História Primeiro olhar . - Capítulo 1


Escrita por:

Postado
Categorias Histórias Originais
Personagens Personagens Originais
Visualizações 1
Palavras 316
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: LGBT, Literatura Feminina, Suspense, Yuri (Lésbica)
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Drogas, Estupro, Insinuação de sexo, Sexo, Violência
Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Notas do Autor


Espero que gostem.

Capítulo 1 - Jogada na rua .


Fanfic / Fanfiction Primeiro olhar . - Capítulo 1 - Jogada na rua .

E mais uma vez estou sendo ajudada  a levantar do meio fio, mais uma noite de drogas na veia. Acho que só estou procurando me destruir aos poucos, na faculdade vou no máximo 3 vezes no mês.  Sai, na verdade sair  é um termo mais formal, para dizer que abandonei minha família e tudo que tinha, somente para ser livre. 

Liberdade para amar quem eu quiser, para ser o que eu quiser. Em uma família religiosa como a minha, um ser como eu não deveria existir. Então fugi, estou longe o suficiente pra ninguém vir atrás de mim e me condenar, tentei no começo a viver na linha, até fasso faculdade .... quando eu vou, não  foi fácil , então desisti e andei com pessoas erradas, hoje sou uma drogada e vendo drogas para sobreviver ao meu vício.  

Tudo que eu queria era encontrar você que foi tirada de mim. Só de lembra minhas mãos descendo por suas costas, acariciando sua tatuagem de asas de anjo, e olhando nos seus olhos um de cada cor. Sua família também não queria que eu chegasse perto de você, mais faz tanto tempo, onde será que voce está ?

Foi então que levantando da rua eu vi algo, que fez meu coraçao parar. Uma mulher com as pernas mais altas e lindas que já vi ... E aqueles cabelos ruivos longos e ondulados, era você só poderia ser você. Estava com um olhar de preocupada e assustada, na mesma hora corri para você, tinha medo que não lembrasse de mim, mais isso nao importava, era você lá. Foi quando cheguei perto e chamei você.  

    - Violet . Com um grito estridente .

Então com uma doce voz , aquela doce voz disse .

   - eu não acredito que é você alba.

   - teria um lugar mais reservada para nós podermos conversar. 

Não entendi, ela estava diferente, será que eu não... Sou mais nada pra ela.





Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...