1. Spirit Fanfics >
  2. Príncipe da lua- Kim Taehyung >
  3. Felicidade

História Príncipe da lua- Kim Taehyung - Capítulo 1


Escrita por:


Notas do Autor


gente..oi turu bom?
como estão vendo eu paguei tudo né..
mais não disti não..ksksksks
so dei uma mudança, e sim é um capitulo unico, estou mundando o jeito de escrever e vai passar a ser um capitulo unico
bom mudei o trajeto da historia okey...
espero que tenha gostado e sem mais delongas ...partiu leitura

Capítulo 1 - Felicidade


Ser a filha da ex-modista e do ex-padeiro do reino é algo simples aos olhos de qualquer um, mas para mim e meus irmãos mais novos gêmeos,jeongukk e jung hoseok, era um cargo muito pesado tínhamos que ser “perfeitos” como nossa mãe diz, ela sempre fala que somos muitos especiais para o reino e para a família real, já que tudo que a gente faz pertence a eles, meu pai não era igual a minha mãe, ele é mais livre vamos dizer, mais tristemente perdimos quando meus irmãos estavam na barriga da minha mãe, foi uma perda e tanto.

quando jeongukk e jung hoseok tinha seu segundo meses de nascidos e eu com meus 15 anos, vamos dizer que não éramos da nobreza, eu ainda me lembro como se fosse ontem vamos dizer.

 

“_s/n leva o seus irmãos andar um pouco por aí,eu terei uma visita especial hoje e teus irmãos são meios bagunçados- coitado do meu coelhinho e do hobi se eles soubessem como a nossa mãe nos odeia- s/n presta atenção..- dói tanto quando minha mãe olhava pra mim com desprezo- bom continuando saia e volto só de noite .entendeu?

_sim senhora- abaixo minha cabeça

_ pelo menos você presta pra algo nessa vida garota- ela resmunga em um tom baixo mais consigo ouvir certinho o que ela diz.

 

saio com meus irmãos, coloquei o hobi na cesta de bebê e carreguei o jeonguuk no meu colo ele era mais grudento que o chiclete em mim, ele sempre chorava quando a mãe pegava ele e eu que tinha que ir acalmar ele, até parece que eu era mãe dele, mais não era só meu irmãozinho querendo carinho da irmã dele, já o hobi era mais quietinho sorria mais do que chorava era até estranho escutar ele chorando mais era quieto.

mientras caminhava até o lago que tinha no reino hobi dormia tranquilamente na cesta e tinha um coelhinho brincando com meu cabelo e sorria a cada puxão que ele me dava no cabelo me olhava com aqueles olhinhos de jabuticaba que brilhavam mais que uma estrela, isso era sinal de que ele estava com sono, não tinha demorado muito e cheguei no lago coloquei a cesta do meu lado e sentei em cima de uma pedra que estava perto, olhei para o hobi e ele dormia serenamente, coloquei o jeongukk a dormir , ainda bem que cabe eles dois dentro da cesta, nem parece que são gêmeos, mas são. comecei a cantar uma musica que me era tão familiar e distante, cantar era meu passatempo favorito ainda quando eu olhava meus irmãos dormir.

Eu posso ver

Mesmo que você não esteja na minha frente

Eu te sinto

Mesmo quando você não fala nada

Porque eu acredito em você, mesmo quando estou inseguro

Eu posso tocar

Mesmo se você não estiver na minha vista

Eu alcanço

Mesmo se você ir para longe de mim

Mesmo se forem apenas memórias

Meu coração está sempre dançando Como ant..

paro de cantar olhando pra figura do garoto que surgiu entre as árvores, me assusto e no momento que eu ia pegar a cesta ele me interrompe segurando minhas mãos.

_ desculpa- ele solta minha mão meio constrangido- tua voz é linda parecia vários anjos cantando ao mesmo tempo- ele olha pra mim e corou bruscamente, posso até jurar que corei junto com ele, ninguém mais além dos meus irmãos e do meu falecido pai tinha me ouvido cantar- desculpa se entrei na tua área de conforto assim, mais não consegui ignorar

_ Obrigada- falo um pouco baixo e meio tímida, desvio meu olhar para onde meus irmãos estava e eles dormiam tranquilamente 

_ Prazer Taehyung, kim Taehyung- ele estende sua mão para mim me fazendo arregalar os olhos - ahm não se assuste- ele ri-  eu sei que sou filho do rei e tals, mas aqui só entre a gente não gosto de tanta formalidade- ele pisca pra mim, fazendo minhas bochechas ficarem coradas

_s/n- aperto a mão dele que estava estendida ainda para mim- Jeon s/n- sorriu

_ah então é com tua mãe que meus pais conversam, já que era residência Jeons

_ pelo visto sim

_o que você faz aqui então?

_ vim dar uma saída com meus irmãos- eu não ia diretamente falar pra ele o porque né,ele olha pra cesta que estava do meu lado

_oh agora que eu percebi que tinha mais dois ser fofos aqui- ele falava com uma animação- são tão lindos

_Sim- olhou docemente para meus irmãos- eles são lindos..

Taehyung e eu conversamos por muito tempo, meus irmãos acordaram e ele se encantou por eles o jeongukk gostou dele e achei bem estranho já o hobi ficou de cara fechada para ele, dei risada quando taehyung tentou fazer ele sorrir mais hobi simplesmente ignorou ele e escondeu o rosto no meu pescoço, já estava escurecendo e as estrelas dava sinal da noite, taehyung e eu marcamos de nos encontrar no outro dia, e assim foi por 2 anos, até a gente dar o primeiro beijo, ele falou que queria apresentar os pais deles pra mim e eu fiquei feliz, meus irmãos tinham 2 aninhos a cada dia ficavam espertos, quando fui contar para minha mãe ela me deu um tapa dizendo que eu era uma vergonha, e que eu não merecia viver, meus irmãos dormiam no momento que ela ia me matar ela me enforcava eu estava sem forças para me livrar e gritar por ajuda, cada vez que ela me apertava o pescoço eu ouvia ela dizer que eu era a traição dela e que eu não era filha de sangue dela, não sei como, mais o taehyung apareceu a tempo, meu coração batia rápido e minha respiração voltava ao normal quando consegui me recompor vi minha suposta mãe ser levada pelos guardas e meus irmãozinhos correndo até mim quase tropeçando nos próprios pés deles, tae dizia que tudo iria ficar bem e que ele iria cuidar de mim e dos meus irmãos.”

 

hoje estou com 22 anos e meus irmaos estao com 8 anos o tempo passa tão rápido 

estou grávida de 9 meses, casei com o taehyung com 20 anos e eu posso dizer que foi o melhor dia da minha vida, o irmão dele, jimin, de 11 anos ficou encantado pelos meus irmãos, agora eu só observo eles brincando de pega-pega, eu sorria cada vez que jeongukk fazia suas birras porque queria ganhar mais ele sempre era pegado.

andei até o escritório de taehyung, ele tinha se tornado rei depois que casamos, bati de leve na porta escutando um “pode entrar”

_oi amor- sorrio docemente indo na direção dele.

_ Como está a mulher mais linda do universo?- sorri me abraçando

_ Hm..ela está maravilhosamente bem e cansada- faço um biquinho- Taejun é  bem pesadinho amor- ele dá uma leve risada selando nossos lábios

_ vocês dois são tudo pra mim- selou de novo nosso lábios- trouxe um presente para vocês dois espera deixa eu pegar na mesa, tem que estar em alguma gaveta- ele se afasta de mim indo na direção da mesa..

_ você será um pai bem bobo- sorriu indo na direção de uma cadeira, sinto minha barriga se mexer um pouco

_ você acha?- ele sorri procurando ainda o presente

_Si..-olho pra minhas pernas e vejo que estou molhada- Taejun…

_ ah sim eu vou ser bobo pelo taej..- interrompi ele

_TAE ELE ESTÁ VINDO

_Que!?- ele olha pra mim- ai meu Deus - se tem alguém que corre muito e´o taehyung..


 

2 horas depois. . .

 

e o que eu posso dizer agora olhando para minha família, meus irmãos, meu cunhado lindo, e meu marido com nosso filho nas mãos sendo o pai bobo que ele sempre seria.

Kim taejun nasceu com saúde e bem gordinho ele parece o tae, tem os olhos do meu pai, igual aos de jeongukk, o cabelo dele é igual ao meu cor mel,o nosso filho é tão bonito tae  é uma obra.

Eu Kim s/n posso dizer com muito orgulho que sou feliz com  minha nova e bela família, não posso mudar meu passado mais sim o futuro e em nele está minha familia.

_Eu te amo s/n

_tambem te amo meu principe 



 


Notas Finais


espero ter agradado vcs... talvez tenha uma segunda parte da fic....
isso se vcs quiserem..ate a proxima ...e de uma olhada em todas ,minhas fic se puderem tera mudanças por ela tambem...
bom


bjs achocolatados


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...