1. Spirit Fanfics >
  2. Prince of Chaos >
  3. Prólogo

História Prince of Chaos - Capítulo 1


Escrita por: e _ruviloal


Notas do Autor


Só queria dizer que estou muito animada para postar essa fic, e por incrível que pareça, eu decidi me inscrever no proj a partir do momento que comecei a plotar ela kjdfsd (sim, eu gosto de me planejar bem antes)

Capítulo 1 - Prólogo


Quando o bicolor adentrou, a primeira coisa que reparou foi na faca ensanguentada que seu pai carregava, depois no medo que exalava o rosto de sua mãe e, por fim, seu ventre cortado. Ele olhou para o lado e viu Shoto, sem nem se importar com a presença do filho, continuou aquele ato cruel. Desferiu o objeto cortante contra seu abdômen mais uma vez e aquilo foi o suficiente para que entrasse num sono profundo, onde jamais acordaria.

Todoroki olhou para ele e quis acreditar que seus olhos pregravam uma peça em si mesmo, esfregou-os com auxílio dos dedos, porém, de nada adiantou. Observou a face do pai, não parecia ter remorso algum, o olhar frio o acompanhava em todos os momentos, sabia que era uma pessoa má, porém, não naquele ponto.

Lágrimas caíram de seus olhos atordoados e ele se sentiu um idiota, a mãe não gritou, sequer levantou sua mão contra o marido, havia sido submissa a Enji até a morte. Já que a mãe não havia levantado a voz, faria aquilo.

— S-Seu filho de uma puta desgraçado! — Pela primeira vez, havia levantado a voz contra ele.

— Cale a boca garoto! Vamos jantar, hoje tem a torta de porco que você tanto gosta. — Tentou falar, era como se nem tivesse presenciado aquilo.

— Me recuso a ir com você — falou, e teria algum efeito caso não fosse tão pequeno.

— Faça o que quiser, eu disse para a Rei que ela não deveria mimar você. 

— Não fale assim da minha mãe! — esbravejou.

— Estou indo.

Ele saiu do quarto e Todoroki pode sentir a raiva tomando conta de seu corpo, de alguma forma, a adrenalina subiu, os braços finos de adolescente não lhe pareciam mais tão magrelos e desnutridos. Com o pequeno príncipe ainda a chorar, indagavam se queria algo comer algo ou então um brinquedo novo. Ofereceram a ele os mais diversos pratos.

Não falou nada durante o jantar, seus irmãos não pareciam estar atualizados das notícias, riam e falavam sobre seus dias de luxo no palácio e como as outras crianças da vila invejavam a vida que tinham. Então, a partir daquele momento, Todoroki passou a desprezar o ouro, seu próprio ouro, não desejava mais aquele trono. Tomado por algum tipo de entidade ou raiva, chamas saíram de seu punho e em poucos segundos elas já haviam se espalhado por todo lugar.

— Aconteceu… — O rei parecia assustado, mas não impressionado em si.

Ele ignorou a fala do pai, com o ódio que sentia naquele momento, atacou a face de Enji e fez com que o ruivo soltasse um urro estrondoso, que foi ouvido por todo o reino. Assustado com tudo aquilo, correu em direção a saída mais próxima, sentia o fogo em suas mãos, mas a sensação de não queimar era algo estranho. Porém, não conseguia se lembrar de já ter sido ferido pelas chamas de algo, ao mesmo tempo, aquilo lhe parecia ser familiar.

Os guardas do lugar, instintivamente correram atrás do príncipe, mas foram parados pela voz do próprio rei gritando:

— Deixem que ele vá! — Foi o suficiente para que parassem no exato momento em que proferiu aquelas palavras.

— Tem certeza, meu senhor? — O comandante indagou, sério e rijo.

— Absoluta, deixem que o vento das terras de Midraghyr moldam sua personalidade, a chuva de Cryhiw caía sobre sua cabeça e ele permaneça forte. — Todos olhavam ele dizer aquelas palavras e chorar.

— P-Pai? Você está chorando? — Natsuo, um de seus filhos, perguntou. 

— Sim, tudo irá ficar bem querido. 

Enji saiu dali, chorava pelo filho, não poderia ensiná-lo a carregar o fardo da família, já havia perdido um filho por causa daquela maldição idiota, Shoto seria o próximo a morrer pelas próprias mãos? Foi aí que pensou em Rei, a delicada e fofa Rei, estava morta numa tentativa de protegê-lo. O arrependimento de fazer aquilo bateu mais forte do que tudo.

Talvez um dia, Todoroki iria entender, não hoje, não amanhã, Enji conhecia a natureza do filho, sabia que ele iria voltar, e mesmo que fosse para se vingar, faria o possível para recebê-lo da melhor forma possível. Porque Shoto era igual a ele quando mais jovem.


Notas Finais


Tão vendo essa capa? Essa msm, eu quero colar ela na minha testa real oficial, ela foi feita por @DARKOID e q tbm fez a betagem da fic, um anjo msm


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...