História Promised Princess - (Imagine Park Jimin, BTS) - Capítulo 8


Escrita por:

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens Jeon Jeongguk (Jungkook), Jung Hoseok (J-Hope), Kim Namjoon (RM), Kim Seokjin (Jin), Kim Taehyung (V), Min Yoongi (Suga), Park Jimin (Jimin), Personagens Originais
Tags Bangtan Boys, Bts, Comedia, Drama, Hentai, Imagine Bts, Imagine Park Jimin, Kim Taehyung, Opsgguk, Park Jimin, Romance, Você
Visualizações 68
Palavras 1.490
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Comédia, Drama (Tragédia), Famí­lia, Ficção, Fluffy, Hentai, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Yaoi (Gay)
Avisos: Álcool, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Oiii, voltei <3
O capítulo de hoje tá bem emocionante hihi
AH, eu esqueci se responder os comentários da att anterior pq eu sou burra, mas já já irei responder todos os meus nenezis que comentaram no cap passado, ok?
BOA LEITURAAAA UHU

Capítulo 8 - Chapter 08 - We're going to die together


Promised Princess

Chapter 08

We're going to die together

– Era por isso que nunca tivemos nosso momento de calmaria como nos livros de romance da minha mãe? Tudo culpa desse soldadinho, tsc. – Jimin me perguntou enquanto acariciava minhas madeixas. Sorri ao descobrir um novo hobby do meu noivo. 

– Então você lê livros de romance Senhor Park? – Perguntei fazendo desenhos aleatórios em seu peitoral que estava coberto por suas roupas nobres. 

– Não só leio como quando era criança “pegava emprestado” os livros da minha mãe e os lia escondido do meu pai, claro, se ele visse seu futuro herdeiro lendo livros de romance e não livros de como ser o melhor rei seria o meu fim. – Riu deixando a mostra seu eyesmile. – Vou parar de rir, não consigo enxergar quando rio. – E aquilo foi o necessário para que eu praticamente berrasse de tanto rir. 

– Você é tão fofo Jimin. – Levantei um pouco meu tronco apenas para apertar aquelas bochechas que tanto me atraíam. 

– Você ri de mim assim por ser a estrangeira mais linda desse mundo e não sofrer com isso por ter esses olhos grandes que tanto me atrai, Senhora Park. – Colocou a mão no peito e fez uma cara sofrida – Ah! Acho que estou apaixonado. 

– Bobo! – Gargalhei selando nossos lábios e quando ia aprofundar o beijo alguém entrou no meu quarto o que fez eu me afastar de Jimin por instinto. 

– Licença, irei limpar o banheiro, desculpe atrapalhar a cena. – Ana, uma das criadas ditou entrando no banheiro com uma expressão séria. Pude perceber Jimin engolir em seco e ficar nervoso com a presença dela em um momento íntimo nosso. 

– O quê você está me escondendo? – Perguntei me afastando um pouco dele. 

– E-Eu? Nada! – Falou rapidamente e engoliu em seco outra vez. 

Comecei a analisar os fatos e ah! Como eu era boa nisso, poderia ser uma detetive se não tivesse nascido princesa. 

Primeiro Ana entra no quarto e muda sua expressão de menina feliz que ela sempre demonstra pelos corredores para quem acabou de ver algo que provavelmente partiu seu coração. 

Esse algo poderia ser eu e Jimin nos beijando? Tanto que ele ficou nervoso com a aparição dela no ambiente e ainda ficou engolindo seco, o Park é um péssimo mentiroso. 

– Vocês tiveram algo juntos, não tiveram? – Perguntei cansada de pessoas atrapalhando nossos momentos, segredos que sempre vinham à tona pra acabar com a nossa paz. 

– Sim, mas foi há muito tempo atrás. – Umedeceu seus lábios e levou uma de suas mãos até a minha cintura me puxando para ficar em cima dele. 

– Por isso você não ficou com tanta raiva de Taehyung? Por quê também já errou? – Perguntei um pouco mais tranquila, porém não tanto. 

– Uhum. – Assentiu tirando uma mecha de cabelo do meu rosto e colocando atrás da minha orelha – Mas ela ainda nutre sentimentos por mim, mas não é tão obcecada quanto Taehyung, porém eu entendo ele ser obcecado por você, eu também seria. – Sorriu apertando de leve minha cintura. 

– Devo ter medo? – Gargalhei beijando sua bochecha, me sentia um pouco mais tranquila mas não o bastante, por algum motivo não queria saber dessa de ter concorrência, gostava da ideia de ter Jimin apenas para mim, mas sabia que ele não trairia minha confiança jamais. 

– Claro que não sua boba. – Sorriu desenhando meus lábios com seu polegar. 

– Woah! Você é tão apaixonado por mim assim? Senhor Picasso? – Sorri sentindo ele me dar beijinhos no pescoço. 

– Acredita? Se apaixonar logo por uma marrenta. Quando éramos criança você era o demônio garota! – Gargalhamos e deitei minha cabeça em seu peito, sentindo as batidas aceleradas do seu coração. 

– Eu só não deixava você chegar perto de nenhuma garota além de mim e da Nana, simples. – Sorri sentindo o mais velho beijar o topo da minha cabeça. 

– Me amava desde nova, pode confessar. – Puxou com delicadeza minha cabeça para olhá-lo nos olhos e selou meus lábios encostando os seus macios e carnudos na minha boca. 

– Não sei de onde você tirou isso. – Assobiei olhando para os lados e me fazendo de desentendida. 

_____________________

Três semanas, três semanas se passaram desde o desaparecimento de Nana e agora com Taehyung à solta! Céus, Jimin se culpa tanto por não ter me ouvido naquele dia, mas o que podíamos fazer? Haviam guardas confiáveis atrás dela e Taehyung preso aqui! Era o que precisávamos para tentar ajustar as coisas e arrancar alguma coisa dele. 

Hoje será o dia em que minha parte do plano é colocada em ação e todo o teatro começa, estávamos em um jantar, um jantar entre os Park’s e os Min’s, para descobrirmos o que iríamos fazer com tantas preocupações. 

– Eu e _____ chegamos à conclusão de que o sequestro fora obra dos rebeldes. – Jimin colocou o plano em ação e aproveitou para me servir enquanto eu sussurrava um obrigada. 

– Eu tenho algo a propor. – Aumentei minha voz e limpei minha garganta olhando para Taehyung que estava na entrada da área do jantar, garantindo a “segurança” do local, quando ele quem trazia o perigo para nós. – E-Eu não quero mais saber dessa babaquice de casamento arranjado! – Gritei o que fez meu pai que estava prestes a colocar o vinho entre os lábios parasse no meio do caminho levantando o olhar e me analisando com aqueles olhos frios e penetrantes. 

– Sua mimada! Coloque-se no seu lugar e pare de falar asneiras! – Meu pai gritou comigo fazendo com que eu me encolhesse, mas não perdesse a postura. Taehyung olhava a cena sorrindo de lado, Yoongi engolia em seco e de longe percebi suas mãos suarem, ele não sabia o que estava acontecendo e muito menos o porquê de repente eu querer arriscar a minha cabeça, mamãe me olhava como quem pedia com o olhar para que eu não fizesse o que pretendia, os pais de Jimin me olhavam espantados e o próprio Jimin engolia em seco, mesmo sabendo do plano, não estava preparado, muito menos eu.

– Eu não vou me casar com esse traste! E se o senhor não aceitar o que lhe peço, perderá uma princesa!!! – Gritei com meu pai que me olhou abismado, não estava crendo que eu havia levantado a minha voz para ele, muito menos chamado o meu noivo de traste. 

– Você vai morrer! Está me ouvindo sua mimada?! – Meu pai rodeou a mesa e veio parar do meu lado, puxando meu cabelo e me puxando para fora do saguão, ele iria me matar e estava prestes a me levar para a forca, quando Jimin e Taehyung perceberam e correram até ns dois, eu podia ouvir os gritos de mamãe para que ele não fizesse isso, mas iria acontecer comigo o mesmo que aconteceu com Elizabeth, que ousou ir contra as regras do rei e morreu pelas mãos do próprio pai. A primogênita dos Min ousou ir contra nosso pai e morreu, agora como mais nova dos três filhos estava indo pelo mesmo caminho que Elizabeth foi, seguindo os mesmo últimos passos que minha irmã seguiu. 

– Majestade, por favor solte-a! – Kim pediu segurando o braço do meu pai, que tratou de cortar o contato e olhar para Taehyung como quem estava prestes a matar mais um e tudo o que eu evitei que acontecesse, estava acontecendo. Tae estava chorando por ver com os próprios olhos o que meu pai era capaz, acho que no fundo ele não acreditava que fosse pra tanto os meus avisos, agora restava apenas arrependimento em seu peito.

– E quem você é para me dizer o que tenho que fazer ou não?! Ela irá morrer sim! A não ser que você queira ir junto com essa coisa que não ouso chamar de filha, poderá me parar novamente Soldado Kim. – Meu pai voltou a puxar meus cabelos e me levar a força até a praça ao lado do castelo aonde todos eram enforcados com o povo de platéia, mas acho que o desgosto do meu pai com duas filhas rebeldes era tanto que ele não iria esperar a luz do dia e o povo gritar pela minha morte para de fato me matar. 

– Majestade, por favor, não faça isso. – Jimin implorou tentando me segurar em seus braços o que por pouco tempo ele conseguiu, nós três estávamos chorando desesperados, nos sentindo culpados por tudo que fizemos, espero que em uma próxima vida eu possa encontrar Jimin. 

Meu pai me arrastou até a forca e passou a corda por meu pescoço, nesse momento Jimin gritava frustrado, chorando sem saber o que fazer, não sabia se enfrentava o rei e morríamos juntos ou se ele quem sabe arriscasse tudo acabasse por salvar nós dois.

 

“Estou caminhando em direção ao castelo

Eles querem me fazer sua rainha

E há um velho homem sentado no trono

Dizendo que eu provavelmente não deveria ser tão má

Estou caminhando em direção ao castelo

Eles aprisionaram este reino

E há um velho homem sentado no trono

Dizendo que eu provavelmente deveria calar minha boca

Direto para o castelo”

Castle, Halsey


Notas Finais


Foi isso, vejo vocês no próximo, NEM VOU COMENTAR SOBRE ESSE FINAL POR QUE EU SEI QUE VOCÊS VÃO ME MATAR.
Então vou fugir como quem não sabe de nada rsrs

MAS OLHA SÓ, EU QUERO DEDICAR ESSA ATT TRISTE E LINDA PRA MARAVILHOSA DO MEU CORAÇÃO @AmandaILV
É aniversário dela, então por favorzinho deixem nem que seja um simples "Feliz aniversário Mandy" pra ela.
Amanda você é uma fofa, te amo muuuuito <3
Feliz aniversário e que você possa estar muitos anos escrevendo essas obras-primas que a gente chama de fanfic, você sabe, sou sua leitora bem antes de você começar a ler PP e ainda por cima COMENTAR as minhas fanfics, IMAGINA O BAQUE QUE FOI PRA MIM UMA MERA FLOPINHA AHSHABHAS
Mas é isto, espero que seus dias possam ser os mais felizes e que pessoas maravilhosas apareçam na sua vida <33
Amo-te princesaaaaa 💚💞

Até o próximo capítulo 💞💚 @opsgguk
Jung Jaehyun te amo tá, caso você esteja lendo essa fanfic


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...