História Protect - Capítulo 1


Escrita por: ~

Postado
Categorias Boku no Hero Academia (My Hero Academia)
Personagens Aizawa Shouta, Bakugo Katsuki, Lida Tenya, Midoriya Izuku, Todoroki Shouto, Uraraka Ochako
Tags Bakugo X Kirishima, Bakushima, Katsuki Bakugou, Kiribaku, Kirishima Eijiro, My Hero Academia, Romance
Visualizações 190
Palavras 1.569
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Comédia, Drama (Tragédia), Famí­lia, Ficção Adolescente, Hentai, Lemon, Romance e Novela, Universo Alternativo, Violência, Yaoi (Gay)
Avisos: Adultério, Álcool, Bissexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Intersexualidade (G!P), Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Tortura, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Essa é a minha primeira fic, eu nunca escrevi nADA, mas eu estava querendo muito escrever uma de Kiribaku por quê eu simplesmente nunca vi nenhuma aqui, e eles são simplesmente o meu shipp preferido de bnha, e eu realmente queria ler uma porém só achei uma ou duas no Wattpad e apenas em inglês, mas enfim.
Se tiver qualquer erro ou algo que vocês acharem que seria bom adicionar podem falar, conversem comigo gente por favor.
Espero que gostem dessa minha primeira fanfic.

Capítulo 1 - Capítulo 1


Acordei com o celular vibrando em cima da minha cama, abri só um olho pra ver quem estava me ligando e era o Denki, peguei o celular e atendi.

-  Bom dia, Kirishima! - disse ele animado e não sei como pois eram 6h24 da manhã e era terça-feira.

 - Bom dia - falei bocejando e levantando indo em direção ao meu armário pra pegar meu uniforme.

   - Você já está se arrumando? porque eu estarei ai em 25 minutos pra gente ir pra escola, juntos.

  - Estou me arrumando - falei e ele respondeu um okay e desligou. 

Fui em direção ao banheiro e liguei o chuveiro e fui entrando, comecei a pensar, o Denki era um amigo incrível, depois do divórcio entre minha mãe e meu pai que foi a uns dois meses atrás, minha vida se tornou um inferno e ele ficou ali do meu lado, me ajudando principalmente depois que fui obrigado a morar com meu pai, minha mãe viajou sem ao menos se despedir… Ele ficou agressivo depois da separação, devido ao álcool, todos os dias ele estava bebendo e acaba descontando em mim e quando as coisas ficam sérias o Denki sempre deixa eu dormir lá e temta me animar de qualquer maneira, ele é o melhor amigo do mundo mesmo.

Desliguei o chuveiro e fui me secar e pentear meu cabelo deixando ele o mais espetado possível, me vesti e quando eu fui colocar meus sapatos, a campainha tocou, o Denki chegou e eu rezei pro meu pai não acordar pra ele não começar a ficar agressivo logo de manhã, a campainha tocou mais umas duas, que impaciente mano.

 - Denki não precisa tocar de novo, eu não sou sur... - quando eu abri a porta, vi que não era o loiro que eu esperava, era o Bakugou.

- Oi Kirishima, demorou pra atender hein porra, vamos logo caralho, ta pronto? - ele falou impaciente, ele estava tão lindo e eu fiquei meio nervoso, sempre que eu estava perto dele eu ficava assim, principalmente quando eu percebi que estava apaixonado por ele, ninguém além do Denki sabia.

- Cadê o Denki? - convidei ele pra entrar, peguei minha mochila e terminei de colocar meus sapatos.

- Não esta contente em me ver? - ele falou e sentou no sofá da sala.

 - N-não é isso, Bakugou..- falei nervoso e ele me cortou.

- Ele tá lá embaixo, ele ia te ligar pra você descer mas preferi vim aqui pra ver se ja esta pronto, dai ele riu e disse que seria bom, algum problema? - ele falou meio sínico e eu neguei com a cabeça, Denki filho da puta, imagina se eu ainda não tivesse pronto e ele me visse sei la, só de toalha? Ele levantou, chegou mais perto e me puxou pelo braço - Você é muito lento caralho, vamos logo! - ele gritou e eu fiquei nervoso mais uma vez mas dessa vez foi pelo medo do meu pai acordar.

 - Calma Bakugou, meu pai pode acordar - disse baixinho.

 - Ta ta vamos logo o Denki ta esperando a gente - ele ainda estava me puxando pelo braço e eu sorri acompanhado ele.

Na Escola

 - Alunos, agora que terminei de explicar a matéria de hoje, vou comentar sobre o trabalho que vocês vão fazer, em dupla - o professor Aizawa ja ia explicar mas a sala começou a ficar agitada e todos começaram a formar as duplas, então eu me virei pra falar com o Denki ou a Mina porém o Bakugou chegou e ficou na frente.

 - Vamos fazer o trabalho juntos - ele disse sério e decidido, e foi quando eu vi o Denki com aquela cara de retardado dele fazendo sinal de joinha com a mão, ele estava por trás disso esse safado, eu sempre fico nervoso e não sei o que fazer quando eu estou com o Bakugo, mas não vou negar que gosto de ficar perto dele.

 - A-ah, okay, pode ser - sorri fraco e ele sorriu em retorno, quase babei, o sorriso dele é lindo, e eu sou apaixonado por ele, que, olha as coisas que eu to falando mano, eu sou um otario mesmo.

- Pessoal, posso terminar de explicar ou vai ser difícil? - O professor disse irritado e todo mundo se sentou e o Bakugou foi pro lugar dele - Vocês tem três dias pra fazer o trabalho, contando com hoje - Todo mundo e inclusive eu gritamos um “O Que?!” e ele continuou falando porém não prestei muita atenção, isso quer dizer que provavelmente iria ter que fazer o trabalho ainda hoje, o Bakugou odeia deixar as coisas pra ultima hora.

- Ei, podemos fazer trabalho na sua casa hoje? - ele puxou a cadeira pra ficar do meu lado e deitou a cabeça na mesa, parecia meio entediado, ele era tão fofo.

 - Hm, pode ser, mas meu pai pode tá lá e você sabe como ele é e talv... - ele levantou a cabeça me olhando irritado.

- Você acha que eu ligo pra porra do seu pai, Kirishima? - ele falou irritado - Vamos fazer na sua casa e ponto, lá na minha vai ter a minha mãe te enchendo de perguntas e enchendo a merda do saco, ela parece que gosta mais de você do que de mim, mas não julgo ela, é fácil gostar de você - ele falou com uma facilidade, mas logo depois ele parece que percebeu o que disse e corou, eu quase beijei ele ali mesmo, ele realmente é lindo.

 - Alunos, como vocês já estão todos decididos, organizados e ja tenho os nomes das duplas, vocês estão dispensados. - Todos saíram e o Denki chegou perto de mim, disse que iria me ligar e se despediu de mim.

Acabamos passando em um mercado pra comprar comida e alguns materiais pro trabalho, depois seguimos pra casa.

Em casa

Vi que meu pai não estava em casa, então eu sorri aliviado, a gente foi comer e comentamos sobre o que iríamos fazer no trabalho mas depois de um tempo ele chegou.

 - Que porra de bagunça é essa Kirishima? - ele gritou, chutando algumas coisas que estava no chão , ignorando totalmente o Bakugou e apontando pro chão que estava cheio de pacotes de salgadinhos, biscoitos e algumas latas de refrigerante.

  - P-pai calma, e-eu vou arrumar, precisa de algo? - estava nervoso com medo dele me bater como sempre, não é atoa que eu sou todo cheio de machucados.

 - Preciso dessa merda limpa, se você não lim... 

 - Escuta aqui seu velho podre do caralho, fala direito com o Kirishima, ele não é empregado nenhum caralho - Bakugou gritou e foi levantando chegando perto do meu pai.

 - Quem você acha que é pirralho? abaixa essa bola por que o Kirishima é meu filho e essa é a minha casa - meu pai revidou e eu resolvi interferir mas o Bakugou ja foi respondendo.

 - Foda-se porra, ninguém fala assim com o Kirishima e ainda mais na minha frente caralho. 

- Moleque você está enchendo a porra da minha paciência, ah quer saber? Eu vou beber, quando eu voltar eu quero essa merda arrumada ouviu Kirishima? se não você ja sabe - Ele saiu de casa batendo a porta com força antes que o Bakugou pudesse revidar.

Suspirei triste e o Bakugou veio perto de mim e passou o braço pelo pescoço.

 - Ow, eu te ajudo a arrumar isso, você sabe que eu não vou deixar ele te machucar né? - ele disse me olhando nos olhos e aquilo me acalmou.

- Por quê fez aquilo? - por mais que a atitude dele me deixou feliz, eu não esperava isso dele.

   - Bem, eu gosto de você sabe, e eu cuido de quem eu gosto - Como assim? Ele gosta de mim como amigo ne? Foi isso que ele quis dizer? eu corei e comecei a suar, ele começou a chegar mais perto de mim, olhando pros meus lábios e sorrindo. Eu fiquei paralisado, estava com o rosto e as orelhas queimando e estava tremendo, ele só chegava mais perto, como assim ele gosta de mim? Isso não pode ser real.

 - B-bakugou como assim? - disse rindo de nervoso e me afastando um pouco dele.

  - Você sabe, eu estava falando com o Denki e de alguma forma aquele merda conseguiu me convencer e me fazer admitir que eu gosto de você, foi quando ele me contou que você gosta de mim também, e por que caralhos esta se afastando? Você não quer isso? - ele ficou sério e parou de se aproximar, EU VOU MATAR O DENKI AQUELE FILHO DA PUTA FOFOQUEIRO DO CARALHO E COMO ASSIM O BAKUGOU GOSTA DE MIM? Eu não estava sabendo processar a informação, meu rosto estava queimando de tanta vergonha, eu sentei no sofá, eu estava tremendo e olhei pro chão.

- Porra Kirishima, você é um lento mesmo hein - ele me deitou no sofá e veio por cima de mim começou a me beijar e é óbvio que eu retribui o beijo, aquilo estava tão bom, mas eu ainda não estava acreditando, Bakugou sentia o mesmo por mim? Eu espero que o Denki e ele não estejam armando algo pra cima de mim, eu estava tão feliz, nada podia fazer com que aquilo ficasse ruim.


Notas Finais


Então ai esta o primeiro capítulo, conversem comigo viu gente, podem me chamar no twitter que é @ifavshisui, eu sou mais ativa la então provavelmente vou responder mais rápido.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...