História Proibido《JIKOOK》 - Capítulo 1


Escrita por: e Hatatakywe2

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens Jimin, Jungkook, Personagens Originais
Tags Anjos, Bangtanboys, Bottom!jimin, Bts, Demonios, Jikook, Jimin, Jimin Passivo, Jimin!bottom, Jimin!uke, Jungkook, Jungkook Ativo, Jungkook!seme, Jungkook!top, Kookmin, Sobrenatural, Top!jungkook
Visualizações 932
Palavras 2.444
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Comédia, Fantasia, Ficção Adolescente, Fluffy, Lemon, LGBT, Magia, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Sobrenatural, Universo Alternativo, Yaoi (Gay)
Avisos: Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Mais uma one marota nénom?

Desculpa qualquer erro,sempre tem :/

Boa leitura

Capítulo 1 - Capítulo único- Até o universo acabar.


Fanfic / Fanfiction Proibido《JIKOOK》 - Capítulo 1 - Capítulo único- Até o universo acabar.

Os fios laranjas batiam no vento frio daquela noite, a grama verde roçava em seus dedinhos curtos, e seu rosto delicado curtia a briza que fazia no campo abandonado. 

 

Sua roupa fininha de seda, não o protegiam do sereno,mas ele não sentia tanto frio apenas curtia a sensação de estar em mundo Humano novamente. 

 

 

O anjinho variava em seus pensamentos olhando cada estrela e cada constelação quando braços fortes o envolveram em um abraço por trás. Ele sabia de quem era aquele calor, de quem era o peitoral que acolhia em suas costas, aqueles braços que o agarraram carinhosamente o fazendo arfar manhoso.

 

 

-"Achei que não chegaria nunca"-O ruivo falou inebriado pelo calor emanado em seu redor.

 

-"Também estava louco para te ver , meu anjinho"-Jungkook apertava seu parceiro com força mas sem machucar , sua saudade era tanta, ele queria amassar seu pequeno Mochi.

 

 

-"Meu demoniosinho , está carente hoje amor"-O anjo brincou acariciando a mão grande do amado em sua cintura.

 

 

-"Eu estava sim, morrendo de saudades do meu anjo"- o moreno balançou os corpos para lá e para cá -"Eu quero beijo"-Ele cheirou afinco o pescoço do ruivo que riu com os arrepios causados em sua pele sensível.

 

 

-"Vem cá"-o ruivo virou minimamente seu tronco deixando os rostos se encontrarem.

 

Os narizes gelados se esbarraram, os sorrisos formavam em seus rostos , olharam apaixonados um para o outro vendo o amor fazer as orbes brilharem, a mãozinha' delicada do anjo acariciou o rosto do demônio , fechou seus lindos olhos antes de unirem os lábios , estes que se esbarravam delicadamente logo entre-abrindo  para que as línguas se tocassem em uma dança gelada e deliciosa.

 

 

O demônio Jungkook amava quando seu anjinho o beijava tão delicado quanto ele mesmo era, Jimin era sua maior perdição com aquele rosto macio, seus olhinhos felinos , o nariz pequeno e os lábios carnudos que o deliravam em paixão ardente. A tantos anos eles desobedeciam a maior ordem do universo, mas se nem Deus ou Lúcifer ainda não os impediram poderia se dizer que era o próprio universo os fazendo ficar juntos se amando a cada novo século que passa.

 

 

-"Eu amo tanto seus beijos, meu anjo"-O moreno se deixou deitar na grama levando o ruivo junto ao seu peitoral.

 

 

-"As estrelas daqui são mais bonitas , olha aquela constelação"-Jimin apontou com seu indicador, a cabeça repousada no peitoral do amado que o agarrava na cintura-"As três Marias , são lindas né? Ah...eu acho as estrelas tão significativas, tão romanticas"-Afundou o rosto no corpo alheio, sorrindo bobo enquanto admirava o céu.

 

 

-"Para mim é apenas gás interestelar feitos de poeira e hidrogênio"- o demônio disse ao dar de ombros.

 

 

-"Filhote de cruz credo"-O ruivo xingou ao dar um tapa forte no peitoral do outro, sua face emburrada claramente irritado-"Estragou o clima todo"-Cruzou os braços fazendo um beicinho.

 

 

O demônio desatou a rir e não resistiu  a selar aquele bico fofo que o derretia como o fogo do inferno. Jimin tinha esse poder sobre si, de o fazer cair em sentimentos carinhosos que demônios nem poderiam realmente sentir.

 

 

Se recordava de quando e como conheceu seu anjinho. 

 

 

 

•○••○•

 

 

-"Essa alma é minha , querido anjo"-O demônio Jungkook bufava no teto na casa onde enfrentava o anjo-"Pare de me atrapalhar , inferno!"-se irritou segurando a adaga contra sua própria cintura.

 

 

-"Ele é nosso protegido, a linha de vida dele ainda é bem extensa, ele tem muito o que viver ainda"-O anjo disse sem se exaltar -"Será um médico importante para essa pacata cidade e vai salvar muitas vidas"- mordeu de leve seu lábio inferior enquanto jogava seus cabelos ruivos para trás, atos que não passaram despercebidos pelo demônio a sua frente ,que suspirou fundo com a visão. 

 

-"Blábláblá"-ele zombou irritado-"Não me interessa o destino dele, meu chefe me mandou aqui, esta é minha última missão e vou faze-lo para enfim me desfazer dessa merda de trabalho de ceifador, eu vou cumprir e me livrar disso logo"- ele rodou a adaga em seus dedos longos, mas logo o anjo parou seus movimentos segurando o objeto, lhe fazendo o encarar confuso.

 

 

-"Ele não é seu último trabalho, Seu superior se enganou e eu estou aqui para lhe impedir de fazer-lo"-o anjo despojou um sorriso grandioso.

 

 

-"Qual seu nome, anjo?"-o moreno perguntou lhe olhando de canto.

 

-"Jimin. E o seu, demônio?"- e lá estava ele lambendo seus lábios grossos ,encarando o moreno olho no olho.

 

 

-"Jungkook"-Mordeu seu inferior  vendo o outro sorrir ladino, aquele anjo não era comum nem de longe, e por algum motivo muito errado estava o seduzindo com sua doçura suculenta-"Está me provocando, anjinho?"- começou a chegar mais perto do citado que não recuou.

 

 

Estavam no teto da casa de um humano, de apenas 12 anos, na calada da noite mais precisamente as 3:00 da manhã mas eles mal ligavam afinal não podiam ser vistos ao olhar humano.

 

 

-"Se eu disser que estou , você fará o que ?"- o ruivo deu dois passos até estar devidamente na frente do outro , mexendo com seus dedos pequenos na adaga do demônio.

 

-"Eu vou atacar e não no modo ruim da palavra"-Segurou firme a cintura do um pouco mais baixo.

 

 

 

E ali foi onde se beijaram pela primeira vez, sorrindo travessos com o errado que faziam naquele momento mas que pouco ligavam.

 

 

Ambos já haviam capiturado o coração um do outro em um amor proibido pelo céu e inferno.

 

•○••○•

 

-"Se lembra quando começamos a nos encontrar? Seu superior queria lhe expulsar do céu?"- o moreno disse apertando o anjo em seus braços.

 

-"Ah...me recordo, que perrengue' , ainda bem que tudo acabou dando certo no final , não poderia viver sem meu demoniozinho' manhoso"- o ruivo deu um selo no pescoço palido do parceiro.

 

 

-"Você sabe que mesmo se você fosse expulso do Céu, eu ia te amar como humano , a minha única dor seria te ver envelhecer e morrer, arg'' até arrepia imaginar te perder para sempre"-Jungkook se remexeu nervoso, fazendo uma careta desgostosa, era seu maior medo: perder seu pequeno Jiminie.

 

-"Mas...não aconteceu, e nem vai acontecer, eu vou te atazanar pela eternidade"-Jimin deu uma risada maligna vendo seu moreno rir junto-"Já faz um século e ainda virão mais"-deixou um selinho nos lábios finos do outro que apertou sua cintura.

 

-"Sim, um século e 19 anos que estamos juntos ,meu amor"- fez o outro subir em seu colo, as coxas grossas alheias enlaçadas em sua cintura.

 

 

-"Ficaremos eternamente juntos ,amor"- o Anjo apoiou as mãos no peitoral do outro -"Agora quem quer beijo sou eu"-Pediu dengoso ao moreno que sorriu suspirando, logo fazendo pedido do amado.

 

E com ele em seu colo os dois ataram a se beijar devagar,as línguas se enroscando fazendo as salivas se misturarem, as respirações pesadas se batendo causando arfares.

 

 

O ruivo riu sapeca já pensando tantas coisas que poderia fazer naquela posição, atou por começar a rebolar de forma intensa no membro adormecido do demônio, este que suspirou fundo ao sentir aquelas nádegas redondas em seu colo, afundou os dedos finos ali apertando firme as bandas cobertas pela calça de seda do outro. Ah...aquele tecido fino e molinho o permitiam sentir melhor o calor da pele alheia.

Os lábios grossos do outro se arrastaram para o maxilar de Jungkook, ali ele mordeu logo descendo a língua até o pescoço, uma chupada delicada que não causaria marcas mas que arrepiou o mais alto de modo que o fizeram fincar os dedos na cintura fina do ruivo.

 

As reboladas cada vez mais firmes e o membro do moreno começando a acordar , as respirações esquentando tanto quantos os corpos ardentes. Os dedos longos do moreno adentraram a blusa branca de seda do anjo, e antes de arranca-la totalmente do tronco do mais baixo ele arranhou a carne das costas do mesmo. 

 

 

 

Tirou a blusa levinha com a ajuda do ruivo,a jogando no mato o qual estavam deitados. Os vaga-lumes e grilos fazendo seus barulhos e luz, o local totalmente abandonado, poderiam fazer o barulho que quisessem mesmo já sabendo que nenhum humano os veriam, não podem os ouvir , eram invisiveis. Se encontram sempre no mundo humano ,haja que no inferno e céu seu amor era proibido.

 

 

O tronco de pele dourada se arrepiava com a briza fria da noite,  se contorcia com o toque dos dedos alheios do moreno tocando seus mamilos chocolates, o estimulo fez o ruivo jogar a cabeça para trás e simular quicadas no membro duro do amado que gemeu sofrego.

 

 

-"Tira a blusa também , Kookie"-o ruivo pediu entre suspiros, o moreno fez seu pedido.

 

 

Ergueu o tronco se sentando ainda com o anjo no colo, e tirou sua jaqueta e camiseta pretas, o ruivo não aguentou e com suas unhas curtas arranhou de leve o peitoral que tanto amava.

 

-"Você é tão lindo"-O ruivo elogiou recebendo um selinho em troca, seu lábio inferior foi chupado.

 

-"Não mais que você"-Jungkook atacou o pescoço de seu amado Anjo, ali mordeu devagar, beijou molhado e gelado.

 

 

Trocaram de posição , o corpo atletico de Jungkook no meio das pernas torneadas do Anjo, as bocas se encontrando em um ósculo molhado e gostoso. O quadril do mais alto simulando estocadas fazendo o outro sorrir safado no meio do beijo, os botões marronzinhos' sugados de forma delicada , os gemidos manhosos quando os dentes avantajados de seu coelhinho morderam sua pele. 

 

 

As estrelas assistiam aqueles seres se amarem de forma natural, a boca fina molhava o abdômem alheio, os fios negros de sua nuca sendo puxados , a calça clara de seda saindo do corpo delicado dando a visão do membro éreto. O moreno tratou de beijar todo o espaço da carne da coxa do ruivo, lambuzou com sua saliva e a arranhou em mordidas doloridas, com sua língua ele tocou a glande do ruivo que já tinha a respiração descompassada e que engasgou quando seu membro foi engolido pelo demônio. As sugadas lentas e fortes em seu intimo o fazem arquear as costas, as mãos grandes do mais alto agarraram sua nádega com firmeza fazendo sua glande tocar a garganta alheia, a sensação de ser engolido daquela forma trazem espasmos por todos os seus nervos, ele ama o jeito como seu demônio o afoga em pecado.

 

 

As calças apertadas de Jungkook sairam de seu corpo quando parou de agradar seu parceiro, o seu próprio membro clamava por atenção, e a entrada do anjo não estava diferente pois piscava e engolia seus dedos, dois deles eram introduzidos de forma ardiloza, preparando com carinho o ruivo que rebolava por mais contato mesmo com toda a grama rosssando seu corpo inteiro. 

 

 

-"Estou pronto amor, pode começar"-assim o ruivo pediu, e assim ele foi ouvido.

 

 

O membro grande do moreno entrou devagar e cuidadoso no interior pedinte do anjo, era errado pensar em um anjo tão entregue a um demônio pecador, mas aquela cena pecaminosa acontecia quase como um ritual sempre que se viam e se viam com certa frequencia, e até as vezes a situação era trocada, onde o demônio se deixava ser dominado por seu serzinho celestial. 

 

 

 

A primeira estocada veio de forma certeira, já de cara acertando o ponto favorito do ruivo, sua garganta arranhada pelo grito manhoso que soltou, e este não foi o último pois logo recebeu diversas e diversas estocadas gostosas em sua íntimidade, o seu amado sabia como o enlouquecer, lhe acertando com tanta precisão e firmeza, sua paredes apertavam propositalmente o membro teso alheio arrancando gemidos bonitos do moreno que o socava sem dó pois sabia que ali só havia prazer.

 

 

As posições foram trocadas, o Anjo por cima pronto para rebolar em deleite no colo que o preenchia, era ele quem comendava indo até onde queria, usando a velocidade que bem entendia, enlouquecendo o demônio que não aguentou muito tempo já se sentando para alcançar o pescoço dourado de seu amado, chupava doloridamente , deixando roxos sem fim, uma galaxia só deles, suas costas doiam com as unhas do ruivo que o arranhava deliciosamente. 

 

 

Tirou o menor de si, o fazendo ficar de quadril empinado para si, e com uma estocada ele entrou novamente no interior alheio, as costas do ruivo se arquearam, e um grito foi ouvido, os gemidos não saiam da boca de ambos desde que aquela brincadeira errada começou. Os movimentos eram tão certeiros e rápidos , o som das peles se chocando em uma clássica música pecadora, as mãos acertaram em cheio as nádegas do passivo, um aperto gostoso como tudo que acontecia ali. 

 

 

Novamente a posição mudou, e novamente o mais baixo tinha as pernas em volta do moreno , face com face, lábios nos lábios, um beijo cheio de amor.

 

 

Sim aquilo era errado para os Céus e para o Inferno, para os humanos preconceituosos também pois se pudessem ver -mesmo que ali fosse devidamente abandonado- eles julgariam dois homens amando, para eles aquilo seria uma forma do diabo afetar o mundo com pecado e coisas horrorosas, mas o próprio demônio Jungkook via aquilo tudo como o certo pois não era nada mais que amor, puro amor.

 

 

Sem aguentar mais eles se desfizeram, o ruivo nas mãos grandes que estimulavam seu membro e o moreno em seu interior judiado. 

 

 

-"Eu te amo tanto , Jungkook enfrento tudo por você, por nós eu juro"-Jimin falou abraçando o moreno que ainda se conectava a ele e ainda estava por cima-"Mesmo que seja errado, mesmo que seja pecado; eu vou te beijar com todo o doce de meus lábios"- o anjo o beijou em um selinho amoroso ao que começava a tão conhecida declaração exclusiva dos dois.

 

-"Eu vou te guardar em meus braços com todo meu calor!"-Jungkook continuou apertando Jimin em seus braços ao terminar de receber o beijo.

 

 

-"Eu vou te amar com todo meu ser, mesmo que isso irrite o Céu"-Falaram em unissoro mesmo que atrapalhados-"O inferno e a Terra"-Olharam um nos olhos do outro sorrindo verdadeiramente -"Eu vou te amar até o universo deixar de existir!"-Se beijaram apaixonadamente.

 

 

 

Eles são apaixonados um pelo outro, e não á nada de errado nisso, são um casal como qualquer outro, assumidos ao céu e inferno ou não eles se amam, mesmo sabendo o quanto os outros vão achar errado, mesmo sabendo o quanto é difícil viver as escondidas, longe de todos os olhares, pois se o universo souber vão receber todo tipo de ameaças, então vivem nas escuras.

 

 

 

Mas se amam , se desejam, se tocam, se dão carinho e prazer, lutam um pelo outro pois sentem algo muito forte um pelo outro e sempre vão sentir. 

 

 

Mesmo que isso irrite céu e inferno, até o universo deixar de existir!


Notas Finais


Vizite meu perfil lá encontrará muitas fics Jikook para vc

Fluffys,hots, romanticas, lemon, sem lemon ,fic em andamento e muito mais ^^

↓↓↓↓↓
https://spiritfanfics.com/perfil/hatatakywe
↑↑↑↑↑

Eu te beijo com carinho♥♥


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...