1. Spirit Fanfics >
  2. Projeto Apocalipse Z >
  3. Escola Da Morte, Início da Discussão

História Projeto Apocalipse Z - Capítulo 3



Notas do Autor


Aqui a tensão começa, o trio vai atrás de Emma, mas só encontram zumbis e... desavenças.
Duas músicas pra fazer parte de uma playlist Vírus Z:

Sympathy For The Devil - The Rolling Stones
Don't Stop Me Now - Queen

Capítulo 3 - Escola Da Morte, Início da Discussão


Fanfic / Fanfiction Projeto Apocalipse Z - Capítulo 3 - Escola Da Morte, Início da Discussão

- Que merda! – Exclamou Oliver. – Peguem as armas! – gritou ele.

Sarah e Alex saíram em disparada e pegaram cada um uma arma calibre 22. Não faziam a menor ideia de como usá-las e então deram a Oliver, mas este as largou para pegar uma espingarda calibre 36 e começou rapidamente a colocar os cartuchos. Alex correu atrás de facas e achou uma bela Jagdkommando Tri- Dagger! Sarah ficou olhando os dois; Oliver deu o primeiro tiro num zumbi que perdeu a cabeça com a potência da arma, Alex furou o meio da testa de um morto-vivo, fazendo-o sangrar até cair no chão. Ele havia amado aquela faca! Sarah começou a juntar as sacolas de arma e saiu correndo pelos fundos da loja, chamando depois o filho.

- Alex! – gritou ela, enquanto o menino furava mais zumbis e os fazia sangrar. – Vamos embora.

Oliver, que já havia gastado todos os cinco cartuchos e matado seis zumbis – ele atirou em um, mas a bala havia atravessado a cabeça do zumbi e acertado outro –, então saiu correndo e puxou Alex. Eles correram pela porta dos fundos e os mortos os seguiam, tropeçando, caindo de barriga e tudo o mais. Oliver parou e olhou uma alavanca que fechava o portão; puxou a alavanca, fazendo o portão se fechar em cima da cabeça de um motorista zumbi caído. Os outros zumbis, que eram apenas cidadãos comuns batiam no portão enquanto ele pressionava o pescoço do caminhoneiro! Apertou, apertou e apertou, até que... Chech! A cabeça saiu rolando até os pés de Alex, que deu um grito e chutou ela como uma bola.

- Vamos embora! – Gemeu Sarah, que correu. Eles rodearam a loja e foram parar na frente, contudo, mais de doze zumbis famintos estavam encostados ou perto do Jeep Compass de dela. – O que fazemos? – Tremeu ela.
- Me dê uma arma Alex. – Falou Oliver impávido.

Alex passou o mesmo calibre 22 que iria a usar para o amigo, que o olhou com reprovação, um olhar de “está falando sério?” que só ele sabia fazer. Mesmo assim, se levantou e começou a atirar, miolo para todas as partes! Ele atirou num extintor de incêndio que ficava do lado de fora da loja de armas. Matou exatamente oito zumbis e correram até o carro, jogando tudo no porta-malas e Sarah pisou no acelerador, pisando em mais três coisas.

- Meu Deus, a gente quase morreu lá! – Ofegou a mulher, tremendo. – Como será que seria se fossemos até Washington buscar uma pessoa que nem sabemos onde está?
- Onde você aprendeu a atirar assim Oliver? – Perguntou o amigo.
- Meu “tio” me ensinou. – Falou com frieza e olhando sempre para a frente. – Ele começou leve comigo, mas depois eu comecei e usar armas mais fortes pra quando nós íamos caçar!
- Se não fosse por você nós dois já teríamos morrido, né mãe? – Quando ele se dirigiu a Sarah, sua voz mudou e pareceu falar com desprezo. Sarah nada disse e ele repetiu: - Não é mãe?

Sarah deu uma freada brusca e começou a gritar:

- O que tá acontecendo com você Alexander? – Disse ela se virando bruscamente. – Eu sou culpada de alguma coisa? Eu sou culpada desse apocalipse “zumbi” estar acontecendo?
- Dá para você acelerar o carro, tem zumbis vindo na nossa direção! – Alertou Oliver.
- Meu santo Deus, será possível que eu tenho alguma culpa de você ter encontrado esse menino problemático pra vir com a gente?
- Pelo menos ele é útil. – Gritou Alex – Ele não saiu correndo quando os zumbis estavam atacando lá na loja, ele ficou pra brigar com os mortos malditos!
- Dá pra parar com essa merda de briga e acelerar o carro? – Gritou Oliver. Foi aí que um enfermeiro zumbi e dois caminhoneiros atacaram e começaram a bater no carro; Sarah se deu conta e acelerou! Entraram na avenida e estavam a quarenta metros da Full Time School Owners of the Future, escola em que Emma estudava. Estava um caos: no estacionamento, vários carros pegavam fogo e vários zumbis entravam e saiam lentamente da escola, eram poucos, nem viram o carro chegar pois Sarah foi pelos fundos, no estacionamento dos professores (aparentemente bem). Estacionou e pediu para Oliver pegar a arma.

- Espera aí. – Começou ele. – Eu não vou ser o único que vai sair por aí matando os mortos-vivos; se um dia eu chegar a morrer vocês vão precisar matá-los. Só usando faca nunca vão sobreviver! – Ele puxou uma arma. – Isso aqui... é uma arma de longo alcance e fácil de usar. Uma arma branca pode salvá-los de um combate corpo a corpo com um ou cinco zumbis, contudo, mais de quinze, é preciso de uma arma; ou enquanto cinco zumbis lutam com você, dez te atacam por trás! – E enfatizou: – Então você morre!

Alex pediu para que ele os ensinasse a usar as armas; estavam num estacionamento fechado, então, tinham tempo de sobra (mas nem tanto assim, talvez seis minutos). Sarah foi a única que teve dificuldades para aprender, e ficou assustadiça com a rapidez de absorção de informações que Alex tinha!

- Parabéns Alex. Você foi perfeito! – Falou o menino Oliver sorrindo de canto de boca para o amigo.
- É bem fácil como você disse.
- Você é um professor bem paciente Oliver. – Falou Sarah em tom de quem se desculpa.
- Meu tio me ensinou. Ele foi um bom professor! – Retrucou com aspereza.
- Então vamos lá!

Saíram do carro, cada um com sua arma. Depois andaram por entre os outros veículos, sempre observando se vinham mortos; uma hora, a placa que dizia “Altura máxima 2,50” caiu e Alex desperdiçou duas balas.

- Pelo menos foram no alvo.

Subiram o elevador, estava tocando uma música “Sympathy For the Devil”.

- Por que colocam esse tipo de música no elevador da escola? – Questionou-se Sarah.
- Mãe, esse é o elevador dos professores. – Falou o filho.

Oliver não abriu a boca até o elevador se abrir.

- Vamos! – Falou Oliver. – Façam silêncio e cuidado. Temos professores irritados, diretores perturbados e alunos revoltados aqui!

Era um extenso corredor e escuro também. Cada um com sua arma, a de Sarah apontada para cima; Oliver alertou que se ela quisesse morrer com um tiro na testa poderia continuar a segurar a arma daquele jeito. Bom, não era bem um alerta, mas serviu.

- Qual era a sala da Ela? – Perguntou Oliver.
- É Emma. – Corrigiu Alex. – Ela estaria na sala de química... – Ele pensou. – É a 202! Vamos.

Alex foi na frente; sala 199, 200, 201 e virando o corredor, sala 202. Eles entraram, e lá estava, bem na frente deles: um zumbi arrancando os pedaços de carne de uma criança de 11 anos, que estava com o rosto deformado! Sarah virou-se e fez barulho ao vomitar um monte.

- Ops! – Falou Alex. – Atira na cabeça. Funciona, não é história.

Oliver atirou na cabeça do morto, e como um enxame de abelhas raivosas saindo da colmeia, várias crianças zumbis correram atrás dos três.

- Calvin? – Falou Alex. – Você virou zumbi?
- Coooorre! – Gritou Oliver.

Agora era a hora para cantar “Don’t Stop Me Now”, eles correram, correram e os diversos alunos, ou melhor, ex-alunos corriam e o trio não podia parar! Era tiro e queda para alguns zumbis. “Por aqui!”, chamava Sarah; eles desceram uma escada longa e Sarah parou pra atirar. Pá, pá, pá! Tiro errado, correr era a melhor solução. Subiram e desceram escadas.
Pararam numa escada com dois caminhos, como uma bifurcação, e no desespero cada um foi para um lado! Alex estava sozinho, Oliver estava na sala da diretora e Sarah (a mais provável de morrer) num dormitório!

Alex olhou para os lados, era a cozinha! Sete zumbis pararam a porta e ele atirou, só sobraram dois, e ele os conhecia bem: Calvin, de 12 anos e Alan, de 11. Os dois avançaram no menino, que correu, pulou em cima de um fogão enorme e atirou na canela de Calvin, que caiu. Alan pegou a perna de Alex e ia mordendo, mas teve na cabeça um furo causado pela arma, que acertou também um botijão de gás.

- Caralho! Puta merda! – Ele pulou no chão e viu Calvin se arrastando. – Desculpa amigo, mas tenho que fazer isso.

Ouviu-se o tiro de longe, Oliver havia sido, nesse meio tempo, encurralado por três adolescentes fortes, não hesitou, atirou nos três e correu. Deu de cara com Alex e quase estoura a cabeça do menino.

- Vamos atrás da sua mãe. – Falou Oliver.

Sarah estava pulando a janela para não ser pega por doze zumbis; Alex conhecia todos. Diretora Zamba, o zelador Wilbur e outros amigos. Oliver olhou para Alex, que retribuiu o olhar, que queria dizer uma coisa: mate-os.

...

...

Não demorou muito para que depois da matança mais zumbis chegassem. Pularam a janela de três metros e pronto!

- Oh Jesus. – Começou Sarah. – A Emma deve ter virado zumbi Alex, e agora? Ela morreu
- Sarah, você está ficando histérica. – Falou Oliver. – Ela está bem, só deve estar desaparecida.
- Desaparecida? – Gritou a mulher. – Desaparecida? Você é só um menininho otimista que acredita que tudo pode dar certo! Sua mãe?! – Zombou. – Ela tá morta, Oliver. Morta!

Oliver baixou a cabeça.

- Eu só queria ajudar.
- Ajudar... é uma ova!
- Para com isso mãe. – Alex entrou na discussão. – Ele não fez nada, na verdade, fez sim: ajudou! Diferente de você que só pensa em si mesma.
- Mim mesma? Eu estava pensando na sua irmã!
- Não! – Disse Alex com aspereza. – Você só veio atrás da Sarah pra poder pegar a chave do esconderijo.
- Ahn? – Oliver exclamou.
- É Oliver. No quintal da minha casa tem um esconderijo, a Emma sempre fica lá quando está estressada. É um daqueles pra proteção contra as bombas da segunda guerra. Minha mãe queria se esconder lá! Só isso.
- Meu Deus...

Sarah ia falar, mas zumbis começaram a pular da janela e eles tiveram que sair.

...

...
 


Notas Finais


O que acham desse tratamento da Sarah com o Oliver: é implicância ou a pressão sofrida por ela?


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...