1. Spirit Fanfics >
  2. Problemas de se apaixonar por uma garota >
  3. Feliz primeiro ano!

História Problemas de se apaixonar por uma garota - Capítulo 36


Escrita por:


Capítulo 36 - Feliz primeiro ano!


Fanfic / Fanfiction Problemas de se apaixonar por uma garota - Capítulo 36 - Feliz primeiro ano!

Capítulo 36 

Pov Soluço  

Já fazia um tempo que aquele ocorrido com a Jenny aconteceu, eu e a Astrid estávamos completando um ano de namoro, eu para dar mais uns mimos para a Astrid eu comprei vários presentes para a minha loirinha favorita. Tipo, um óculos escuro, uma saía da marca  Xique (não disse errado o nome da marca é "Xique", uma das marcas mais caras de Berk), uma blusa de frio e uma calça também da marca Xique, uma capinha de celular para ela e também outro colar só que esse feito de prata em geral um monte de coisa que ela iria amar (pelo menos eu acho) e uma camiseta de manga comprida vermelha do jeito que ela gosta. Eu peguei o celular e mandei uma mensagem para ela.

No telefone: (mensagem)

Eu — Astrid? como está aí ? Está muito ocupada?

Astrid — oi boboca kkkkk

Eu — afi essa já ficou velha...

Astrid — fica assim não. Está tudo ótimo aqui ! Eu não estou fazendo nada agora...bem eu estou meio que "brigando com a minha irmã", no entanto nada demais. Porque a pergunta?

Eu — quer vim aqui em casa? Eu tenho eu surpresa para você

Astrid — séria você a surpresa ? 

Eu — não, mas garanto que você vái gosta de vela 

Astrid — ata...fiquei chateada agora..    

Eu — por que? Só porque eu não sou sua surpresa?

Astrid — deixa pra lá . Já já estou aí beijos 

Heather — ahhh eu shippo esses dois !!!! 

Astrid — como você está na nossa conversa Heather!?!?!?!?!?!?

Melequento — eu conto ou vocês contam?

Perna de Peixe — vocês estão no nosso grupo, sério vocês não perceberam que não estavam no privado? 

Astrid — ehh........

Eu —..... 

Camicazi — vê se pelo menos usam a camisinha dessa vez rsrsrsrsrsr

Astrid — CALA A BOCA GAROTA !!!!! 

   Astrid removeu Camicazi do grupo 

Eu — vish......

 Heather — tá bravinha Astrid? Kkkk

   Astrid removeu Heather do grupo 

Eu — vamos parar por favor 

Astrid — quer apanhar você também ?

Eu — para com isso Astrid, esqueceu da surpresa?

Astrid — não esqueci, aliás já estou indo aí amor ( visto última vez as 12:45) 

  Você adicionou Heather ao grupo 

Você adicionou Camicazi ao grupo 

Heather — sério qual é a sua surpresa para a Astrid?

Eu — melhor eu não contar ainda aqui, ela pode ver 

Camicazi — sem chances, ela acabou de sair e deixou o celular aqui em casa carregando 

Eu — bom já que é assim... Sabem a marca Xique? 

Heather — quem não conhece essa marca? 

Eu — bom só comprei uns 10 presentes para ela dessa marca 

Melequento — ei Soluço me empresta uns 100? Já que você está rico desse jeito 

Eu — sem chances garoto kkkkkk 

Cabeça Quente — olha a Astrid só nas marcas de alto custo kkkkk

Cabeça Dura — kkkkk

Heather — rsrsrs

Camicazi — rsrsrs

Melequento — hahahahah

Perna de Peixe — rsrsrsrsrsrsrs 

Eu — aí aí... Têm horas que eu não compreendo vocês kkkkk

Fora do telefone: (mensagem)

Aí essa conversa no grupo foi muito inusitada, sério como eu e a Astrid não percebemos que estávamos conversando no grupo, ainda bem que eu nem ela estavamos mandando foto ou em uma conversa intima. Bom eu peguei os presentes e os levei em meu quarto deixei eles encima da cama. Nesse momento a minha mãe entrou no quarto.

Valka — certeza que você não está criando muita expectativa para o seu relacionamento? — ela me perguntou tomando um gole de café numa xícara que ela estava segurando 

Eu — como assim mãe? — perguntei assim que eu ouvi àquilo 

Valka — eu sei que vocês se amam e praticamente já sabem o que vão fazer até o fim de suas vidas... más se por algum caso do destino vocês se separam e sei que nessa "brincadeira sua" de ficar dando presente para ela e a sempre para cima dos 200 — ela disse pegando um das embalagens aonde essa tinha o óculos escuro — olha só esse óculos escuro da Xique só 50 a vista — ela disse me mostrando o valor 

Eu — certa você mãe só que eu sei que meu pai sempre te dava os melhores vestidos da época de presente de mês-versário para você — disse e ela refletiu 

Valka — estou querendo dizer filho, é que más que a pessoa seja perfeita, não fique muito empolgado que vái que derrepente algo acontece — ela disse e saiu do meu quarto 

Eu estava tentando entender  oque direto ela quis dizer com isso, no entanto eu sou interrompido dos meus pensamentos pela campainha do meu apartamento que estava tocando ( alguns de vocês se perguntam, pelo menos eu acho é que tem prédio que tem interfone que o porteiro liga para pergunta se pôde entrar e tudo más, só que aqui só entra ou por autorização do morador ou porque o porteiro conhece a pessoa e a Astrid era uma das velhas conhecidas dele), logo fui atender e assim que eu abri já fui recebendo um beijão na boca da Astrid.

Astrid — feliz aniversário de namoro Soluço — ela disse me entregando um presente 

Eu —feliz aniversário de namoro Astrid — disse pegando o presente da mão dela — ah não prescisava Astrid — eu deixei ela entrar e depois eu abri o presente, era um par de tênis novos — olha bem que eu estava precisando de um sapato novo, os meus já estão "pedindo para se aposenta"  — disse dando um selinho nela 

Astrid — bom que surpresa você queria me dá? — ela perguntou mechendo no cabelo 

Eu — vem no quarto comigo — disse indo na frente e ela vindo atrás de mim, só que antes dela entrar eu tapei os olhos dela com a minha mão 

Astrid — vish está querendo me esconder algo Soluço? — ela me perguntou naquele tom de brincalhona dela 

Eu — surpresa — eu disse assim que tire a mão dos olhos dela 

Astrid — aí meu Deus Soluço!! — ela disse emocionada assim que viu todos aqueles presentes que eram exclusivos somente para ela — eu sempre quis essa saía da marca Xique— ela disse pegando a roupa da minha cama — deixa eu ver se ela fica boa — ela disse tirando a calça que ela estava e ficando apenas de calcinha na minha frente e vestindo a saía, claro que eu fiquei meio envergonhado enquanto eu vi ela trocando de roupa na minha frente (porque eu fiquei assim não faço a menor ideia) — ficou perfeita! — ela disse se olhando no espelho — o que você achou Soluço? — ela me perguntou 

Eu — eh... Achei que ficou um pouco curta...— disse vendo que não ficou, más só para dar uma de ciumento 

Astrid — para com isso — ela disse dando risada e me empurrando com um dos braços — será que fica bonito eu com essa saía e esse óculos? 

Eu — você fica estupenda! 

Astrid — ah... não acredito que você comprou outro colar Soluço — ela disse se curvando em minha cama, e a saia não era curta só que ela também não era muito longa (tipo uns dois dedos para cima do joelho) e fez que a calcinha aparecesse sério eu fiquei mais envergonhado ainda com isso — para de ficar olhando a minha bunda e vem me ajudar a por esse colar Soluço — ela disse fazendo eu sair do foco daquilo que eu estava olhando antes 

Eu — ahh claro... — eu disse ajudando ela por o colar de prata 

Astrid — como você acha que u fiquei com essa roupa ? — ela me perguntou assim que ela já tinha colocado o colar e o óculos escuro 

Eu — ficou parecendo uma praticinha do centro — disse dando risada — bom e só para deixar claro eu não estava olhando a sua bunda — disse meio desviando o olhar 

Astrid — ahhh sei — ela pegou a minhas duas mãos e as colocou na bunda dela — pôde aperta eu deixo — ela disse com àquele sorriso safado dela 

Eu — já que é que você que diz — eu fiz o que ela tinha pedido 

Astrid — passou a vontade? — ela me perguntou e em resposta eu fiz denovo — pelo visto não — ela deu uma risada

Fiquei meio sem graça com isso então enquanto ela ria eu virei um tapa saliente na bunda dela. 

Astrid — aí! Isso dói! — ela disse tirando as minhas  mãos da bunda dela — olha ficou a marca seu idiota! — ela disse vendo no espelho a marca da minha mão completa incluindo os 5 dedos na bunda 

Eu — foi mal — eu fingi está arrependido 

Astrid — agora terei que tomar medidas de outro nível — ela disse me empurrando e me jogando em minha cama e vindo para cima de mim e me beijando porém logo em seguida ela puxou uma cinta sabe Deus da onde e me virou umas cinco cintadas só de forma de troco — essa foi por ter Mer deixado marcada — ela disse guardando a cinta do mesmo lugar da onde ela tirou — aprendeu ? — ela perguntou sentanda em minhas pernas 

Eu puxei ela fingindo que ia a beija-la, só que assim que vi que ela estava de olhos fechados eu virei com a outra mão denovo um tapa na bunda dela.

Eu — agora sim a minha vontade passou — disse e demos risadas só que depois ela me deu mais umas cinco cintadas só por isso, logo em seguida ela deixou eu tirar o saía dela e depois eu colocar a calça da mesa, lógico que tudo do jeito mais seduzente o possível, depois no agarramos um pouquinho só para não perder o costume.

Astrid — só não transo com você aqui por causa que seu país estão em casa — ela disse depois da nossa agarração 

Eu — oh sorte sua — disse e demos risada 

Depois de todos àqueles presentes, ela foi para a casa dela, más tarde eu recebi uma mensagem dela dizendo que as marcas na bunda dela demoraram bastante para saírem. Sério eu não sabia que era tão forte assim?.






Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...