História Projeto PEDRA - Capítulo 22


Escrita por:

Postado
Categorias Steven Universe
Tags Diamante, Experimeto, Gem, Homeworld, Pedra, Projeto
Visualizações 29
Palavras 4.588
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 16 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Ficção, Ficção Científica, Luta, Magia, Mistério, Romance e Novela, Suspense, Violência
Avisos: Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Olhando para os episódios passados, pude notar que não ficaram esclarecidas as formas das pedras do projeto PEDRA. As pedras de Ortoclase são todas esféricas. A de Taffeíta é parecida com a de um quartzo, porem a forma geométrica em seu centro é um octógono. A de Titanita tem o formato de um "quatrefoil". A de Benitoíte tinha o formato de um triângulo curvilíneo. Boa Leitura!!

Capítulo 22 - O fado das subversivas


=== Homeworld - Durante a Guerra Gem (Narrado por Titanita) ===

Demorou um tempo para que caísse a ficha de que saímos do prédio de White. Estávamos muito curiosos não só para ver a líder de Homeworld, mas queríamos fazer perguntas para ela, porém, era como se ela tivesse nos chamado lá para dar ordens e depois nos despachar. Enquanto nos olhávamos, eu pensava se era porque ela era muito ocupada, se realmente se incomodava com nossa presença ou algo semelhante. O silencio foi quebrado com uma risada baixa de Ortoclase.

Ortoclase: Ela é realmente grande, não é?

Então ele suspirou e colocou a mão na cabeça.

Ortoclase: Não deu tempo nem de pedir uma pérola para você. Foi mal irmãzinha, vou pedir para nossa mãe quando chegarmos lá.

Eu olhei para ele e sorri.  Ele não parecia decepcionado com a situação, provavelmente só ver a verdadeira White já era o suficiente para ele, mesmo porque, o resto poderíamos aprender com o tempo.

Titanita: Não tem problema, eu já consegui uma para mim. Sabe aquela que estava andando junto a nós agora há pouco? Aquela é minha pérola agora, eu peguei de uma aquamarine que queria quebrar ela.

Ortoclase: Eu vi o jeito que você estava agindo. Devo de chamar de “Senhora Marechal Titanita”?

Ele falou em um tom brincalhão, nós rimos e eu o soquei no braço. Começamos a andar em direção ao nosso prédio, passando por várias gems em meio aos prédios que nos cercavam, enquanto conversávamos a respeito do que tínhamos visto. Acabamos de receber ordens da gem mais influente de Homeworld e esta seria a primeira missão que faríamos sem apoio. Eu olhei para ele.

Titanita: Como você está se sentindo tendo encontrado White?

Ortoclase: Ela não parece ser tão rígida, mas o jeito como nós chegamos e fomos embora foi realmente estranho, talvez ela não nos quisesse lá, mas nos tratou daquele jeito porque sabe quem somos nós ou porque já queria conversar com a gente apenas para entregar essa missão nas nossas mãos e nos mandar embora. Estou animado para esta missão, você acha que nós conseguimos?

Titanita: Acho que sim, afinal, como o nome do projeto define, nós somos feitos para sermos autárquicos, vamos trabalhar juntos que vai dar tudo certo.

Continuamos a andar quando a imagem da pérola dele passou em minha mente. Nossa mãe nos contou que quando Ortoclase nasceu uma ágata verde foi designada para cuidar dele, por que ela estava bem ocupada. Será que aquela pérola possuía aquela coloração por causa disso?

Titanita: Ortoclase, a cor da sua pérola tem algo a ver com a Ágata que te instruía? Como ela era?

Ortoclase me olhou com um olhar impressionado e era possível notar, após eu ter dito aquilo, uma certa tristeza em seu rosto. Ele voltou a olhar para frente.

Ortoclase: Bom, Titanita, eu não sei se tem a ver, mas conhecendo nossa mãe aposto que tem algo a ver com ela, afinal eu fiquei muito mal depois que ela se foi. E eu ainda não entendo o porquê daquelas gems terem feito isso a ela, ela era muito boa e nunca machucou uma gem, pelo menos não na minha frente. Ademais, ela era incrível. O jeito que ela me explicava as técnicas de batalha, a paciência que ela tinha comigo, o jeito que ela me olhava, a dedicação que ela colocava em mim era impressionante.

Lagrimas estavam brotando em seus olhos, então ele desviou seu caminho, entrou em um beco e apoiou as costas em uma parede enxugando seu rosto. Eu me aproximei dele e o abracei e ele me segurou firmemente. Eu me impressionei, pois, da primeira vez que eu tinha feito isso ele era bem menor que agora, abraçar ele realmente me fez parar para pensar no quanto ele tinha se desenvolvido em tão pouco tempo.

Titanita: Me desculpe, irmão, eu não deveria ter tocado no assunto, eu sei que ela deve ter sido muito importante para você, mas saiba que ela estaria orgulhosa de quem você é hoje. Saiba que eu e a nossa mãe estaremos sempre aqui para te apoiar, nunca duvide disso. Eu te amo.

Ficamos abraçados por mais um tempo, até que ele me soltou e me olhou com um sorriso.

Ortoclase: Não precisa se desculpar, irmãzinha. Você me fez relembrar momentos felizes que eu tive com a Ágata e por isso eu te agradeço. E saiba que eu também te amo.

Ele colocou a mão direita em minha bochecha esquerda.

Ortoclase: Vamos lá? Nossas pérolas devem estar nos aguardando.

Nós saímos do beco e andamos mais alguns metros até que chegamos em nosso prédio e ao entrar vimos nossa mãe parada no meio do salão da recepção, e ela veio ao nosso encontro.

Yellow Diamond: Ortoclase e Titanita me acompanhem, quero conversar com vocês.

Ortoclase e Titanita: Sim senhora.

Respondemos formalmente pois sabíamos que precisávamos manter uma alta formalidade quando estávamos perto de outras gems e assim nós entramos no elevador. As portas do elevador se fecharam e o elevador começou a subir.

Titanita: Para onde estamos indo?

Yellow Diamond: Para onde o projeto começou. Ao laboratório onde vocês nasceram.

O elevador parou e nós saímos do mesmo indo em direção a sala que nós dois sabíamos onde era, afinal nossa primeira lembrança é de lá. Enquanto andávamos a pérola amarela de Yellow Diamond apareceu e começou a nos acompanhar empurrando um carro mais ou menos da altura da Titanita, que tinha em cima do mesmo um contêiner cilíndrico e branco deitado com um orifício redondo em sua parte dianteira que estava fechado por uma tampa.

Yellow Diamond: Pérola, você pegou apenas as melhores, inclusive a específica que eu requisitei, não é? Quantas você coletou.

Pérola Amarela: Bom, como desta vez é preciso reforçar eu tomei a liberdade de coletar 35 as 5 adicionais que eu coletei é para dar uma boa margem de segurança. Nenhuma delas está danificada.

Yellow Diamond: Ótimo.

Comecei a pensar sobre o que ela falou. Como assim aquela específica? Do que ela estava falando e o que era aquele contêiner que a sua pérola preparou? Continuamos a andar e chegamos ao laboratório em que nascemos e então a pérola levou o contêiner até uma máquina que ficava à direita do laboratório que possuía um compartimento que se encaixava perfeitamente no objeto que aquela gem empurrava e estava conectava a uma cápsula no centro da sala. Aquela máquina tinha a aparência de um octaedro que parecia se equilibrar sem a ajuda de nenhum suporte. E logo que as partes se encaixaram, o console que estava em nossa frente (minha, do meu irmão e de nossa mãe) pareceu acender suas teclas e então um holograma surgiu com alguns números e informações das quais eu e Ortoclase não fazíamos ideia do que significava. Ela começou a escrever alguns dados em espaços brancos e então apareceram várias formas geométricas laranja que depois de eu analisar com calma tinham os formatos de todas as gems.

Yellow Diamond: Pérola, carregue vinte e cinco.

A pérola digitou algumas coisas na máquina em que ela estava operando e então a maioria destas gems ficaram com a cor azulada. Então nossa mãe ordenou.

Yellow Diamond: Carregue mais cinco.

Após isso mais gems ficaram azuis com a exceção de uma que tinha o formato de um diamante. Nossa mãe sorriu e então se pronunciou novamente.

Yellow Diamond: Carregue as cinco restantes.

Assim que a pérola pareceu ter carregado “mais cinco”, o sistema de iluminação da sala começou a falhar, com as luzes piscando, e os hologramas falhando, mas tudo voltou ao normal depois de um tempo e assim que os hologramas voltaram e desta vez o diamante estava azul.

Pérola Amarela: Quando a senhora quiser.

Yellow se apoiou no console.

Yellow Diamond: Comece.

Assim que ela disse isso, aquela pérola novamente operou a máquina e a mesma começou a brilhar com uma coloração amarela e muito brilhante e emitir um som parecido com o de uma pedra que utilizávamos para comunicação a longa distância conhecida por alguns como “pedra do grito”. Nós bloqueamos a luz com nossas mãos, não enxergando o que estava acontecendo, mas eu consegui olhar para nossa mãe que estava com uma expressão séria olhando para a máquina. Assim que a luz e o barulho cessaram percebia-se que no centro da sala, dentro da cápsula, havia uma gem flutuando que era igual às de Ortoclase. Nossa mãe se aproximou de nós e se ajoelhou olhado para Ortoclase.

Yellow Diamond: Entre na cápsula, Ortoclase.

Ortoclase a olhou confuso por um tempo, mas depois sorriu e fez seu caminho em direção à sua nova gem. Assim que ele se aproximou a subordinada de Yellow operou controles que abriram a cápsula e assim que ele entrou, com o objeto flutuando acima de sua cabeça, a mesma foi fechada. Ele olhou para nossa mãe.

Yellow Diamond: Certo, Ortoclase, agora eu não sei o que você pode sentir. Mas seja lá o que for eu quero que você fique parado e não ofereça resistência. Deixe fluir e não coloque a mão em nenhum lugar próximo ao seu peito. Não sabemos o que pode acontecer e não quero que ocorram falhas. A gem que está sendo implantada não é igual às outras e nunca fizemos este procedimento com você, digamos, acordado. O processo vai começar, você está pronto?

Meu irmão acenou positivamente e então a diamante ordenou a pérola que começasse o procedimento e então Ortoclase começou a flutuar assim como a sua pedra. Ele e o objeto começaram a se aproximar e assim que o mesmo encostou em seu peito onde deveria estar, ou seja, na parte central, esta região de seu corpo começou a brilhar e pode-se perceber que seus olhos se arregalaram e sua boca se abriu, como se ele estivesse em transe. Seus punhos se fecharam rapidamente e era como se todos os músculos do seu corpo estivessem se esforçando para não se romperem enquanto seu corpo ficava mais brilhante até o ponto em que só se era possível enxergar uma silhueta branca que sofria pequenos espasmos. A silhueta passou da cor branca para a amarela, depois rosa, azul, voltando a ser branca e o brilho começou a cessar aos poucos revelando Ortoclase que estava ofegante e seu corpo descendo aos poucos até tocar o chão. Assim que tocou o solo, ele ficou sobre seu joelho direito por um tempo com sua mão esquerda no chão respirando fundo. A cápsula se abriu e ele tentou se levantar tendo que se concentrar bastante para permanecer de pé, mas logo assumiu o controle de seus movimentos e foi até nós.

Yellow Diamond: E então? Como se sente?

Ortoclase: Bom, assim que aquela pedra me tocou, foi como se uma energia intensa fluísse sobre mim depois veio uma dor enorme e então eu me segurei para não me mover. Mas agora eu me sinto, não sei, mais forte como se todos os meus sentidos estivessem melhores. Minha percepção das coisas está diferente como se essa pedra estivesse me provendo muita energia.

Yellow sorriu.

Yellow Diamond: É exatamente como você deve se sentir, afinal eu aumentei bastante a dose desta vez. Agora vou te explicar algumas coisas. Esta pedra que foi colocada em você é mais poderosa que as outras. Vou te contar uma coisa, a energia que está concentrada em cada uma das suas pedras tem a capacidade de trazer uma gem de volta a vida, ao você retirar ela de seu corpo e a encostar em um fragmento da gem morta é possível restituir a mesma. Eu resolvi te contar isso porque eu sei que você conversou com a White. O motivo pelo qual ela mandou você vir conversar comigo foi o fato de que eu precisava te dar esta pedra antes que vocês voltassem à Terra, quero que vocês sejam capazes de realizar esta missão e provar que vocês são realmente independentes. Porém esta gem que eu implantei em você tem uma vantagem que é poder trazer uma diamante de volta, por isso você sentiu este corrente enorme de energia e é por isso que o projeto PEDRA é o trunfo de Homeworld. Com ela você realmente fará jus ao seu título de prócer.

E então ela olhou para mim.

Yellow Diamond: Vocês terão que trabalhar juntos e se proteger, vocês são uma equipe e por isso no que um porventura errar o outro deve compensar os erros. Titanita, para você eu preparei armas diferentes daquelas que você usou até hoje.

Nossa mãe foi até o console e operou nos controles mais uma vez e de dentro de um compartimento no mesmo saiu um cubo amarelo e então ela o pegou e foi em minha direção.

Yellow Diamond: Fique parada.

Ela encostou aquele cubo em minha pedra, no meu braço esquerdo e eu senti uma corrente de energia fluir pelo meu corpo, enquanto eu brilhava e então o brilho cessou e o cubo se desintegrou. Yellow colocou a mão em minha pedra e então puxou algo de dentro dela. Ela me mostrou o que havia retirado e eu percebi que era uma espada, a mesma que vocês viram na arena.

Yellow Diamond: Segure-a.

Eu fiz o que ela mandou.

Yellow Diamond: Esta arma é especial e me levou muito tempo para projetá-la. Ela foi feita para fazer parte de você mesmo você estando separada dela. Para fazer isto, você precisa se concentrar e visualizar em sua mente o que você quer que ela faça. Eu a fiz para que você a controlasse sem esforço, então muito provavelmente você não terá problemas com ela. Experimente-a. Eu quero que você a jogue e faça com que ela passe em volta daquela capsula e volte para sua mão.

Eu a olhei por um instante com um olhar um pouco desconfiado e então ela me olhou de volta com um olhar de determinação e acenou positivamente para mim. Assim eu respirei fundo segurei fundo e comecei a me imaginar assumindo o controle dala mentalmente então a joguei. Eu acompanhava a espada com os olhos enquanto estava quase que torcendo para ela fazer aquela curva, e a arma a fez enquanto eu me concentrava, mas estava voltando rápido demais então coloquei as mãos a minha frente, fechei os olhos e escutei um barulho de metal se chocando com algo. Quando os abri, percebi que minha mãe havia a parado usando uma de suas mãos e estava a segurando.

Yellow Diamond: Muito bem, Titanita, você se acostumará com ela, mas enquanto isso tome bastante cuidado. Você poderá utilizar mais de uma, mas lembre-se que você quem as controla, porém não necessariamente precisará ficar com o olhar fixo em uma, elas foram criadas para receber ordens instantâneas. Apenas ordene-as algo e elas agirão de acordo.

Yellow olhou para sua pérola que nos observava com os braços atrás de suas costas aguardando a próxima ordem de sua líder.

Yellow Diamond: Pode se retirar, pérola, volte para minha sala.

A pérola fez o símbolo de diamante com os braços.

Pérola Amarela: Sim senhora.

Assim a pérola andou para fora da sala e nos deixou a sós e neste momento nossa mãe mudou de forma ficando do nosso tamanho.

Yellow Diamond: Estes são presentes para vocês. Agora está tudo pronto para que vocês vão para a Terra, mas eu peço que tomem bastante cuidado, pois estas Crystal gems sã muito imprevisíveis, principalmente Rose Quartz. Se a virem e sentirem que não podem derrota-la quero que furtivamente se retirem do lugar, não precisam enfrenta-la caso ela os veja, faça parecer que conseguiram o que queriam, não deem moral àquelas gems. Vocês têm alguma pergunta a fazer?

Meu irmão olhou para suas pedras, em seguida para os equipamentos utilizados para produzi-las e após para nossa mãe novamente.

Ortoclase: Tenho uma pergunta a fazer sobre a produção das nossas pedras. O que eram aquelas 35 que a pérola estava falando? Algum tipo de material do qual nossas pedras são feitas? Como eu fui produzido?

Neste momento Yellow parou e pensou um pouco, provavelmente ela estava pensando nas melhores palavras para nos contar a nossa história. Ela respirou fundo.

Yellow Diamond: Bom vocês foram criados de maneiras semelhantes, porém o Ortoclase teve em sua criação um passo a mais. Basicamente o processo de criação de vocês exigia três passos. O primeiro era escolher os elementos certos para criar o soldado com as especificações desejadas. Este console que vocês estão vendo aqui foi projetado por mim, porém todas as gems deste andar tem participação, sendo que trabalharam duro para criar um sistema que possibilitasse a previsão do formato da pedra, assim como da forma física do ser que se deseja produzir. Poderíamos, com este laboratório criar qualquer tipo de gem que desejássemos, com excessão de uma diamante, porém podemos nos aproximar disso, e o máximo que esta máquina pode suportar é criar uma gem com a mesma força desta que está no meio do peito do Ortoclase.  Continuando as etapas, temos a segunda tecnologia usada para criar vocês que foi a que possibilitou, primeiramente, que o projeto fosse aprovado pelas diamantes. Esta etapa consiste em utilizar equipamentos e materiais utilizados pelo povo que nos criou para criar gems mais poderosas que as outras, sendo que a última leva de material foi utilizada para fabricar, novamente mencionando ela, esta pedra que está em seu peito, sendo que não temos mais como desenvolver as mesmas enquanto não conseguirmos mais, como a explicação demandaria que eu te contasse mais detalhadamente como eu projetei vocês deixarei isto para depois. A terceira etapa foi a mais complicada de cumprir sendo que para isso foi preciso entrar no zoológico de pink e observar os humanos que estavam lá. Ela consistia em te dar, ortoclase, características humanas que possibilitariam que você pensasse um pouco como eles, pois a Pink tinha visto algo na Terra que a fez com que ela simplesmente viesse pedir para que nós abandonássemos a Terra, ideia essa que é inaceitável, afinal a Terra é a nossa colônia querendo ela ou não. Estes humanos são realmente engenhosos e possuem algo que os fazem ser diferentes de qualquer outra forma de vida que já encontramos, claro tirando o fato de que os mesmos são inteligentes, posso contar como fiz isso em uma outra hora, assim como contar sobre o segundo passo. Agora vem a parte complicada que é lhes contar sobre o processo de confecção de suas pedras. Olha, não sei como vocês levarão isto que eu vou falar agora, mas isso foi necessário para que o projeto tivesse êxito. As suas pedras foram produzidas utilizando outras gems que foram processadas utilizando aquela máquina que vocês viram trabalhar agora há pouco. Lá dentro as gems passam por vários processos sendo um deles a conversão de todas elas em uma só. Mas não é tão fácil assim visto que dados precisam ser escritos na pedra para que ela saia do jeito planejado, tudo isso feito com uma precisão que demorou muito tempo para ser aperfeiçoada.

Eu me assustei com o que ela falou, eu estava tentando processar o fato de que a minha própria pedra foi feita utilizando outras que morreram no processo. Eu olhei para o meu irmão e ele estava olhando para suas pedras com a mão nas mesmas enquanto ouvia nossa mãe falar. Eu senti minha garganta fechar e quando dei por mim estava a ponto de chorar, mas segurei firme para ouvir o resto da história.

Yellow Diamond: Ortoclase, foram necessárias para cada uma de suas pedras, com a exceção da central, 20 gems, sendo que no total, a estrutura de suas pedras é composta de 115 gems. Titanita, sua pedra foi feita utilizando 30 gems. Elas foram processadas utilizando um processo semelhante, suas habilidades foram programadas para terem os efeitos desejados e vocês foram projetados para trabalhar bem em equipe. Eu tinha mencionado que tinha planos para aquela pérola que vocês viram no julgamento, a mesma da qual eu falei quando perguntei para minha pérola sobre a gem específica e era disto que eu estava falando. Aquela pérola foi usada para que a nova pedra de Ortoclase fosse criada.

Nós estávamos olhando em choque para nossa mãe. Nunca poderíamos saber que para que nós fossemos criados dezenas de gems tiveram que morrer. Eu tentava organizar meus pensamentos, mas quanto mais eu tentava, mais eu me confundia. Eu estava começando a afundar em mim mesma, quando percebi que minha visão estava ficando cada vez mais embaçada e senti minhas pernas amolecerem, meu corpo simplesmente não obedecia aos meus comandos e então soluços violentos saiam da minha boca enquanto eu tentava sem sucesso conter minha emoção enquanto eu chorava de uma maneira incontrolável. Parecia que eu tinha levado soco insuportável no rosto e sido nocauteada e agora estava ajoelhada no chão com uma mão em minha boca e outra no chão enquanto lagrimas desciam meu rosto. Me lembrei daquele contêiner que havia sido trazido para cá e daquele monte de gems que enfrentamos na Terra, comecei a imaginar aquelas pedras sendo esmagadas para formar uma única e me lembrei da pérola que vimos naquela nave, eu imaginava seu rosto de pavor após ser julgada culpada pelas leis de Homeworld e do jeito que ela estava naquela nave. Ela parecia saber o que estava por vir. Eu senti duas mãos, uma em cada ombro meu e assim que eu olhei para cima, ainda chorando muito, eu vi meu irmão e minha mãe olhando para mim, ela com o olhar preocupado e ele sério. Em meio a soluços eu tentei falar.

Titanita: Era realmente necessário? Estas gems eram Crystal Gems?

Yellow se abaixou.

Yellow Diamond: Eu preciso que você entenda, filha, que vocês não são qualquer gem. Vocês são mais que isso, vocês foram feitos de uma maneira diferente, que pode mudar completamente os rumos da guerra. Sim, era realmente necessário que isto aconteça, as gems que foram usadas para que vocês fossem feitos são em sua grande parte Crystal gems, porém haviam mais criminosas que pareciam não se ajustar a Homeworld e por isso foram utilizadas no projeto. Vocês não entendem agora, mas este tipo de gem, não é confiável, elas querem destruir o que demorou eras para ser construído e não podemos permitir isso. Agora eu preciso que você se acalme, eu contei isso porque eu confio em vocês e sei que vocês entenderão mesmo que demore um pouco.

Eu não conseguir me conter e abraço em nossa mãe. Ela tentava acalmar meu pranto enquanto acariciava meu cabelo e me falava palavras de conforto. Ortoclase se aproximou e se abaixou perto de nós e la ficamos por um tempo até que eu me acalmasse.

Yellow Diamond: Sabem, quando eu disse que vocês deveriam trabalhar juntos eu não estava me referindo apenas a lutar juntos, mas também a apoiar emocionalmente um ao outro. Vocês têm uma ligação muito forte assim como eu tenho com vocês. Quero que vocês cuidem um do outro quando forem a Terra. Eu tenho certeza de que vocês trarão mais resultados e impressionarão com as suas habilidades. Eu amo vocês.

Nos levantamos e assim que ficamos de pé, lagrimas começaram a brotar do olho direito de Yellow mas ela as limpou antes que caíssem e nos olhou com um sorriso.

Titanita: Eu esqueci de falar, mãe, agora eu tenho uma pérola. Uma aquamarine iria quebrá-la, mas eu a impedi com o pretexto de que ela estava desperdiçando recursos valiosos então já que ela não queria a pérola eu a peguei. O que a senhora acha?

Yellow Diamond: Bom, nós realmente estamos com recursos escassos em Homeworld e foi bom você ter a impedido utilizando esta desculpa. Tudo bem, pode ficar com ela, eu vou informar minhas subordinadas para que saibam que agora a pérola é sua. Quando vocês estiverem partindo leve esta pérola para que eu possa dar uma olhada nela e identifica-la. Assim as gems saberão de quem ela é. Vou ficar organizando as coisas por aqui e enquanto isso vão se preparar para sua missão. Cuidem bem um do outro.

Nos despedimos de nossa mãe e saímos da sala andando pelos corredores em direção a nossa sala.

Titanita: O que você acha que encontraremos na Terra?

Ortoclase: Bom, sabemos aonde ir, então provavelmente nas ruinas encontraremos alguns instrumentos utilizados por nossos antepassados. O que eu estou preocupado é com a possibilidade de encontrarmos rebeldes. Estamos sem reforços, mas o que me conforta é que agora estamos mais fortes, quero ver que efeito isso nos trará. E você?

Titanita: Bom nossa mãe nos falou que não tinha todas as respostas então eu espero encontra-las lá. Talvez esta missão seja boa para nós, mesmo ela parecendo um teste que a White Diamond está aplicando. Bom, chegamos.

Entramos na sala e vimos as pérolas rindo muito, a amarela deitada em minha cama e a verde ao sentada ao lado dela. Assim que chegamos elas se levantaram rapidamente tentando se recompor o melhor que podiam.

Pérola Verde: Nos desculpem! Nós só estávamos...

Pérola Amarela: Estávamos...

Ela pensou um pouco.

Pérola Amarela: Arrumando esta... cama.

Eu e Ortoclase nos entreolhamos por uns momentos, como se um estivesse perguntando ao outro o que fazer, porem a missão estava ocupando um espaço maior em nossos pensamentos então meu irmão se aproximou delas e falou em um tom firme.

Ortoclase: Bom, não me parece que este é o caso, pois no ataque de risos de vocês, a cama acabou sendo bagunçada um pouco vocês não acham?

Antes que elas falassem algo, ele levantou sua mão sinalizando para que elas não falassem nada, porém só a sua pérola, a verde, entendeu, pois, a amarela colocou os seus braços em frente ao seu corpo em posição de defesa, provavelmente esperando alguma punição física, então ele pegou seus braços e os abaixou, respirando fundo em seguida.

Ortoclase: Bom, não posso impedir vocês de rirem. Só não façam isso perto de outras gems, elas podem achar desrespeitoso. Alguém passou aqui procurando por nós?

Pérola Verde: Uma general quartzo, senhor. Ela procurava por vocês, mas falamos que não poderíamos contar, que foram ordens estritas de vocês e então ela se retirou e parecia irritada.

Eu olhei para meu irmão que me olhou por um instante e voltou a olhar para sua pérola.

Ortoclase: Certo, eu e Titanita vamos sair em missão e vocês duas tem permissão para andar por onde vocês quiserem, desde que voltem aqui quando chegarmos. Fiquem perto, de preferência em lugares em que seja possível se comunicar com vocês entendido?

Pérolas: Sim senhor.

Ortoclase: Certo agora se retirem, e apenas respondam onde estamos para Yellow Diamond.

Elas fizeram o símbolo de diamante com o braço e saíram da sala. Meu irmão deitou na cama e olhou para mim. Eu comecei a me perguntar qual deve ser a sensação de dormir. Eu sabia que eu não precisava, mas mesmo assim queria saber. Eu me aproximei dele.

Titanita: Sempre me perguntei como é dormir. O que você sente quando você dorme?

Ele se afastou ficando em uma ponta da cama.

Ortoclase: É melhor se você tentar.

Eu me deitei de costas para ele e então ele me abraçou.

Ortoclase: Agora para dormir, você precisa fechar seus olhos e se deixar levar pelos seus pensamentos. Não se esforce para cair no sono, apenas deixe sua mente viajar. Quando você menos esperar estará dormindo.

Eu fechei meus olhos e então comecei a pensar em como seria nossa missão. Fui afundando em meus pensamentos enquanto sentia meu corpo relaxar cada vez mais.

                                   

 


Notas Finais


Se alguém quiser deixar alguma crítica, sugestão ou pergunta sobre a fanfic ficarei feliz em responder. Obrigado por ler!!


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...