História Professor - Park Jimin - Capítulo 9


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens J-hope, Jimin, Jin, Jungkook, Personagens Originais, Rap Monster, Suga, V
Tags Bts, Jimin, Park Jimin
Visualizações 512
Palavras 1.218
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ficção Adolescente, Romance e Novela, Shoujo (Romântico)
Avisos: Adultério, Álcool, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Olá peoples🌸

So uma coisa.

Não me matem.

Capítulo 9 - IX- Como assim o Jungkook?


Fanfic / Fanfiction Professor - Park Jimin - Capítulo 9 - IX- Como assim o Jungkook?

S/n pov


Depois de fazer uma maquiagem básica e me olhar umas mil vezes no espelho vou ate a janela e a abro.

- Que eu não me machuque. Botei um pé de cada vez e pulei caindo nos arbustos que tinha ao redor da casa - para a minha sorte-.

Não pensei duas vezes e sai no maior cuidado e corri ate chegar no final da rua. Agora era so ir para a praça e torcer para nenhum vizinho me ver.

Andei apressadamente ate que avistei a Praça e também Kim Taehyung que estava sentado no banco com um casaco de capuz e com os braços cruzados, ele parecia longe e pensativo. Cheguei sem que ele percebesse e o abracei por trás. Tae se assustou e eu soltei um risinho.

- Nem te vi chegar. Falou e eu me sentei do seu lado já recebendo um sorriso do TaeTae. Ele me deu um breve selar e eu sorri. – Como foi o seu dia?

- Chato... eu queria ter passado o dia todo com você.

Tae sorriu e me deu um selinho o qual eu aprofundei para um beijo ardente e necessitado. Tae pos sua mão em minha nuca e eu enlacei as minhas mãos no seu pescoço. Separamos nossos lábios pela falta de ar. Ao abrir os meus olhos encontrei aquelas orbes que me fitavam de uma maneira diferente. O puxei para mais um beijo e suas mãos foram para a minha cintura a apertando me fazendo soltar um arfar contra os seus lábios. Meu corpo estava quente e eu sentia que Taehyung estava da mesma maneira.

- Tae... eu preciso de você essa noite. Sussurrei contra os seus lábios. Tae me deu outro selar e puxou os meus lábios com os dentes.

- Vamos. Ele se levantou e eu fiz o mesmo. Tae segurou a minha mão e começamos a andar a caminho do ponto de táxi. Não demorou muito e achamos um.

E em poucos minutos Tae parou o carro em frente a um condomínio. Eu sentia que já tinha vindo aqui. Não sei quando.

Saímos do táxi e Tae pagou ao motorista e segurou em minha mão novamente e entramos no edifício.

- Você mora aqui Tae?

- Sim me mudei ontem.

O lugar era muito bonito e chique. Acho que a família de Tae deve ter dinheiro.

Entramos no elevador e ao fechar as portas sou surpreendida por Tae que me puxa pela cintura e me beija de maneira afoita. Suas mãos param na minha bunda e ele aperta me fazendo estremecer. A porta se abre e nos separamos a contragosto. Ele segura a minha mão novamente e logo estamos na frente da sua porta. Ele digita a senha e abre a porta me puxando para dentro e ao fechar a porta me prensa contra a mesma tomando meus lábios para si. Sua boca distribui beijos pelo meu queixo e desce para o meu pescoço. E solto um gemido baixo ao ter seus lábios ali. Ele distribuí beijinhos, chupoes e algumas mordidas naquela área e volta a colar os nossos lábios. Minhas mãos vão de encontro aos seus fios os puxando de leve enquanto a sua língua explora toda a minha boca. Tae adentra o meu blusão e passa os seus dedos pela pele quente das minhas costas,  e choca o seu quadril contra o meu me fazendo perder o ar ao sentir a sua intimidade ainda coberta pela calça. Tae me pegou no colo e eu entrelacei as minhas pernas na sua cintura e sem separar os nossos lábios chegamos no quarto de Taehyung. Ele separou os nossos lábios e me deitou na cama e em seguida seu corpo estava sobre o meu. Ele tirou a minha blusa e eu senti um pouco de vergonha. Nunca ninguém viu o meu corpo e isso me deixa com certo receio. Tae olhou para os meus seios ainda cobertos pelo sutiã rendado e subiu os seus olhos para o meu rosto.

- Você e linda. Pronunciou com um sorrisinho. Ele puxou o seu moletom e eu senti meu rosto quente ao ver o seu abdômen desnudo. Tae poderia não ser tão musculoso mais para mim ele esta perfeito. Tae voltou a me beijar agora calmo e com carinho. Senti sua mão na minha coxa e senti algo estranho dentro de mim. Como se agora não fosse o momento certo. Eu suspirei separando os nossos lábios e quando o mais velho ia tirar a minha calça coloquei minha mão sobre a sua.

- Eu.. me desculpa Tae.

Me sentei cruzando os braços me sentindo mal por está fazendo isso com Taehyung.

- Você é..

- Sim Tae. Eu sou virgem. Falei envergonhada

- Tudo bem S/n. Ele alisou o meu rosto e sorriu fraco. – Se você não esta preparada eu espero.

- Eu já vou.

Me levantei apressada e coloquei a blusa.

- Não precisa ir assim... S/n.

O ignorei e passei pelo mesmo e abri a porta saindo do seu apartamento e entrando no elevador. Passei a mão pelo rosto frustrada eu que falei para o mesmo que queria fazer aquilo e na hora... agr!. Ao perceber que o elevador parou no andar que vou descer abro os olhos e dou de cara com Park Jimin que vai entrando. Ele me olha.

- Veio me visitar senhorita S/n? 

Visitar? 

Como sou tonta. aqui e o condomínio onde Jimin mora. por isso achei tão familiar.

Bufei e o ignorei passando pelo mesmo e saindo apresada.

Andei pela calçada de cabeça baixa e escutei um grunhido e olhei para a frente avistadando uma mulher que tentava se segurar na parede para não cair. Parecia esta passando mal. Me aproximei e vi quem era a mulher eu a conhecia muito bem. Yukki

- O que aconteceu? Perguntei me abaixando perto dela.

- Eu.. eu não sei. Só esta doendo muito. Ela falava com a mão sobre o ventre e eu arregalei os olhos.

- Vou te levar a um hospital. Vou chamar um táxi já volto.

Corri ate o outro lado da rua onde ficavam alguns táxis. E chamei o primeiro taxista que avistei. Ele me ajudou a colocar ela dentro do táxi.

- S/n o que esta acontecendo? Ela estava muito assustada. Nunca a vi assim antes

- Não sei Yukki mais já estamos chegando no hospital.

Ela segurou a minha mão

- Obrigado por estar fazendo isso por mim apesar de tudo.

- Eu faria por qualquer um que estivesse precisando.

Chegamos no hospital e o taxista ajudou Yukki a descer. E ela me deu a sua bolsa para eu segurar

- Por favor venham logo ela esta passando mal!

Umas enfermeiras trouxeram uma cadeira de rodas e levaram ela. Me sentei na sala de espera.

Eu deveria dizer ao Jimin o que esta acontecendo com ela. Já que o Park esta com a Yukki.

Peguei o seu celular que ate então tinha o papel de parede uma foto do Jimin. Fui nos contatos e achei o do professor discando o número e no terceiro toque ele atendeu e parecia que os dois tinham brigado. ele nem me deixou  falar e ja foi dizendo tudo de uma vez. 

- Olha Yukki não quero falar com você, vai ficar com o Jungkook e me esquece garota!

Espera Jungkook?


Notas Finais


Muitas revelações serão feitas. So digo isso


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...