História Problems of Adolescence - Interativa - Capítulo 2


Escrita por: , ChessKely e Agaress

Postado
Categorias Histórias Originais
Personagens Personagens Originais
Tags Angst, Bleach, Drama, Elfen Liend, História Interativa, Horror, Interativa, Kakegurui, Karneval, Mistério, Original, Romance, Sobrenatural, Super Lovers, Terror
Visualizações 23
Palavras 475
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Bishoujo, Bishounen, Comédia, Drama (Tragédia), Ecchi, Famí­lia, Fantasia, FemmeSlash, Festa, Ficção, Ficção Científica, Fluffy, Hentai, Lemon, LGBT, Luta, Magia, Mistério, Orange, Policial, Romance e Novela, Sci-Fi, Seinen, Shonen-Ai, Shoujo (Romântico), Shoujo-Ai, Shounen, Slash, Sobrenatural, Survival, Suspense, Terror e Horror, Universo Alternativo, Violência, Yaoi (Gay), Yuri (Lésbica)
Avisos: Adultério, Álcool, Bissexualidade, Canibalismo, Cross-dresser, Drogas, Heterossexualidade, Homossexualidade, Incesto, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Mutilação, Nudez, Pansexualidade, Sadomasoquismo, Sexo, Suicídio, Tortura, Transsexualidade, Violência
Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Notas do Autor


Olá, queria avisar que eu estou encarregada de postar um extra para vocês e dizer que estarei demorando um pouquinho por causa que semana passada fiquei com pneumonia e por isso não estava divulgando, mesmo eu eu esteja encarregada disso. Bom, espero que tenham paciência comigo!

Capítulo 2 - Eu quero morrer!


… Naquele dia o sol estava brilhando mais que o normal e transmitia um calor, não um calor quente mas sim reconfortante, era como se ele tocasse delicadamente o meu corpo. Os pássaros cantavam em sintonia, confortando os meus ouvidos. O ar era puro e leve, como se eu estivesse flutuando e a grama estava fofa pela chuva que tinha acabado de se encerrar, deixando um cheiro… Como posso dizer? Um cheiro bom… Um cheiro que eu nunca tive a oportunidade de sentir.

 

Abro meus olhos rapidamente quando sinto algo se esbarrar fortemente em mim e em seguida ouço um gemido de dor. Volto a consciência quando vejo uma provavelmente estudante loira olhar de cara feia para mim, enquanto seus materiais escolares estavam esparramados pelo chão feito de concreto. Deve ter machucado.

 

— Olha por onde anda, idiota! — Sou xingada. Era para mim provavelmente ficar irritada, em sua mente, mas apenas fico com a mesma expressão, muitos a chama de “expressão de peixe-morto”. — Ei, está me ouvindo? — Ela falou alto novamente mas apenas a encarei, não retrucando.

 

Enquanto ela me xingava de palavras que nunca imaginaria que existissem, me agachei e peguei seus materiais um de cada vez e coloquei dentro da sua bolsa. Quando terminei de pegá-los, levantei e entreguei a bolsa para ela, mas a loira ainda me olhava com a cara feia. Mas que diabos? Ela só possui essa expressão de “vaca parindo pela primeira vez”?

 

— Ei, rosinha, está me escutando?!

 

— Não possuo a obrigação de escutá-la se quer saber. Recolhi seus materiais, mesmo sendo você que se esbarrou em mim. O que quer mais?! Quer eu me ajoelhe na frente de vossa “rainha” e peça sinceras desculpas?! — Fui rude e sarcástica. Se ela está sendo assim comigo, por que não poderia ser assim com ela? Ela fez uma cara como se visse um ser humano sendo massacrado, mas logo sorriu e se levantou, ajeitando a saia e olhando com um olhar superior para mim.

 

— Garotinhas como você, que ainda pitam o cabelo de rosa e usam tiaras de orelhas de gatos deveriam parar de acreditar em contos de fadas, como em rainhas e reis. Mas se você me considera sua rainha, eu aceitarei que se ajoelhe perante mim e lamba meus sapatos. — Vou matá-la. Foram meus primeiros pensamentos, mas apenas dei um sorrisinho de lado, uma coisa incomum para mim e soltei sua bolsa, novamente seus materiais foram esparramados pelo chão e ela me olhou como se fosse me matar.

 

Antes que qualquer coisa acontecesse, os que pareciam ser seus amigos chegaram e ficaram nos olhando. Um tinha cabelo loiro e olhos… Violetas?! Outro já possuía uma beleza estrangeira, com uma cor de cabelo e olhos que eu nunca tinha visto. Vi os uniformes dos mesmos e o nome da escola que estudavam, após isso, fiz uma única constatação:


Eu quero morrer!


Notas Finais


Desde já agradeço.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...