História Price Of Happiness - Capítulo 32


Escrita por:

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS), Black Pink, EXO, HyunA, Lee Sunmi, Stray Kids, TWICE, Weki Meki (WEME)
Personagens Lee Felix, Sana
Visualizações 28
Palavras 665
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 16 ANOS
Gêneros: Ação, Comédia, Drama (Tragédia), Ficção Adolescente, Romance e Novela, Violência
Avisos: Insinuação de sexo, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Capítulo 32 - Anciosidade


Fanfic / Fanfiction Price Of Happiness - Capítulo 32 - Anciosidade

Félix Narrando:

ㅡ Que foi, cara... está esperando a Angelina Jolie? ㅡ Baekhyun me perguntou se aproximando atrás de mim e eu me virei pra ele.

Que ótimo. Desde o início da festa eu não conseguia evitar olhar para o portão de entrada de três em três segundos.

Eu queria me convencer de que não devia estar ansioso para chegada dela. Ela tem uma filha, então, provavelmente, deve ter um namorado ou um marido também, e uma das minhas poucas regras se tratando de mulheres é não dormir com uma comprometida, mas era inevitável. Cerca de duzentas pessoas já estavam espalhadas pela minha casa, mas a ausência da Sana me deixava frustrado.

Ela foi a única garota que eu fiz questão de convidar pessoalmente, como não podia vir?!

ㅡ Tudo bem lá dentro? ㅡ Perguntei tentando mudar de assunto.

Baekhyun se aproximou do meu lado e olhou pro portão também.

ㅡ Tudo. Só vim avisar que alguém conseguiu abrir o quarto dos seus pais, agora aquilo lá está parecendo um motel público.

Gelei e meus olhos se arregalaram com pavor.

Baekhyun riu.

ㅡ É brincadeira, mano. Só estou curioso pra saber quem é Sonli. Tem um quarto com esse nome na porta... eu não sabia que você tem um irmão.

Agora foi minha vez de rir.

ㅡ Eu não tenho um irmão. Sou filho único todo mundo sabe disso.

ㅡ Então quem é? Seu primo? Amigo da família?

ㅡ É um pirralho que meus pais trouxeram pra passar uma temporada aqui em casa, mas acho que ele vai embora em poucos dias.

E mais uma vez, meus olhos se voltaram automaticamente para o portão.

ㅡ Quem você está esperando, eu conheço?

Bufei.

ㅡ Não estou esperando ninguém.

ㅡ Qual é, Félix. Tem umas oitenta garotas aqui loucas pra ir pro quarto com você; se ainda não sabe disso, é porque uma deusa dos sonhos está prestes a chegar. Me conta quem é!

Balancei a cabeça e olhei a hora no celular. 20:47.

Se Sana tivesse de vir, ela com certeza já teria chegado. Eu não acho que ela é o tipo de pessoa que se atrasaria, muito menos que deixaria de cumprir sua palavra, e ela disse que não viria. Ela tem uma filha pra cuidar durante a noite e, muito provavelmente, um marido também.

Respirei fundo e saí da varanda, indo pra piscina.

ㅡ Esquece.

Baekhyun não me seguiu.

Me aproximei de um grupo de garotas com biquínis minúsculos e abracei a cintura de uma loira, com o cabelo tingido de rosa metade das costas.

ㅡ Estão se divertindo?

A garota que eu abracei se arrepiou - senti isso porque sua pele debaixo da minha mão ficou rígida.

Todas elas me olharam com um sorriso bobo, sem saber o certo oque responder.

ㅡ Eu acho que poderia me divertir mais. ㅡ A que eu estava abraçando disse com uma voz melosa.

Eu a olhei e sorri.

ㅡ É mesmo? Como?

ㅡ Eu não sei. ㅡ Ela deu de ombros, e ali estava meu sorriso predileto. ㅡ Me surpreenda.

Não precisou pedir duas vezes. Eu a puxei pra mim e beijei.

Ouvi o suspiro das outras garotas, mas eu não ligava pra platéia. Isso nunca me incomodou, e parece que ela também não se sentia nem um pouco desconfortável. Pelo contrário, do jeito que esfregava seus corpo no meu, eu não me surpreenderia caso ela não esperasse a gente chegar no quarto.

ㅡ Melhorou? ㅡ Perguntei quando quebrei o beijo, com uma mão em suas costas e a outra no meio do seu cabelo.

ㅡ Hm... uhun. ㅡ Ela murmurou de olhos fechados com o corpo frágil.

Eu acho que tirei suas energias muito facilmente, porém isso quase perdeu a importância quando olhei para o portão onde duas garotas acabavam de entrar. Uma com o cabelo com pequenas ondas revoltado em um vestido vermelho justo chamativo, outra mais discreta, com o longo cabelo solto e um vestidinho preto rodado.

Ela veio. E ela está... linda.


Notas Finais


Dêem seus comentários sobre oque estão achando <3


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...