1. Spirit Fanfics >
  2. Project Down Vol.4 >
  3. O Ataque da Umbu Parte 1

História Project Down Vol.4 - Capítulo 12


Escrita por:


Capítulo 12 - O Ataque da Umbu Parte 1


Fanfic / Fanfiction Project Down Vol.4 - Capítulo 12 - O Ataque da Umbu Parte 1

Syrus continuava a provocar Silas e os outros batendo as garrafas e novamente os chama para briga.

Syrus: Projects, por que vocês não vêm aqui brigar hein?...

Brenner: O que ele está fazendo?

Silas: Provavelmente ele viu Warriors e está fazendo isso para nos provocar achando que todos somos Projects.

Natsumi: E o que vamos fazer?

Syrus: Ah qual é Projects, por que vocês não vêm logo brigar hein? - Ainda batendo as garrafas.

Silas: Vamos brigar – Diz respondendo a Natsumi.

O líder Project utiliza sua velocidade para pegar Syrus de surpresa e o segura pela camisa o levantando meio metro do chão assustando as pessoas em volta.

Silas: Não queria briga? Acho que acabou de arranjar uma.

Natsumi: O que foi isso cara? – Diz após atravessar as duas ruas da avenida junto de Brenner depois de algum tempo.

Syrus: Como eu disse, vamos brigar sacou...

De repente um buraco se abre no chão abaixo de todos e logo eles param em algum local pertencente ao território Acéfalo. O portal se abre a dois metros do chão e os três caem no chão, menos Syrus que cai de pé e logo continua batendo as garrafas.

Syrus: É engraçado como é fácil atrair as pessoas provocando elas, não é hermano...

Rocso: Deveras acho engraçado - Chegando com duas pessoas amarradas e com sacos de pano em suas cabeças.

Silas: Rocso seu desgraçado.

Rocso: Vi que conheceu meu hermano Syrus – Diz tirando os sacos das cabeças dela.

Após Rocso tirar os sacos das cabeças as pessoas se revelam Maria Heloiza e Ananda Ishida. 

Syrus: Tá bom, eu saquei que sequestro e essas coisas e tal é muito clichê, mas quem aqui não gosta de um bom clichê - Diz dando um tapa na cara de Maria.

Silas: Seu...

Syrus: Sabem contar seus otários? Acho que o mundo pode ser de vocês se souberem contar. Somos dois Umbus, duas sequestradas e apenas um Project...

Brenner: Vamos lutar ao lado dele.

Syrus: Sinceramente trouxe vocês aqui apenas pra compor o público, mas se quiserem acabar mortos eu não me importo sacou?

Naquele momento Rocso empurra as duas para baixo fazendo-as ajoelhar e isso acaba as machucando os joelhos.

Rosco: Ae Syrus fiquei sabendo que elas são duas melhores amigas que amam e beijaram o mesmo cara kkkk

Syrus: O quê? Não me diga que é o...

Rosco: Ele mesmo kkk.

Syrus: Saquei kkk, enfim Silas me diga, qual das duas você gosta mais, a ruivinha gostosa?... Ou a zé droguinha k-poper?... A que você escolher vai viver mais kkkk.

Neste momento Silas perde a paciência e libera uma quantidade enorme de energia que emana de seu corpo a ponto de danificar o asfalto abaixo dele.

Silas: Eu tenho uma proposta melhor, qual dos dois vai querer viver 1 minuto a mais...

O líder Project ativa a segunda fase dos olhos dos filhos de Uchida e parte para cima dos dois e logo Rocso parte para cima dele também até se encontrarem com Silas socando e Rocso se defendendo.

Enquanto isso no mesmo local da luta entre Kauê e Akihito, Carina defende as flechas de energia de Ana Heloíza que devido a sua velocidade vai variando rapidamente os locais dos ataques.

Enquanto isso Lisandra tenta esmagar Carina com sua telecinese, mas graças a barreira de vento ela não é atingida por isso.

Arisato: Estou me sentindo um inútil aqui – Diz com os seus olhos ativados.

Lisandra: Tenta achar uma brecha na defesa dela.

Ana Heloíza: Molte Frecce – Diz parando em um canto e fazendo pose.

Com apenas um disparo várias flechas de energia espalhadas que atingem a barreira de vento de Carina.

Carina: Não vai funcionar – Diz expandido a barreira de vento para pressiona-los.

Ana Heloíza: Aé?

Ana concentra suas flechas todas para apenas um único ponto e a quantidade delas vai começando a criar uma pequena brecha na defesa de Carina.

Carina: Merda – Em pensamento - Guerriers du vent... - Dizendo alto

De repente algo atinge Ana Heloíza e Lisandra que caem no chão, mas quando ia atingir Arisato ele desvia e logo uma grande ventania começa a emanar de Carina, porém Arisato percebe que há mais três fluxos de vendo além do principal.

Arisato: Guerriers du vent? Ela deve ter criado algo com o vento semelhante a guerreiros ou algo assim...

De trás e dos lados ataques de vendo vem em direção de Arisato que desvia pulando para o alto, mas logo Carina utiliza uma de suas técnicas.

Carina: Souffle Divin...

O sopro de Carina vem como a força e ferocidade de um tornado e atinge em cheio Arisato que ainda estava no ar e cai com força de costas no chão. Carina percebe que Ana Heloíza começava a se levantar quando faz outra técnica.

Carina: Sphère Venteuse...

A garota Umbu crua uma esfera concentrada de vento onde há a força de um tornado categoria f1* e com ela atinge Ana Heloíza que desmaia na hora.

Carina: Essa foi a Sphère Venteuse mais fraca que já criei e você desmaia mesmo assim?

Lisandra: Por que vocês estão fazendo isso? - Diz se levantando.

Carina: Ai são sempre as mesmas perguntas "piqui vicis isti fizindi issi?", vocês se acham a última bolacha do pacote meu, por algum acaso já enfrentaram adversários como nós não?

Lisandra: Na verdade não... Nem mesmo o Vigia e nem a Anomalia Problemática nos trouxeram tantos problemas quanto vocês.

Carina: Então digamos que somos um vírus comum por aí nesse mundo e se quiserem sobreviver terão que adquirir anticorpos...

Enquanto isso no Jardim Costa e Silva, Akihito brincava com a mente de todos ali e Kauê pouco consegue ser efetivo pois se preocupa com os moradores ali perto.

Gabriel Kauê: Lilbert precisamos ir para um local sem ninguém...

Lilbert: Pode deixar...

Todos tocam em Lilbert que os puxa até Victor e Akihito que Andressa e Lídia os tocam e assim Lilbert os teletransporta para uma grande área aberta no vale do quilombo na área continental de Santos ligeiramente perto do território Acéfalo.

Gabriel Kauê: Quando eu disse sem ninguém não imaginava isso, onde a gente tá.

Lilbert: Vale do Quilombo.

Andressa: E por que aqui? Não tem gente?

Lilbert: Não nessa parte

Lídia: Na verdade vejo casas ao longe, mas acho que aqui vai dar

Gabriel Kauê: Quando veio aqui pra nos trazer agora?

Lilbert: Quando eu sumo as vezes eu to explorando para caso precisemos em casos como esses.

Victor: Já decidiram o que fazer ou não?

Lilbert: Já sim, vamos lutar aqui

Akihito: Ótimo, vamos continuar.

Akihito faz todos verem vários dele ao redor deles, mas Lilbert senta em posição de meditação o que confunde a cabeça de Akihito e logo Lilbert levanta e como um relâmpago soca o estomago de Akihito, porém antes que consiga fazer isso Victor aparece e fica na frente dele, assim Lilbert soca o estomago de Victor que pouco sente o golpe.

Lilbert: Belo reflexo, mas... Bola de energia

Da mão que estava no estômago de Victor, Lilbert faz uma bola de energia que joga Victor para longe. Em seguida Akihito tenta entrar na mente de Lilbert para engana-lo com seus truques mais uma vez, porém Lilbert se mantem firme e Akihito se assusta.

Akihito: Ah merda, eu sabia que não deveria te enfrentar...

Lilbert começa a socar Akihito que pouco pode fazer perante os ataques de Lilbert, porém Victor aparece e agarra Lilbert o jogando no chão, porém eram só pedras e ao olhar para frente vê que Ramon havia feito uma ilusão.

Ramon: Percebi que vocês têm seu próprio ilusionista e sempre reclamam que eu faço p#[email protected] nenhuma, mas acho que vou ter um imenso prazer em participar dessa vez.

Ramon pega suas cartas e joga sete ao redor de cada um dos dois, em seguida ele levanta suas mãos e as cartas pegam fogo e começam a circular desenfreadamente atingindo várias vezes Victor e Akihito, porém de repente as cartas somem se mostrando uma ilusão e eles percebem que estão diante de várias pétalas que pegam fogo instantaneamente.

Lídia: Flor Vermelha do Caos – Diz segurando a mão de Kauê.

As pétalas avançam contra eles e Victor se coloca na frente sendo severamente queimado e cortado pelo ataque conjunto de Lídia e Kauê, porém como um grande pulso todos ao redor são empurrados para longe e Victor aparece pleno diante deles.

Victor: Há muito mais em mim do que podem imaginar...

Akihito: Vai mostrar sua verdadeira forma Victor?

Victor: Não, não é o momento ainda.

Andressa: Verdadeira forma? Eu sinto o grande poder oculto que esconde, qual tipo de forma ele esconde?

No território Acéfalo, Silas troca socos com Rosco em altas velocidades, porém o gangster Umbu começa a se esquivar dos ataques e acertar suas garras no líder Project. Silas então começa a utilizar as técnicas aprendidas no caratê para tentar se defender e contra-atacar, mas Rocso segura o líder Project e o derruba o imobilizando no chão.

Rocso: Admito que está mais forte, mas estou decepcionado se for só isso.

Silas em um golpe sujo morde o braço de Rocso que o solta e leva uma cotovelada no estômago e em seguida um chute que o faz parar longe. Enquanto Rocso ainda está em movimento após o chute Silas atira uma rajada de energia em direção a ele, porém Syrus aparece e desvia o ataque.

Syrus: Minha vez sacou...

Syrus cria uma bola de energia maior que as rajadas de Silas e joga em direção ao Project, mas Brenner aparece e estala os dedos e com a pressão rompe a bola de energia e continua indo em direção a Syrus que é salvo por Rocso, porém no caminho estava Maria Heloíza que é salva por Silas que a pega em seus braços e a salva.

Maria: O-obrigada – Diz, mas Silas nem a olha.

O líder Project deixa a garota no chão e parte para cima de Rocso e novamente há uma troca de socos e chutes com vantagem para o gangster da Umbu que se mostra mais ágil e esguio que seu adversário mesmo sendo ligeiramente mais lento. Após isso os dois seguram as mãos e começam a se empurrar a partir delas.

Rocso: Você não cansa de ser previsível cabrón?

Silas: Sinceramente, não...

Silas ao invés de empurrar ele puxa Rocso que por causa da pressão por empurrar e pela força do puxão de Silas vai com tudo pra frente. O líder Project desvia seu rosto, mas acerta o joelho no estomago de Rosco e depois segura seu pescoço e com a outra mão acerta uma rajada no peito de Rocso o fazendo parar longe.

Rosco: Choufg – Tossindo sangue – Namoral, foi bom esse ataque, mas poderia ter poupado a camisa – Diz olhando mais uma de suas camisas rasgadas – Bom, pelo menos essa era piratona kkkk.

Enquanto isso Syrus e Brenner duelavam e o garoto que sonha em ser policial tentava manter seu adversário gangster a distância, mas Syrus ao perceber isso joga uma das garrafas em Brenner que destrói com a pressão de seu estalo, porém Syrus dá uma rasteira nele que o derruba e em seguida chuta o estômago dele tão forte que o faz vomitar.

Aproveitando a confusão Natsumi solta Nana e Maria e tenta conduzi-las sorrateiramente, mas logo Syrus percebe.

Syrus: Aonde pensam que vão - Diz aparecendo de repente na frente de Nana e Maria.

Natsumi atira uma pedra em Syrus que desvia sem nenhuma dificuldade, mas era uma distração para a garota amazonense o socar no rosto, porém o gangster Umbu nem sofre qualquer tipo de dano.

Syrus: É sério isso chica?

Natsumi: Sorpresa cabrón...

Neste momento o dedo indicador da mão esquerda de Natsumi toca o peito de Syrus que imediatamente começa a sentir muita dor, mas tanta dor que ele cai no chão agonizando enquanto Natsumi continua a conduzir Ananda e Maria Heloíza para longe do local.

Syrus: Perra... Bruja... AAAARG – Se contorcendo de dor... 

 



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...