História Protector - Capítulo 1


Escrita por: ~

Postado
Categorias EXO
Personagens Baekhyun, Chanyeol, Chen, D.O, Kai, Lay, Sehun, Suho, Xiumin
Tags Exo, Park Chanyeol, Sobrenatural
Visualizações 55
Palavras 896
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Drama (Tragédia), Ficção, Hentai, Mistério, Romance e Novela, Sobrenatural
Avisos: Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Mais uma fic com meu utt dericinha, vulgo Park Chanyeol kkhkkkj

Essa fic surgiu do nada na minha mente, e decidi investir nela.
Espero que gostem, e aproveite ~^~^~

Capítulo 1 - Capítulo 1


Fanfic / Fanfiction Protector - Capítulo 1 - Capítulo 1

-Amy On-

 -AMY!

 -AMY MINHA FILHA!

 -AMY!

 Eu escutava meus pais gritarem, mas por algum motivo, eu não conseguia responder, a casa já estava caindo, e eu tentava gritar pros meus pais, mas era como se alguém estivesse tapando minha boca, uma mão enorme, mas eu estava sozinha no porão de casa. Ouvi a casa cair, e meus pais e irmãos ficaram em silêncio, por mais que eu fosse uma criança, eu já era esperta, e deduzi que meus pais e meus irmãos, haviam morrido com a queda da casa, então me desesperei e corri pra sair do porão, porém recebi uma pancada na cabeça que me fez cair, e antes de fechar totalmente os olhos, pude ver um homem alto e todo vestido de preto, e com um capuz cobrindo os olhos, depois disso, desmaiei por completo.

 -Chanyeol On-

 Os pais da garota chamavam ela, mas eu tapei a boca dela e segurei os braços, se ela saísse do porão, morreria também.

 Por quê eu estava protegendo ela? Eu apenas vi que ela morreria, e ela era jovem demais pra morrer.

 A casa desmoronou e a garota correu desesperada pra sair do porão.

 -Aish! -Murmurrei.

 Sem pensar muito, dei um tapa nela, que fez ela cair no chão e desmaiar.

 Depois disso, peguei ela no colo e andei com ela por 3 dias, meu tapa foi o suficiente pra desmaiar ela por 3 dias. O furacão passou e tudo voltou ao normal, então, decidi deixar ela em um orfanato em Busan.

 Continuei visitando a Amy sem que ela me visse, eu não me manifestava sempre, então era invisível aos olhos dela e de todos. Em uma dessas visitas, ouvi as cuidadoras dizendo que Amy tinha perdido a mémoria, e que por isso, a única coisa que ela sabia sobre sí, era o nome; pois eu tinha deixado um papel junto com a Amy, no papel dizia o nome e a idade da criança; As cuidadoras dizeram que para a Amy que ela foi achada dormindo na rua, e que os pais vieram, mas a Amy não quis ir.

 Mentirosas!!

 Depois de mais uma visita à Amy, voltei pra casa, e por um milagre, Hoo Jung tinha feito o jantar.

 -Vai continuar nessa Chanyeol? -Perguntou Hoo Jung colocando os acompanhamentos na mesa.

 -O quê?

 -Seguindo a criança... Por quê protege ela Chanyeol? Vocês tem alguma ligação?

 -Não, eu apenas achei que ela é jovem demais pra morrer, e a protegi, é simples. Eu também protejo você, e só somos amigos à uns 9 anos.

 -Tá Chanyeol, mas cara, por quê você continua indo lá? Ela nem pode te ver, nem lembra de você.

 -AISH! EU NÃO SEI! SÓ CONTINUO INDO LÁ!

 Depois disso, Hoo Jung mudou de assunto pra evitar minha fúria. Eu era uma pessoa que se estressava rápido, e odiava ser questionado demais, principalmente quando nem mesmo eu sabia a resposta.

 

 Os anos se passavam e eu continuava olhando a Amy, várias pessoas já tinham ido até o orfanato pra adota-la, mas eu nunca deixava, e a própria Amy nunca aceitava ser adotada.

 

 Anos se passaram e Amy fez 23 anos, já tinha saído do orfanato, era escritora e morava com uma amiga, e também tinha se mudado pra Seoul, coisa que facilitou minha vida, pois eu sempre morei em Seoul e sempre tinha que viajar para Busan pra visitar ela.

 -Amy On-

 Estava voltando de uma balada com minha amiga Hyon Joo, a qual eu dividia apartamento.

 -Amy... Acho que tem alguém seguindo a gente...

 -Hein? Não fale besteiras Hyon Joo! Olha! -Olhei pra trás e não vi ninguém. -Tá vendo! Não tem ninguém!

 -Tem sim Amy! Eu tô sentindo!

 -Aish!

 Virei pra trás e pra minha surpresa, vi um homem alto, usando preto dos pés a cabeça, e com um capuz cobrindo os olhos.

 Eu conheço ele...

 Hyon Joo saiu correndo desesperada, e eu permaneci lá, olhando pra ele.

 -Ei! Você! -Gritei.

 Fui andando até ele, mas de repente, me deu uma dor na cabeça e eu caí do no chão. Junto com a minha dor na cabeça, veio a imagem desse homem.

 Quem diabos é ele??

 Desmaiei por completo, e quando acordei, já estava em casa, Hyon Joon estava na cama do lado, e eu não via mais o homem.

 Levantei e fui para a cozinha fazer o café da manhã, e comecei a me sentir observada, mas não tinha ninguém ao meu redor.

 Espirítos me deixem em paz!!

-Amy!

 -QUE SUSTO HYON JOO!!!

 -Calma! Só tem eu e você aqui! Relaxa!

 -Não Hyon Joo, aqui tem eu, você, e mais alguém que nós não conseguimos ver...

 -Aigoo! O quê está dizendo?! Pare de tentar me assustar!

 -Não estou tentando te assustar... Alí! -Caminhei até o canto da parede, pois suspeitei que esse ser estivesse lá.

 -Chanyeol On-

 Amy caminhou até mim, e me tocou, mesmo que eu não tivesse me manifestado fisicamente, ela conseguiu me sentir e tocar.

 O toque de Amy fez meu coração acelerar, ela era uma mulher crescida e atraente, não tinha mais o calor fraco da menina que eu salvei à anos atrás.

 De repente, Amy abraça minha cintura, e eu sinto tudo dentro de mim mexer. O quê está acontecendo?!

 -O quê está fazendo Amy? -Perguntei mentalmente, esperando que ela não respondesse.

 -Abraçando você...

 Espera, ele conseguiu se comunicar comigo? Mesmo que tenha sido por pensamento...?

 


Notas Finais


Talvez alguns não tenham entendido que tipo de criatura o Chanyeol é, na verdade não existe(creio eu) uma definição do que ele "é". Então eu vou explicar as habilidades dele com o decorrer dos capítulos.

Obrigadis por ler sz
♡~


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...