História Primo Da Minha Amiga (BTS Kim TaeHyung) - Capítulo 3


Escrita por:

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS), Got7
Personagens J-hope, Jimin, Jin, Jungkook, Personagens Originais, Rap Monster, Suga, V
Visualizações 23
Palavras 1.198
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Comédia, Crossover, Ficção, Hentai, Romance e Novela

Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Espero que vocês gostem!
Até a próxima
O capítulo ficou pequeno mas foi o que eu consegui...

Capítulo 3 - Capítulo Três


Fanfic / Fanfiction Primo Da Minha Amiga (BTS Kim TaeHyung) - Capítulo 3 - Capítulo Três

-Sem graça!- digo saindo do quarto

-Onde está minha roupa?- perguntei assim que percebi que eu estava com uma blusa dele e uma calça moletom

-O vestido eu guardei- ele diz

-Hum... Obrigada- digo Um pouco corada

- Quer Sopa?

-Claro, obrigada

-Você não tem ressaca?

-Sim, mas é muito difícil

Me sentei na mesa e começamos a comer a sopa estava realmente ótima, estávamos conversando quando a campainha toca

- Você estava esperando alguém?

-Que eu saiba não- ele levanta e vai atender a porta

-Filho que saudades eu estava de você, vim dar uma passadinha aqui, está tudo bem?

-Sim, mas eu...- eles se aproximaram da cozinha e eu levantei fazendo reverencia

-O-Olá Senhora

- Oh? - ela olhou para mim é para o Tae e sorriu envergonhada- Eu não queria atrapaalhar vocês, me desculpem

- N-Não Nós...

-Não precisa ficar com vergonha, só um minutinho- ela se virou e puxou Tae junto- por que você não me disse que estava namorando, nem acredito que ela aceitou namorar com você

-Omma nós não estamos....Namorando

-Filho não precisa ter vergonha, pode me contar, até pq eu sou sua mãe e veeria ser a primeira a saber- ela deu um puxão de orelha no mesmo e eu solteiuma risada

- Omma Eu...

-Vamos seja educado- ela se virou e se sentou na mesa- podem voltar a comer, fingem que eu não estou aqui

-Err...- digo ainda corada

-Me diz como voce conhecou o Tae?- ela pergunta

- Eu sou amiga da prima dele e nós fomos pares no casamento dela

-O casamento foi tão lindo, Mas eu não tinha visto vocês

- Omma a senhora quer sopa- Tae perguntou

Nós ficamos conversando Até a mãe do Tae ter que ir embora

-Querida venha aqui- ela me chama quando eu tinha terminado de lavar a louça

-É só uma curiosidade, vocês já...Sabe...Dormiaram juntos?

-N-Não! Nós não, quer dizer nós não namoramos

- Que pena! Achei que meu Tae tinha conseguido uma garota para a vida dele

-O que vocês estão conversando?

-Filho...eu estava tão orgulhosa- ela diz saindo da casa

-Orgulhosa com o que?- ele abriu a porta e mesma não estava lá

-O que vocês etavam conversando?

- Não posso falar, é segredo- Digo

-Vamos, você pode falar- ele diz me encontrando na parede

-É segredo- digo me encostando na parede, será Que...

-Eu ainda vou descobrir- ele diz e volta para mesa, não acredito Que Eu Achei mesmo Que Eu ia me beijar

-Não vai comer mais?

-Sim, já vou

- Vai ficar sem, já está esfriando

-O que é isso? Pra que tanta presa?

- já São 11h tenho que te levar para a sua casa e depois vou trabalhar

-Me desculpa não sabia, não estou com fome vamos?

-Olha eu não falei por mal mas eu preciso ir- ele diz pegando a chave do carro e saímos sua casa

Ele me deixou na frente do apartamento, acho que estava com muita presa ele correu o trajeto inteiro

- Eu podia ter vindo de Uber- digo

- Eu faço questão de te levar- ele diz

-Vou entrar, toma cuidado

-Obrigado- ele diz e já sai com o carro

Entrei no meu prédio e fui tomar um banho, o casamento foi divertido mas agora preciso descansar, coloquei a roupas do Tae para lavar vesti uma roupa qualquer e fiquei jogada o sofá até 15h tinha Que ir na confeitaria. Me vesti e fui em direção da loja, e assim que eu a abri já veio um monte de gente, o feriado foi muito corrido não esperava tantas pessoas,já passava das 19h e tae aparece na loja acompanhado de mais 7 pessoas 5 garotos e uma menina

-Bom dia, você não disse que aqui era tão bonito- ele diz enquanto seus amigo vão se sentar

-E você Não disse que tinha amigos gostoso...O que vai querer?- digo assim que ele se encosta no balcão

-Amigos gostosos? Eu sou muito mais que eles, confesse- ele diz

-Atá, quem é o de cabelo roxo?- pergunto apontando para um que tinha covinhas

-Sério? Você pode ir anotar nosso pedido- ele diz mudando de assunto

-Claro e aproveito e pergunto o nome dele- digo piscando para o mesmo Que revira os olhos

E assim diz fui na mesa deles notei o pedido, mas ão tive coragem de perguntar o nome dele ia ser muito na cara certo? E eu só disse isso para irritar o Tae, está pegando o pedidos deles quando os aparece, deixei os pedidos na mesa deles

- Olha só  chegou- digo a abraçando

-Se mesma, só vim para comer um bolinho vou ir na lua de mel Amanhã- ela diz

-Sortuda

-Quem são aqueles?

- Não olha, você já casou e eles São meus- digo

- Que péssima hora para ter se casado- ela diz e eu ri

-Enfim, como vai, quero criaçinhas para eu poder engordar elas

-Vira essa boca para oá, filho agora não- ela diz e eu entrego uma atoa de bolo ata a mesma

-Ah...

-Pode ter filhos só Que eu não vou impedir, nossa mas que saudades do seu bolo- ela diz

-teve que ficar sem comer para o casamento né

-ia com um monte das espinhas?

-maquiaguem

-enfim,,tenho que ir- ela se levanta e me abraça- Bay

-Bay- digo e volto para trás da bancada

Tae veio na minha direção e fez mais alguns pedidos e me chamou com o dedo, pedindo para me aproximar e assim fiz

-Se eu consegui fazer você ir aqui com um único dedo imagina o que eu posso fazer com a mão inteira- assim Que ele diz ele mordeu de leve minha orelha e saiu

Isso foi um desafio? Agora eu estou com vergonha, Aigoo o que eu faço tenho certeza que ele faz de propósito, peguei os pedidos deles e escrevi um bilhetinho que dizia "Idiota (·///·) " entreguei para eles e  Tae pegou o bilhete leu a riu e voltou a me olhar passando a língua entre os lábios

Escondi minha cabeça entre meus braços e balanço a cabeça, olhei novamente para eles e a gorata estava indo para cima do Tae e ela tinha um decote enorme, que raiva ela estava o tocando, mas não era o tocar normal ela pegava a mão do mesmo e colocava seu braço "acidentalmente" em seus peitos os esfregando, nunca vi uma coreana ter tanto quanto ela,

- Com licença vocês gotariam de pedir mais alguma coisa- perguntei indo até a mesa deles, já tinha se passado da hora de fechar e eu ainda estava lá

-Não, Vou com você pagar, licença- Diz o moço de cabelo roxo

-Claro- fomos até o balçao e ele pagou

-Estava muito bom, irei voltar aqui mais vezes- ele diz

-Obrigada, vai ser sempre bem vindo

-Qual o seu nome senhorita?- ele peguntou

-Nicole e o seu?

-Me chamo Kim Namjoon, mas pode me chamar de Namjoon

-Nos bonito igual a dona- ele diz piscando

-Obrigada, confesso que amei suas covinhas- digo e o mesmo ri

-Vamos logo Namjoon- Tae Diz aparecendo do nada

Levei eles até a porta até por que eu á estava e saída, Quando seus  estão  Tae veio

- Você deveria aprender a esconder o ciúmes

- Eu? Olha quem fala- digo

-Não estava com ciúmes, já sei que você me ama - ele diz saindo sem deixar eu dar uma resposta

Tranquei o local e peguei um Uber e fui em direção do meu apartamento, já tinha tomado um banho estava comendo uma maçã quando a campainha toca, deve ser alguém do apartamento para estar aqui se a hora

-Quem é?- perguntei indo em direção da porta, mas ninguém respondeu, abri a porta E....



Notas Finais


Desculpa os erros
BayBay


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...