1. Spirit Fanfics >
  2. Prometida ao meu melhor amigo-(Jung Hoseok) >
  3. Você respeitaria o meu tempo?

História Prometida ao meu melhor amigo-(Jung Hoseok) - Capítulo 2


Escrita por:


Notas do Autor


Olá pessoas,vamos aproveitar a quarentena para ler...

Até às notas finais ♥️

Capítulo 2 - Você respeitaria o meu tempo?


Fanfic / Fanfiction Prometida ao meu melhor amigo-(Jung Hoseok) - Capítulo 2 - Você respeitaria o meu tempo?

       Se-hung S/n(on):

08:25 em Seoul/Korea

Na mansão dos meus pais~


Ao desligar o despertador,a claridade me pegou,praguejei aos ventos por ter esquecido completamente de fechar as cortinas na noite passada. Aos poucos,fui abrindo meus olhos e me acostumando com a claridade, levantei-me vagarosamente para ir ao banheiro.Hoje era um dia ensolarado,mas não tanto já que aqui nunca fazia um calorão, entretanto,era um ótimo dia para ficar em casa e desfrutar da minha própria companhia.

Desci as escadas,agora já com outra roupa e com as madeixas bem penteadas,indo em direção a cozinha.

Meus pais já haviam saído para trabalhar como de costume,era nítido ver o silêncio em que a casa se encontrava,pus meus pés na cerâmica preta do cômodo e deduzi não estar sozinha.

Hoseok estava presente,e só pude ter plena visão do moreno ao mudar o rumo dos meus olhos que agora estavam vidrados nos seus,o coreano parecia não ter acordado agora,mas mesmo assim tomava um café.

S/n- Por que você ainda está aqui?- indaguei, não querendo que ele fosse embora,mas sim porque realmente estava curiosa quanto a isso.

Hoseok- Nem parece que me quer aqui..- o cortei

S/n- não é isso,é quê...- antes de completar a frase ele já continuava a sua.

Hoseok- Acho que seus pais não lhe contaram mas,vou ficar aqui até meus pais acharem uma moradia já que venderam nosso antigo lar quando viajamos.- Deu uma boa golada no seu café.

S/n- Hoseok,sobre ontem eu...

Hoseok-tudo bem, não á problema.- sorriu dando outra golada no líquido.

S/n- Poderias parar de me cortar por gentileza?- assentiu meio divertido- obrigado,mas continuando oque falava,eu realmente não queria ter falado aquilo,ainda estou um pouco confusa e isso me pegou muito desprevenida.Mas...nós podemos conversar com nossos pais de esquecerem esse absurdo,oque acha?

Hoseok- Não acho que isso seja um absurdo, casar-me com você iria fortalecer mais a empresa do senhor Se-hung, já que eu logo logo irei tomar de conta da empresa do meu pai, entraríamos em um acordo e os lucros seriam maiores.

S/n- Você acha certo isso? nos casar apenas para que a empresa do meu pai saia do buraco?- indaguei indignada.

Hoseok- Não é apenas pelo fortalecimento das duas empresas,mas também por amor- deu de ombros.

S/n- Com esse tipo de coisa não dá para existir amor, é um casamento arranjado Hoseok!- eu o fitava com desdém.

Hoseok-não é atoa que a maioria dos casamentos arranjados pelos pais sempre dão certo,pelo que sei no decorrer do tempo eles acabam se conhecendo e assim se amando.

S/n- E se não existir entre nós uma coisa maior do que só amizade?E se nunca existir amor,como vai ser?

Hoseok- Pra mim já existe.- falou simplista com sua voz era carregada de certeza.

S/n- Hoseok.você não me ama,apenas faz isso para satisfazer seus pais e ser no fim sempre o garoto bonzinho e que todos tem orgulho- eu já sentia minha cabeça fumaçar,onde aquela conversa iria chegar?

Hoseok- Você não sabe nada sobre os meus sentimentos- Me contrariou decidido.

S/n- J-hope,você não pode me amar- dessa vez eu mudava o rumo dos meus olhos para aquela cerâmica preta.

Hoseok-Por que não?- levantou-se da cadeira.

S/n- Pois ainda não sei oque sinto por você,e não sei se isso pode ser recíproco ou não- eu sentia meus olhos pesarem e uma lágrima teimou em cair,mas eu a segurei, não podia me mostrar fraca na frente do meu melhor amigo,pelo menos não hoje.

Hoseok- Me dá uma chance e irei te ajudar a descobrir o que sente por mim-largou sua xícara a deixando na mesa e se aproximando de mim.

S/n-Você respeitaria o meu tempo?- afirmou.

Hoseok-Com todo prazer- colocou-se a minha frente,agora com sua destra colocando uma mexa das minhas madeixas para trás da orelha e acariciando o lado obtuso do meu rosto.- antes mesmo de saber sobre esse contrato eu já te amava S/n,mas nunca quis deixar visível..- sorriu amarelo para mim,estaria nervoso?

Eu sempre gostei do J-hope alegre e fofo,mas uma das suas partes realmente me deixavam envergonhada,ele sempre era muito compreensivo com seus gestos e palavras,sempre respeitou meu tempo, todavia não é atoa que ainda tenho boca virgem já que um dia prometi a ele que o daria essa 'honra' a seu pedido,mas que precisaria respeitar meu tempo e me dar espaço.

Nós sempre conversamos entre nós e somos as famosas caixinhas de segredos um do outro,eu sei dos seus maiores e mais obscuros segredos,mas realmente saber que ele sente algo por mim é uma coisa nova, já que eu sempre tive dúvidas sobre si.

Não vou negar,Hoseok me deixa sem jeito muita das vezes só por jogar seu charme e olhar sedutor.Já me senti atraída pelo mas velho e percebi que estava auto me iludindo por uma coisa que não iria acontecer, já que sempre o vi como meu melhor amigo,e também era isso o que ele sempre dizia;a gente nunca seríamos mas que amigos e que me considerava a irmã que nunca teve.

E foi exatamente por essas pequenas palavras que me obriguei a não o amar e bloqueei meus sentimentos pelo Hobi,mesmo quando no dia do baile da escola ele me encheu de apelidos carinhosos e elogios pecaminosos,mesmo sabendo que maioreia deles eram para me provocar e me deixar passando vergonha,pois J-hope sempre foi uma mistura de uma pessoa eufórico e egocêntrica com um olhar marcante.Eu literalmente o ignorei quando pediu um beijo que quase aconteceu por minha falta de equilíbrio na noite de véspera do natal.

Mas aqui estamos nós,sobrevivendo a essa tentação,de novo!


Em uma rua qualquer~


Hoseok e eu andávamos pelas ruas de Seoul/Korea,lado a lado após tomar um delicioso sorvete de açaí na sorveteria do centro, não era tarde e por isso andávamos tão calmos pelas calçadas, não temos pressa já que nossos pais sabem do nosso paradeiro,nós conversávamos coisas completamente sem noção, Hoseok de vez em quando soltava algumas piadas sem graça,mas eu fingia rir até porquê sua gargalhada era uma das melhores e até com a piada ruim você sorria junto.

Hoseok-espera...-parou de frente qualquer loja apenas para atender o telefone,aproveitei que era uma loja de roupas e adentrei a mesma,nela possuía uma diversidade de vestidos lindos,tanto curtos como longos e para todos os tamanhos e idades,eu não conhecia aquela loja.-vai comprar algo?- me abraçou por trás,assim como era acostumado fazer e isso já não me assustava mas.

S/n- Ainda estou pensando seriamente se vou levar algo- apertei seus braços na minha cintura,para que desse mas acesso ao abraço.- Quero levar algo.

Hoseok- aproveite que acabamos de ser convidado para uma festa e escolha um vestido para essa ocasião.- apertou minha bochecha.

S/n- Sério?- assentiu- de quem?

Hoseok-Uns amigos- olhei ao redor da loja procurando saber mas- já percebi que vai demorar,vou procurar um banco e quando terminar me liga- antes que o mesmo desse meia volta e seguisse seu caminho eu puxei seu antebraço esquerdo para mim.

S/n- você vai ficar comigo,inclusive, quando nos casar você irá fazer compras junto a mim. - brinquei com o maior.

Hoseok-irei comprar sozinho para você, já que sei todos os seus gostos,eu mesmo escolho- sorriu sugestivo selando minha bochecha.

S/n- deixe de falar asneiras e venha comigo- o puxei para a sessão adulta.-o que acha?- peguei um vestido que ficava completamente colado no corpo na cor vinho.

Hoseok- esse vestido não é pra você, também não quero que fiquem te olhando como se fosse a última fatia de pizza- sorrimos juntos.

S/n-Mas quanto machismo-sorri descontraída- ninguém vai me olhar J-hope, até porquê não vou levar esse vestido- sentou-se frente ao trocador esperando-me sair de lá com o vestido que acabará de pegar.- oque acha?- esse era um vestido vermelho sangue,longo e cheio.

Hoseok- formal de mas para um festa com apenas amigos- pós a mão no queixo fazendo bico.Voltei a entrar no trocador,dessa vez com um vestido branco que possuía mangas e vinha até a metade de minhas coxas.

S/n-E então?- negou, então entrei novamente,um vestido preto chamou-me atenção,dessa vez mesmo que Hobi não gostasse eu iria levar, até porque eu que iria usar e não ele.

Sai do trocador olhando meu reflexo no enorme espelho da loja,era um vestido preto que ficava a cima do joelho,mas não tão curto e também não tão longo,possuía mangas e não era colado e sim solto na parte da saia.

Hoseok- Você está linda- me girou fazendo com que eu ficasse frente ao mesmo,ele me elogiava de muitas formas,e tinham elogios que eu nem sabia que existiam.-vamos embora?- assenti voltando para o trocador,retirei o vestido agora saindo daquele pequeno espaço e indo até o caixa.

Hoseok- Quanto deu?-perguntava a moça do caixa enquanto eu pegava minha carteira, J-hope foi mas rápido que eu e pagou a quantia dada pela vendedora pegando o vestido e me tirando da loja.

S/n- seu imbecil, porquê não me deixou pagar a minha conta?-fiz bico cruzando os braços.

Hoseok- porquê eu estou cuidando de você,e aceite isso como um dos inúmeros presentes que irei lhe dar a partir de hoje- eu lhe estapeava enquanto andávamos pelas ruas,ele fazia vários movimentos em busca de sair da defensiva,mas tanto eu quanto ele sabia que podia me segurar com apenas uma mão,e foi exatamente isso o que ele fez.Com sua destra J-hope segurou as minhas duas mãos,agora me colocando contra a parede de uma esquina das ruas de Seoul,o espaço era o que menos existia ali entre nós,ele estava em uma distância perigosa.

Tentei não ficar o secando,mas era impossível já que ele não parava de me olhar, observando cada movimento meu.O mas velho estava tão perto que eu podia sentir sua respiração batendo um pouco a cima dos meus lábios, já que ele era consideravelmente maior que eu.

Foi quando o coreano se aproximou de mim,apenas para selar minha bochecha e deixar um beijo rápido no meu ombro puxando-me para um abraço, entretanto essa sua aproximação causou-me certos arrepios em meus braços.

Hoseok-Vamos embora- o moreno enrroscou sua mão na minha me puxando em direção de casa.

Após fechar a porta atrás de mim percebi já ser tarde por olhar o enorme relógio que ficava visível ao abrir a porta,subi para meu quarto para me arrumar já que eu e Hoseok iríamos para uma festa.Me despi após entrar no banheiro e do outro lado do box eu relaxei meu corpo na banheira,a água era quentinha e eu aproveitava para relaxar e me lavar cantalorando uma melodia de uma música que vinha do meu aparelho, celular.Foram os quarenta minutos mas bem aproveitados a minha vida,fazia tempo que não relaxava na banheira já que ultimamente só trabalho e os meus dias tem estado muito agitados,mesmo que meus pais não gostem eu quero ser independente e desfrutar de cada coisinha que o universo me oferece, então já que estou de folga tenho que aproveitar com o meu melhor amigo.

Desci as escadas já pronta e era nítido perceber que meus pais já haviam chegado, já que eles não sabiam conversar entre si sem que os vizinhos também não escutassem a conversa,todavia eles foram assim,mesmo quando se reuniam com seus colegas de trabalho para falarem mal de mim e o quanto eu era preguiçosa um tempo atrás.

Sra.Se-hung- Filha você está linda,onde vai?- colocou-se a minha frente juntamente com meu pai e os responsáveis pelo meu melhor amigo.

S/n- Eu...- J-hope me cortou como sempre,essa era sua velha mania que me tirava do sério.

Hoseok-vamos a uma festa- colocou-se ao meu lado entrelaçando minha destra na sua canhota.- prometo trazê-la sã para casa- todos sorriram de algo que não vi graça mas mesmo assim fingi um sorriso só para não ser o motivo de discórdia.- vamos?- cochichou no meu ouvido,e eu apenas assenti.

Hoseok me guiou até a porta,entramos em seu 'w motors lykan hypersport' na cor vermelha,indo em direção a festa.

J-hope parou seu carro no sinal e colocou-se a me fitar,eu simplesmente não sabia oque fazer ou como reagir então apenas ignorei que estava sendo observada e fitei o lado oposto em que o mas velho estava, entretanto,todavia Hoseok chamou minha atenção pondo sua mão na minha coxa apenas para se certificar que o ar quente estava chegando em mim.

S/n- Por que me olha tanto?- continuei fitando o vidro do carro,vendo nele J-hope um pouco apagado.

Hoseok-não posso mas admirar a beleza da minha futura noiva e melhor amiga?- sorriu soprado.

S/n- ainda não aceitei me casar com você- mudei o rumo dos meus olhos para J-hope,esse que ainda me fitava incansavelmente.

Hoseok- Eu ainda não te pedi em casamento- gargalhamos juntos.- tenho medo da sua resposta- o sinal abriu e o moreno acelerou o veículo.

Chegamos a festa,era uma mansão enorme e de longe já podíamos avistar pessoas adentrando o local,esse que estava cheio de pessoas.

S/n- Uma festa com poucos amigos?- sai do carro já me deparando com J-hope a minha frente.

Hoseok- sim, poucos amigos- me abraçou colando meu corpo na lateral do carro e me prensando contra o mesmo.Eu nunca sabia como reagir a isso,e também não sei o porquê ele fazia isso comigo.

S/n- estou ficando sem ar.- isso foi o bastante para ele cair na gargalhada e desgrudar seu corpo do meu.

Hoseok-Tenho sempre que te colocar contra algo para você ficar envergonhada? - estapeei seu bíceps cobrindo meu rosto com as mãos.- Você é exatamente o tipo de pessoa que eu quero que fique ao meu lado  para sempre- meu coração errou uma batida.

S/n- Não acha que para sempre é tempo demais?- negou.

Hoseok- Estando contigo,o para sempre seria uma ótima ideia para mim.-Ele aproximou-se selando o canto da minha boca lentamente,e as borboletas no estômago resolveram aparecer.


Se-hung S/n(off)






Continuuuuaa?


Notas Finais


Continuuuuaa?

Desculpe-me caso haja algum errinho de ortográfia,prometo melhorar ❤

Até a próxima...

Beijinhos da tia Ally ❤️


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...