História Prostituta de Aluguel ? - Capítulo 11


Escrita por:

Postado
Categorias Histórias Originais
Personagens Personagens Originais
Tags Aventura, Linguagem Imprópria, Policial, Romance, Sadomasoquismo, Sexo
Visualizações 84
Palavras 1.686
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Comédia, Drama (Tragédia), Famí­lia, Festa, Ficção, Luta, Mistério, Policial, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Suspense, Violência
Avisos: Adultério, Álcool, Bissexualidade, Drogas, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sadomasoquismo, Sexo, Spoilers, Tortura, Violência
Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Notas do Autor


Genteeeee....
Esse casal eu hein... Kkkkk
Vão ler o que eles aprontaram??
Se você está lendo isso, voçê vê futuro na relação deles ou acha que Lara ( já estou com pena dela) vai conseguir, ruir esse "relacionamento"??

Att: Uma Mente ♠

Capítulo 11 - No dia seguinte...


Fanfic / Fanfiction Prostituta de Aluguel ? - Capítulo 11 - No dia seguinte...

 3° Dia como Prostituta de Aluguel

Na manhã seguinte, Tony abre os olhos e vê, Alila ali do seu lado nua, ainda dormindo, ele se aproxima dela e lhe dá um beijo carinhoso na testa, ele também nu levanta vai em direção a uma janela e a abre deixando aquele cheiro de maresia invadir o quarto ele admira aquele mar e suas ondas; em pé vira-se e se senta na beirada da cama observando Alila que adormecia e pensa.

Tony ON

Como foi que eu dormir, na cama do lado dela, eu nunca dormir, nunca. O que está acontecendo comigo ?

Porquê ela meche tanto comigo ? O que é isso ? Que sentimento é esse ? MERDAAAAAAAAAAAAA... Será que estou apaixonado ? Não, não posso amar ninguém, isso de amar é para os fracos dominados pela massa ideológica sem fundamentos reais, eu tenho que manter ela longe de mim! Não, não Calma Tony isso já vai passar, Tenha calma isso já vai passar...

Tony OFF

Quando Alila desperta vê que Tony está ali em pé a observando e fala.

Alila:

_ Bom... Di..A!     -Bocejando

_ Eu dormir, Alila ...    -fitando seus olhos.

_ E isso é ruim ? -preucupada.

_ Pra mim é!

_ Por quê ? O que fiz de errado ?

_ Não fez nada de errado!

_ Então...Qual foi o problema Tony ?

_ O problema já disse foi que eu dormir, eu não durmo depois de uma transa, eu não gosto, não me sinto bem, porém ontem eu dormir e gostei daquele momento... Eu me sentir bem!

_ Desculpa     -choramingando

Ele se aproxima dela e lhe dá um beijo na sua testa e a abraça.

Tony:

_ Por quê está chorando, não prescisa chorar, e nem se desculpar.

_ Mas, então você não gostou de dormir comigo ?          -triste

_ Gostei! Esse é o problema.

_ Como assim ? Você está me dizendo que gosta de mim, mas não quer gostar ?

_ Não me apego a nada e odeio quando isso acontece.

 -Alila começa a rir de nervosa-

Tony:

_ Do quê está rindo Alila ?

Alila sai da cama, pega o lençol se cobre e depois vai em direção a porta de entrada da casa onde há uma varanda, Tony a segue nu depois que ela chega ela grita como os lábios e o coração cheios de felicidade.

Alila: 

_ TONY CAVALCANTI GOSTA DE MIMMMMMMMMMMMMM.... -gargalhando-

Tony estava a dois metros atrás dela e sai correndo até onde ela estava e coloca sua mão na boca de Alila e fala, rindo também, porque ela tinha tirado a confissão da boca dele.

Tony:

_ Está louca ?   -rindo

_ Não, eu estou FELIZ!! -gargalhando

_ E porque está feliz ?

_ Porque você gosta de mim.

_ Eu não disse isso.

_ Minha Mãe sempre diz que pra meio entendedor meia palavra basta! Além do mais Eu gosto de Você!

Alila vira-se para entrar na casa e Tony puxa seu braço pra si: e olha nos olhos dela.

Tony:

_ Não devia gostar de mim.    -sério

_ Por que não ?     -confusa

_ Pertenço á um Mundo que é Mal. Não sou o tipo-ideal.

_ Quem disse que proucuro o "ideal" ? Além do mais eu sou, mais perigosa... -brincando.

Tony a puxa pela cintura e pega ela no seu colo novamente, e a vem trazendo; os dois vem se beijando freneticamente, novamente e ele vem trazendo ela só que ele não a leva até o quarto e sim até a cozinha, pois estava mais perto.

Seu coração bateu forte, quando Tony passou sua língua e engoliu sua orelha: foi tão gostoso que ela gemeu, pois estava muito contente por estar naquele momento com ele. Ele apertou os dois bicos dos seus seios, ela já sentia na sua vagina uma rola imensa pedindo para entrar.

Tony começou a tocar com os dedos na sua vagina, depois colocou Alila em cima da mesa.

Alila deitou o seu corpo pra trás, ele puxou uma cadeira e sentou abriu suas pernas e deu um beijo na sua vagina. Ela se arrepiou toda por aquele beijo num lugar tão íntimo que ficou toda mole, e ele começou a sugar a sua vagina, de repente ele enfiou a língua o mais fundo que pode então ela fica já toda derretida por dentro.

Logo sentiu dois dedos invadindo sua boceta, e depois ele foi passando a língua no seu clitóris ai ela não suportou mais e enrolou suas pernas em volta do seu pescoço e gozou deliciosamente, deixando a boca dele toda lambuzada de porra branca, em seguida Alila sentiu a cabeça, do pau de Tony macia e quente, toda, lhe pedindo passagem. Procurava a entrada pra sua vagina, ela mexeu os quadris permitindo que a cabeça do seu menbro, deliciosa se encaixasse nela de novo, sua rola foi lhe invadindo bem suave agora até fácil, porque ela estava com sua vagina bem dilatada e abertinha, mas Tony parece ter nascido com o dom de dar esse imenso prazer para uma mulher.

Nesse momento Alila o prendeu com uma de suas pernas, não dando chance dele sair, suas bolas colaram no seu ânus. Ele já estava com sua imensa rola completamente atolada dentro dela, cada contração da sua vagina ele ia a comendo mais e mais assim, fazendo ela feliz já sabendo que é assim que ela gosta, ela não queria que Tony saísse dali.

Sua rola estava deliciosa, ela estava indo para um orgasmo duplo, ai rebolou feito louca e em seguida entre gemidos e suspiros disse:

_ Ahhh... Não para, eu quero mais,mais...

Ao ouvir isso ele afundou sua rola até o fundo e gozou, jatos e mais jatos de porra deixando sua vagina encharcada. Deitou em cima dela, que estava em cima da mesa, e a beijando na boca.

Depois de um longo banho saíram para almoçar em restaurante próximo ao centro da cidade e depois foram curtir um cinema. Por volta das nove da noite voltaram já lanchados e foram direto para o banho, Tony saiu primeiro, Alila ficou para poder lavar seu cabelo. Ela estava feliz pois estava gostando de tudo aquilo ela pensava que aquela viajem seria um desastre, mais não estava sendo não, quando estavam só eles. Tony está radiante, seu coração só faltava saltar pra fora de tanta felicidade, eram o encontro de duas almas, que sentiam o prazer através de seus corpos!

Ao entrar no quarto Alila admirou Tony que estava em pé, pelado. Soltou a toalha e se ajoelhou na sua frente e abraçando seu quadril ela peguou com as duas mãos o gigante lembrando de todas as dicas que Jhon lhe deu, assim deu um beijo na cabeça do seu menbro que já estava enorme e foi mamando agora só envolta da cabeça e teve que abrir totalmente a boca para poder colocar tudo dentro da sua boca.

Tony começou com movimento de vai e vem fodendo sua boca: nem precisava entrar nem a metade para atingir a garganta, ela com a boca aberta só sentindo sua rola entrar e sair mesmo sentindo os cantos da boca toda esfolada, ela queria mais e desse porte que agora estava mais ainda viciada.

Tony lhe fez ficar de quatro sobre a cama com a bunda bem empinada e foi pincelando a enorme cabeça na entrada da sua vagina e começou a empurrar bem suave logo a tora de carne mais uma vez foi abrindo espaço e com jeitinho ia deslizando.

Tony disse: _ uh... como sua boceta é fechadinha Alila!

Ela ia sentindo o que era ser fodida por inteira por um macho de rola grossa e grande. Tony foi acelerando as metidas, ela ia sentindo um misto de prazer e dor, a cada estocada, estava sendo alargada e ficando com os lábios da sua vagina toda dobrada pra fora pela imensa rola e bem vermelhinha.

A cada socada sentia a ponta da rola de Tony encostar no seu útero, logo apareceram os filetinhos de sangre, sentiu uma dor que já havia sentido, mas mais uma vez suportou tudo cerrando os dentes e foi se acostumando.

Ele ia comendo gostoso a levando a um orgasmo delirante, ela começou então a gritar dizendo:

_ vai Tony, soca tudo essa boceta é sua, deixa ela arrombada....Isso! Me come Tony, me fode gostoso, termina de arregaçar minha boceta com essa rola deliciosa! Isso! Mete, enfia tudo!

Ela se sentia vitoriosa e feliz, só que já estava cansada da posição de quatro e ai Tony á colocou em pé, ele segurou uma de suas mãos e a conduziu até sua rola. Ela ia fazendo tudo que ele queria, sentia a dureza e a grossura de sua rola, encostou a cabeça do pau na entrada da meu vagina, novamente e apoiando as duas mãos na parede quando a cabeça entrou agora mais fácil, arrancando-a gritos estridentes de prazer. Ele endireitou seu corpo prendendo-a pela cintura e forçou a conclusão lenta e deliciosa. Depois de ter inteiramente atochado sua rola em sua vagina, confesso que Alila que começou dando gritinhos: ai…ai… hum… .

Alila continuava em pé, com o corpo dobrado e com as duas mãos apoiadas na parede. Ia fazendo um vai e vem com sua bunda, comia sua rola com sua vagina com gosto, e matando toda a sua vontade de sua vagina de comer um pedaço de carne. Ela estava louca de tesão pra dar, queria mais e mais ser enrabada.

Nesse mix de prazer Alila olha profundamente nos olhos de Tony e fala, com um sorriso de satisfação nos lábios:

_ Eu sou Tua... Só sua....

Ai ele ficou com ainda mais tesão, e segurou na sua cintura bem forte e fez uma penetração profunda nela e bem vigorosa. Logo conduzindo ela pra um orgasmo maravilhoso.

Tony parece que nasceu com um dom de dar um prazer indescritível as mulheres ele possuí algo que faz uma mulher cada vez mais ter desejos e vontade de dar pra ele, mesmo ele tendo uma rola imensa e grossa que consequentemente leva todas as nuvens.

Alila começou a gozar como louca parecendo uma erupção de prazer, então soltou toda a sua porra branca rebolando o máximo que pode e fazendo Tony gozar e despejar uma cachoeira do seu leite dentro da sua vagina. Assim ambos se jogam na cama exaustos, pela maratona de prazer que proporcionaram um ao outro...


Notas Finais


😱😱😱😱
GENTE O QUE ACONTECEU COM ALILA? Abduziram é ? Essa aí é uma irmã gêmea...?
Dizem que em 4paredes vale tudo com o consentimento de ambos...
Alila e Tony fizeram valer cada letra...
Bem, depois de tudo o que rolou, deixa eu tomar um banho de água gelada... 😂😂😂😂

Att: Uma Mente♠


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...