História Princess. - Namjin - Capítulo 1


Escrita por:

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens Jin, Rap Monster
Tags Amor Proibido, Descontrair, Namjin, Reinos
Visualizações 65
Palavras 396
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 12 ANOS
Gêneros: Drama (Tragédia), Fluffy, Poesias
Avisos: Homossexualidade, Insinuação de sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Capítulo 1 - Capítulo Único.


Ele sempre ficava pelos cantos sem dizer nada e apenas obdecendo minhas vontades.

Eu era apenas um príncipe, mas eu também era um humano, também tinha meus desejos e necessidades pessoais. Mas se apaixonar não fazia parte.

Ele vinha no meu quarto e satisfazia minhas ordens, será que seria demais pedir ele se apaixonar por mim? Seria sádico? Ele fazia tudo o que eu mandava mesmo...

Acho que sentimentos não podem ser mandados assim do nada, mas eu era tão fácil para ele, tão entregue, ele não percebia? Qualquer um adoraria ter eu como uma diversão, amigo...namorado...

Namjoon era um criado e eu era um príncipe porém para mim ele era o meu mundo, mais do que um criado, queria que ele satisfazesse o meu amor incubado.

...

Nem tudo deu errado, pedi para Namjoon satisfazesse meu desejo. Ele foi muito bom nisso, falou palavras de amor e sussuros. 

Infelizmente vou ter que me casar com a princesa do norte, mas ele ainda será o meu criado. Porém não queria só isso...

Namjoon era um ótimo amante.

O conto de um criado e uma princesa.


           A princesa solitária e estritecida.    

 O criado sem graça mas com magia.   

A princesa gostava de coisa fofas e linda.       
        A princesa foi crescendo e se tornaria                uma rainha.        

  O criado sem pretendentes e agora sem magia.                                                               
       A princesa ainda via brilho nos seus olhos.           

 E começaram a se olhar de um jeito mais sem propósito. 

Eles não tinham mais oque fazer. 

Dormiram na mesma cama traindo o seu reino. 

E do jeito que era felizes não iam dar o braço a torcer.                                                       

E foi naquela tarde de amor que tiveram seu último beijo.

Já estava tarde e eu escrevia essa poesia pra Namjoon que estava deitado na cama, eu me sentia horrível por ter que deixa-lo dessa forma, porém eu teria que fugir para o castelo do norte e não teria coragem de falar que eu teria que guiar o bem do meu reino...com essa poesia eu lhe falo Namjoon...

Subi em cima dele que até agora estava adormecido coberto apenas pelos lençóis, aproximei nossos lábios e provi apenas um selo casto.

– Desculpe...– senti minhas lágrimas descerem pelas minhas bochechas. 

Eu o deixei e fui aos aposentos reais. Eu sou um corvade, Seokjin é um covarde. Essas foram as últimas palavras da minha carta para o amor da minha vida que seria morto por ser o amante do rei Seokjin. 



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...