História Primeiro (T3ddy) - Capítulo 3


Escrita por:

Visualizações 47
Palavras 488
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Comédia, LGBT, Romance e Novela
Avisos: Adultério, Álcool, Bissexualidade, Drogas, Estupro, Heterossexualidade, Homossexualidade, Incesto, Nudez, Sexo, Spoilers, Suicídio, Tortura, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Capítulo 3 - Anjo


 

Lucas

Depois do pedido, fomos até um restaurante, pois estávamos com fome e ninguém queria cozinhar, porém iriamos andando, pois era perto, mas no meio do caminho começou a chover muito, Chris estava de casaco e abraçou Andressa, fiz o mesmo com Letícia, quando vi a mesma espirrando, estava tirando meu moletom para dar para ela

-Não precisa- ela diz me parando

-Precisa sim, para de ser teimosa- tiro meu moletom e coloco nela, que acaba ficando gigante, pois ela é muito baixinha, assim que chegamos comemos e voltamos pra casa do Chris, iriamos dormir lá hoje, os dois pombinhos foram pro quarto do Chris assim que chegaram em casa

-Tenham juízo, usem camisinha- Leticia grita, fazendo eu rir e os dois olharem revirarem os olhos pra ela, e cá estamos nós sozinhos

-Lembra do apelido que eu te chamava quando a gente era mais novo? - Perguntei a ela, eu a chamava de "Anjo" pois ela sempre foi um anjo, e eu amo isso nela, e ela me chamava de "Anjão". Ela dá um sorriso, acho que deve ter lembrado

-Lembro sim - Diz ainda sorrindo e eu devolvo o ato, logo a mesma começa a espirrar e tossir muito

-Tá tudo bem? acho que você pegou muita chuva hoje

-Também acho, pode me levar para casa? Lá tem os remédios que eu sempre tomo

-Claro, vou só avisar o Chris- Levanto e ouço barulhos do quarto do Chris -Ele tá muito ocupado, depois mando mensagem - Digo rindo e ela sorri, logo indo até a porta, e eu a acompanho, o caminho foi todo em silêncio, assim que chegamos no apartamento dela ela diz

-Quer entrar?- ela pergunta, assinto com a cabeça, assim que entramos ela ia tirar o moletom, mas eu intervio

-Fica com ele, quando tiver frio ou saudades de mim- ela revira os olhos me fazendo rir

-Quer assistir algum filme?- Ela pergunta assinto com a cabeça, no final foram três filmes

-Preciso ir embora

-Ah fica mais um pouquinho- Estávamos muito próximos, já sentia sua respiração em meu rosto

-Não posso, tenho que gravar uns vídeos

-Certo- Ela diz olhando em meus olhos, a puxo para um abraço colocando meus braços em sua cintura e meu rosto no seu pescoço, roçando minha barba em seu pescoço, a provocando arrepios, quando nos separamos

Leticia

Estávamos próximos demais, não aguentei e tomei iniciativa e puxei sua nuca, o deixando surpreso com tal ato, logo ele coloca sua mãe na minha nuca e a outra na minha cintura, Que pegada, terminamos o beijo com dois selinhos demorados e sorrindo um paro o outro

-Lucas- falo ainda muito próximo dele- Er... Obrigada

-Obrigada pelo o que? -ele pergunta fazendo carinho na minha bochecha

-Por cuidar de mim- sorrio e ele me puxa para um selinho demorado, logo se virando de costas e saindo

Eu prometi não me apegar, mas essa promessa, vou fazer questão de quebrar

 



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...