História Professor - Jimin (BTS) - Capítulo 15


Escrita por:

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS), BLANC7, Got7, K.A.R.D, Pentagon (PTG)
Personagens B.M, Jackson, Jeon Jungkook (Jungkook), Jiwoo, Kim Seokjin (Jin), Kim Taehyung (V), Mark, Min Yoongi (Suga), Park Jimin (Jimin), Personagens Originais, Taichi
Tags Hentai, Jimin, Jungkook, Linguagem Inapropriada, Professor
Visualizações 564
Palavras 1.115
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Crossover, Ficção, Hentai, Romance e Novela
Avisos: Adultério, Álcool, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


CHEGUEI MEUS BOLINHOS DE ARROZ ♥🌸

Estou com um problema no meu editor, então, não está completamente editado. Me perdoem pela demora, eu estava fazendo capítulos das outras histórias.

Boa leitura 🌸

Capítulo 15 - Me conquistando...


Fanfic / Fanfiction Professor - Jimin (BTS) - Capítulo 15 - Me conquistando...

P O V ‘ S JIMIN 


 — Me larga! — Ela grita quando terminamos o beijo. — Nunca mais me toque. — Ela saiu me deixando com cara de trouxa. 


 Peguei meu terno e pedi um táxi, voltei diretamente para o casa. Me joguei na cama e aquele beijo não saia de minha cabeça. Aish S/n, você é a única aluninha que está demorando tanto para eu ter, cada vez mais fico obcecado por você, pelo seu toque, seus lábios, e seu corpo. Naquela noite em Nova York, é claro que a gente não transou, posso ser tudo o que sou, mais na nossa primeira transa, eu quero você bem acordada gemendo meu nome e pedindo por mais. 


 Passei a mão pelos meus cabelos e decidi ir tomar um banho quente. Me despi e deixei aquela água morna descer por todo o meu corpo. O que tenho que fazer para te ter S/n? Como Taichi conquistou seu coração? Sendo romântico? Não, não sou homem para isso, talvez se eu tentar… 


 Enrolei a toalha em minha cintura e vesti rapidamente uma Boxer com uma bermuda jeans. Peguei meu celular e liguei para uma loja de flores. Pedi a melhor flor e mais cheirosa que tivesse. Com certeza S/n...eu vou te ganhar.




 P O V ‘ S ÍRIS 



 Sinto tanta falta de Taichi, eu seu que eu nunca liguei para as cantadas dele, mas sei lá, eu gosto dele. Agora que a amizade colorida dele e da S/n voltou, não tenho a menor chance com ele. Professor Park? Não, eu não sai mais com ele, me afastei mais, parece que esse sentimento por Taichi só aumenta. Peguei meu celular e mandei uma mensagem para S/n. 


 “Você sabe onde está o Taichi?” 


 Sei que ela não iria negar de me falar, mais as vezes tenho vontade de quebrar a cara dela pela sua personalidade fria. 


 “Não, ele saiu daqui de casa a uns 39 minutos, você está bem Íris?” — Ela respondeu. Soltei um sorrisinho bobo ao ver sua preocupação. 


 — Que sorriso é esse? — Zico pergunta me dando um susto


 — Quer me matar do coração idiota? — Ele rir e dá um selar em minha bochecha.


 — Não! — Ele negou rindo. — Quero te fazer uma proposta. — Arqueei minha sobrancelha e assenti. — Você pode fingir ser minha namorada por um tempo? — Arregalei levemente os olhos. Tá, eu sei que eu e Zico andamos se pegando uns dias desses, mas eu não nunca senti nada a mais que amor de amigos com ele. O conheço desde o fundamental II, então somos próximos. 


 — Certo, tudo bem Zico! — Ele sorrir. 


 — Obrigada Íris, você é um amor! — Ele dá tchau e sai correndo para outra direção. Me levantei do banquinho onde eu estava sentada e esbarrei em alguém sem querer.


 — Oh, Íris certo? — Assenti.


 — É...quem é você? — Perguntei ainda sem entender nada.


 — Sou Matthew, prazer. — Apertei sua mão. — Sou fotógrafo da revista Modas & estilos, estou atrás de… — Ele lê um papel e volta a me olhar. — Kim S/n & Íris Young. Pela foto, eu acho que é você. — Um sorriso pintou meus lábios. 


— Sim, sou Íris, essa é minha amiga, a Kim S/n. — Ele suspira aliviado.


 — Poderia me levar até ela? — Assenti voltando voltando para outra rua e falando com ele. 


 Depois de alguns quarteirões, chegamos a casa da S/n, toquei a campainha e a mesma atendeu com sua cara de tédio. Expliquei sobre ele ser fotógrafo é sobre a revista, eu e S/n aceitamos ser a capa e fazer algumas entrevistas e ele nos passa o telefone. Me despedi de S/n, e fui andando junto de Matthew que não parava de fazer perguntas sobre ela. Achei estranho, mas tudo bem. Peguei minha chave e entrei em casa, fui direto para o meu quarto e liguei minha TV, peguei um pouco de sorvete e fiquei assistindo uns melodramas. 




 P O V ‘ S S/N 



 Depois que Íris e aquele tal de Matthew saiu, recebi um buquê das minhas flores preferidas. Coloquei em jarro e deixei em meu quarto. Tentei imaginar quem deve ter me dado essas Flores, as únicas pessoas que sabem que eu gosto dessas flores é Taichi, Nara e Taehyung. 


 — Mãe, estou indo! — Beijei a bochecha dela e sai de casa. 


 Atravessei a rua e andei até o ponto de ônibus, me sentei e olhei o horário no meu pulso. Olhei para um lado e para o outro, um carro para e eu olhei para a janela. Jimin. 


 — Para onde está indo? — Revirei os olhos mais respondi. 


 — Faculdade City, por que? — Ele dá seu famoso sorriso e abre a porta do carro. 


 — Estou indo pra lá, entre. — Peguei minha bolsa e entrei no carro dele e coloquei o cinto. Só estou pegando carona com ele porque preciso chegar cedo na faculdade, se eu perder essa vaga, minha mãe vai me matar e torrar minha carne para comer com um arroz. 


 — Obrigada Jimin. — Tirei o cinto e coloquei meus dedos na maçaneta da porta, quando ia abrir ele puxa meu pulso. 


 — Ehr...eu vou também. — Ele pega um papel e sai do carro. Balancei minha cabeça e sai do carro, esperei ele é entramos na faculdade juntos. Parei de andar quando vi a fila daqui até o Brasil. — Vem cá. — Ele pega no meu pulso e me leva até o final do corredor onde havia uma porta com um nome “Diretoria”. Jimin entrou e falou com um senhor que aparentava ter uns 60 anos.




— Essa é uma...amiga minha, falei dela para o senhor. — Jimin falou me puxando até o velho. — Ela está aqui para se escrever para o vestibular. — O velho sorrir e começa a falar comigo.


Não sei o que deu no Jimin, mas ele está sendo um anjo agora. Essa faculdade é o sonho para qualquer pessoa, ainda estou tentando compreender tudo de bom que Jimin está falando de mim.



[...]



Depois de tudo, Jimin pediu para eu almoçar com ele, tentei dizer não mas ele insistiu muito, acabei aceitando e comendo com ele.


— Obrigada! — Falei assim que ele chegou em frente da minha casa. — Valeu por...falar bem de mim. — Dei um sorriso e ele retribuiu.


— Você era uma aluna dedicada, às vezes nerd né... — Fiz careta e ele rir de mim.


Abri a porta do carro e olhei pela última vez para ele, sem esperar, ele me dá um selinho, tudo passou como câmera lenta, desci do carro e soltei um sorriso.



Você está me conquistando...Park Jimin!






Notas Finais


Climinho bom...
Jimin está sendo certo em demonstrar sentimentos por S/n???Ele está enganando ela???S/n vai se render aos encantos dele???

Comentem ♥
Favoritem 🌸

Perfil : @Park_Annah3

♥♥🌸🌸Amo vocês 🌸🌸♥♥


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...