1. Spirit Fanfics >
  2. Prometida pelo destino >
  3. O Fin Da Maldição

História Prometida pelo destino - Capítulo 21


Escrita por:


Notas do Autor


Espero que gostem 😀😉😘

Capítulo 21 - O Fin Da Maldição


Fanfic / Fanfiction Prometida pelo destino - Capítulo 21 - O Fin Da Maldição

Illumi on

Eu estava no salão central com o idiota do amigo da Abe, além do lado do rei e da Wayne, quando a Abelly finamente chegou, então indo para perto de nos pediu informações sobre tudo mais eu e Ben ficamos calados, então a mesma apenas ficou prestando atenção, então logo depois aquele idiota do seu "irmão", chegou e começou a fazer seu joguinho, com sua antiga noiva e as cabeças cortadas dos amantes dela, a mesma sem saber o que fazer se arrastou como se fosse um bicho do chão atrás dele nesse momento o idiota do amigo dela ficou na frente como se estivesse a protegendo, imagina ela tinha eu e não precisava de mais nada entao também meio involuntário também fiz a mesma coisa e ainda e o mesmo como final de seu espetáculo a matou, junto também do seu pai, que era aquele velho lixo e minha preza, então nesse momento o rei disse algumas coisas sobre ele ter feito a coisas melhores que ele e que eles passaram no teste, nesse momento tudo sumiu e novamente voltamos ao início das ruínas, nesse momento eu não poderia ter sido visto e como sempre me escondi o mais rápido possível e sai de lá e quando estava fora da área de escavação fiquei esperando e quando vi ela e os outros sairam cheios de bolsas com aterfatos fiquei olhando, então o grupo dela de escavação começou a ver tudo já aquele idiota que se fazia de irmão dela se juntou com os homens do seu pai e explicando que ele tinha morrido todos começaram a entrar nos carros, já ele ia fazer a mesma coisa mais Abe foi até ele e deu um abraço nossa como eu fiquei louco queria degolar ele no mesmo minuto, e o pior ele ainda falou para ela ter cuidado comigo, imagina ela é minha e como ele pode falar isso, nesse momento eu tinha que avisar minha família sobre tudo e dando mais um olha nela que estava feliz trabalhando ao lado dos seus colegas de escavação fui embora para o hotel, e quando cheguei no meu quarto, entrei e pegando o telefone liguei para o mordomo e contei sobre tudo em relação ao meu alvo, e como já estava amanhecendo eu fui para ver algumas outras coisas.

Illumi off

Enquanto isso no terreno da mansão zoldyck, o mordomo saiu de onde ele ficava e foi avisar aos seus patrões sobre tudo, e quando ficou de frente para o pai de Illumi disse sério:

-Senho o amo Illumi disse que o seu alvo já foi morto.

A mãe de Illumi que estava com o marido sorrindo disse:

-Otimo como sempre ele é perfeito.

Nesse momento o mordomo disse:

-Senhora eu sinto muito mais ele disse que não foi ele, e sim um tipo de escavação onde o mesmo se perdeu e acabou morrendo, mais pelo que parece o alvo tinha um filho e ele gostaria de ficar lá, para observar tudo.

Nesse momento os pais de Illumi confusos não sabiam por que seu filho estava assim, então o pai dele disse serio:

-Mais quanto tempo ele pensa em ficar lá? Ele disse?

Então o mordomo disse sério:

-Pelo que o amo Illumi disse talvez umas três semanas, mais ele me pareceu estanho.

Nisso o pai do Illumi disse confuso:

-Como assim? Diferente?

O mordomo pensativo disse:

-A voz dele estava mais tranquila e animada como se ele estivesse passando por algumas coisas boa, se me permitem dizer me parece que ele está escondendo alguma coisa.

Nisso o avô de Illumi que estava chegando e escutou um pouco de tudo disse:

-E sobre o Killua e a Alluka, ele disse alguma coisa?

O mordomo olhando sério disse:

-O senhor Illumi disse que está tudo bem com eles, e que ficara de olho também, agora eu vou me retirar pesso sua licença.

E se curvando para os três saiu de lá, enquanto isso eles ficaram pensativos sobre tudo que escutaram.

Illumi on

Então quando eu estava descendo no elevador e abri a porta Abelly apareceu e a me vendo ficou surpresa, nesse momento eu sério estava indo embora para comer alguma coisa, então ela rapidamente pegou minha mão e impediu de eu sair e apertando o botão do andar onde estava seu quarto disse me olhando seria:

-Temos que conversar.

Então o elevador se fechou e eu sério e neutro como sempre apenas fiquei calado enquanto ela estava segurando minha mão apriensiva, e quando chegamos no andar descemos e fomos andando pelo corredor, nesse momento ela pegou a chave e abriu a porta quando ficamos perto dela, e ao entrámos, ela fechou a porta e soltando meu braço, um pouco preocupada disse:

-Você está bem? Eu não te vi quando saiu das ruínas.

E levantando uma de suas mãos colocou no meu rosto, já eu olhando para ela apenas vi seu pescoço e seus lábios se mechendo fazendo uma dança de encanto, se eu não estivesse controlado a pegaria agora apenas por essas atitudes, então apenas concordei com a cabeça e enquanto eu ficava impenotizado ela me parecia confusa, então ela vendo minha resposta respirou aliviada e abaixando sua mão me deu um abraço e disse:

-Que bom eu pensei que tinha perdido você também como a nossa menina.

Eu mesmo tentando manter a distância, não fui capaz e levantando uma das minhas mãos colocou na cabeça dela e a outra também abracei, e disse sentindo o cheiro de seu pescoço onde tinha o perfume de sua pele:

-Se você quiser eu podemos fazer outra criança, tenho certeza que nunca te deixaria fora da minha cama.

Nesse momento ela se afastou rapidamente e percebi que ela estava vermelha muito mais que um pimentão, e me sinti bem de saber que fazia algum efeito, então ela meio sem graça e sorrindo disse mechendo as mãos de um lado para o outro:

-Nossa, nossa, nossa, vamos com calma lembra que estamos apenas namorado, não vamos passar a linha Illumi, eu vendo que você está bem estou feliz e isso é o importante, mais confesso que vou ficar com saudades dela, mais quanto pretende ficar ainda? Pelo que eu percebi seu alvo era aquele homem?

E se sentou na cama, como eu queria ser a cama e poder sentir aquele corpo, mais voltando ao sério eu disse:

-Bom, eu vou ficar aqui por mais três semanas a final eu fiz um acordo com você sobre isso, mais vou ficar de olho no filho dele também, se era só isso eu vou indo, ou você quer alguma coisa a mais?

Nesse momento olhando para ela dei um sorriso sapeca, então a mesma vermelha balançou a cabeça para os lados simbolizando não e eu sai de seu quarto, então novamente pegando o elevador fui para o restaurante do hotel e comi rapidamente, depois eu fui andar pela cidade queria saber onde estava aquele homem, e a noite quando voltei percebi que ela estava jantando, mais sozinha então eu andando sem chamar atenção me sentei na mesma mesa que ela e a mesma ficou surpresa mais calada, então eu sério disse:

-O que está fazendo aqui sozinha?

Ela sorriu para mim e mostrou algumas fotos dos tais trabalhos dala, e eu sério apenas fiquei olhando, então uma garçonete apareceu e eu pedi minha comida, então apenas jantamos, quando acabamos ela pagou depois fomos juntos no elevador e quando chegamos no andar dela a mesma desceu e foi embora calada, já eu voltei ao meu quarto, tomei um banho, coloquei meu pijama, e quando deitei na cama para dormir, mais não conseguia, porque sempre pensava nela realmente a situação estava ficando seria ela estava se tornando minha obsessão irá irrelevante eu não conseguir me acalmar por causa de uma mulher, e apenas fiquei calado até que alguma coisa mudasse mais isso não aconteceu e desistindo de fazer isso me levantei e sai da cama, quando estava na porta e abri ela tudo minha mente cheia de maluquices estava se tornando realidade e vi Abe ali com um travesseiro e sorrindo, nesse momento confuso mais neutro disse:

-O que pensa que está fazendo?

Ela sorrindo disse:

-Bom, eu não consegui dormir e pensei em conversar com você já que acho que deve estar passando o mesmo.

Nisso eu calado apenas dei espaço para a mesma entra, ela estava sem graça, mais tinha coragem, fica na toca do lobo principalmente quando ele estava com fome, nisso fechando a minha porta e principalmente trancando sem ela perceber virei para trás e a mesma estava olhando tudo, meu quarto não era muito diferente mais por sua vez era mais grande do que o dela então ficando de frente para ela a vi com o seu pijama era bem fino e até um pouco transparente isso me incomou ela andou assim lá fora e se alguém tivesse visto? Nesse momento ela deitando disse:

-Bom é melhor irmos dormir, boa noite.

E colocando seu travesseiro, se cobriu e fechou os olhos, eu sorrindo por dentro acabei também deitando na cama e disse olhando para ela que tentava fingir não ver isso:

-Então finalmente resolver dar por vencida?

Ela me olhando brava com o ratinho lindo disse:

-Eu só, só não conseguia dormir, mais se vai ficar fazendo isso acho que vou embora.

Nisso eu peguei seu braço e a fazendo ficar na cama, aproximei mais de mim e disse sentindo seu cheiro:

-Não precisa não me incomoda ficar assim, pra dizer a verdade eu também estava com problemas de dormir.

E fechando os olhos, ficamos mais agarradinhos porém, ela disse um pouco sem graça:

-Illumi eu posso fazer uma pergunta?

Eu de olhos fechados apenas gemi concordando, então ela entendendo disse:

-Se eu fosse uma pessoa ruim você ainda agiria assim comigo?

Eu agora confuso abri os olhos e disse olhando para ela:

-Você está falando sério isso? Eu sou um assassino cruel, minha família inteira é assim e você acha que pode haver pessoas mais malvadas que eu?

Ela rindo disse com um ar de brincadeira:

-Não diga isso você pode ter esses defeitos, mais sei reconhece coisas boas, eu tenho coisas que talvez possa nos afastar um dia então esse mês de namoro vai me mostrar o que devo fazer.

Eu olhando para ela abracei mais ainda e disse dando um beijo na testa dela:

-Não importa o que aconteça qualquer um que tentar separar de mim será eliminado por minha mãos, e agora apenas durma ou eu não vou deixar você fazer isso a noite inteira.

E parece que realmente deu certo depois que falei isso ela vermelha fechou os olhos e logo dormiu, e ainda sentindo seu cheiro, foi difícil mais ela trazia tanta paz para mim que foi impossível não dormir ao lado dela, foi mais uma noite ótima e não tinha ninguém para nós atrapalhar, na manhã seguinte eu abri meu olhos e ela também e ficamos ali nós olhando por breves segundos que poderiam ser horas, mais o idiota do celular dela começou a tocar e a mesma quebrando tudo virou e pegou e começou a ler as mensagens eu me aproximando um pouco pude ler também e percebi que era sobre seu trabalho, nesse momento ela terminado de ver se levou e quando estava prestes a sair eu a segurei e disse com todo meu charme:

-Você pode demorar só um pouco.

Ela rindo disse:

-Isso é impossível, se fizer o Ben vai vir me procurar e tenho certeza que você não vai gostar de ver ele né?

Nisso eu soltando ela disse me sentando na cama:

-Se você deixar eu o executo de graça seria um grande prazer.

Já ela rindo disse:

-Você é louco, ele é como minha família, igual a Rafa, jamais te perdoaria.

Nesse momento quando ela estava indo para a porta eu lembrei de sua roupa agora teria pessoas lá fora e não daria esse gostinho a eles e me levantando rápido abri meu guarda roupa e peguei um roupão leve e me aproximando dela o coloquei em suas costas, e a mesma deixou então na hora de fechar eu a virei para mim e disse dando um nó nele:

-Não saia assim mais ou eu vou matar todos que olharem para você.

Nesse momento eu dei um beijo nela e a mesma ficando velha sorriu, então eu abrindo a porta deixei ela sair, e ela foi correndo toda vermelha, enquanto isso eu fui tomar um banho realmente estava ficando louco.

Illumi off

Enquanto os dois estavam assim quem menos Illumi quisesse que visse, os viu, já que Killua acordava cedo para caminhar e por azar estava no mesmo andar que seu irmão, viu Abelly saindo do seu quarto toda vermelha e com a roupa dele, já o mesmo quando olhou para o rosto do irmão ele estava feliz, e poderia ser a primeira vez de verdade que ficava assim com uma mulher.

Continua...


Notas Finais


Se gostou favorita, e qualquer dúvida estou disposta a responder 😎


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...