História Promised Princess - (Imagine Park Jimin, BTS) - Capítulo 6


Escrita por:

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens Jeon Jeongguk (Jungkook), Jung Hoseok (J-Hope), Kim Namjoon (RM), Kim Seokjin (Jin), Kim Taehyung (V), Min Yoongi (Suga), Park Jimin (Jimin), Personagens Originais
Tags Bangtan Boys, Bts, Comedia, Drama, Hentai, Imagine Bts, Imagine Park Jimin, Kim Taehyung, Opsgguk, Park Jimin, Romance, Você
Visualizações 50
Palavras 1.166
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Comédia, Drama (Tragédia), Famí­lia, Ficção, Fluffy, Hentai, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Yaoi (Gay)
Avisos: Álcool, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Coloquem seus coletinhos e boa leitura ♥

Capítulo 6 - Chapter 05 - A louca que você é


Promised Princess
Chapter 05

A Louca que você é

Point Of View; ______

– Não está conseguindo dormir? – Park perguntou rouco bem perto do meu ouvido, me causando arrepios por todo o meu corpo.

– Não... – Respondi sussurrando.

O príncipe se deitou de barriga para cima e pediu para que eu deitasse em cima dele, o que mesmo com receio, eu fiz.

O moreno começou a cantar para mim, eu me acalmava aos poucos, sua voz era doce como ele por um todo, Jimin era um homem e tanto, não sei como um reino do norte, que era o mais atacado por rebeldes sulistas – os piores em minha opinião –, conseguiram criar um príncipe tão doce, arrisco dizer que Jimin não mataria nem uma mosca, gostaria de ter tido contato com o garoto antes de conhecer TaeHyung, seria tudo tão mais fácil.

[…]

Acordei sentindo alguém me abraçar possessivamente pela cintura, com o rosto em meu pescoço, fazendo sua respiração bater na área sensível e me proporcionar leves cócegas, me remexi um pouco e percebi ser Jimin, quando ele se mexeu obtive a certeza, o garoto de sono leve acordou aos poucos e seu olhar foi de encontro ao meu, tentei arrumar seus cabelos bagunçados e o príncipe sorriu para mim.

– Você ainda tem que me contar o que aconteceu ontem, não pense que eu esqueci. – Sorriu e se sentou na cama me obrigando a fazer o mesmo.

– Eu vou te contar tudo, prometo. – Mostrei meu dedo mindinho para o mais velho, que não demorou a enroscar os dois em um símbolo de promessa.

Ouvimos batidas na porta e o príncipe me cobriu até o seu pescoço com medo que quem quer que seja, me visse apenas com roupas de dormir. Depois de conferir pela quinta vez se eu estava devidamente tampada, gritou um "entre" e pude perceber TaeHyung entrar com um sorriso diabólico.

– Alteza, vossa majestade está no saguão a sua espera, é urgente. – TaeHyung não desgrudava os olhos de mim e Jimin percebeu, tratando de bufar e empurrar sua bochecha com a língua, demonstrando estar completamente irritado com a presença do soldado.

– Diga que estou à caminho, agora me dê privacidade com a minha esposa, – Reforçou suas últimas palavras – soldado. – Engoli em seco, percebendo TaeHyung estalar a língua e fazer uma reverência debochada retirando-se do local em seguida. – Odeio esse cara.

– Ah... Bom, acho melhor você ir logo, vai que é algo de extrema importância. – Pedi desconfortável com todo o acontecimento recente, o príncipe concordou, levantando da minha cama e pegando suas nobres roupas que estavam jogadas em algum canto, vestiu-se em minha frente, se aproximou de mim e selou minha testa com seus lábios carnudos.

– Você fica linda quando acorda. – Sorriu ladino indo até meu espelho e arrumando seus fios rebeldes – Acho que meu pai não poderia ter escolhido princesa melhor.

– Jimin, pare, estou ficando envergonhada. – Me joguei na cama tampando o meu rosto com o edredom e ouvindo uma risadinha do mais velho.

– Coma direitinho e não pule nenhuma das refeições. – Disse retirando o edredom do meu rosto e selando nossos lábios.

– Tome cuidado. – Sorri e vi o príncipe sair dos meus aposentos, me cobri até os ombros com preguiça graças ao inverno que já se fazia presente.

Point Of View; Jimin

– Jimin meu filho! – Minha mãe se encontrava aos prantos tentando ser acalmada pela mãe de Yoongi e ______.

– O que aconteceu? – Perguntei e só então percebi Jeongguk que estava andando de um lado para o outro sem a minha irmã do seu lado – Cadê a NaNa?! – Estava ficando nervoso e ninguém falava nada. – ME RESPONDAM!! – e pela primeira vez na minha vida levantei a voz para pessoas mais velhas que eu. – O QUE VOCÊ FEZ?! – Gritei com Jeongguk o puxando pela gola de suas vestes, eu estava descontrolado. – ME RESPONDE PIRRALHO! ISSO É UMA ORDEM!

– H-hyung eu não fiz nada... – O menor fungava enquanto  tentava se livrar das garras dr Jimin – A gente estava dormindo e então eu só me lembro de ouvir um cara com uma voz grave mandar a NaNa calar a boca, então quando eu abri meus olhos e quando fui tentar ver o que estava acontecendo, o homem foi mais rápido, me imobilizando e me fazendo cheirar algo que ele tinha em mãos, era um pano com um cheiro muito forte que me fez apagar.

– Meu filho se acalme, achar a NaNa é a melhor solução agora, não é culpa do rapaz. – Minha mãe pediu calmamente, então resolvi soltar a veste de Jeongguk e me sentar no sofá passando a mão em meu rosto.

– Jimin, ontem rebeldes sulistas invadiram uma vila perto do nosso reino, destruíram tudo, achamos que pode ter sido um plano desses rebeldes. – Ditou meu pai, ele era um cara durão, porém já era perceptível o quanto chorou, seu nariz estava completamente congestionado.

– Como eles sabiam que NaNa estava no palácio dos Min? – Perguntei nervoso com a possibilidade que aqueles rebeldes tenham feito isso.

– Alguém daqui de dentro pode ter vazado a informação.  – Suspirou e se colocou de pé. – Meu filho temos que ir nessa vila, ver o estado e descobrir se sua irmã pode estar lá.

[…]

Point Of View; _______

Senti um carinho em minhas madeixas. – Jimin, você não tinha que resolver os seus problemas com o Rei? – Perguntei ainda de olhos fechados.

– Não é o Jimin, princesa. – A voz grave de TaeHyung se fez presente, me obrigando a sentar na cama com medo e suplicando para que ele se afastasse, o que o soldado não fez. – Sabe ______… Eu não gostei do que vi mais cedo e vão ter consequências que você e o Jimin irão pagar, a não ser que você queira sua amiguinha morta. – Sorriu ladino segurando fortemente meu maxilar.

– O que você fez com a NaNa? – Perguntei trêmula, as lágrimas já faziam presença e a dor insuportável dos seus dedos apertando com toda a força meu maxilar, também estavam ali.

– Eu? Nada... Por enquanto, mas ela está comigo e qualquer passo em falso seu é morte pra única pessoa que você confia, faça tudo que eu mandar e tudo ficará bem. – Assenti freneticamente enquanto sentia duas mãos que agora estavam em meu pescoço, apertar a área com força, soltando em seguida, TaeHyung enlouqueceu. – Boa garota.

– O que... você quer? – Perguntei entre tosses após sentir ele soltar meu pescoço.

– Quero que você não conte nada sobre eu e você para o otário do Jimin, depois eu quero que você dê a louca, faça um show dizendo que não quer esse casamento arranjado e que vai fugir, depois me encontre nesse endereço, – Entregou-me um papel – e lembre-se de não contar a ninguém ______… a vida da NaNa está em suas mãos. – Sorriu diabólico achando graça de toda a situação, achando graça do meu desespero, do meu medo. – Ah! E eu quero que você diga sempre ao Jimin que a irmã dele foi pega pelos rebeldes, diga até que ele acredite, depois dê um fora nele, como a louca que você é.


Notas Finais


Hihi, esse Taehyung tava quieto demais pra ser verdade, quem come quieto apresenta perigo uuuuh que

O que acharam? Aaa eu tomei uns remedinhos aqui e estou com mto sono, então desculpem por qualquer erro, amo vocês e até o próximo ♥


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...