História Pricefield - Amigas de infância - Capítulo 1


Escrita por:

Postado
Categorias Life Is Strange
Personagens Chloe Price, Frank Bowers, Kate Marsh, Mark Jefferson, Maxine Caulfield, Nathan Prescott, Personagens Originais, Rachel Amber, Victoria Chase, Warren Graham
Tags Life Is Strange, Pricefield
Visualizações 13
Palavras 460
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Comédia, Drama (Tragédia), Ficção Adolescente, Hentai, LGBT, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Universo Alternativo, Yaoi (Gay), Yuri (Lésbica)
Avisos: Adultério, Álcool, Bissexualidade, Cross-dresser, Drogas, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Transsexualidade, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Essa é minha primeira fanfic que eu decido postar, então me desculpem por erros, ou mal desenvolvimento.

Capítulo 1 - A volta a Arcadia Bay


Fanfic / Fanfiction Pricefield - Amigas de infância - Capítulo 1 - A volta a Arcadia Bay

Tudo parecia tão diferente para Max. Na medida que o seu taxi andava pelas ruas estreitas no centro da cidade litorânea Arcadia Bay. Max estava nervosa, a garota não sabia o que deveria fazer quando se encontrasse com Chloe, durante os anos que Max esteve em Seattle, Chloe e ela só conversaram duas vezes (ambas as vezes no primeiro mês quando a Max se mudou).

Max botou a cabeça no vidro, pensativa, nunca esteve tão nervosa. Quando o carro parou pela última vez, Max só conseguiu soltar um suspiro.

– 14,95 reais a corrida - o taxista anunciou.

Max deu pro homem uma nota de dez e uma nota de cinco.

– Vou ajudar a senhora com as malas - o mais velho falou saindo do carro com a chave.

Max desceu do carri, com coração batendo acelerado. O mais velho abriu o porta-malas e entregou as malas da garota.

Max, segurando suas coisas seguiu a porta de entrada, onde deu duas batidas, enquanto esperava Joyce, a garota teve tempo de observar a frente da casa, não estava tão diferente de como a garota se recordava.

Na hora que Max ouviu o barulho do porta sendo destrancada, a garota sentia suas pernas tremendo, por que estava tão nervosa? Não era como se eles fossem bichos.

– Pequena Max! - Joyce exclamou no momento que abriu a porta e logo agarrou Max para um abraço apertado.

– Vamos filha entre, eu pego suas coisas.

Max deu um sorriso tímido e logo entrou na casa, a casa tinha sofrido algumas mudanças na mobília, porém, continuava com o ar agradável de antes.

– Vou chamar Chloe - Joyce falou fazendo Max dá um breve pulo, devido ao susto.

Joyce, logo subiu as escadas e sumiu do campo de visão de Max, poucos minutos se passaram, até Joyce descer e logo atrás da mais velha, uma garota de cabelos azulados, roupa despojada e tatuagens descer. No momento que Chloe botou o pé no chão e dirigiu seu olhar para Max, ambas as garotas sentiram que uma carga de energia havia de passado pelos seus corpos, devido ao nervosismo. Ambas continuaram se olhando, Chloe logo começou a andar até Max, e lá estavam elas, cara-a-cara.

– Super Max - Chloe falou com uma onda de nostalgia

– Capitã Chloe - Max falou com um sorriso nostálgico.

E com aquele sentimento de nostalgia, as meninas se abraçaram. Um abraço rápido, porem, com bastante sentimento.

– Chloe, até o quarto de Max estiver pronto, ela vai dormir com você. - Joyce falou com um sorriso e Chloe somente acentiu com a cabeça - Ajude Max com as malas, vou fazer um café da manhã para vocês antes de ir trabalhar.

Chloe em silêncio pegou as malas de Max, e logo subiu sendo acompanhada por Max.


Notas Finais


Adorei esse primeiro capítulo 🌝☕


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...