1. Spirit Fanfics >
  2. Project - 404 >
  3. Pirulitos e Cigarros pt.2 (Elfie I)

História Project - 404 - Capítulo 7


Escrita por:


Capítulo 7 - Pirulitos e Cigarros pt.2 (Elfie I)


Fanfic / Fanfiction Project - 404 - Capítulo 7 - Pirulitos e Cigarros pt.2 (Elfie I)

Elfie

 

Renata deita ao seu lado na cama, ofegante como se tivesse cruzado a cidade á pé. Ela se levanta revelando seu belo e pálido corpo nu. Elfie ascende um cigarro para fumar, enquanto Renata procurava suas roupas.

- Você vai mesmo se encontrar com aquele idiota? - Ele pergunta, mas já sabia a resposta.

- Vou - Ela responde friamente, parecia não aguentar mais a implicância de Elfie - E já chega dessa teu rancinho com o garoto, ele não te fez nada - Ela falava enquanto vestia a regata.

Elfie inala a fumaça azulada e depois á solta - Não é ranço - Inala e solta mais um pouco - Eu só não acho que você precisa sair com ele. Cara, ele é todo esquisitão com aquele tapa olho... parece um pirata - E voltou á tragar.

- E isso só o deixa mais atraente - Ela coloca o casaco e pega sua bolsa - Tipo, algo diferente... Exótico...

- Não sabia que você gostava de exóticos.

- E não gosto, mas é que esse chamou minha atenção - Ela sabia que ele estava incomodado, e mesmo assim continuou - Eu acho que gosto dele - E terminou a frase com um sorriso provocador - Agora vai se arrumar - Ela joga a cueca de Elfie na cara do mesmo - Depois te conto como foi meu encontro - E vai embora aos risinhos.

Elfie tira a cueca da cara e apaga o cigarro. Ficou um tempo deitado na cama com a memória do dia anterior na cabeça. Havia chegado tarde em casa e bêbado, e seu pai lhe recebeu com um soco no rosto.

- SEU INÚTIL! Morro de tanto trabalhar, fico o dia inteiro naquela merda de construtora pra chegar e ver a casa suja porque o meu filho tava vagabundeando num bar.

Naquela noite, Elfie teve que passar a madrugada limpando a casa e com o rosto dolorido. Mas pelo menos conseguiu tirar um tempo para ler um gibi e descansar. Agora tinha que se arrumar para ir ao colégio, mesmo com um machucado no rosto, e se faltasse ganharia outro. Se levanta e veste sua cueca, vai ao banheiro para mijar e depois escova os dentes. Veste as roupas de sempre, calça jeans escuras e uma camiseta branca com uma jaqueta preta. Já estava pronto.

O dia no colégio foi longo e tedioso, mas boa parte das aulas passou dormindo em sua carteira. Os professores nem chamavam mais sua atenção, já virou rotina dizerem que ele não possuía chance alguma de passar. Naquele dia em especial, havia chegado atrasado e todos olharam para seu ferimento. A professora de biologia até se preocupou em perguntar, mas Elfie deu a mesma resposta de sempre.

- Me envolvi em brigas - Ela não perguntou mais nada depois disso e Elfie foi para o seu lugar.

Depois da aula, Elfie andava pelos becos do subúrbio, voltando para casa, quando se deparou com três garotinhas discutindo com uma outra.

- Você é feia - Dizia uma das três - Nunca vai conseguir namorar o Ronaldinho - E as outras duas concordaram.

- Sua mentirosa, invejosa, recalcada - A garota alvo retrucou e partiu pra cima da garotinha que havia a chamado de feia.

Nesse momento Elfie decide intervir.

- Ei ei ei! - Elas se afastaram - Vocês são tão covardes a ponto de bater em uma garota sozinha.

- Essa vacabunda que começou - disse uma das três.

- Não interessa! Vocês então em maioria - Elfie disse firmemente - Agora vazem daqui as três!

E elas obedeceram sem hesitar. Elfie se abaixa pra falar com a garotinha.

- Por que elas estava te perseguindo?

- Minha mãe disse pra não falar com estranhos

- Eu te dou cinco reais - Ele pegou o dinheiro do bolso.

- Feito - Ela pega o dinheiro logo quando o vê - Aquelas piriguetes tão com inveja de mim, porque o Ronaldinho deu atenção pra mim e não pra elas.

- Nossa, só por causa disso... – Elfie não entendia o sentido de começar uma briga por algo tão irrelevante – Cadê seus amigos?

- Todos lá na escola me odeiam, mas eu não ligo.

A situação da garota deixa Elfie um pouco tocado, então decide perguntar - Você quer companhia até sua casa?

- Pode ser - A garotinha parecia ser meio asiática com um sorriso com duas janelinhas - Inclusive meu nome é Layssa, tenho duas janelinhas, uma o dente caiu e a outra eu quebrei em uma briga...

E daí em diante a garota não parou mais de falar. Quando chegou em sua casa, Layssa apresentou Elfie para sua mãe, que não foi nem um pouco com a cara dele. Elfie prometeu ela Layssa que se encontrariam no mesmo beco algum dia, mas sua mãe religiosa o expulsou antes de se despedirem, pois percebeu que Elfie cheirava à droga. Elfie saiu da casa rindo, debochadamente, dos xingos da mulher histérica, que alternava do palavrão ao nome de deus.

No dia seguinte, já no colégio, Elfie foi chamado para a pedagogia. Lá estava a pedagoga Lucia, uma mulher de cabelo escarlate com uns cinquenta na e cara de quem fugiu do hospício.

- Olha, você é péssimo em todas as matérias, chega atrasado e só sabe dormir em sala de aula - Ela falava com tanto descaso que fazia parecer que Elfie era um pedaço de bosta - Um caso perdido. E se continuar assim vou ter que notificar o seu responsável.

Elfie não estava dando a mínima para o que ela falava, até tocar no assunto responsável.

- Ele não precisa saber de nada - Elfie deixava um certo tom de desespero em sua voz - Se quiser me castigar ou me entregar pro colégio militar eu não ligo.

- Eu não vou te castigar e nem nada. Também não vou notificar seu responsável - Ela pegou um papel de uma gaveta - Aqui tem a informação de vários alunos que estão indo bem - Ela deixou uma mexa de cabelo ruivo cair sobre seu rosto, não é á toa que é conhecida como a bruxa vermelha - Você está em um novo programa de reforço do colégio, escolha um aluno dessa lista para te ajudar nos estudos para o resto do ano letivo.

Na lista havia vários nomes de alunos de sua sala, desde os mais nerds até os que tinham notas razoavelmente boas. Mas de todos só um chamou a atenção de Elfie.

 - Este aqui - Apontou - Ythan Heroux.



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...