1. Spirit Fanfics >
  2. Projeto YouTube >
  3. Baby shark tutururu

História Projeto YouTube - Capítulo 49



Notas do Autor


TRETA IRRAAA

Capítulo 49 - Baby shark tutururu


Fanfic / Fanfiction Projeto YouTube - Capítulo 49 - Baby shark tutururu

POV: Sarah Walker

Aquela guria estava me irritando profundamente, e o que mais me indgina é a PORRA do nosso grupinho trocando eu e a chloe por essas... duas COISAS NOJENTAS.

Não bastava ter a maldita baby shark ainda tinha a mina que andava em slow motion vulgo ex do castiel, na qual eu suspeito muito, essa mina é "fofinha" demais pra ser ela de verdade, mas resolvi deixar isso pra lá.

Eu e chloe demos um tempo do grupinho, já que esses bando de traidores resolveram apunhalar nossas costas com uma faca rosa cheia de purpurina.

--Sarah... sua batata está pedindo socorro -- Comentou peter num sussurro, que para o meu desagrado a guria do slow motion tinha pedido para falar com ela, e infelizmente eu to na mesa desses TRAIDORES.

--Vai me ignorar agora? -- Provocou, e vi que ele iria tocar meu ombro mas afastou a mão porque uma faca voara do além em direção aos dedos do retardado, que tomou um puta susto.

--Nem pensa em encostar nela com essa mão suja de tubarão com câncer. -- Caleb disse com o olhar brilhando de tanto perigo. -- Deve ter doença de tanta gente que ela fica.

--É Stark! Engraçado você dizer isso, pelo menos eu pego alguém

.. -- A cacheada disse com a voz totalmente debochada.

Tsc.. essa guria se acha demais, porém vi um sorriso maldoso se adornar nos lábios de Caleb, então deixei quieto.

--Mas é claro que pega, vindo de uma vadia como você não duvido de nada, cuidado dylan, vai pegar doença se transar com ela -- Disse enquanto girava perigosamente a faca em suas mãos.

--Poxa Caleb.. que maldoso.. -- Andrews comentou assim que me viu deliciar com a expressão irritada da garota.

--Cala a boca andrews, para de ser baba ovo dela -- Falei, desviando o olhar.

--Hm.. você e a chloe não acham que estão exagerando um pouco? -- Castiel se pronunciou meio preocupado.

Mordi o lábio em irritação, levantando da mesa e saindo andando com uma desculpa esfarrapada qualquer, Caleb me seguiu com a feição indiferente.

Quando eu pensei que tinha me livrado daquele projeto tubarão ela aparece atrás de mim.

--Qual é, Walker, começamos com o pé esquerdo nisso, vamos conversar -- Ela olhou de relance para Ramon -- A sós.

Caleb olhou para mim perguntando se podia sair com o olhar e eu assenti

--Se ela tentar alguma coisa, eu estou olhando de longe. -- Sussurrou para mim, saindo andando sem sequer olhar para a Vanessa.

--O que você quer, Stark? --  Cruzei os braços me encostando na parede.

--Vou ser direta.. Walker -- Segurou meu pulso com força. -- Fica longe do Peter, você acha que eu não sei de tudo que aconteceu ultimamente?

Ah, eu mereço chiliquete de ciúmes?

--Para de querer arranjar briga por macho, sua inútil, estou com uma tremenda vontade de rir agora da sua infantilidade -- Falei de forma seca, puxando meu pulso com força para baixo, tirando as mãos dela de mim.

--Hm? você acha que eu não sei que sua irmãzinha do coração não sabe sobre a conexão que você tem com a mafia? e que matou o seu proprio.. pai? -- Merda, travei na hora ao ouvir isso.

Como essa maldita sabia disso, o peter contou? Esse filho da..

--Fique longe dela, é um aviso. -- Ela me encarou com um meio sorriso

--Ah.. é uma ameaça? -- Riu da minha cara. -- Vamos... esquecer as diferenças sarah. -- Olhou de relance para o canto que a chloe estava e me abraçou.

Mas que porra?!

Senti os dedos da garota pressionarem com força um ponto sensível do meu corpo, minha visão ficou turva por um segundo.

Ela estava tentando me desmaiar?! AQUI NÃO PORRA.

Empurrei ela com tudo, desferindo um tapa na cara dessa desgraçada tão forte que ecoou alto o barulho, atraindo atenção demais.

Vanessa cambaleou para trás, tocando o lugar que eu bati, e nem com tanta força ainda, que estava avermelhado. Pude ver um meio sorriso vindo da mesma e eu fiquei confusa por alguns instantes até ver Peter vindo pra cá na velocidade da luz.

Toquei minha cintura, dolorida por causa dessa baby shark dos infernos.

--O que ela fez?! -- Indagou Caleb olhando para o ponto do meu corpo que eu tocava com uma leve expressão de dor.

--A pergunta é, o que a sarah fez. -- Corrigiu, meu olhar se voltou para o debochado que me olhava con raiva. Soltei uma risada um tanto sarcástica.

--Ta brincando comigo? Ela- Fui interrompida.

--E-Eu so queria conversar com ela e r-resolver as diferenças.. até tentei abraça-la mas ela me bateu quando eu disse que queria ficar mais proxima de você.. -- Falou, fingindo qualquer sentimento de tristeza, notei também que Vanessa chorava.

A pronto eu deveria saber que tubarão sabia chorar quando bem entende.

Não pude deixar de notar o olhar preocupado de Peter nela, ele tocara levemente o rosto dela perguntando se estava doendo e aquilo me deu uma vontade absurda de vomitar.

Pisquei algumas vezes, me apoiando em caleb.

O que ela fez? sinto que posso desmaiar a qualquer momento.

--Não pensei que você faria isso, sarah -- O semblante desacreditado do loiro fora para si.

--Como se eu tivesse cometido um crime, ela tentou me desmaiar, seu cego de merda -- Falei tais palavras com tanta raiva, o mesmo fez a expressão debochada.

--Eu estava vendo daqui, sabia? ela tentou te abraçar e aí você bateu nela, eu vi tudo, não precisa mentir -- Desviou o olhar, irritado.

Tsk.. eu nunca vi ele irritado desse jeito.

--Isso tudo é ciúmes? meu deus, quanta infantilidade da sua parte -- Apertei os ombros de caleb com força avisando indiretamente que se ele não parar de falar eu vou voar na garganta dele. -- Afinal você- Caleb o interrompeu

--Melhor você calar a sua boca antes que eu te mate aqui mesmo. -- Falou tais palavras ríspido, tão certo do que disse que o loiro recuou alguns passos, com a expressão indiferente, levando vanessa de volta para o grupinho.

Passei meus olhos pelo pátio e vi castiel discutindo com a chloe, ele parecia irritado com ela de maneira que eu nunca vi antes.

Céus, ta todo mundo puto hoje.

Suspirei irritada, o que eu fiz para merecer isso senhor satan?

--Vem, faltam alguns para a aula -- Caleb disse, ainda me segurando com cuidado -- Está bem? o que ela fez? aquela anta da Rapha me distraiu e eu não vi o que aconteceu -- Neguei com a cabeça, não querendo falar no assunto e ele deixou quieto, ja sabendo que não tiraria nada de mim agora.

--A gente precisa mesmo ir? -- Indaguei emburrada.

--O Malaquias vai pegar as anotações da nossa viagem com o professor, então creio que sim.. -- Falou indiferente e a minha cara fechou.

[...........]

Digamos que a aula foi mais do que um inferno, eu chloe e Caleb viramos um trio agora, ja que nós queriamos distância daquele povo que só dava bola para aquelas malditas que ao menos nem disfarçavam que queriam se esfregar no Peter e Castiel. Fingiam simpatia com o pessoal e tudo.

--Ela o que?! -- Bati na mesa, eu não acreditava nas palavras de chloe.

--É pois é,.. ela meio que se bateu e me culpou, fingiu tudo perto do Castiel, dai.. a gente brigou feio -- Bufei, impaciente.

--Bem que eu imaginei, ela é muito perfeitinha, sabia que era uma máscara -- Caleb comentou, remexendo sua adaga com certa agilidade.

--No meu caso eu acabei perdendo o controle e dei um tapa na cara da baby shark, que sinceramente nem foi tão forte assim.. -- Reclamei, a retardada ouvia com atenção. -- Veio toda cheia de ciúmes pra perto de mim e o pior... -- Dei uma pequena pausa -- Ela sabe sobre as coisas da mafia, sabe que eu matei meu pai, resumindo ela sabe de tudo, todos os nossos passos, agora como, eu me pergunto. --Ambas fizemos caras pensativas..

--Se ela entrou agora, não tinha como saber, ou ela tem um informante ou.. -- Não quis terminar.

--Ou temos um traidor entre nós, e todo mundo sabe que o Peter é/foi o mais próximo dela. -- Chloe me encarou preocupada mas era o mais óbvio, ela ia se pronunciar porém Caleb se intrometeu.

--Na verdade não -- Falou indiferente, sem tirar os olhos de sua faca e nós o encaramos confusas. -- Se ela nunca esteve aqui, mas sabe de tudo, é certamente muito estranho. Peter é um idiota, porém como ele se envolve com a sarah eu duvido muito que ele tenha contado algo para a ex maluca dele -- Terminou, fazendo nós duas pensarmos mais sobre o caso e onde ele queria chegar com isso.

--Realmente.. não é a cara do Peter fazer esse tipo de coisa -- Chloe disse -- Mas ainda não acho uma explicação plausível dela saber tanta coisa ligada a Sarah.

--Isso é simples -- Parou de remexer a faca para nos encarar -- Ela é uma hacker que provavelmente rastreou o celular do ex namorado, e veio se vingar da possível amante dele, no caso a Sarah -- Riu logo em seguida -- Ou não né, as chances são mínimas.

--Mano do ceu, Caleb é um gênio?? -- Chloe comentara com os olhos brilhando.

--Ele é quando quer -- Segurei a risada, recebendo um olhar de desaprovação, dando de ombros.

Poucos minutos a Parker cutucou meu ombro, olhando fixamente para um ponto atrás de mim e eu me virei, tendo a visão dr andrews chamando a gente para sentar com eles, claramente vi um Peter e Castiel super emburrados, como se tivessem acabado de discutir.

--Caralho, denovo isso? -- Bufei.

--A gente deve ir...? -- Indagou resitante.

--Auch, e a gente tem escolha? -- Questionei, todos nós bufamos, levantando e indo na mesa dos retardados.

Automaticamente, no mesmo momento em que sentamos todos pararam de falar e um silêncio desagradável na mesa se fez presente. O clima pesado estava pior do que eu imaginei.

--Uh.... castiel soube que sabe fazer mortal, é verdade? -- Disse chloe sem pensar e gabi deu um sorriso falso.

--Ah ele sabe.. né amor? mostra pra ela -- acariciou o braço do Cast.

--Da última vez eu caí da escada fazendo, Gabi -- Tentou argumentar mas a loira insistiu, este suspirou derrotado e decidiu que era hora de fazer um mortal.

Céus eu pago pra ver.

Desviei meu olhar para Vanessa, que mexia discretamente no celular enquanto Castiel distraía o pessoal.

O que esse pedaço de tubarão estragado esta tramando?

Quando voltei meu olhar o miller ka estava espatifado no chão, o baque de sua testa batendo na mesa fora tão estrondoso que todos no refeitório pararam para nos encarar.

Não pude segurar a risada e gargalhei alto, um galo se formou em sua testa e a expressão emburrada so aumentou. Todos na mesa riram junto, o clima pesado foi embora em questão de segundos.

Meu celular vibrara, peguei e vi uma mensagem anônima.

???: Sarah, o que você faria caso sua irmãzinha do coração soubesse que você é uma assassina maldita? hm?

Arqueei a sobrancelha com apenas uma pessoa em mente.

Vanessa.

Sarah: Pare de me ameaçar, Stark, ou quer que eu deixe um roxo nesse seu rosto feio?

Olhei de relance para Vanessa, que leu a mensagem com uma careta desgostosa.

Sabia, era ela, Caleb estava certo.

Vanessa: Qual é, não podemos esquecer nossas diferenças? está com ciúme, Walker?

Mordi o lábio em irritação.

Sarah: Acha que eu sou otaria? Vai se foder sua cadela dos infernos, na próxima oportunidade que a vida me der eu amasso a sua cara toda.

Ela leu com um sorriso no rosto mas logo cutucou peter mostrando a mensagem em seu celular.

Pera ela.. ?

--Você quer parar de ameaçar a Vanessa, Walker?! -- Agora ele me chama de Walker é? tsk. O clima pesado voltara -- Sério por que você esta assim?

--Você é tão burro que não consegue ver, ela está te enganando, ela e essa coisa ai do lado do castiel -- Me referi a gabi, que sorria mas mordia seus lábios tentando conter a irritação. -- Ela está me ameaçando aqui desde que ela chegou, pelo amor de deus né!

--Então, acho que tenho que discordar.. -- Andrews se pronunciou me deixando surpresa -- Ela ficou com a gente o tempo todo e.. quem ameaçou ela foi você, até bateu...

--Sarah isso é perda de tempo -- Chloe sussurrou no meu ouvido, segurando meu ombro de leve mas eu tirei as mãos dela de mim, senti minha raiva ferver. Rapha e lucas não estavam na mesa então eu poderia falar.

--Acha que eu não sei?? seu traidorzinho de merda -- Bati na mesa, encarando Peter confuso -- Como ela sabe a minha ligação com a máfia hm??! com esse seu jeito arrogante e hipócrita eu não duvido se tivesse contado pra essa vadia tudo que a gente fez!! -- Gritei a última palavra e ele bateu na mesa me encarando na mesma intensidade, parecendo ofendido e irritado.

--Sai dessa mesa -- Pediu, sem me encarar e eu ri.

--Não vou sair, traidor de merda -- Falei, ainda em pé.

--Quer saber?! sinceramente eu cansei de você mano, cansei, Você só quer colocar todos nós em perigo por causa dessa droga toda, como vamos garantir que você não vai ferir a gente também, em? -- De subto, Caleb mandou que que eu saisse dessa mesa o mais rápido possível mas eu ignorei esse fato. -- Você matou o seu pai, o que impede de fazer o mesmo com a gente? -- Ok isso foi o ápice.

--O que você pensa que está falando seu loiro de merda?! -- Caleb disse de forma tão seca que todos engoliram seco.

Uma raiva e angustia tomara conta de mim e eu não pude evitar ver um sorriso debochado se adornar nos lábios de Gabi e Vanessa.

Encarei Peter com os olhos marejados, tanto de raiva quanto de tristeza, minha mão se moveu sozinha, o estalo do tapa fora alto suficiente para faze-lo ter um choque de realidade da merda que acabara de dizer. O loiro arregalou os olhos, parecendo ter se arrependido das palavras.

--Sarah.. eu -- Tentou mas caleb fez um sinal com a mão irritado, para que ele parasse imediatamente, e ele o fez.

--Gente... er.. o reitor t-ta.. chamando a gente sabe? -- Chloe tentou, nervosa com toda a situação.

--Ja disse que a gente não tem um reitor chloe.. -- produção sussurrara, preocupado.

A mão que usei para dar um tapa em Peter começou a tremer, minha respiração falhou.

Ele estava certo? eu..

Porra o que droga eu to fazendo?

--Sarah.. -- Chamou andrews, tentando tocar na minha mão mas eu desviei do toque.

--Vão todos se foder. -- Falei devagar, sibilando com tanto ódio. Senti uma imensa vontade de chorar. Saí da mesa, indo na direção do meu quarto em passos rápidos.

Vou fazer essa garota morrer no próprio veneno. Vou provar para todos do grupinho que eles estão errados em proteger elas.

Ah e como estavam.

Fechei a porta com certa violência, indo direto no computador. Eu apertava a tecla com certa força.

Eu vou descobrir tudo Vanessa, eu vou.

Pouco tempo depois alguém entra no quarto, inicialmente julguei ser chloe ou caleb atras de mim mas me virei e era Vanessa.

--Uau, que belo show, não? -- Riu se encostando na parede. Fechei os arquivos que contiam informações sobre ela e levantei.

--O que quer? não estou com a mínima paciência de te aturar hoje.

--Eu vou ser direta, sua imunda -- Se aproximou, me empurrando com certa violência até a parede -- Primeiro, se você me bater denovo pode dizer tchau pros teus amigos, então abaixa a porra dessa mão -- Mandou e eu a encarei mortalmente -- Segundo, Você vai se afastar de todo mundo, peter e do grupinho por essa sua audácia de hoje, ou eu conto pra rapha que você é uma nojenta que mata pessoas e que ela tem o mesmo tipo assassino que a própria irmã, Você não quer isso, quer? -- Por mais que eu odiasse adimitir, queria proteger Rapha de sua ligação com a máfia, a queria bem longe de suas locuras famíliares. -- Foi o que eu pensei, e aliás.. -- chutou meu estômago -- Isso é pelo tapa, tenha um ótimo dia, walker. -- E saiu pela porta.

Grunhi de dor, mas confesso que ela é bem fraquinha, chutei a cadeira de raiva.

O que eu vou fazer, merda?!

Passei a metade do dia no quarto, nem sequer saí para ir no clube, ja sabendo que o takeshi comeria meu cu depois. Até quando ela vai continuar me ameaçando a contar para a rapha? isso está ficando insuportável.

Depois de algumas horas deitadas pensando na vida, chloe entrara no quarto que nem um furacão, bufando e xingando deus e o mundo.

--Gabi? -- Indaguei e ela assentiu, nem perguntei mais de detalhes, não queria se estressar mais com o assunto.

--Sarah.. -- me chamou e eu virei para encara-la -- Acho qur eu tive uma ideia para desmascarar essas minas.


Notas Finais


Treta treta irra


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...