História Prometido a um vampiro. - Capítulo 9


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS), Got7
Personagens BamBam, Jackson, JB, J-hope, Jimin, Jin, Jinyoung, Jungkook, Mark, Personagens Originais, Rap Monster, Suga, V, Youngjae, Yugyeom
Tags 2jae, Anjos, Lobos, Markson, Markson Mpreg, Namjin, Taekook, Vampiro, Yoonmin, Yugbam
Visualizações 104
Palavras 4.806
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Drama (Tragédia), Fantasia, Hentai, Lemon, Mistério, Romance e Novela, Sobrenatural, Violência, Yaoi (Gay)
Avisos: Álcool, Drogas, Gravidez Masculina (MPreg), Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Sexo, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Então estão querendo me matar??

Eu acho que sim, uns dois meses sem postar realmente é um tempo enorme...

Vou explicar o que aconteceu.
Eu tinha trabalhos, tinha fanfic's para ler. Não vou mentir, eu estava com preguiça também.
Eu havia escrito a metade do capítulo , o que dava a duas mil palavras e o aplicativo apagou umas mil. Depois disso me bateu uma preguiça tão grande que eu não queria escrever, ter que lembrar de palavras por palavras não foi fácil, fiz até umas mudanças que eu achei legais.
Havia "brigado" com a minha irmã e para me sacanear ela se juntou com umas amigas e denunciou a minha fic, isso mesmo Prometido a um vampiro, foi denunciada. Quando ela me disse vim rapidamente ver se havia sido excluída, mas não foi. Só não denunciem ela também, isso é feio. Graças a deus não foi excluída não é mesmo??
Então para recompensar vocês pela demora, eu fiz esse capítulo gigante.

Quem leu isso parabéns, até as notas finais...

📖Boa leitura📖

Capítulo 9 - Cap 9.


           ¤.Mark on.¤

Acordei com leves raios de sol batendo em meu rosto, virei para a direção contrária e abracei o corpo que havia ali. Após alguns minutos vi que não conseguiria mais dormir, e então abri os olhos, me deparando com Jackson dormindo serenamente ao meu lado. Ele  estava com os fios de cabelos bagunçados, os lábios vermelhos e o rosto pouquíssimo inchado pelo sono.Notei que eu  estava o abraçando e estava com a cabeça em seu ombro, foi nesse exato momento que ele acordou e me olhou, virei o rosto para o outro lado e senti minhas bochechas e orelhas esquentarem, com certeza havia corado. Mas o  por que?  

-Bom dia, Mark... 

Falou Jackson com a voz rouca e logo se levantou calçando suas pantufas, indo em direção do banheiro. Somente com uma calça de moletom,fitei suas costas e vi que ele tem enormes ombros largos. Desviei o olhar e o respondi. 

-Bom dia, Jackson.

Falei e me virei de brusos na cama, indo com a cabeça ao travesseiro no qual Jackson dormiu, senti o cheiro do mesmo e vi que ele era muito cheiroso. Ele cheirava a uma fragrância muito forte, que mesmo assim não deixava de ser maravilhosa. Olhei para a porta do banheiro que se abriu e o mesmo sair do banheiro e me encarar por alguns segundos. 

-Não vai levantar? Temos que sair ainda,hoje vai ser um dia cheio. Então te aconselho a levantar,se banhar e comer para sairmos e você estar bem disposto.

Falou e foi em direção a sua mala, pegando uma peça de roupa, tirou sua camiseta. E porra...que abs era aquele? Tão definido que me senti uma lombriga perto dele. Malhei por um ano, e não houve algum tipo de mudança naquela região de meu corpo. Senti uma necessidade tão grande de tocar naquela região,eu estava amando a sensação de saber que teria aquele corpo somente para mim,eu estava desejando Jackson. Isso era algo bom oum ruim? Todo casamento tem a ter um relacionamento ativo, mas eu não sabia se Jackson gostava realmente de mim e queria algo mais sério que um casamento de "fachada".Quando me toquei que o encarava demais, foi quando ele me lançou um olhar malicioso e um sorriso safado.  Ele vestiu a regata branca que tinha em mãos e que  era muito justa,deixava seus músculos todos a mostra, logo vi que ele ia tirar a calça,pois desceu suas mãos para o cós da calça, tratei de sair da cama. Levantei de supetão, tropeçando nos lençóis e corri para o banheiro sem pantufas mesmo, entrei e tranquei a porta. Andei pelo mesmo e vi o quão grande era, havia uma banheira enorme, uma pia com um espelho acima da mesma, tinha mais um chuveiro e a privada. Mais um enorme espelho na parede de frente a pia.  O chão era enfeitado por tapetes em frente o boxe, a privada e a pia, os azulejos eram na coloração branca com pequenos detalhes pratas, que combinavam com os tapetes pretos. Andei até a pia, abri a torneira e joguei água no rosto, para ver se aquela coloração e aquela quentura saiam de meu rosto. Após fazer isso, escovei os dentes e sequei o rosto, sai do banheiro e fui até minha mala. Tirando dela uma peça de roupas, resumidos em uma calça jeans preta, e uma camiseta estilo esqueitista. Voltei ao banheiro sobre o olhar de Jackson,que estava sentado na cama,com o celular em mãos, e tomei um banho morno e rápido. Vesti-me e penteei os cabelos para trás, assim que sai do banheiro Jackson me espera na porta para sairmos. 

-Espera eu pegar um casaco? 

Perguntei envergonhado, ele sorrio e concordou com a cabeça. Me conduzi até minha mala, e de lá tirei uma casaco xadrez preto e cinza maior que eu e o vesti. Voltei para onde Jackson estava e sai primeiro, ele fechou  a porta do quarto e veio em minha direção. Pegou em minha mão e andou comigo até o elevador, apertou no botão e o  esperou abrir. Enquanto isso, eu olhava para o chão envergonhado, ele me olhou e logo veio a falar. 

-Se importa?  Sabe que é necessário, não  é? 

Ele falou me olhando culpado pelo ato e o olhei novamente nos olhos e    eu realmente sabia,mesmo que não tivéssemos uma relação amorosa ou amigável,teríamos de nos tratar assim na rua. Como se estivéssemos felizes e de bem com a vida. Era isso que minha mãe havia me dito: "Quando saírem  em público, devem dar as mãos. Não importava a ocasião, de mãos dadas e felizes." Não tem como esquecer as palavras da minha mãe,pois elas grudaram em mim e parece não querer me largar. 

-Sim,eu sei que devemos fazer isso sempre. 

Entramos no elevador após o mesmo se abrir, havia uma casal de idosos que nos olharam e sorriram. Sorri para eles também e fiquei ao lado de Jackson na caixa metálica. O elevador desceu até o térreo e o casal de idosos saíram primeiro e depois eu e Jackson. Andamos até a porta do hotel e saímos, chamemos um táxi e fomos até uma loja que aluga carros, pois Jackson não gosta de andar de táxi. Ao chegarmos lá, ele encontrou com um amigo que descobri se chamar a Minho, que estava com seu marido Taemim. Eles começaram uma conversa bem longa e soube que a loja era de Minho, eles levaram-nos para ver os carros e agora eu estava ali, olhando para Jackson com a cara imburada. Estavamos a quase quarenta minutos ali, Jackson  viu uns trinta carros  e não gostou de nenhum. Ele se dirigiu ao próximo carro e era uma Ferrari branca muito bonita, ele abriu a porta do motorista e o observou por dentro. Ele sentou no banco do motorista e apertou o volante, sorriu e saiu de dentro do mesmo o fechando olhou para o amigo e começo a fala. 

-Minho você tem ótimos carros aqui, parabéns. 

Falou e apertou a mão do amigo.

-Escolheu o carro Wang. Seu marido tá quase dormindo em pé ali. 

Falou Taemim rindo baixo e eu realmente estava quase a dormir de pé. Não me culpem escolher carro cansa. Jackson me olhou e sorriu, o sorriso dele é deslumbrante, ele é muito bonit... por que eu estou pensando essas coisas?  Eu estou me sentindo estranho, como se quisesse Jackson ao meu lado para sempre... 

-Mark, gostou do carro?  

Sai de meus devaneios e tratei de o responder logo, pois havia gente demais me olhando. 

-Ele é bonito. 

Falei e olhei para baixo, Jackson veio ao meu encontro e de deu um rápido abraço, antes de olhar para Minho e Taemim. 

-Vamos ficar com esse mesmo Minho. 

Ele falou e começamos a andar até o escritório onde ele assinaria o contrato de aluguel empréstimo do carro, o que não demorou muito a acontecer. Eles apertaram as mãos mais uma vez e Taemim falou algo a Minho, que olhou para nos e depois para o marido e sorrio. 

-Ótima idéia docinho, que tal Jackson... você e Mark virem a festa que terá lá em casa hoje? 

Ele falou e sorrio, Jackson me olhou e depois olhou para o amigo que ainda sorria abertamente e o respondeu com um magnífico sorriso. 

-Claro que sim, Minho. Não tem como dispensar um convite assim. Não é Mark?? 

Jackson me olhou sorrindo e apenas confirmei com a cabeça...

Após terminarem de resolver os papéis e a conversa longa na qual entraram,Jackson pegou os papais de aluguel do carro,os documentos em dia, e as chaves. Andemos até o carro e entramos,Jackson olhou para o casal do lado de fora do carro e sorriu. 

-Mesmo endereço?

-Sim,não pretendo me mudar. 

Falou Minho e Jack soltou uma risadinha baixa,sabia que ele estava perguntando da casa do outro. Pois ele disse que a festa seria em sua casa,    se despediu dos amigos e colocou os pés no acelerador, parando apenas quando  o sinal fechou. 

Ele me olhou e o olhei de volta,ele olhou para frente e acelerou o carro quando o sinal abriu novamente. 

-Vamos ao shopping. 

Falou ele retirando o silêncio do carro,o olhei e confirmei com a cabeça. 

Seguimos até o shopping que não era muito longe de onde estávamos,Jackson deveria conhecer o Japão para não se perde ali,se fosse eu já teria me perdido a tempos....

Ele estacionou o carro e descemos do mesmo,indo em direção da entrada do enorme prédio preto onde se situava  o shopping. Ele entrelaçou sua mão a minha e seguimos rumo olhando as lojas,ele olhou para uma empresa sorriu. Andamos até lá e adentramos a loja,ao olhar o estilo das roupas que eram vendidas ali,sorri. Eram as roupas que eu gostava de usar no meu dia a dia. Caminhei até algumas camisetas e as olhei,algumas eram de minhas bandas de rock favoritas. Asking Alexandria,U2,AcDc...e por aí ia,havia muitos modelos,peguei uma de cada banda que eu gostava e segui até os provadores,encontrando Jackson com algumas calças e algumas jaquetas de couro. Ele me entregou tudo e me empurrou levemente para dentro de uma das cabines. Olhei as calças e havia uma de couro e uma jeans,coloquei a de couro que era extremamente apertada na bunda,vesti a camiseta do Asking Alexandria e coloquei uma jaqueta de couro vermelha por cima. Sai da cabine e segui até Jackson que estava sentado em um dos vários sofás de espera. Ele estava vendo algo  no celular por isso não me viu parar em frente a si. 

-Então o que acha? 

Ele tirou os olhos do celular e me fitou,abriu minimamente os lábios e levantou,guardando o celular no bolso traseiro da calça e sorriu. 

-Vai ir com essa roupa? Esta magnífica. 

Falou e assenti lentamente,ver os lábios dele se movendo era algo realmente sexy. 

Sai de meus devaneios,quando meu celular vibrar em minhas mãos. Olhei para ele e liguei-o vendo a foto de JB e YoungJae na tela,deslizei o dedo e atendi a chamada de vídeo. Vendo logo Jaebum chamar pelo amado,que veio correndo e sentou se ao seu lado no possível sofá que eu via. 

-Markiiee,como você está?

Perguntou Youngjae com um enorme sorriso nos lábios,o Im também tinha um pequeno sorriso nos lábios. 

-Eu estou bem sim, e vocês??

-Nos estamos bem Mark e como está a viagem??

-Esta legal,estamos no shopping agora. 

-Uau no shopping?? Vão fazer o que??

Ri baixo, Youngjae era muito curioso quando queria. 

-Temos uma festa à noite. 

Jackson falou indo para trás de mim,assim ficando visível aos outros dois no outro lado do aparelho.

-Jaebum nunca me levou em uma festa. 

Falou Youngjae fazendo um bico enorme e Jaebum revirou os olhos. 

-Youngjae nem começa. 

Falou fazendo um gesto com as mãos,enquanto olhava o outro. 

-Mas é verdade,você sai e não me leva junto. Você está me escondendo algo? 

Perguntou estreitando os olhos e observando Jaebum atentamente. 

-O que? Ficou maluco? Quando saio ou é para trabalhar,estudar ou comprar pães. 

Falou se defendendo do outro,aquilo daria uma discussão e dez minutos depois estariam resolvidos trocando solares amoroso por aí. 

-Aham sei, então boa festa para vocês dois e até....

Falou acenando para o celular e desligou após o ato. 

-Eles não vão brigar por causa disso ,não é??

-Não se preocupe,daqui das minutos eles vão estar trocando celares por todos os cantos. Jaebum é rabugento e Youngjae teimoso,mas formam um belo casal. 

Sorri ao lembrar do pedido de namoro deles,para Youngjae foi o melhor dia da vida dele. Ri com esse pensamento e segui para a cabine novamente. 

-Vai levar essa?

Olhei para ele e voltei a andar. 

-Gostei de todas,então vou levar todas. 

Falei e fechei a porta da cabine. Troquei de roupa,peguei todas as peças e sai da cabine, indo até Jackson. Seguimos até o caixa e passei toda a compra.  Quando fui pagar Jackson estendeu seu cartão a atendente que o pegou vermelha. 

Ele pagou as roupas e sorriu para mim, pegou as sacolas e depois minhas mãos. Vindo a caminhar,o fitei e ele parou de andar,me olhando. Como se perguntasse o que eu queria falar. 

-Eu iria pagar as roupas. 

Falei e fiz bico,qual é sou casado mais não desempregado. Quer dizer,eu não trabalho mas recebo mesada de minha mãe.  Então eu acho que da na mesma. 

-Você ia,agora quem paga suas contas sou eu. 

Falou e voltou a andar. Ele seguiuaté outra loja e soltou minha mão indo até as araras de roupas,aonde havia regatas. Pegou umas cinco branca,umas sete preta e três bordo. 

Veio até mim e sorriu, o sorriso dele era lindo. Mark concentra e não pensa em besteiras, era isso que eu dizia a mim mesmo. 

-Vamos ver algumas calças para irmos comer algo. 

Falou e seguiu até as calças sociais,vendo algumas pretas. Pegou as que acho ser seu número e seguiu até o caixa. Passando as roupas,atras do atendente havia uma prateleira com tiaras,olhei todas e havias apenas uma resposta rosas brancas. Sorri e chamei um dos atendentes ali e pedi pela tiara,ele me entregou e era muito delicada. Erra realmente maravilhosa, sorri e o olhei. 

-Irei levar. 

Ele assentiu e foi colocar em uma sacola. Jackson estava me olhando enquanto segurava as sacolas de sua nova compra,logo o mesmo atendente voltou com a sacola. A peguei e paguei a tiarinha. Andei até Jackson e saímos da loja. 

-Porque comprou uma tiara?

Ele perguntou com um semblante indecifrável. 

O encarei e vim  a responde lo. 

-Eu uso tiaras desde os 13anos. Porque?

Ele me olhou e piscou várias vezes. Abriu e fechou a boca por alguns segundos e veio a falar depois de minutos. 

-Garotos não usam tiaras.

o olhei e sorri,já sabia a resposta certa para ele. 

-Garotos não usam tiaras,Mark Tuan usa tiaras. 

Ele me olhou e sorriu. 

-Mark Wang. Você carrega meu sobrenome até que a morte nos separe,docinho. 

O encarei chocado e comecei a andar,qual é,vai falar disso longe de mim. Ele soltou uma gargalhada e correu para me alcançar.

-Então vamos comer aonde? Na praça de alimentação, ou em um restaurante?

-Restaurante??

-Então vamos. 

Pegou minha mão e andamos até o estacionamento. Chegamos lá,  Jackson  guardou todas as sacolas no porta malas e entrou no carro. Meteu o pé no acelerador e só retirou para por o nome freio. 

Chegamos no restaurante e saímos do carro,ao entrarmos algumas pessoas nos olharam. Jackson seguiu reto até as escadas e que levavam ao segundo andar,o segui e paramos  uma mesa para dois. Perto das enormes janelas,que davam a vista de um gigantesco jardim de rosas.  Fizemos nosso pedido  e alguns minutos depois chegou. Estava saboreando minha refeição,quando uma garota chegou e puxou uma cadeira para o lado de Jackson. Sentou-se e olhou para ele, que sorriu e fizeram um toque de mãos,rindo após o ato. 

-Eae Jackson?  Quanto tempo cara? 

Falou e a olhei,ela se vestia com um garoto,tinha os cabelos platinados e curtos. Era definitivamente o Jackson versão feminina ali. 

-Amber quanto tempo irmã. 

Falou sorrindo aberto. 

-Vejo que evoluiu,quem é o rapaz bonito?

Abaixei a cabeça constrangido. 

- É Mark,meu marido. 

Falou e sorriu para a moça. 

-Mark está é Amber minha irmã de longa data. 

-Olá Mark, sou Amber prazer. 

Falou e sorriu,a olhei e sorri logo estendendo minha mão para que ela a apertasse. 

-Mark Tuan. 

-Mark Wang. É Wang,mas ele não lembra de falar. 

Falou Jackson e ela assentiu me olhando sem piscar. 

-Lindo,você é lindo. 

Falou e sorriu,olhei para baixo envergonhado. Ela riu baixo e levantou meu rosto. 

-Não precisa ficar com vergonha,é marido do Jackson é amigo meu. 

Falou e sorri. 

-E você Amber,está fazendo o que aqui ??

-Vim trazer minha mulher para comer,sabe desejo de gravida. 

Falou apontando para a mulher que se lambuzava com frango gorduroso. 

Dava para ver o pequeno volume no ventre da mulher. 

-Luna está muito bonita. 

-Eu sei,minha mulher. 

Ri da cara que Jackson fez. Ri mais ainda quando Amber me acompanhou com uma gargalhada alta. 

-Yah,parem com isso seus levados. 

Ele falou e eu pararei de rir, secando as lágrimas do canto do olho. 

-Eu vou Jackson,se não minha mulher passa mal e não dá tempo de acudir. 

Falou e fizeram o toque de mãos novamente, e ela veio até mim,dando um beijo em minha testa. Se afastando e indo até a mulher na mesa. 

Terminamos de comer e saímos do restaurante. Fomos para o hotel,chegamos e Jackson foi tomar um banho,enquanto eu chegava meu corpo na cama. 

Fitei o teto e acabei sendo pego pelo sono. 


....


              ¤.Mark off.¤


             ¤.Jackson on.¤

Passar o dia com meu marido não foi ruim, encontrei meus amigos de longa data, o que diz que são vampiros também. Minho e Taemim,  Amber e Luna. Saber que Luna estava grávida foi uma surpresa, Amber sabia disso. Mark deve ter gostado de Amber,  ver ele se soltando na minha frente foi algo bom.         Espero que nossa convivência melhore. Não quero viver em confronto com quem viverá eternamente comigo.

   Ao chegarmos no hotel fui direto para o banheiro,me despi e tomei um banho em baixo da água morna que era a algo realmente maravilhoso para os meus músculos cansados.  

Mark me surpreende a cada minuto  em que passo com ele, realmente um jovem que sabe o que faz, o que quer.  Um jovem cheio de vida pela frente. Pensar nele me faz lembrar que ainda devo contar que sou um vampiro, eu realmente não queria fazer isso. Mas era algo necessário,o acordo que fiz com meu pai e sua mãe.  Dentre três meses ele deve saber sobre isso. Desliguei o chuveiro e segui meu corpo, enrolei a toalha na cintura e sai do banheiro,Mark estava dormindo serenamente na cama. Segui até a mala e vesti uma pesa de roupas leve,deitei ao lado dele na cama. Coloquei o celular para vibrar uma hora antes da festa e me deixei dormir. 

 

                    [...]


-Aish,Jackson desliga isso. 

Procurei o celular na cama e não encontrei,olhei ao redor e o encontrei no chão. Peguei o mesmo e vi que era alguém me ligando.

Deslizei o dedo na tela e atendi falando um simples "alô?"

-Jackson vocês vem ou não? 

Reconheci a vós como de Minho e sentei na cama,passei a mãos nos olhos os coçando e bosechei. 

-Minho? Precisa de algo?

Olhei para Mark e ele havia virado o corpo para o outro lado,empinando a bunda na minha direção. 

-Esqueceu que te convidei para uma festa? Você tá cinco minutos atrasado. 

-Omo,me ligou para isso? Daqui quinze minutos estamos aí. 

Falei e direcionei meu olhar para Mark que levantou da cama resmungando que eu estava falando alto demais e não estava deixando ele dormir. Foi para o banheiro e o tranco,apenas escutei o barulho da água caindo no chão. Voltei a atenção para o celular e ouvi Minho dissendo que se não estivéssemos lá em vinte minutos, ligaria para a polícia para nos deportar de país.  

Ri e desliguei a chamada,andei até a às sacolas de compre pegando uma regata preta e uma calça social preta. 

Me troquei e esperei Mark sair do banheiro,ele já estava com a roupa da festa, cabelos arrumados e delineador nos olhos. O fitei de cima a baixo e ele estava uma tentação. 

Entrei no banheiro e suspirei, escovei os dentes e penteei os cabelos. Passei lápis levemente nos olhos e sai do banheiro vendo Mark ao telefone. Desligou a chamada e veio até mim arrumando meus fios de cabelo e sorrio. 

-Vamos ou Minho te mata. 

Falou e sorri,peguei meu celular e fui até a porta,onde ele se encontrava me esperando. A fechei peguei  em sua mão,entrelaçando meus dedos nos macios dele. E caminhamos até o elevador,que abriu minutos depois. Pegamos o caminho até o estacionamento e entramos no carro. Dei partida e em dez minutos estávamos  na casa de Minho,que estava lotada de pessoas importantes do Japão. Esse sim sabia fazer festas grandes .... 

Entramos e fomos recebidos por Minho e Taemim,Minho queria me dar uns tapas por ter dormido e esquecido a festa dele. 

Mark foi sentar no sofá e eu fui até o bar pegar uma bebida, tomei uns cinco copos  de whisky que desceu queimando a garganta e suspirei. A vida não estava fácil,fui até onde Mark estava e não o encontrei lá,como pode o garoto ter sumido em meia hora?  

Peguei um copo de vinho e beberiquei enquanto procurava por meu marido. Em quinze minutos o procurando pela enorme casa,que estava sendo iluminada apenas pelas fortes luzes coloridas, bebi mais algumas bebidas que fizeram com que eu ficasse meio bêbado.Tinha tantas pessoas ali que achei que seria uma tarefa difícil de ser concluída,mas não foi porque o vi descer as escadas  trupicando. Caminhei até ele que sorriu para mim e me abraçou,o retribui meio sem saber o que fazer. Mas após sentir o cheiro de álcool nele,soube que estava definitivamente bêbado. 

Pessoas de menor que casavam antes dos dezoito, viravam de maior perante a lei,mas ali agora ele era um adolescente caindo de bêbado. Senti vontade de o beijar e foi isso que fiz, selei seus lábios num beijo lento que se tornou mais desesperado e afoito. Puxei Mark para meu colo e sentei no sofá que havia ao lado da escada,ele sentou emcima da minha pré ereção.  Nos separamos e encostei minha testa na dele. 

Ele movimentou o quadril para frente e nossos membros se chocaram, fazendo com que Mark mordesse os lábios para conter o gemido. Eu não estava diferente,maltratava os lábios para não gemer. Havia pessoas demais ali. Estava me sufocando. 

Mark voltou a beijar meus lábios e sorri no meio do ato,ver ele comandando o beijo era algo muito bom. 

Ele deu uma pequena rebolada em cima da minha ereção, nos separou, suspirou e me olhou com as pupilas brilhando. 

-Jackiee vamos embora,hum?

Perguntou me dando  um pequeno selinho nos lábios. Tirei ele do meu colo, segurei a mão dele e comecei a caminhar em direção da saída da casa, ele vinha em silêncio atras de mim e sorri. 

-Já vão? 

Quem perguntou foi Taemim que estava na porta e logo atrás vi Minho vindo ao encontro do amado. 

-Sim já vamos, parabéns pela festa,está muito bonita. 

Falei e sorri,sou  um bêbado com a consciência limpa para dar desculpas rápidas. 

-Que bom que gostaram, até a próxima. E tenham uma boa noite. 

Piscou para mim e eu sorri de lado, era idéia deles desde o começo. Não posso negar,mas eu adorei... 

-Obrigado,tchau. 

Falei e sai da casa,indo em direção ao carro ao outro lado da rua. Mark entrou e eu o segui,sentei ao lado dele no  banco do motorista e passei a dirigir. 

          

            ¤.Jackson off.¤


               ¤.Autora on.¤



O clima no carro estava a mil, Jackson estava com a mão esquerda na coxa de Mark a acariciando,vez ou outra passando lentamente os dedos pela ereção do marido. A retirando dali apenas para trocar as marchas do carro,logo as colocando novamente. 

Virou mais uma das infinitas esquinas da enorme Tókio, e suspirou. Estavam demorando muito para chegar,depois de mais três quarteirões avistou o hotel na qual estavam hospedados. Entrou no estacionamento e estacionou o carro de qualquer jeito na vaga. Vendo Mark sair rápido do carro,seguiu o ato do menor e logo se envolveram em um beijo desesperado ali mesmo no estacionamento. Jackson apertou a bunda avantajada do menor e o impulsionou a subir em seu colo,o que foi feito rapidamente pelo outro. Que enlaçou as pernas na cintura do maior e esfregou as ereções,arancando gemidos sofridos dos dois. 

Jackson  separou os lábios e começou a caminhar rapidamente para o elevador,enquanto isso Mark deixava celares e chupões no pescoço branco de Jackson. Entraram no elevador vazio e voltaram a se beijar,alguns minutos depois o elevador parou no andar descrito por Jackson. Jackson saiu do elevador andando afobado até a porta do quarto no qual estavam hospedados, abriu a porta com dificuldade e a fechou com o pé. Voltou a beijar Mark e o deitou delicadamente na cama, separando por conta da falta de ar. Olhou para o menor abaixo de si e sorrio,levou as mãos para o casaco de couro do outro o retirando e jogando em qualquer lugar do cômodo. Beijou novamente Mark e colocou as mãos na barra da camiseta,a puxando para cima e separando os lábios para terminar de retirala.  Começou a deixar celares no pescoço branco e livre de marcas,mas com algumas pintinhas espalhados pela extensão de pele branca do menor. 

Mark colocou os dedos acanhadamente na barra da regata preta do maior e a puxou lentamente para cima,Jackson retirou os lábios da pele já avermelhada do menor e o ajudou a terminar de tirar a peça de roupa. Mark passou as pontas dos dedos levemente pelo abdômen definido do maior e gemeu quando sentiu o músculo quente do maior em seu mamilo rosado. 

O menor colocou as mãos no cabelo do marido e puxou os fios levemente,Jackson trocou de mamilo e passou a brincar  com o mesmo enquanto direcionava uma das mãos ao cós da calça de Mark. Desceu o reco da calça e abriu o botão,enfiando a mão dentro da cueca do menor. Acariciando o pênis ereto, Mark gemeu e puxou os fios de cabelo de Jackson novamente,dessa vez com mais força. 

Jackson parou de brincar com os mamilos do menor, levantando um pouco  o corpo para retirar a calça do menor em um puxão,levando a cueca dele junto. Mark tentou fechar as pernas por vergonha, Mas foi impedido por Jackson as segurando. 

-Não se esconda,você é lindo. 

O menor cortou e assentiu,abrindo as pernas. Sentiu Jackson segurar seu membro ereto e o movimentar lentamente. Gemeu com aquilo,era algo realmente bom. 

Mark estava achando que  Jackson estava com roupas demais, então colocou as mãos no peito dele e o empurrou. Ficando por cima,colocou as mãos no cós da calça do mais alto e a abriu puxando para baixo,deixando a cueca para retirar depois. Olhou o enorme volume ali e sorriu,retirou a cueca e o enorme membro pulou para fora,Jackson gemeu rouco ao se sentir livre. Logo gemeu novamente ao sentir a língua de Mark lember toda a extensão do membro ereto, Mark o abocanhou com tanta vontade que quem visse achava que estava chupando um pirulito.  Lembeu,chupou e só parou quando sentiu um líquido viscoso e quente preencher sou boca. Lembeu tudo de forma sexy e Jackson sorriu,empurrou o menor e o beijou ágilmente,separou os lábios por falta de ar e levou três dedos a boca do menor, que os chupou bem,os deixando bem lubrificados. Jackson os retirou da boca do menor e posicionou um dedo na entrada do mesmo,Mark fechou os olhos e Jackson beijou os lábios dele. 

Colocou o primeiro dedo que deslizou facilmente pelo interior do menor,que não sentiu nada. O segundo dedo entrou com um pouco mais de força, mas o que sentiu foi uma leve incomodo. Jackson  fez leves movimentos de tesoura para alongar o interior do menor, ouvindo  um leve suspiro do mesmo.    O terceiro dedo foi difícil ao entrar,entrou e Mark sentiu os olhos lacrimejar,doía mas era algo suportável. Jackson começou a fazer movimentos de vai e vem,Mark começou a gemer baixo. E quando bateu os dedos levemente no ponto sensível do outro,Mark gemeu alto e o maior retirou os dedos ouvindo um resmungo de Mark.  

Se posicionou entre as pernas do menor e passou levemente o membro pela entrada do outro. Colocou apenas a glade e sentiu o corpo do Mark ficar tenso. 

-Confia em mim,não vou te machucar. 

Falou e viu o menor abrir os olhos e lhe fitar com os olhos marejados. 

-Eu confio Jackiee... 

Falou e sorrio para o maior, que o olhou nos olhos pedindo permissão para continuar. Mark fez que sim e Jackson começo a lhe penetrar lentamente,sentiasse rasgado ao meio de fato,mas a realidade era que estava gostando,gostando muito da dor que sentia. 

Jackson o invadiu por inteiro e para outros parar o menor se acostumar, o que não demorou a acontecer. Pois Mark já estava rebolando sobre o membro do outro. 

Jackson começou a fazer movimentos lentos e fundos, aumentando os movimentos quando Mark pediu por mais. 

Jackson começo a masturbar o menor no ritmo dos movimentos, ambos  soltavam gemidos altos e longos. 

Mark estava arqueando as costas a tamanho prazer que sentia,no quarto era possível ouvir apenas os gemidos,a respiração descompensada e o barulho dos corpos se chocando. 

Quando Jackson acertou o ponto sensível de Mark,o menor se retraiu e acabou gozando quando sentiu ser acertado lá pela terceira vez, gemendo alto.  Jackson ao sentir o interior do menor se retrair gemeu arrastado e gozou fortemente dentro do menor. 

Separou se do menor e deitou ao lado do mesmo o puxando para seu peito. 

-Eu te amo Jackson. 

Mark falou de olhos fechados e Jackson abriu os seus,olhando o menor deitado ali e sorriu,o abraçando mais forte. 

-Eu tamb te amo Mark,te amo muito. 

Falou e fechou os olhos,deixando se levar ao sono,igual ao marido com a respiração pesada abraçado a si. 


"Nessa noite...

 suas vidas foram traçadas,

Seus futuros Unidos, 

E suas almas entrelaçadas."

      Autora:SaraMin81


           ¤.Autora off.¤




Notas Finais


Então eu não sei de onde tirei coragem para escrever esse capítulo... kskksksks

Então teve cada comeback.
Nossos meninos arrasaram com You Are, ficou maravilhoso.
Dramarama do Monsta x.
DNA do BTS...
Move do Taemim...
Só comeback fodas.
Sem falar kokobop e power do Exo.
Essa vida não tá fácil não. Kskksksks kskksksks até o próximo.

DÊEM VIEWS EM YOU ARE POR AMOR DE JEOVÁ.

~Beijos da Min~


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...