História Project Bangtan Boys - Capítulo 2


Escrita por:

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens Jeon Jungkook (Jungkook), Jung Hoseok (J-Hope), Kim Namjoon (RM), Kim Seokjin (Jin), Kim Taehyung (V), Min Yoongi (Suga), Park Jimin (Jimin)
Tags Hoseok, Jimin, Jungkook, Menção A Monstax, Menção A Seventeen, Menção A Shinhwa, Menção A U-kiss, Namjoon, Poderes, Seokjin, Yoongi
Visualizações 14
Palavras 1.476
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 16 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Comédia, Drama (Tragédia), Esporte, Famí­lia, Ficção Adolescente, Fluffy, LGBT, Literatura Feminina, Luta, Magia, Mistério, Romance e Novela, Shonen-Ai, Sobrenatural, Suspense, Terror e Horror, Universo Alternativo, Violência
Avisos: Bissexualidade, Homossexualidade, Linguagem Imprópria, Mutilação, Tortura, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Ado ado quem ler esse capítulo é viado!
Brincadeira gente jxkakkxnakd

Mano, amei escrever esse capítulo e espero, de coração, que vcs peguem rancor dos personagens aqui presentes :3

Agora aproveitem a leitura e desculpa a qualquer erro ortográfico ou incoerência, mesmo revisando mil vezes algo ainda escapa :3

Capítulo 2 - Prodígios


Após um longo dia de aulas teóricas e práticas - aula do professor Heechul que os diga -, todos estavam em seus quartos, muito bem alimentados e de banhos tomados, prontos para dormirem e acordarem no dia seguinte com as energias renovadas para as próximas aulas. Alguns mau encostaram nas camas e já estavam em um sono profundo que nem o fim do mundo iria conseguir acorda-los - Yoongi fazia parte desses alguns -, outros ainda demoraram em pegar no sono; como o caso de Hoseok, que por ser noite de lua cheia, seu lobo interno estava agitado e frenético.

Mas em um todo, todos os jovens e crianças tinham se entregado aos braços de Morfeu, assim indo para o mundo dos sonhos que estariam repletos de acontecimentos de mais cedo. No entanto, aquela madrugada não estava sendo calma fora dos muros do colégio, algo de ruim acontecia ali perto, mas especificamente na floresta Golden.

Dentro da floresta acontecia um terrível duelo, tinha corpos ensanguentados por todo os lados, gritos de horrores podiam ser ouvidos ecoando por toda a floresta, os choros estridentes de crianças e bebês, mães pedindo clemência para que seus filhos possam ser poupados e correria para que se salvassem, porém nada adiantava; o fim sempre seria o mesmo.

- Não por favor... Deixe meu filho... Por favor, eu lhe imploro... - Dizia a mulher metade lobisomem aos prantos agarrada fervorosamente há um garotinho de aproximadamente três a cinco anos de idade. - P-por favor...

- Oh, claro, claro, irei deixá-lo sim. - Sorriu cínico o homem alto de pele morena e olhos vermelhos escarlate. - Depois que eu vendê-lo e conseguir uma alta grana por um filhote de lobisomem!

- Não! Dojun! Meu filhote! Não! Dojun! Devolva meu filhote! - Implorava a mulher que tentava se levantar aos tropeços. Seu belo rosto todo sujo de terra e sangue de seu marido, que morreu tentando lhes salvar. - Devol--

- Um barulho de tiro vindo por de trás da mulher foi o quarto - se não o quinto ou décimo - barulho que o pobre garotinho mestiço escutou, assim abrindo o berreiro novamente. A criança chorona foi posta nos ombros enquanto o homem ria e o outro atirava mais vezes no corpo estirado na terra. Aquilo divertia os caçadores, saqueadores e assassinos da FireHawks. Ver todos aqueles corpos jogados e mutilados, escutar os gritos de agonia, sofrimento e dor lhes divertiam em proporções imagináveis.

- Ah chefe, nem deixou eu brincar um pouco com ela. - Reclamou em uma falsa tristeza o homem moreno. - Ver ela implorar e por fim mata-la!

- Estamos aqui em busca daqueles garotos. O nosso cliente deixou claro que queria um mago e um controlador de demônios em seu exército. - Ralhou olhando com desdém para o capanga. - E ela não nos daria a informação.

- Eu sei chefe, mas é que--

- Sem mais Paul! Agora de um jeito nesse pirralho. - Ordenou o homem se afastando olhando ao redor.

Seu cliente tinha sido meticuloso ao pedido. Encontrar dois garotos em específico que tinha uma grande capacidade em controlar seus poderes desde que tinham três anos de idade, os garotos eram uns prodigios dos tempos atuais. Nenhum adulto tinha total controle de seus poderes como aqueles garotos tinham. Eles nasceram com um dom nato!

- Chefe, encontramos dois garotos mais ao leste quase saindo da floresta. - Relatou uma saqueadora. Ela tinha os cabelos curtos no estilo pixie de coloração azul, sua pele branca refletia na luz do luar e suas íris douradas transmitiam a loucura que era sua mente. Seu nome, Kim Dean.

- E o que vocês estão esperando!? - O berro do homem sobrepôs-se dos diversos gritos naquela imensa floresta. - A ordem é clara seus inúteis! Capturem os pirralhos e os levem para a mansão Choi! Andem seus merdas!

- Mas chefe... - Tentou falando baixo Dean.

- Mas o que Dean!? Mas o que porra!! - Gritou enfurecido. Suas íris mudando de verdes para vermelho-sangue, um claro alerta que estava possesso. - Desembucha!!

- E-eles estão entrando no c-campo de proteção do HLPS...

O homem olhou para a garota - que não tinha nada mais e nada menos do que quinze anos -, ele segurou com força o rosto da jovem, deixando marca dos seus dedos na bochecha alva da menina. A dor era insuportável, mas teria que se fazer de forte para não levar punição de seu superior.

- Qual a parte do "capturem os pirralhos e os levem para a Mansão Choi" que você não entendeu, Kim Dean, hm? Diga-me! - O homem sacudia a garota apenas com uma mão.

- N-nenhuma chefe... - Respondeu assustada. As mãos do homem coçavam para queimar aquela garota viva, mas precisava dela. Precisava dos poderes de destruição e manipulação da garota. - I-irei mandá-los atrás dos garotos imediatamente!

O homem soltou o rosto da jovem - que caiu em um baque surdo na terra - enquanto se afastava. A garota se recompôs e saiu correndo na direção que, minutos atrás, ela tinha vindo; pelo caminho ela gritava para seus parceiros seguirem e pegarem os garotos custe o que custarem, quem que seja preciso invadir os arredores do HLPS; eles tinham que pegarem os pirralhos, eles valiam ouro para o chefe.

Os garotos faziam de tudo para se salvarem, restava pouco para chegarem - definitivamente - no HLPS, eles tinham que ignorar as dores, eles tinham que ignorar os ferimentos causados pelo o ataque surpresa do FireHawks e revidar cegamente os ataques vindo pelas costas. Eles tinham que ignorar para ficarem salvos, para ficarem vivos! Aquele colégio era a única salvação deles.

- Não para Kook! Continua correndo! - Gritava o mais velho fazendo gestos com as mãos, assim invocando diversos demônios que não duravam muito contra as balas batizadas dos inimigos. - Merda! Merda!

- Hyung! - Exclamou Jungkook caindo quando viu um monstro submergir do chão.

A criatura tinha seu corpo perfeitamente redondo e cor de rosa, ela não tinha olhos, apenas duas grandes e horrorosas fendas nos lugares dos globos oculares, suas mãos tinham grandes garras em forma de cone - sendo que as pontas eram extremamente afiadas e mortíferas -, sua boca era imensa; as laterais chegavam a da voltas, mas ela não estava aberta. A cada passo que a criatura dava, podia se ouvir barulhos vindos de dentro do seu grande corpo redondo, se fossem parar para escutar bem, pareciam gritos horrorizados, gritos de terror; isso causou arrepios por todo o corpo de Jungkook.

Jungkook olhava fixamente para o monstro cor de rosa, o garoto estava completamente sem reação e não sabia se o monstro era fruto de sua magia ou da do Taehyung, mas ele rezava para que ela fosse inofensiva. Ao menos para si e Taehyung.

- Jungkook! - Berrou Taehyung invocando Pishacha. Um demônio humanoide de pele escura com veias saltadas por todo o seu corpo que logo se tornou invisível, o único rastro deixado pelo demônio; era os corpos caídos sem suas almas. - Você está bem?

- Tae... - Apontou Jungkook quando o mostro parou diante deles e abriu a enorme boca.

O movimento fora rápido e o golpe também.

O monstro cor de rosa simplesmente devorará em uma bocada só Jungkook e Taehyung, porém, nesse intervalo, a pessoa que gritava de dentro do monstro atingiu tons gravíssimos, assim, fazendo os membros restantes desmaiarem. Pela parte de dentro do monstro, tinha um homem de cabelos castanhos, rosto angelical e sorriso encantador que olhava para os dois garotos que pareciam perdidos, confusos e muito assustados.

- Não temam, eu sou o professor Kevin Woo do High level Powers School. - Começou em um tom suave, precisava que os garotos ficassem menos ariscos. - Eu não irei fazer mau a vocês.

Os garotos ainda olhavam desconfiados de Kevin. Kevin suspirou, teria que ter muita paciência para conseguir a confiança dos garotos.

- Os alarmes soaram pelo o colégio indicando que estavam invadindo as propriedades, mas quando vimos pelas câmeras de segurança e satélite o que de fato estava acontecendo, não conseguimos ficar parados, tínhamos que fazer alguma coisa! - Explicou Kevin em tom de lamentação. - Sinto muito pelo o que aconteceu com seus...

- Familiares... - Arriscou Jungkook, mesmo que ainda estivesse desconfiado.

- Sinto muito mesmo, mas, aqui, vocês estariam sãos e salvos. Eu prometo. - Disse Kevin com uma expressão séria no rosto olhando para os garotos.

- A última pessoa que disse isso para o chefe Minjun, fomos atacados na floresta Golden! - Se exaltou Taehyung com os olhos furiosos. - E agora nossos familiares e pais estão mortos! Mortos!

Kevin não falou nada, o garoto tinha seus motivos para desconfiar e ele sabia que iria demorar para conquistar a confiança de Taehyung; mas ele não iria desistir tão fácil. De eato, aquela madrugada não fora calma e tranquila como desejavam.


Notas Finais


Talvez eu vá trocar a sinopse, pois, como puderam ver com esse capítulo, a história tá indo para um caminho que eu tô me orgulhando e muito, mas, oh, é um talvez :3

Oh, guardem o nome de Dean, ela é essencial aqui meus queridos

Mano, o monstro cor de rosa é um tipo de metal que tem grafeno. Vou deixar o link do site de onde peguei oh.

https://super.abril.com.br/tecnologia/cientistas-criam-material-10-vezes-mais-resistente-que-o-aco/

Ah, e não, eu não inventei o Pishacha. Irei deixar o site de onde peguem ele aqui tbm.

https://www.megacurioso.com.br/religiao/45686-sinistro-alguns-fatos-sobre-lucifer-e-outros-reis-do-inferno.htm

Mas e aí? Como tá o ódio de vocês pelos FireHawks? Deve tá disparado hehehehe

Bom espero que tenham gostado e que o final não tenha saído do foco inicial, pq o sono me pegou logo no finalzinho do capítulo KKKKJJ

Até povo :3


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...