História Proibido - Snape e Hermione - Capítulo 7


Escrita por:

Postado
Categorias Harry Potter
Personagens Hermione Granger, Severo Snape
Tags Hogwarts, Romance, Severo Snape
Visualizações 70
Palavras 748
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Aventura, Ficção, Literatura Feminina, Magia, Mistério, Misticismo, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Violência
Avisos: Álcool, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Nudez, Sexo, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Capítulo 7 - Tudo se encaixa


- Snape, precisamos conversar.

- Entre, aqui é mais confortável para uma conversa.

Hermione entrou, se sentindo desconfortável, pois sabia que Severo iria surtar com a conversa entre eles.

- Eu vou direto ao assunto. - pensou em como começar a contar e continuou. - Lembra quando nós fomos jantar fora e quando voltamos sua sala estava aberta?

- Sim, esses cabeças-ocas do primeiro ano...

- Não. Foi Fred.

- Fred? Fred Wasley? O que ele ia querer lá? - perguntou surpreso.

- Ingredientes para Amortentia. Ele tentou me enfeitiçar. Botou em uns cupcakes, mas eu comi os que não estavam enfeitiçados.

- Por Merlin, como você descobriu isso?

- Geralmente cupcakes têm cheiro de chocolate... Esses tinham seu cheiro, pensei na hora em sua sala aberta no meio da noite. Era bem fácil juntar as peças... Seu cheiro, ingredientes roubados, Fred tentando me reconquistar, sabia que era Amortentia. Logo depois que eu comi, eu inventei um papo que iria vir 

- Eu faço questão de acabar com ele assim que encontrá-lo. Mas estou surpreso que você conseguiu perceber. Você é incrivel. - disse Snape se aproximando e abraçando a castanha em sua frente.

Hermione, ainda o abraçando, chegou aos pés de sua orelha e sussurrou:

- Eu sou uma aprendiz de incrível porque sempre prestei atenção em uma pessoa incrível... - ele se arrepiou com aquilo. - Na verdade eu não prestava atenção nas aulas, prestava atenção em você. Você não sabe o quanto fica sexy com suas roupas escuras, olhando feio para os alunos. É a minha perdição.

- Ah, Hermione... Não faz isso, é uma covardia. - e sentiu seu corpo todo se arrepiar.

- E se eu continuar fazendo? - o olhou com uma cara desafiadora.

- Serei obrigado a lhe castigar por seus atos.

Um sorriso safado percorreu o lábio dos dois.

- Então me castigue.

E o moreno juntou seus lábios. Hermione soltou um grunhido quando ele começou a beijá-la intensamente.

Os momentos que eles paravam para recuperar o fôlego, já eram o suficiente para sentirem saudades da sensação de desejo que percorria o corpo deles.

Ela realmente estava apaixonada pelo homem que estava a sua frente, e o desejo a consumia mais que tudo. Num rápido movimento com as mãos, ela lhe arrancou a camisa preta e deixou o peito de Severo nu, o que a deixava ainda mais extasiada. E ele só conseguia pensar no quanto era sortudo por estar com ela ali naquele momento. Ele tirou toda a roupa dela, que separava sua pele à dela.

Hermione estava excitada com seu castigo, e os olhos de Severo brilhavam ao ver o que estava provocando nela.

- Você realmente sabe me castigar, só seu cheiro já me faz te desejar por inteiro.

- Você ainda não viu nada.

- Isso.. pode.. melhorar?

E a resposta não veio.

Ao invés de falar, ele preferiu demonstrar como seria a melhoria que podia fazer.

Um rastro de beijos foi deixado no pescoço de sua grifana, e logo os beijos desceram para seus seios.

Ela reprimiu um grito de prazer, queria cada vez mais, e quanto mais intenso o ato ficava, mais o cabelo dele ficava bagunçado por causa de certos puxões.

- Por favor... 

- O que foi senhorita? - ele sabia o que ela queria, mas queria a ver pedindo por ele.

- Eu quero você, aqui e agora, dentro de mim.

Aquilo foi o suficiente para o levar a loucura. Ele se encaixou dentro dela, e a resposta para isso foram apenas gemidos.

Eles se sentiam completos enquanto preenchiam um ao outro. Logo aquilo foi se tornando mais rápido. Era o ápice para ambos, que se derramaram um no outro.

- Ah.. se eu soubesse que era tão bom ser castigada por você, teria aprontado mais vezes... - disse com um sorriso no canto da boca.

- Esse foi só o começo dos seus castigos, Senhorita Granger, ainda temos tempo para outros.

Hermione riu e se aconchegou nos braços fortes daquele que estava deitado junto à ela.

- Você fica linda assim, ao natural. Com essa sua carinha de cansada.

- E você é sempre lindo. Eu te amo.

- Eu também te amo Hermione Granger. - eles deram um beijo diferente, cheio de ternura, diferente do beijo que eles estavam trocando a um tempo atrás. - Espero que ninguém fique no nosso caminho. Hoje mesmo tomarei providências quanto a Fred Weasley. Ele aprenderá a nunca mais ficar em minha reta.



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...