História Professor de Sexo - Jikook (adaptação) - Capítulo 16


Escrita por:

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens Jeon Jungkook (Jungkook), Park Jimin (Jimin)
Tags Bangtan Boys (BTS), Jikook, Jimin, Jungkook, Kookmin
Visualizações 353
Palavras 793
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ficção Adolescente, LGBT, Romance e Novela, Yaoi (Gay)
Avisos: Homossexualidade, Insinuação de sexo, Nudez, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Oi gatinhxs, me perdoem pelo sumiço mais uma vez KKKKKKKK boa leitura💕

Capítulo 16 - 016


Jeon sorriu de leve.

- Academicamente falando, seria estimular você a conhecer seu próprio corpo, e também mostrar a você que mesmo que estejamos longe um do outro podemos nos satisfazer.

- Conheço meu corpo, Jeon Jungkook.

O moreno iniciou uma gargalhada, mas sua voz foi imediatamente abafada, no que Jimin propôs que ele mesmo a abafou com a mão.

- Você não é tão inocente ao ponto de não ter entendido o que eu quis dizer Jimin. - Ele disse com um tom de riso. - Aceita ou não?

- Tudo bem. - Park disse depois de um tempo em silêncio. - Vamos ver como isso se desenrola.

- Tão frio assim senhor Jimin? Nem de longe me lembra aquele homem quente que eu tive em meus braços à alguns dias.

Jimin enrubesceu na hora.

- Isto inclui deixar-me envergonhado Jungkook?

- Não, isto inclui apenas ajudá-lo a desenvolver suas fantasias mais insanas através da minha voz. - O menor estremeceu. - Você é lindo Jimin, sabia disso? É lindo, quente e excitante. E se estou aqui, pendurado neste telefone sem conseguir conter esse desejo louco, a culpa é estritamente sua.

- M-Minha?

- Sim, sua. Você é inacreditavelmente sexy.

- Jungkook... - Ele silabou fraco, seus desejos tomavam o controle de suas ações lentamente, sentiu quase que imediatamente os bicos dos mamilos ficarem rígidos e seu membro pulsar.

- Tudo o que eu desejei nestes dias longe de você foi tocar sua pele de novo. Sua pele quente e deliciosa, completamente despido sob meus dedos. Você está vestido Jimin?

Park perdeu mais um pouco dos sentidos.

- Parcialmente. - Ele disse já rouco.

Jeon sorriu imaginando como seria o parcialmente. Ele não precisaria de muito incentivo da parte de Jimin para conseguir seu próprio clímax, já estava duro como uma pedra e pronto, precisa apenas de alguns segundos de uma manobra frenética que ele conhecia muito bem, porém era no menor que pensava. Libertaria Jimin dos medos e pudores, um a um, até que não restasse mais nada que o impedisse de ser sexualmente livre.

- Dispa-se, Jimin.

Jimin sentiu-se tremer sob a ordem que ele lhe deu. Sentiu vontade de controlar seus atos, mas não pôde, foi automático, simplesmente levou as mãos até a box que vestia e a retirou.

- E então?

- Estou... despido. - Ele disse com dificuldade.

- Bom menino. - Jeon disse com um tom safado na voz. - Posso imaginar Jimin, posso ver você, consegue sentir minhas mãos sob sua pele? Explorando-a? Vamos pequeno, sinta, copie meus movimentos.

Jimin instintivamente levou a mão ao pescoço.

- Onde você está se tocando?

- No meu pescoço. - Ele disse fraco.

- Desça as mãos querido, faça o caminho que eu faria. Eu tocaria seus mamilos com gentileza, como eles merecem ser tocados. 

Ele seguiu as ordens do moreno e sentiu um arrepio frio cortar-lhe o dorso quando tocou o bico túrgido do mamilo direito.

Repetiu o gesto com a outra mão e deixou um gemido rouco escapar.

- Isso meu menino. - Jeon disse com a voz cada vez mais carregada. - Agora sinta-se, sinta como sua anatomia é perfeita, como sua pele é macia, eu gostaria de prová-lo Jimin, inteiro. Gostaria de deslizar minha língua no seu abdômen perfeito.

Park roçou as coxas numa agonia delirante.

- Jeon...

- Está gostando Jimin?

- S-sim... - Estava cada vez mais difícil de falar.

- Minha nossa, você é delicioso, sabia disso? Eu fico louco só de me imaginar deslizando para dentro de você. Você consegue ver? Consegue sentir? Estou aí Jimin, estou sobre você. Faça o caminho com suas mãos, faça por mim.

Sem conseguir conter, ele fez.

Desceu o dedo indicador lentamente pelo ventre e tocou sua glande com cuidado, como se apenas estivesse a conhecendo agora. 

- Ah... Jeon...

- Sim Jimin, sou eu... Mesmo distante, eu estou aí. Estou com você. Toque-se e será como se eu estivesse te tocando, porque eu estou nos seus pensamentos e não há nada de errado nisto. Experimente o que eu experimento, porque eu também me deixo dominar por você, mesmo quando estou sozinho. Agora curta-se.

O loirinho levou os dedos da outra mão que estava livre até a boca e em seguida os penetrou em sua entrada, estavam inteiramente molhados, o que fez com que o deslize ficasse ainda mais delicioso.

Seu membro pulsava e sua entrada parecia pedir que seus dedos afundassem mais, mas ele se conteve em manter o passeio.

- Onde você está se tocando, meu amor?

- Você... você deve fazer... uma ideia.

Jungkook sorriu.

- Isso Jimin, conheça seu corpo, tenha domínio sobre ele. Ele lhe pertence, e você faz com ele o que quiser. Quero que sinta prazer, está sentindo? Quero te dar prazer.

- Meu Deus...

...



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...