História Problem - Capítulo 1


Escrita por:

Postado
Categorias Histórias Originais
Personagens Personagens Originais
Tags Texto
Visualizações 1
Palavras 406
Terminada Sim
LIVRE PARA TODOS OS PÚBLICOS
Gêneros: Shoujo (Romântico)

Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Notas do Autor


Desculpem os erros!
A imagem da capa é minha :3
(quero usar fotos (nas histórias originais) para a capa tiradas por mim)

Boa leitura!!

Capítulo 1 - Meu caos, sua calmaria


Eu sempre fui um problema, e não é como se você não soubesse disso. Eu sempre fui inconsequente, impulsiva e orgulhosa, mas também sempre fui muito medrosa. Eu poderia me fingir de durona, passar aquela imagem de que nada me afetava, mas quando se tratava de sentimentos, principalmente os que envolviam você, eu me sentia uma criança de cinco anos com medo dos trovões e que ia procurar abrigo no aconchego do abraço da mãe. Mas com o tempo as inseguranças crescem, o medo triplica, e o abraço tão doce da minha mãe não era capaz de curar cada consequência de crescer. A questão é que quando se tratava de você, eu sempre perdia toda minha pose de durona.

E da mesma forma que eu queria mergulhar de cabeça no mar intenso que você era, eu também tinha medo. Medo desse mar se tornar uma grande tempestade, mas o que eu mais tinha medo era de te quebrar, porque isso era o que eu fazia de melhor, machucar todos ao meu redor. Eu queria te por em um potinho para te proteger de todo caos lá fora, e colocar esse potinho longe de mim, para te proteger do caos que eu era, para evitar que eu te quebrasse como eu fazia com tudo que passava por mim. Mas eu falhei mais uma vez. Porque eu era como um furacão, por onde passava deixava rastros, destruição, dores, e principalmente lembranças dolorosas. E foi por isso que você foi. Por isso tive que te deixar ir. Por isso não corri atrás depois daquela nossa discussão. Porque mesmo que você ache o contrário, eu nunca senti o que sinto por você por mais ninguém, e isso me assusta, da mesma forma que me conforta. Isso me faz te odiar, da mesma forma que me faz te amar ainda mais. Isso é bem frustante, devo confessar, da mesma forma que é libertador.

Você foi a calmaria que mais completou meu caos, e por medo de perder isso que tive que te dizer adeus. Mas, bem, se um dia você achar que tua calmaria ainda se encaixa no meu caos ainda estarei te esperando. Porque você sempre será a brisa leve que completa a tempestade que eu sou. Sempre será o encaixe perfeito do meu caos. Bem, você sempre será você, e eu sempre serei eu. E nós sempre seremos o encaixe perfeito, que de tão errado que era acabou dando certo.



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...