1. Spirit Fanfics >
  2. Príncipe da Máfia e sua obsessão. >
  3. CAPITULO 25

História Príncipe da Máfia e sua obsessão. - Capítulo 27


Escrita por:


Capítulo 27 - CAPITULO 25


MELLANY♡

-- Sim, preciso ter você. -- Digo baixo para não escutar minha tamanha ousadia.

Jung-kook sorri com seu melhor sorriso, e me beija arduamente, sinto que vou entrar em confusão ali mesmo.

-- Vamos ou vou acabar fazendo besteira aqui mesmo. -- diz segurando minha mão, enquanto descemos as escadas.

-- Espera, mais e a festa? -- pergunto.

-- foda-se essa merda De festa, eu quero você. -- diz assim que chegamos no estacionamento.

Sorrio para ele que me olha com aquele olhar sério, mas sexy.

O motorista nos vê, e abre a porta do carro com rapidez, apenas aceno com a cabeça, essa festa já teve confusão demais por hoje. Fomos o caminho todo em silêncio, mais um silêncio tortuoso, meu corpo anseia o tempo todo pelo seu toque, me segurei para não gemer em expectativas.

Coisa de drogado, essa droga que flui entre nós.

Por fim o motorista para em frente a cobertura, jung-kook segura minha mão, enquanto caminhávamos em silêncio até o elevador.

Meu coração está batendo estranho, não é de se estranhar, estou entrando na toca do lobo mal.

O elevador se abra em momento algum ele soltou minha mão, a casa está toda em silêncio, torço para min jee já está em seu quarto já está dando meia noite, se jung-kook sonhar que ela foi se encontrar com um homem, ela está morta e com certeza vou junto.

Ele abre a porta e me olha de lado, entro em sua frente tentando disfarçar que estou confiante, mais como já disse, e difícil fingir alguma coisa perante a esse homem.

Olho tudo como se fosse a primeira vez que estive ali, em um jeito de nervosismo total, jung-kook está escorado na porta com os braços cruzados, me olhando como se eu fosse sua pressa.

Ou de fato eu seja....

-- o que foi? -- pergunto sem jeito.

-- Está nervosa? -- diz se aproximando de mim lentamente enquanto tira seu paletó, e sua gravata.

-- Ãn...sim. -- Digo com sinceridade, até porque não da para esconder.

-- Pelo fato de ser sua primeira vez ou pelo que andou ouvindo ao meu respeito? -- pergunta sério.

-- Talvez pelos dois motivo, não sei dizer. -- Digo brincando com meus dedos.

-- Não sou um monstro na cama, como imagina, tudo depende do seu comportamento, o segredo é ser boazinha, acha que consegue ser boazinha mellany? -- pergunta com a voz seria, sinto um pouco de medo.

Mais olhando para ele, da para entender que tudo vale a pena.

-- Espero que sim! -- Digo rezando para ser " boazinha", apesar que não faço a mínima ideia do que isso possa significa para ele.

Fico pensativa olhando sua enorme cama.

-- Não pense demais mellany, hoje não ter a regras, vamos apenas curtir o momento, certo? -- diz calmamente, segurando meu queixo.

-- Certo. -- Digo em alívio, ele sorri beijando meus lábios lentamente, nosso beijo e calma, mais não menos prazerosas.

-- Me deixa tirar isso. -- diz ficando por trás de mim, abrindo o zipe do meu vestido, seus dedos tocam minha pele descoberta lentamente, mandando uma corrente de energia gostosa Por todo meu corpo, fecho meus olhos curtindo seu toque.

Ele termina de abrir meu vestido, fazendo o mesmo cair no chão de uma vez, agradeço min jee mentalmente mais uma vez por ter me feito comprar calsinhas decentes.

Pelo calor em minha pele sei que seus olhos me comem viva, ele se aproxima novamente, desfazendo o coque em meu cabelo, com uma delicadeza fora do comum.

Meu cabelo cai tampando meus seios nus, como o vestido tinha bojo, vesti apenas a calsinha azul, jung-kook da a volta ficando em minha frente.

Seus olhos me olham de cima a baixo e por incrível que possa parecer não estou com vergonha da minha nudez, meu corpo está em expectativa pelo seu toque, mais ele apenas me observa, dando dois passos ficando centimentros de mim.

-- Você é tão linda. -- do num sussurro, antes de passar as mãos delicadamente em seus seios É lambe-los com a ponta da língua.
Gemo com seu toque,e com a cena, ele percebe que estou em êxtase e para, me analisando mais uma vez.

-- Mas é tão atrevida. -- sussurra mais uma vez, antes de morder cada um dos meus seios e abocanhar um mamilo, me fazendo arqueja e gemer alto.

-- Confesso que gosto do seu atrevimento, gosto muito. -- diz passando a porta da língua em meus mamilos rígidos, céus isso é uma tortura deliciosa.

-- Sei exatamente oque fazer com mulheres atrevidas.... -- diz andando envolta de mim, me tocando apenas com a ponta de seu dedo, meu corpo se arrepiar constantemente.

Meu corpo grita Pelo seu toque, mais ele não me toca.

Ele fica na minha frente novamente, depois de me olhar segundos que pareceram horas.

-- Tire minha camisa Mellany. -- diz com a voz rouca.

Serio? Escutei bem? Ele quer que eu tire sua camisa? Jesussss

Levo minhas mãos trêmulas lentamente no botões de sua camisa, seu peito sobe e desce, de um jeito intenso, ele me olha a todo momento, e isso é muito excitante.

Assim que desabotou todos os botões, deslizo a camisa pelo seus braços, passando minhas mãos pela sua pele macia, ele fecha os olhos sentindo meu toque.

-- Boa menina. -- diz Assim que deixo a camisa cair no chão.

Me sinto super tarada por querer velo nu, meus olhos percorreram seis braços e seu peito sarado, esse homem tem uma combinação, de dar inveja a qualquer homem. Ele leva suas mãos até o cinto com habilidade, ele olha o cinto e me olha com um sorriso diabolicamente sedutor.

Pronto vou apanhar! Com certeza!


Notas Finais


Desculpa a demora, daqui a pouco sai a continuação.♡


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...