História Príncipe Libertino- Park Jimin - Capítulo 2


Escrita por:

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Tags Amor, Bts, Jimin, Jin, Kpop, Nanjoon, Romance, Sexi, Taehyng
Visualizações 23
Palavras 691
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Comédia, Crossover, Drama (Tragédia), Ecchi, Famí­lia, Fantasia, Festa, Ficção, Romance e Novela, Saga, Shoujo (Romântico)
Avisos: Álcool, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Nudez, Sexo, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Olá.... Estava esperando acabar minha primeira história para depois continuar essa. Porém.... Notei wue alguns queriam o Jimin com a Beca, mas o Jimin na minha cabeça já tem sua propria história e musa inspiradora. Não sei ainda o que fazer com esse novo roteiro, por isso gosto dos comentários pois sempre ajuda a formular novas idéias.... então

Comente o que achou...

Capítulo 2 - Demônio no quarto ao lado!


Fanfic / Fanfiction Príncipe Libertino- Park Jimin - Capítulo 2 - Demônio no quarto ao lado!

-Para de gritar Merda!

Enfio a cabeça embaixo do travesseiro, mas o gemidos da garota só pareciam aumentar. Ela por acaso estava sendo espancada? Não era possível alguém humano, gemer daquele jeito!

Tentei ser compreensível é apoiar o casamento da minha mãe, mas o demônio do quarto ao lado não me dava paz! 

Cada dia era uma garota diferente, ainda mais que minha mãe e meu padrasto estavam em lua de mel. Se acha que exagerada, nem te conto!

Certo dia, chegando cansada do trabalho, queria tomar banho e apenas deitar e relaxar. Porémmmm... encontrei três desconhecidos tendo um ménage no meu quarto enquanto uma festa muito louca que ele havia inventado, rolava na mansão. 

Estavamos morando juntos a uma semana e já queria matar esse moleque.

Soco a parede que separa o meu quarto do dele. Como essa casa carissima possuia uma acústica de merda? Que vontade de matar quem fez a construção.

Pulo da cama vestindo meu pijama de franela e pego o meu óculos de grau no criado. Amanhã taria que chegar cedo no trabalho, meu chefe nos últimos dias estava tendo uma crise nervosa e descontava em quem? Atrouxiane aki!

Precisava descansar, mas daquele jeito era impossível. Bato na porta do quarto mas  ninguém abre, então giro a tranca e por incrível que pareça a porta estava aberta.

- Ahhh! Quem e essa louca Jimin?

A garota que cavalgava para assustada.

-  Monstro que dár o fora? Estou ocupado!

Ée... estava ocupado acabando com a minha  noite de sono! Jimin me chamava de monstro só para irritar, mas eu também tinha os meus apelidos.

- Olha aki praga, se você quer espalhar suas doenças venéricas por ai, faça o favor de ir para  o motelllll e não aqui do Lado da MERDA do meu quarto!

- Você tem doença?

A garota da um pulo da cama e começa a catar suas roupas.

- Não... Essa bruxa está inventando. Vaza daqui Surucuzana!

Aaaaa... Queria brincar com o nome alheio e me chamar de cobra? Pois bem!


- Vaza de perto Jiminnnn você..!- Grito em meio as gargalhadas. O trocadilho foi bom, pode falar.

 - Da proxima vez garotinha, grita mais baixo, ninguém precisa ouvi essa pouca vergonha aiii.. Segundo, Jimin nem deve ser tão bom de cama  para ficar nessa barulheira, então..... Se é pra fingir, finge direito!

- Eu vou embora!

A garota começa a sair. Jimin pula da cama enrolado no lençou.

Sook não vai!- Jimin choraminga 

Vejo um olhar fuminante  da garota para ele.

-MEU NOME NÃO É SOOK...ME CHAMO SUKEYYY!!

Que mancada, o garoto dormia com a menina e nem sabia o nome dela.

- iiiiii se ferrou...... Não sabe nem o nome da menina seu burro!!

Caio na gargalhada.


Jimin não estava muito feliz.

- Bem.... Já que tudo esta resolvido, vou dormirrrr.... 

Volto animada para meu quarto! 

-  Sua nerde, surucucu, monstro do pântano ... Aaaa.... Filha de uma égua!.... Você não tem nenhum anime ridículo de otaku para assistir não? 

Ele agarrar meu pulso e me olha nervoso. Contínuo tranquila como sempre.

- Fedelho....  Que largar jimin....- Caio na gargalhada de novo, amava aquela piadinha. Não adianta falar que é sem graça que não é. Jimin estáva perdendo a paciência.

- Sou mais velho que você!

- Não parece!! Você só tem bosta nessa cabeça ridícula.

- Suzannah.... Você atrapalhou o meu lance e vai ter que pagar!

Arrumo meus óculos que se embaçavam.

- Não tenho dinheiro!

-Sua ridícula... Já tenho dinheiro pra dar e vender, não quero sua esmola!

- Aaaann... Então você quer o que... Melhor... COMO vou te pagar então?

Jimin me olha diferente, um olhar que e nunca havia me dado antes.

-Assim!!

Sou pega de surpresa quando me beija e sinto sua língua em minha garganta. Em total reflexo de defesa, dou um chute no meio das pernas, fazendo o mesmo cair de joelhos.

- Desgraçada.... Aiiii.... Você me alejou!!!...

Jimmi  se cortoce de dor, consigo ver sua bunda nua enquanto rola no chão.  Que bundão! Poderia dar um pouquinho para mim, era completamente desbundada.

- Éee.... Bem feitoo... Assim o mundo fica livre desses genes defeituosos que você têm... idiota!!..

- Eu vou acabar com você!- Ameaça.

Volto a  minha frieza e controle.

- Tchau Jimin.... Fica ai e não se esqueça Jimin.... hehehe ... aaaa eu sou demais!

Acho que essa piadinha deu por hoje.



Notas Finais


Ainda não tenho a fisionomia nem nacionalidade de suzannah.... O que me indicam?... coloque ai o pais e as características físicas que combinariam com ela. 😚😚😚😶😶😚


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...