História Princesinha do morro - Capítulo 4


Escrita por:

Postado
Categorias Naruto
Personagens Anko Mitarashi, Chouji Akimichi, Deidara, Gaara do Deserto (Sabaku no Gaara), Hanabi Hyuuga, Hidan, Hinata Hyuuga, Ino Yamanaka, Itachi Uchiha, Jiraiya, Juugo, Kakashi Hatake, Kankuro, Karin, Kiba Inuzuka, Killer Bee, Kizashi Haruno, Konan, Madara Uchiha, Maito Gai, Mebuki Haruno, Mei, Naruto Uzumaki, Neji Hyuuga, Orochimaru, Pain, Personagens Originais, Rin Nohara, Rock Lee, Sai, Sakura Haruno, Sasori, Sasuke Uchiha, Shikamaru Nara, Shino Aburame, Shizune, Suigetsu Hozuki, Tayuya, Temari, TenTen Mitsashi, Tsunade Senju, Udon
Tags Drama, Fanfic, Gaahina, Hentai, Kibaino, Konanpain, Madatsu, Mereditth, Naruhina, Naruto, Romance, Sasusaku, Songfic, Suika
Visualizações 257
Palavras 626
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Comédia, Drama (Tragédia), Ecchi, Festa, Hentai, Musical (Songfic), Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Suspense, Universo Alternativo
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Drogas, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Mutilação, Nudez, Sexo
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Oi, meus amores, aqui é a Meredith ❤
Nossa tanto tempo que não apareço por aqui 😕
Bem por onde eu começo?
Desculpa é a primeira coisa que eu tenho que pedir a vocês, por esse meus sumiço de dois anos pra cá, eu deixei muita coisa para trás, meus bebês que não atualizo (mas que vou em breve hahahaha).
Bom, meu sumiço foi preciso para eu poder colocar minha cabeça no lugar novamente, passei por tantas coisas nesse tempo. Comecei a trabalhar (ALELUIA PORQUE ESTAVA PRECISANDO), só nisso já me tomou muito tempo e eu ainda comecei a fazer faculdade (Segundo ano já, diploma tá próximo <3), já acabou com qualquer tempo e vida social que eu tinha </3.Passei também por alguns problemas pessoais, familiares onde meus pais se divorciaram e que foi um grande baque para mim que não esperava por isso, fiquei em um estado completamente depressivo, com vontade de fazer nada, de largar todas minhas coisas, simplesmente quase uma morta.
Mas há males que vem para o bem, hoje em dia melhorei bastante, voltei a ser uma pessoa mais alegre e de bem com a vida e é justamento por isso que teremos atualizações em breve.
Lá vai um pequeno spoiler do que vem por ai.
Espero que possam me desculpar e aproveitar o que vem por aí ❤

Capítulo 4 - Aviso Spoiler


 Sasori abriu a porta com violência do meu quarto, fazendo-me largar o livro da minha mão com o susto, botei a mão no coração, ultimamente ficava mais assustada do que o normal.

— Caralho, Sasori! O que foi? — perguntei incrédula.

— O que tu fez agora, Sakura? — questionou, se aproximando e eu arqueei a sobrancelha. — Porra, eu tento salvar tua pele e tu fica fazendo merda?! Já pensou que ele pode realmente fazer o que fala?

— Do que tu tá falando, Sasori? — Levantei da cama, ficando em sua frente.

— O Sasuke, porra, ele tá te procurando! — respondeu, passando a mão no cabelo. — Se ele te matar, Sakura… — disse com medo.

— Calma, Sasori, ele não vai me matar — afirmei, mesmo estando com certo medo, mas não tinha porque isso acontecer, já que não via o ser humano tinha tempo.

— Sasuke nunca manda procurar alguém e tá te procurando, deveria pensar no melhor? Acho que não, né? — Respirou fundo. — Olha, custe o que custa, implore por sua vida e jogue teu orgulho na casa do caralho, entendeu?

Mordi minha língua para evitar falar merda e botei as duas mãos na cintura.

— O que diabos tu tá sentindo Sasori, menos! — retruquei, ficando de costas para ele.

— Eu não estou brincando, Sakura, faça o que tô mandando — avisou. — Vamos, ele quer te ver — disse e virou-se, mas fiquei no mesmo lugar, logo ele virou novamente e me puxou pelo pulso com uma expressão irritada.

— Sasori, tu tá me machucando, porra — reclamei, tentando me soltar, mas ele não ousou nem afrouxar, ele parecia estar inseguro e com medo, mordi meu lábio inferior, talvez a coisa fosse séria mesmo.

— A dor de te perder vai me machucar mais que isso — avisou com receio.

Ele subiu na moto e eu sentei atrás, abraçando-o pela cintura, encostando minha cabeça em suas costas, sentindo o vento balançar meu cabelo.

O que diabos Sasuke queria comigo?

Acordei dos meus pensamentos quando Sasori parou a moto e se mexeu, fazendo-me levantar, estávamos em frente a uma casa bem grande, talvez fosse onde o Uchiha morasse.

A porta foi aberta, fiquei boquiaberta com a elegância da casa.

— Por aqui, Sakura — disse Sasori, subindo as escadas.

Logo paramos em frente a uma porta dupla de madeira, ele abriu a porta, entrou e logo após voltou, chamando-me, entrei e vi a que tinha alguém sentado de costas.

— Pode ir, CDM — avisou Sasuke com uma voz grossa e séria que congelou meu corpo.

— Mas, chefe… — ele tentou mudar a ideia dele.

— Pode ir, CDM — repetiu, fazendo Sasori assentir. — Não se preocupe. — Assim meu irmão saiu.

Fiquei parada, só conseguia escutar meu coração bater de forma acelerada, fodeu, o nervosismo invadiu meu corpo.

Sasuke virou a cadeira, ficando de frente para mim, encarando-me sem parar, olhei para o lado, mas logo tornei a encará-lo receosa, pude perceber o olhar dele brilhar.

— Sabe para o que te chamei, Sakura? — perguntou, encostando sua cabeça no corpo da cadeira.

— Bom… se eu soubesse não estaria aqui, né? — retruquei e mordi minha língua, merda! Não era para eu responder isso, recebi um olhar feio e olhei pro lado. — Talvez para me matar? — perguntei.

— Essa seria uma proposta interessante, mas infelizmente, não — respondeu rindo e levantou-se, fiquei surpresa com o fato dele rir.

Sasuke veio andando na minha direção, não sabia se deveria recuar ou ficar parada, então optei por ficar parada, esperando ele ficar de encontro a mim, respirei fundo.

— Tem uma coisa que quero fazer — iniciou, ficando alguns milímetros de distância de mim. — e foi para isso que te chamei.

Antes que eu pudesse ter qualquer reação, apenas senti ele me pegando pela cintura e pondo a mão no meu cabelo, dando leves puxadas ao selar um beijo entre nós dois, um beijo muito bom por sinal.  


Notas Finais


Gostaram? Lembrando que esse é um spoiler de um dos capítulos, não do próximo! haha
Vejo vocês novamente ❤


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...