-.

-Pode. -Ele falou sorrindo safado e me dando a camisinha. Abri o pacote e desenrolei a mesma. Cheguei mais perto dele e coloquei em seu membro ereto, enquanto olhava em seu rosto, vermelho. Segurei em seus ombros e me aproximei, sentando nele, quer dizer, o colocando dentro de mim. Comecei a rebolar em seu colo, ele tornou a chupar meus seios e arranhar minhas costas. Fui aumentando a velocidade das cavalgadas e começamos a gemer mais.

-Hmm, isso, hmmm vai.. -Ele falou rouco em meu ouvido. Minhas pernas começaram a doer..

-Amor, hmm. -Tentei falar entre os gemidos. -Toma o controle. -Falei. Ele sorriu safado e me deitou rapidamente na cama, começando com suas entocadas muito rápidas, eu já estava morta! Ele saiu de dentro de mim e começou a beijar e mordiscar minha coxa, subindo para minha intimidade. Ele começou a passar a língua por minha intimidade e eu revirei os olhos, sua língua ficou frenética, e ele meio que penetrou sua íngua em mim OH MY GOD. Ele lambia

tudo e dava beijinhos.

-Justin, Jus, amor, hmm. -Falei entre os gemidos.

-Hmmm.. -Ele gemeu.

Senti um liquido escorrendo por minha coxa, e Justin começou a lamber o mesmo. Ele sorriu e voltou a me penetrar, aumentando muito mais a velocidade. Suas mãos percorriam do meu seio até a minha coxa, nossos lábios não se desgrudavam. Senti novamente minha satisfação chegando e me contraindo. Ele o tirou completamente de mim e me beijou, antes de se deitar ao meu lado.

-Meu Deus. -Falei ofegante.

-Que delícia, meu Deus. -Ele falou com a respiração acelerada também.

-Passou o mal humor? -Falei subindo em cima dele.

-Passou tudo. -Ele falou me beijando. -Segundo Round? -Ele disse sorrindo.

-Não! Eu to cansada. -Falei puxando seu lábio com minha boca.

-Então vamos dormir? -Ele falou.

-Vamos. -Falei me deitando sobre seu abdômen. Ele me derrubou de cima dele. Dormimos de conchinha.

 

[...]

 

-Bom dia Bieber. -Falei me virando para Justin.

-Mãe, só mais cinco minutos. -Ele falou e se virou pro outro lado. Louco...

-Justin. -O chamei.

-Mãe, só mais um pouquinho. -Revirei e subi em cima dele. -Bom dia amor. -Ele falou com as mãos em minha coxa. PS: Estávamos ambos pelados.

-Me chamou de mãe! -Falei.

-Era você bebê? Desculpa. -Ele falou rindo.

-Besta.. -Falei revirando os olhos.

-É bom acordar assim. -Ele falou mordendo o lábio inferior.

-Tarado. -Falei levantando.

-Continua bom. -Ele falou e se levantou.

-Vou tomar banho. -Falei pegando minha toalha.

-Vou com você. -Ele falou vindo atrás.

-Não, não bonitinho. -Falei o parando.

-Tá falando sério? -Ele falou me pressionando contra seu corpo. Suspirei.

-Estou. Quero tomar BANHO. -Falei me soltando dele.

-Vai pode ir, fique sem meu corpinho lindo. -Ele falou e ri. Entrei no banheiro e tomei um banho rápido. Quando sai de lá, Justin estava em cima da cama, coberto pelo lençol da cintura pra baixo, assistindo alguma mulher na tv, pelada.. ESPERA? PELADA?

-JUSTIN! -Falei me colocando na frente da TV.

-O que foi? -Ele falou com cara de desentendido.

-O QUE VOCÊ TÁ ASSISTINDO? -Perguntei.

-Ahn, TV. -Ele falou com cara de bobão.

-IDIOTA! QUE PROGRAMA?????

-Sei lá. -Ele falou dando de ombros.

-Eu te odeio. -Falei desligando a TV e indo pegar minha roupa em seu closet. Me troquei:

E Justin entrou no closet.

-Já que eu não ia te ver no banho, pelo menos alguém. -Ele falou escorando na porta.

-Me viu em cima de você durante sei lá quanto tempo. -Falei sem olha-lo. Peguei um de seus supras e calcei, ficou meio grande. Droga. Os coloquei de volta.

-Ah, queria ver mais. E Jerry também. -Ele falou e revirei os olhos.

-Espero que tenham se satisfeito. -Falei saindo indo pra porta. -Licensa.

-Não. -Ele falou normalmente. -Não me satisfiz. Amo te provocar.

-Não deveria. Sai da frente. -Falei.

-Não, já te disse. -Ele falou e não saiu mesmo. -Eu amo te ver com ciúmes de mim, ainda mais de um filme porno qualquer que eu liguei assim que você desligou o chuveiro.

-Você um idiota. O prefeito da Idiotalândia. -Falei lhe dando um soco no braço.

-Não doeu. -Ele falou com um sorriso.

-Doeu sim, eu sei. -Falei. -Vai sair ou não?

-Não. -Ele disse persistindo. -Sabia que ontem foi a melhor das noites? -Ele falou sorrindo safado.

-Foi o que os outros me disseram. -Falei sorrindo.

-Ha ha ha. -Ele fingiu rir. -Não teve graça.

-Você que começou com a provocação. -Falei.

-Ta bom quer continuar? -Ele falou de braços cruzados, crispando a testa.

-Não. -Falei contornando seu pescoço com os braços.

-Nem vem, você ta jogando.

-Cala a boca e me beija, idiota. -Falei avançando em seus lábios. Ele correspondeu, agarrando minha cintura. Ele ainda estava nu.. Terminei o beijo puxando seu lábio com os dentes. -Vai, se troca, a gente tem escola. -Falei saindo do closet. Arrumei a bagunça básica da cama e desci. Me deparei com Jazzy sentada no sofá, assistindo TV.

-Jazzy, o que faz acordada, pequena? -Falei sentando do lado dela.

-Eu acordei cedo e quis assistir desenho. -Ela falou vindo pro meu colo.

-Seu papai não acordou? -Falei.

-Não. Você e o boo boo vão onde? -Ela disse.

-Pra escola. -Falei. -Quer comer?

-Quelo. -Ela falou e a peguei no colo, indo pra cozinha.

-Quer o que? -Falei.

-Suquilhos. -Ela falou e a deixei em cima da mesa. Justin apareceu na cozinha,

-Oi Jazzy, já acordada? -Ele falou dando um abraço na irmã.

-É, eu tava vendo TV. -Ela falou. -Ai a Jay chegou. -Peguei o cereal, leite e suco e coloquei na mesa.

-Quer ovo amor? -Perguntei a Justin.

-Não amor, valeu. -Ele falou se sentando e servindo seu suco. Sentei ao seu lado e comecei a comer também. -Hoje tem jogo?

-Basquete? -Falei.

-Aham, tem? -Ele falou.

-Acho que sim, amor, vou olhar a tabela. -Falei.

-Quer ir pra LA ver? -Ele falou sorrindo.

-Não precisa amor, eu vou ver se tiver, ai a gente vai, você quer? -Falei.

-Quero. -Ele falou sorrindo.

-Está tentando ser romântico? -Falei.

-Eu sou romântico. -Ele falou mordendo um morango. -A gente podia viajar mesmo.

-Estamos em aula. -Falei.

-No FDS? -Ele disse.

-Porque quer viajar? -Perguntei.

-Não sei, estou querendo ser romântico. -Ele falou sorrindo. Sorri e peguei meu celular.

-Aqui, domingo, MSG, Lakers contra Knicks. -Falei sorrindo.

-Feito! -Ele falou e fez um high five comigo.

-Só nós dois? -Perguntei.

-Eu quelo. -Jazzy falou.

-Bom.. Era a intenção.. -Justin falou 'coçando' a cabeça, sorrindo. -No verão é difícil fazer coisas românticas.. E praia já foi..

-Awn meu Deus.. -Falei lhe dando um selinho. -Você já romântico naturalmente. -Falei.

-Me diga, então o que eu faço de romântico naturalmente. -Ele falou

-Você me faz sorrir, me beija, pega na minha mão, isso já é romântico. -Falei.

-É nada.. -Ele falou corando.

-Eu te amo sabia? -Falei o olhando. Ele sorriu olhando pra baixou e me encarou.

-Eu te amo. -Ele disse também.

-Awwwwwwwwwwwwwwwwwwwwn que lindo isso logo de manhã! -Jer falou entrando na cozinha. Eu e Justin sorrimos um pro outro e cumprimentamos seu pai. Terminamos o café e saímos.

Justin foi dirigindo porque eu deixei, se eu quisesse eu iria. Assim que chegamos, o pessoal chegou também.

-Ei! -Falei indo pra perto deles.

-E ai? -Caio falou olhando pra Justin.

-E ai. -Justin falou e soltou um risinho. Caio soltou outro e eu fiquei boiando.

-Ahn, Demi? Posso falar com você? -Surgiu uma voz atrás de nós. Era Chace. Vish... A baixinha se desencostou do carro e foi até ele.


Notas Finais


to correndo, desculpa a demora <3
bj bj obrigada por tudo


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...