História "Problemáticas" - Capítulo 5


Escrita por: e Luckxz_


Capítulo 5 - "Eu escorreguei"


O intervalo chega e Sea fica em pé na cadeira pulando por cima das mesad dando no pé e o menor simplismente ficou olhando o nada.

Ela andava pelo corredor e foi perguntando onde ficava a sala de musica.

-Valeu mina - Ela ri e acena para a garota corrando para onde devia ser a sala e ao abri-la ve Laito se pegando com uma outra garota - Opa - ela riu e entrou mesmo assim a vendo se separar e sair dali correndo.

-estraga prazeres - ele a olha irritado.

-Que? Eu n fiz nada vocês podiam continuar a vontade - ri e pisca para ele buscando algum instrumento interresante.

-Tsc - ele se levanta e vai ate ela se aproximando por tras abraçando a cintura dela. - espero que me recompem-se.

-Ha-Ha - ela revira os olhos e pega um violão - Nem pense, cai fora - passa os dedos nas cordas do violão.

-Hmmm... não - aproxima os labios do pescoço dela.e leva uma cotovelada, mas n recua, a garota guarda o violão e o olha.

-ta o q voce quer?! - ergue a sombrancelha e ele sorri malicioso.

Shu dormia na mesa enquanto Mitsu estava com o rosto colado ao tablet com os braços cruzados sobre a mesa assistindo a serie.

-hm... - Shu a olha e se ajeita - Mitsu? - pergunta e a mesma o olha pausando a série.

-me chamou??

-hm? Chamei? - ele a olha serio.

-N sei... - ela suspira e volta a ver a série.

Ele ficou a olhando e logo fechou os olhos focando na música.

Mitsu estava no carro usando os fones sentada e de olhos fechados assim como o loiro.

Laito sorria e Kanato abraçava o ursinho com força.

Sea chega em casa e corre pela tirando as roupas ficando com um biquíni que usava por baixo do uniforme correndo para o mar e logo mergulhava enquanto uma luz azul clara surge na agua, ñ podia ser humana...

Dia seguinte.

O motorista para em frente a mansão Sakamaki e no teto do carro estava uma prancha de surf e não demora muito para uma garota de biquíni com lenço vermelho com flores amarelas saiu do carro com uma bolsa pegando a prancha.

-VALEU MERMÃO!! - ela ri e acena pro motorista enquanto no jardim indo pra dentro da casa vendo as portas se abrindo - OH DE CASA!!! NAO TEM CAMPAINHA EU GRITO! - Ela riu e foi entrando com a prancha debaixo do braço.

-Bitch-Ch-

Laito aparece ao lado dela que lhe acerta com a prancha pelo susto. Ao ver ela larga a prancha no chão e começa a gargalhar dele

-MATEI UM ! - Da um soco no ar e volta a rir.

-Mas q-

Ayato aparece e ve a garota rindo e o irmão no chão.

-Ai-Ai foi mal - logo todos os irmãos estavam ali e Mitsu tambem...

-Sea? - Mitsu segura o riso.

-E ai mit - riu mais um pouco - Ta parei - pega a prancha.

-O que faz aqui? - Reiji pergunta.

-Olha eu tava vindo pra ca pq um cara mandou eu tinha q mora aqui pra estuda ai ta blzz eu tava vindo um carro me parou na rua mandou eu entrar ai eu perguntei se tinha como leva a prancha, cara mo gente boa me disse pra por a prancha em cima do carro ele amarrou e blz eu entrei e ai ele me trouxe pra ca - sorri, mitsu da um tapa na propria cara e os outros a olhavam meio... assustados.

-E se fosse um sequestrador?! - Ayato questiona.

-Mano esse dia foi mt foda tambem pensa num cara gente boa mano - ela riu.

-QUE!?

-Ela ja foi sequestrada... pegou o numero do filho do cara e do cara, ficaram amigos... - mitsu ri - a vida da Sea da de escreve um livro, que ninguém acreditaria.

-Ta e ai onde é meu quarto?! - ela sorri.

-ele quer apresentar os irmãos antes - Mit revira os olhos - Mas bem... Shu, Subaru, Kanato, Laito, Ayato, Reiji - Mitsu apresenta rapido.

-Prazer! - ela sorri e olha ao redor - cara a casa de vcs me lembra mt a de uma velhinha que me hospedou la na grã Bretanha... ou foi na Inglaterra? - fica confusa - ah nao importa - ela riu.

-é... onde estão suas malas? - reiji muda de assunto.

-Hm? Desculpa mas... eu só tenho isso - mostra a bolsa de ombro e riu.

-Por aqui - ele suspira e a leva ate o quarto.

-Manero... parece aqueles estilos vitorianos ta li-

Olhou pra tras e ele sumiu. Deu de ombros e caminhou ate a cama jogando a bolsa ali e pondo a prancha de lado.

Depois de uma meia hora ou mais desce as escadas correndo.

-EI!! - Chama o albino que foi o primeiro a ver logo estava na frente dele - Tem como avisa o cara de cabelo preto que eu to indo pra pra-

-Nao pode sair - Ele a corta e a mesma arregala um pouco os olhos.

-Que? - trava um pouco, sua pele de macia estava passando a aspera.

-Nao pode sair, é uma regra - ele diz e a ve correndo para o quarto ficando confuso.

-Nao nao nao - joga a prancha no chao e se olha na penteadeira vendo que a pele estava ficando palida - Arg - rosna e ao se virar ve a banheira - vai ter que servir - suspira... estava ficando com a pele seca, escamosa...

Mitsu lia os gibis sorrindo quando do nada Ayato aparece ali.

-Mitsu neh? - sorriu.

-Hurum - ela continua a ler e logo ele nota que alguns homens estavam ali instalando una TV.

-Mas o...

-Ah é só minha TV nova - ela sorri pra ele - tem como voltar depois? - pede e logo some deixando os dois trabalharem.

Reiji apereceu no quarto de Sea a procura da mesma depois do que Subaru o contou, seus olhos correm pelo quarto nao a vendo logo olhando para o banheiro tambem sem ver ninguém, sentiu um pouco de raiva o toma mas ignorou e seus olhos notam a banheira cheia se aproximando viu a mao da garota na borda da banheira logo a mesma a solta... vendo algumas bolhas de ar na superfície arregala um pouco seus olhos e corre na direção da mesma se abaixando e erguendo o corpo para fora da água.

-o-oi? - ela riu e tossiu água.

-O... o que pensa que estava fazendo!?! - ele diz e ela apenas riu.

-Eu escorreguei - poe a mao no lado do rosto dele, quente, ela estava quente como fogo, mas ele ignorou - nao foi nada demais, agr me deixa tomar banho... pervertido - Ela riu se ajeitando e ele a solta.

-depois precisamos conversar - diz serio meio corado.

-Sobre? - pergunta ajeitando o cabelo sentindo uma pele rececada de sua mao ir se soltando dando o lugar a outra e logo esconde a mao enquanto ele olhava para o lado.

-Sobre voce querer sair - diz serio ainda olhando para o lado.

-Eu nao quero viver aqui presa como um animal em cativeiro - ele a olha - eu nasci e cresci em uma praia, a primeira palavra q eu falei foi mar, meus pais viveram em um praia la é meu lugar! Eu viajo o mundo indo de praia em praia, eu sou uma surfista, eu nao nasci pra isso, eu nado com tubarões e araias, eu sou eu... eu sou a Sea, meu nome significa mar eu... - suspira - eu nao nasci pra viver em uma casa assim... - ela suspira e ao olha pro lado ele sumiu - Ah! Que novidade! Me ve nua e depois que eu quero falad o que sinto da no pé - ela bufa e volta a afundar na banheira como se fosse cometer suicidio...

A mao agarrou a borda da banheira com força, guelras... escamas... era isso que tinha em sua mao, abrindo os olhos de baixo da agua, azuis e brilhantes como cristais, estremamente penetrantes.

-O que tem para comer? - Sea aparece ali com um short jeans com o botão e o ziper aperto e um top azul.

-Camarão frito - Laito responde e mitsu olha a outra.

-Sea? - a ve por a mao na frente da boca se sentindo enjoada.

-Desculpa ma-mas eu não como peixe ou frutos do mar - respira fundo tentando se recuoerar olhando para cima.

-Achei que morasse em uma praia bitch-chan - Laito questiona.

-Eu moro, ou morava, mas eu e minha familia sempre respeitamos a vida marinha, e nao nos alimentos dela - diz virando de costas, sua pele esta meio avermelhada.

-Ela é estranha neh... teddy - Kanato riu baixinho olhando o ursinho

-Reiji... - Subaru o olha.

-Nao me olhe assim, nao fiz absolutamente nada.

-Tipico - ela ri e ele a fuzila vom o olhar - relaxa ta, foi só um banho esfoliante - riu.

"Tenho que me livrar daquela pele..." pensa

-É... tchau!! - sobe correndo.

-Hm? - mitsu sente os olhos sobre si - que?



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...