1. Spirit Fanfics >
  2. Prostitution >
  3. Caça as Bruxas

História Prostitution - Capítulo 6


Escrita por:


Capítulo 6 - Caça as Bruxas


Fanfic / Fanfiction Prostitution - Capítulo 6 - Caça as Bruxas

O garoto de cabelos castanho e belamente penteados suspira nervoso tentando controlar a respiração que estava prestes a acelerar,seu coração batia forte como se estivesse em uma corrida de obstáculos e seu olhos estavam fechados temendo a maldosa realidade ,por sorte ,a ruiva no volante toca em seus ombros tentando alastrar segurança para o corpo inseguro que respeitava a presença da mesma.


-Se acalme Peter, se o Tony te deixou vir para esse compromisso, não tem o por quê de não confiar em si mesmo...


O sorriso tranquilizador da mulher ousada faz o mais novo engolir seco se preparando para o encontro encomendado.


-Obrigada Srta.Natasha...


O garoto agradece e sai do carro em seguida,deixando a mesma sozinha no carro.


-Moça, por favor,me leve embora daqui agora!


Um homem de aparência madura e inteligente entra no carro rapidamente ordenando eufórico para a motorista do carro acinzentado.


-Hey! Eu não sou-


-Eu te dou U$ 400,00


Antes que pudesse terminar a frase ,o homem de óculos oferece o dinheiro mostrando para a ruiva irritada,pouco tempo se passou até que a mesma aceita o pedido.


-É pra já.


O Corvette Stingray se desloca rapidamente da vaga estacionada se direcionando para longe dali.


☀🌹☀🌹☀🌹☀🌹☀🌹☀🌹☀🌹☀


Lustres de diferentes modelos enfeitavam o teto, janelas esbajavam a luz da lua para dentro do salão, comidas exorbitantes adornavam uma mesa cheia delas enquanto vestidos e ternos presenteava o cômodo com toques delicados da mesma maneira que a música inveterada preenchia o local já anafado.


Parker analisava o local supreendido com o tanto de detalhes que aquele lugar continha dentro de si,mas em escasso tempo ,o menino de dezesseis anos começa a buscar pela garota morena que tanto falavam.

"Elizabeth Allen"

Soava em sua cabeça,o nome tão delicado quanto a pessoa, a aparência morena da garota na foto passava de relance em seu cérebro mas era o suficiente para que pudesse acha-la naquele acervo de pessoas sofistocadas.


-Está procurando por mim?


A sonância de uma voz feminina ecoa em seu ouvido mas processa em sua psique fazendo o moreno se virar e encontrar a garota que procurava tão apurado,segundos se passam até que Peter toma coragem e decide falar com sua cliente.


-Você é a Elizabeth Allen?


Parker pergunta com as mãos nervosas uma na outra,em resposta a outra sorri com a intranquilidade do moreno.


-Sim.


O prostituto novato oferece a mão com a finalidade de cumprimenta-la mas é negada com um abraço de lado,deixando os dois mais próximos do que distantes,deixando Peter constrangido.


-Hãm...


-Devemos parecer mais apaixonados.


-Ah! Ok...


O mesmo acata a ordem e logo toma postura na frente de todos,andando entre o mar de gente.


-Você é novo nisso neh?


-Como você sabe?


-Ao julgar pela aparência você ainda é muito novo para essas coisas.


A mulher de vestido rosa ri baixo enquanto justificava sua pergunta de antes.


-Você é boa em investigar,eu tenho dezesseis anos só...


-Uuu, eu também tenho.


Elizabeth informa o levando para perto de um homem mais velho .


-Olá pai,esse é meu namorado que te falei...


O homem mais alto que Peter o analisa rapidamente o avaliando como um garoto bonito e ingênuo.


-Legal filha, me passa o número do seu namorado para que troquemos algumas ideias,sabe, de genro pra pai.


Adrian comenta olhando para o mais novo com desejos desiguais.


-Está bem!Vamos amor.


A filha de Adrian sai apartando o namorado falso da família mas deixando rastros do olhar do pai sobre Parker.


-Acho que meu pai GOSTOU muito de você,isso é meio ruim...


Peter arregala os olhos não acreditando no pensamento da nova amiga.


-"Meio ruim"? Isso é horrível!


-Por que?


-Porque não é normal um pai gostar de um genro!


-Ah! Isso é normal com meu pai...


A garota morena diz deixando o prostituto abismado com isso.


-E não é só ele que tá afim de você...


Elizabeth informa novamente só que dessa vez mais animada.


-Como assim?


Parker pergunta acanhado com o comportamento da moça que se encostava no balcão do barzinho.


-Um cara gostoso está te secando exaustivamente meu homem aranha...


A garota de cabelos levemente cacheados diz usando o codinome do garoto enquanto olhava para o homem citado.


-Q-Quem é?


-Olhe para onde eu estou olhando.


Ordena pausamente mudando a direção do olhar para que não ficasse tão suspeito para a dupla que agora também observava o atraído.Trocas de olhares são feitas rapidamente ,mas considerável para o prostituto novato que esquentava as bochechas por ter notado o charme do homem alto de terno preto e gravata vermelha.


-Caramba que lindo...


Parker diz baixo se apoiando no balcão branco, fazendo Elizabeth rir contraída do novo amigo.


-Awn...Que fofo,quer que eu te apresente à ele?!?


A morena pergunta animada mas logo o Peter a repreende.


-N-Não!


-Ok,Ok.


-Não tenho interesse nele e em ninguém,mas eu só quero saber quem ele é na verdade...


O prostituto novato fala convencido de si mesmo ao contrário da morena que sorria sarcástica cruzando os braços


-Queria poder te ajudar mas eu não sei nem quem são essas pessoas, sei apenas das pessoas importantes então só suponho que seu cara seja um segurança de um proprietário...


O ânimo do garoto abaixa mas não deixa de querer curtir o momento com sua nova amiga,pensando nisso o mesmo conclui que não era necessário se enganar por homens belos.


-Vamos deixar de lado isso, e vamos focar no momento.


Parker fala mais para si do que para a garota morena de olhos castanhos.


-Por que me contratou?


A pergunta vinda do prostituto vem inesperadamente causando surpresa na cliente luxuosa.


-Hãm...Por um motivo apenas, mostrar para a sociedade que não sou uma moça sem compromissos.Você ainda não notou porque há poucas pessoas ainda,mas depois das oito horas já irá ocorrer a "Caça as bruxas"...


Elizabeth diz tomando o líquido do copo que pedira anteriormente ,mas naquele momento,o gosto do fluído era tão amargo quanto seu sentimento.


☀🌹☀🌹☀🌹☀🌹☀🌹☀🌹☀🌹☀



-Quem é seu cliente hoje?


Steve pergunta prestes a entrar no carro mas espera a resposta do moreno que mexia freneticamente no celular.


-Pra quê quer saber?


-Pra ver se vou esperar um soco ou uma bala no estômago.


O responde sarcástico fazendo o outro vencido deixar de lado o celular.


-Obadiah Stane.


A reação surpresa do outro não modifica a de Stark,pois já sabia com quem estaria lidando no encontro.


-O homem que trafica tecnologia pro país inteiro?!


-Exato,tá por dentro do assunto enh Rogers...


O loiro entra ainda pasmo com a informação no carro e liga o automóvel frio pelo clima.


-Eu já fui em um encontro com ele e por incrível que pareça ele me tratou muito bem,além de ele ser super rico...


Stark o acalma enquanto Steve saía com o carro e se dirigia para o destino dado pelo GPS.


-Sei...


Sabia que seu motorista estava aflito com a notícia mas não era pela própria segurança e,sim, pelo bem estar do prostituto veterano.


-Não fique angustiado, sei o que fazer,sou praticamente um profissional nisso.


Ri depois da própria afirmação confiante,porém não deixa o maior seguro.Na cabeça de Rogers problemas se passavam entre o traficante e o homem de programa que confiava na própria citação,estava dentro de seu conhecimento que em alguma hora deveria agir se for preciso.


Notas Finais


Oq acharam???


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...