História Prince complex - Capítulo 1


Escrita por:

Postado
Categorias Os Vingadores (The Avengers), Thor
Personagens Anthony "Tony" Stark, Bucky, Clint Barton, Darcy Lewis, Dr. Bruce Banner (Hulk), Fandral, Frigga, Heimdall, Jane Foster, Lady Sif, Loki, Natasha Romanoff, Odin, Personagens Originais, Steve Rogers, Thor
Tags Thorki, Yaoi
Visualizações 41
Palavras 1.148
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Comédia, Crossover, Drama (Tragédia), Ecchi, Fantasia, Ficção Adolescente, Fluffy, Lemon, LGBT, Magia, Mistério, Romance e Novela, Universo Alternativo, Violência, Yaoi (Gay), Yuri (Lésbica)
Avisos: Adultério, Álcool, Bissexualidade, Canibalismo, Drogas, Heterossexualidade, Homossexualidade, Incesto, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Mutilação, Nudez, Pansexualidade, Sexo, Suicídio, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Capítulo 1 - Goodbye.


Loki estava ofegante, Thor era incansável? O loiro estava correndo a uma hora, só de observar Loki estava cansado,isso só piorou quando chegou perto dos jardins verdes de Asgard. Percorreram todo esse caminho correndo? 

— PEGUEI VOCÊ! — Thor se enfiou entre as madeixas escuras ao alcançar o Jotum.

— Para Thor! — Loki se afastou do loiro. — Isso me deixa estranho.

— Mas você tem um cheiro tão bom~ — O loiro se jogou no chão.

— N-não diga essas coisas constrangedoras idiota! — Cobriu o rosto com as mãos e se sentou ao lado do loiro.

— Vamos, não seja assim; você sabe que é verdade. — Disse o loiro tirando as mãos do menor de seu rosto vermelho.

. . .

As duas crianças estavam sentadas olhando para o céu. Logo, logo iria chover mais forte mas bem, Loki amava a chuva. Os pingos da chuva caiam, Thor então levantou e chamou Loki para dançar

— Dançar sem melodia? — Loki soltou um riso. — Você é o homem da minha vida. — Começaram a rir.

Thor pegou a mão de Loki e o segurou pela cintura, Loki colocou suas mãos envolta ao pescoço de Thor e se deixou levar pelos Paços do maior.

— Thor... — Loki olhou nos olhos do loiro.

— Sim? — Seus olhares se encontraram.

— Você acha que nós amaremos para sempre? — Perguntou fitando os lábios alheios.

— Hm? — O loiro não focou no que o Jotum havia dito.

— Você acha que... — Os lábios se aproximaram — Nós amaremos para sempre? — A chuva aumentou, Os lábios foram selados, os corpos juntos e molhados estavam desejosos.

— Sabia que nunca existiu um garoto tão belo? — Thor separou os lábios.

— IDIOTA! — O Jotum estava mais vermelho que sangue.

Um sino foi tocado, Era meia noite.

— Já? — Perguntou Thor.

— Adeus Thor. — Loki uniu seus lábios uma última vez e então sumiu.

Thor estava novamente sozinho. Era sempre assim desde que conheceu o Moreno em uma noite de comemoração  da paz entre Jotuns e Asgardianos. Eles se viam, conversavam e trocavam beijos, até a meia noite. Nesse horário o Moreno sempre fugia, o que fazia Thor lembrar-se de um conto igual. Vinte bailes, vinte encontros. Isso foi o necessário para o Jotum conquistar Thor. Mesmo que o loiro confessasse já amar o Moreno desde a primeira vez que o viu.

Uma brisa atingiu seu rosto, Logo Thor percebeu que ainda estava no Jardim,e o pior estava encharcado.

— Não sabia que gostava de garotos Thor — Frandal puxou o loiro para sua triste realidade sem Loki.

— E não gosto. — Respondeu seco.

Como Frandal poderia indagar aquilo tão desleixadamente? Logicamente o loiro não era gay. Não poderia ser gay. Não poderia estragar sua sucessão no trono, toda Asgard confiava em si.

— E o garoto que correu? — Indagou.

— Que garoto? — Se fez de desentendido.

— Thor, eu sei que tem essa pressão para você ser heterossexual. Mas não finja ser o que não é. Ou pensa que eu não vi o moreninho te beijar? — Comentou. — Mas caso não goste mesmo dele pode deixar, daqui a alguns anos eu já posso tomar seu lugar — Provocou.

— Não ouse! — O loiro se irritou.

— Certo,Certo Romeu. — Frandal se desmanchou em risos. — Vamos entrar antes que você tome o terceiro banho. — Empurrou o loiro para dentro do Castelo.

. . .

As crianças estavam a olhar as estrelas enquanto Loki contava uma história. Thor prestava mais atenção nos lábios do Jotum do que na história em si, mas não havia nem um problema nisso se Loki não o pegasse no flagra.

— E então Jane disse: "Eu não vou! Eu já tenho um namorado!" E saiu correndo, eu primeiramente deixei de lado sabe? — Loki ouviu Thor acentir.

— PERA, A JANE TEM NAMORADO? TIPO, SUA IRMÃZINHA TEM NAMORADO? — O loiro começou a focar no que o Moreno dizia.

— É, três horas depois eu fui procura-la para esclarecer essa história. Eu a encontrei olhando o horizonte, igual a gente. E então ele beijou ela. Eu fiquei com vergonha alheia e sai correndo. Tipo, quem beija com as pessoas vendo? — Indagou.

Logo sentiu Thor o puxar para mais perto e selar seus lábios.

— Assim? — Perguntou.

. . .

— Sabe Potya... Papai disse que eu iria viajar a midgard. — Comentou.

— E Thor? — Perguntou a Jotum pedindo ajuda para abotoar um vestido.

— Nós não somos um clichê ambulante. Vamos dar um tempo até a minha volta. — Respondeu.

— E se... — A voz de Potya falhou.— E se ele não te amar mais? — Perguntou.

O coração de Loki quebrou.

— Então será melhor para os dois. — Então saiu do quarto sendo seguida pela Jotum.

. . .

Loki via Jane beijando Thor. Logicamente nem um dos dois sabia de sua presença ali. Seu coração falhou em uma batida. Ele estava feliz por Thor. Ele não precisaria explicar nada agora, Saiu de lá sorrindo feito bobo, estava feliz pelo recente ex namorado.

Não que Loki nunca amou Thor verdadeiramente, mas o Moreno amava o Asgardiano demais para impedir sua felicidade.

. . .

" Querido Thor,

Eu espero que esteja tudo bem com você Agora, e bem, não mate Potya. (Essa é a garota que te entregou a carta. Ela sabe sobre tudo.)

Eu te explicaria tudo mas vejo que não preciso. Cuide bem de sua nova namorada. certo?

Papai me mandou ir para um reino (Não quero que vá atrás de mim. (Não quero me achar mas te conhecendo sei que faria isso))

Não sei quando voltarei, não quero que me espere. Mas lembre-se Thor

Vim avisar-lhe que ficarei bem. Se tiver cartas a me mandar entregue-as a Potya. Ela irá no lago das almas perdidas a sua espera todo mês. Não lhe garanto que lhe responderei.

Diga a Frandal que se você não tiver mais interesse em mim ele pode investir. (É, não sou como você imaginou)

Não coma demais, lembre-se do que aconteceu da última vez.

Escute sua mãe, ela quer seu bem.

Não grite com Frandal. Ele está ali para lhe ensinar.

Está carta já está enorme demais.

Bem, Adeus meu rei, prometo que voltarei para ser seu conselheiro algum dia. (Ou talvez não. Quem sabe?) Bem, lembre-se que eu sempre estarei de olho em você é em seus atos. Aí de você quando eu voltar e saber que fez merda.

Do seu complexo de príncipe: Loki Laufrey."

Com lágrimas nos olhos por perder um amigo,Loki entregou a carta a Potya. A mesma iria entregar a carta no local que Thor marcou de se encontrar com Loki e partiria para Midgard. Atrás de Loki.

A pequena ruiva abraçou seu amigo de infância. Não gostava de vê-lo partir. Ao menos a ruiva iria consigo para lhe fazer companhia. Ao menos isso.

. . .

Thor entregou uma carta a Potya. Pediu para que a ruiva não a folheasse e então a viu sumir. Suspirou e olhou as estrelas. 

— Adeus meu pequeno Príncipe complexo.



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...