1. Spirit Fanfics >
  2. Prison of love >
  3. II - Sasuke Uchiha.

História Prison of love - Capítulo 2


Escrita por:


Notas do Autor


Ola garotos e garotas <3
Como estão? Bem, espero... Galerinha eu estive e estou passando por momentos difíceis. Perdi meu avô no sábado e isso me machucou muito... Enfim, eu realmente prometi que iria atualizar para vocês, e cá estou eu. Peço que não critiquem os erros que acabam passando, que como eu disse; Não está sendo nada fácil para mim esses dias. Na verdade esse ano já começou uma merda.
- Não odeiem a Karin, vão entender futuramente. Quem leu já sabe o que acontece. Aproveitem a leitura e me digam o que estão achando. Logico que terá algumas mudanças, afinal, essa historia tinha tudo pra ser melhor e eu farei o meu possível para melhorar cada capitulo que será postado.


Anjos, antes que eu me esqueça; Eu escrevo um conto alternativo do conto original "A Bela Adormecida" e eu queria muito que me acompanhassem lá também, Ah autora mas eu não vou entender nada... Anjos, não se preocupem. Eu deixo claramente notável cada personagem e sempre procuro explicar os personagens nas notas iniciais. E lembrando, a minha historia não é igual a historia original. Somente algumas coisas que tive que manter.
Casal Principal: Amanda Seyfried ( Como Princesa Aurora) Cillian Murphy (Como Cillian Murphy)

- Com amor, Rapmon <3

Capítulo 2 - II - Sasuke Uchiha.


Fanfic / Fanfiction Prison of love - Capítulo 2 - II - Sasuke Uchiha.

Prison of love

Rapmon_Clarke

 

O que fazer quando a vida que você tem se resume em uma única palavra e essa palavra seja INFERNO? Sim. Minha vida é um verdadeiro inferno. Estou pagando por algo que não fiz. Estou nessa porra de prisão há dois anos e ninguém veio aqui me dizer que eu estou livre.

 

Até porque estão todos mortos e o culpado? Bem, sou eu.

 

Sempre.

 

Primeiramente sou Uchiha Sasuke, conhecido como Uchiha. Tenho vinte e dois anos. 1.80 de altura, meus olhos são negros como meus cabelos desgrenhados. Meu corpo é malhado, não é porque estou preso que deixo de me exercitar.

 

Entrei aqui com os meus vinte anos e desde então, me encontro aqui. Minha vida era boa! Filho de família rica, não tinha nada que reclamar. Meus amigos eram praticamente irmãos. Drogas, bebidas, mulheres, rachas e briga, era o que se tinha quando estávamos reunidos. Eu vivia feliz, sorria, tinha sentimentos.

 

Tinha.

 

Tive uma namorada, ela era ruiva dos olhos castanhos, mais adorava colocar lentes vermelhas, e isso a deixava sexy. Seu nome era Karin Uzumaki. Ela era do Brasil, mais veio para cá por conta da faculdade. Nos conhecemos em um racha e daí fomos nos conhecendo ainda mais, tínhamos bastante coisas em comum e acabou rolando... O que foi bem provocante e sensual.

 

— Flash Back On —

 

- Que tal um racha, Uchiha? - Seus olhos eram tão provocantes quanto seus lábios carnudos pintados de vermelho. E como não sou de recusar desafios, resolvi aceitar.

 

- O que você quiser ruiva. - Digo em um tom malicioso.

 

- Vamos apostar? - Vejo-a morder os lábios, isso está ficando cada vez melhor.

 

- O que você quer apostar? - Encaro-a.

 

- Se eu perder você faz o que quiser comigo. - Ela sorri.

 

- E se você ganhar? - Ela se aproxima de mim e toca seus lábios em meu ouvido.

 

- Eu farei o que eu tenho vontade. - Senti meu corpo responder de imediato. Karin era como uma droga, e eu adoraria meter a minha cara toda nela. Literalmente.

 

- Feito. - Digo confiante.

 

- Ótimo.

 

Fomos até o DJ que animava o local e pedimos para ele anunciar a corrida. Precisávamos de plateia para que o nosso joguinho se tornasse ainda mais interessante.

 

- Boa noite corredores e corredoras. Hoje vamos ter um racha de última hora! - Todos gritaram animados, afinal, toda corrida era animadora. - Os corredores são; Uchiha Sasuke com seu Mustang e Karin Uzumaki com sua Ferrari. - A galera começou a gritar euforicamente. Uns torcendo por mim e outros pela ruiva. - Que vença o melhor. - Sorri para a ruiva e fui para meu carro e ela fez o mesmo em direção ao seu.

 

- Preparada para perder? - Gritei abaixando o vidro e acelerando um pouco o carro fazendo o motor tocar a melhor melodia já ouvida.

 

- E você está? - Ela grita de volta. Dei um sorriso convencido e então a bandeirinha - Aquela mulher que vem toda sensual segurando uma bandeira para dar início a corrida. - Apareceu e ficou entre os dois carros.

 

- Está pronta? - Ela olhou pra Karin que balançou a cabeça positivamente - Está pronto? - Olhou para mim, afirmei. - Então vamos lá.

 

3

 

2

 

1

 

- JÁ!!!! - Ela gritou. Sem perder tempo acelerei o carro fazendo com que ele fizesse um alto barulho com o motor e com isso consegui uma boa vantagem. A estrada era preparada para corredores como eu.

 

Então foi moleza.

 

Logo a frente havia uma curva. Rapidamente tirei o pé do acelerador e consegui virar tranquilamente. Acelerei novamente vendo que logo atrás, vinha com sua Ferrari a ruiva que será minha em todos os sentidos.

 

A disputa ficou acirrada pois por um momento me distrai e ela passou por mim ganhando a corrida.

 

- Merda - praguejei.

 

Parei o carro e assim desci. A galera veio eufórica, alguns parabenizaram e outros apenas riam da situação.

 

- Perdeu, Uchiha. - Karin sussurra em meu ouvido, dando uma mordida de leve.

 

- Me distrai. - Sorri cinicamente dando de ombros.

 

- Aham. - Riu. - Aceita que dói menos. - Ela cruza os braços e balança os fios vermelhos.

 

- Então vamos logo a parte da aposta. - Sorrio malicioso.

 

- Me siga. - Karin entra em seu carro e eu faço o mesmo rapidamente.

 

— Flash Back Off —

 

Só de lembrar eu fico excitado.... Nosso namoro durou cinco meses, quando um belo dia estávamos em um racha, ela era oponente de uma garota chamada Konan, as duas iam disputar um racha achei o máximo pois sabia que minha gatinha ia ganhar.

 

Mais não foi bem assim.... Tudo que é bom dura pouco...

 

— Flash Back On —

 

- Boa sorte ruiva. - Digo dando um beijo nela.

 

- Obrigada, Uchiha. - Sorri.

 

Karin entrou no carro e Konan fez o mesmo. Nesse dia Karin pegou meu carro para correr. Afinal, ela mau usava o carro dela depois que começamos a namorar. Não que eu ligasse, pelo contrário, era bom mantê-la por perto.

 

Assim que a bandeirinha deu início para a corrida, elas aceleraram ao máximo e no meio do caminho o meu carro onde estava Karin explodiu, iluminando todo o lugar.

 

Senti meu mundo acabar naquele momento.

 

Corri feito um maluco até onde o carro dela estava, tarde demais.

 

— Flash Back Off —

 

A partir desse dia nunca mais fui o mesmo. Me afastei dos meus amigos, não fui mais aos rachas, só ficava trancado em casa. Me tornei um cara frio, sem sentimentos, meus pais tentavam me ajudar mais eu não quis ser ajudado. Alguns meses depois eu comecei a ouvir minha mãe, comecei a seguir em frente, então nesse dia fui a um parque pensar na vida e em tudo.

 

Eu olhava as flores de Sakura quando meu celular apitou. Mensagem do meu irmão dizendo para eu ir para casa. Que era urgente.

 

Corri o mais rápido para chegar em casa e assim que cheguei aconteceu...

 

— Dias Atuais. —

 

- Hora do seu remédio. - A enfermeira me tirou dos pensamentos ao falar irritantemente. Olhei-a com cara de tédio, como sempre faço todos os dias quando "elas" veem me dar remédios que nem engulo.

 

- Qual é o tipo de sedativo dessa vez? - Questiono revirando os olhos. Sedativos não funcionam comigo.

 

- O mesmo de sempre. - Ela responde. Sorri pegando-a dessa vez. Sempre desconfiei que o que me davam não eram simples remédios e sempre que eu questionava, todas afirmavam que eram remédios para o sono e parece que uma esqueceu desse detalhe.

 

- Então vocês me dão sedativo? - Me levanto da cadeira. Começo a me aproximar dela devagar vendo-a se afastar com medo do que eu posso fazer.

 

- Na... Não senhor. - Quebrei a distância e a segurei pelo pescoço.

 

- NÃO MINTA PARA MIM, SUA VADIA. - Gritei furioso apertando seu pescoço aos poucos. Ela estava ficando corada pela força que eu usava.

 

- SOCORRO. - Ela gritou com dificuldade. Ri vendo os policiais se aproximarem. Apesar de serem tão bundões quanto corajosos.

 

- Solta ela. - Vejo um policial entrar.

 

- E se eu não quiser. - Digo ainda segurando a vadia pelo pescoço.

 

- Você será punido. - Ele grita.

 

- Estou morto de medo. - Começo a rir. Vejo que o polícia saiu correndo e não demorou muito para que a chefona desse inferno aparecesse acompanhada de alguns policiais e de uma garota de cabelo rosa. Fiquei curioso!

 

- Uchiha Sasuke, é essa a impressão que quer passar para sua nova enfermeira? - Shizune diz, encarei a garota que estava ao seu lado. Ela é bonita, estranha. Mais bonita. Os cabelos cor de rosa e os olhos verdes eram o que mais me causava curiosidade.

 

- Outra para eu mandar correr? Interessante. - Digo irônico ao nota-la me olhar.

 

- Você me mandar embora? – Falou seria. - Não se iluda tão rápido. – Senti que ela queria ser tão irônica quanto eu. Apenas dou de ombros.

 

- Humpf. — Resmungo. — Não dou nem mesmo cinco dias para você vazar. – Sorri fazendo-a ficar ainda mais irritada.

 

- É o que veremos, Uchiha. - Sorrio vitorioso ao ver sua cara se fechar ao estar visivelmente irritada.

 

- Agora solte a garota, Sasuke. - Kakashi diz autoritário. Sempre gostei desse policial, o único que parece honrar seu distintivo.

 

- Como quiser. - Sorri e empurrei a garota na direção da minha querida e nova enfermeira. Ela foi rápida e segurou a garota. Logo a soltou e a mesma veio em minha direção. Seus olhos verdes estavam fixos nos meus, pois eu também decidi a encarar.

 

- O que você quer? - Questionei irritado, porém ainda sorrindo. Ela se aproximou mais e veio para me beijar, fiquei sem reação porem quando notei suas reais intenções, senti uma dor naquele lugar. SIM! Ela me deu um chute no “Uchiha Junior".

 

Urrei por conta da dor e me abaixei sentindo uma joelhada na barriga, depois uma cotovelada nas costas e cai no chão, apagando logo em seguida.

 

"Assim que eu acordar, essa garota vai ter o que merece."


Notas Finais




Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...