1. Spirit Fanfics >
  2. Protetor >
  3. Só falta um ano

História Protetor - Capítulo 10


Escrita por:


Notas do Autor


Uau, dois capítulos em um dia?
Estamos no arco final dessa fanfic 😔👊
Mas ainda tem muita coisa para explicar então não vai acabar tão cedo.

Capítulo 10 - Só falta um ano


— Feliz aniversário Ycaro!!! — Saiko e Meiaum gritaram assim que o garoto entrou no quarto.


— Olha ele, todo lindinho, nem parece que já tem dezessete anos no coro — Meiaum comenta.


— Cala a boca vocês dois, meus pais ainda não dormiram — o garoto repreende.


Meiaum se senta na cadeira do PC, seu corpo estava na forma espiritual mas ele havia guardado suas asas e Saiko também, o mesmo flutuava pelo quarto com as duas asinhas sobre sua cabeça.

Dado uma da manhã, Saiko já estava comendo um bolo de chocolate que a dona tinha feito e Meiaum comia coxinha junto com Ycaro, que mesmo tido comido na sua própria festa, ainda tinha fome.


— Espera aí, dês de quando o Meiaum faz parte do grupo? — Saiko pergunta finalmente se tocando da presença do demônio.


— Dês de quando isso é um grupo? — Ycaro rebate.


Meiaum ri.


— Ainda não confio nesse cara — Saiko diz.


— Achei que já tivemos essa conversa Saiko — Ycaro responde.


Saiko revira os olhos.


— Tá bom.


Meiaum sorriu.


Quando Ycaro dormiu, os dois ficaram conversando na sala, mesmo que Saiko não confiasse direito em Meiaum, os dois podiam pelo menos ter um diálogo decente.


— Eu também não sei, eles só mandaram — Saiko respondeu quando Meiaum perguntou do porquê que ele cuidava de Ycaro.


Escondendo alguns fatos, é claro.


— Mas tu não acha meio estranho te mandarem tomar conta dele, assim, do nada? — Meiaum pergunta.


— É óbvio que eu achei, mas nenhum deles nem quis me responde nada quando eu perguntei, então sempre achei que é por que a visão espiritual dele é desbloqueada, mas ainda não acho que é isso.


— Já tentou pesquisar alguma vez?


— Pesquisar o que?


— Sei lá cara, tipo o histórico de reencarnação dele, ou seus antepassados ou algo assim.


— Saber esse tipo de informação é ilegal — Saiko comenta.


— Ah é, verdade.


— Mas saber o histórico de reencarnação é tão importante?


Saiko se lembra de alguns eventos que levaram pessoas a perguntarem sobre o histórico de reencarnação de alguém.


— Claro cara — Meiaum diz — Sabia que há muito tempo, a terra tinha duas luas?


— De onde tu tirou isso Meiaum? — Saiko perguntou.


— Cala a boca e me escuta — Meiaum mandou — Mas essa lua era tão pequena que a gente quase não via ela há noite, então, com os constantes meteoros que a atigiam, ela foi destruida. Mas ninguém esperava que a Lua iria reencarnar em um humano, e de acordo com algumas fontes, ela está viva até hoje e dorme de dia e acorda a noite.


— Isso é mentira — Saiko diz.


— Pois saiba que é verdade, eu tenho o nome e o endereço dela.


— Mesmo se fosse verdade, essa informação não era para ser confidencial?


Meiaum começa a gaguejar, como se tivesse sido pego.


— Talvez, eu não sei... — responde disfarçado.


Saiko não fica surpreso pelo comportamento do rapaz, porém, era verdade.

O anjo nunca pensou no que Ycaro podia ter sido na vida passada, a alma dele parecia sim um pouco velha e também podia ter passado por várias reencarnações antes de ser o que o garoto é hoje.

Mas Saiko nunca se perguntou.


— Meiaum, o que você fazia antes de morrer? — Saiko perguntou.


— Eu era DJ, era mó paia doido.


— E como você morreu?


— Eu me matei.


— Eh?


— Me joguei de um prédio achando que tudo ia acabar ali, mas o pós vida conseguiu ser ainda pior do que quando eu estava vivo — Meiaum explicou, com um sorriso triste no rosto — E você, como morreu?


— Não sei.


— Não sabe?


— Não, não sei. Nem me lembro direito do que eu era quando vivo, as vezes eu lembro de algumas coisas mas não é nada demais.


— Que raro.


— É...


— A propósito, eu tenho uma pergunta, até quando tu vai ficar com o Ycaro? — Meiaum perguntou.


— Bom, até ele completar dezoito — Saiko se toca de uma coisa — Como tu sabe que eu vou ficar com ele por um determinado tempo? 


— O céu não tá me perseguindo só porque eu fiz merda enquanto estava vivo — Meiaum diz com um sorrisinho travesso no rosto — E o Ycaro, ele sabe?


—Bem, ele-


Nossa, era verdade, Ycaro não sabia.


— Não, ele não sabe.


Saiko olhou o relógio na sala, eram três  e meia da manhã.


— Melhor você ir — Saiko avisa.


— Ah é.


Saiko se despede de Meiaum e suspira, ele tinha parado de pensar nisso por causa das coisas que vem acontecendo ultimamente, mas...

Falta só um ano.


Atravessando a porta do quarto do garoto, Saiko parou ao lado da cama de Ycaro na frente do rosto do humano o vendo dormir, era a primeira vez que olhava o garoto dormir desse jeito, a última vez foi quando Ycaro ainda era um bebê.


Involuntariamente, ele passou a mão pelos cabelos bagunçados de Ycaro e sorriu, foi um período muito longo, mas ele tinha que se despedir em breve.

E a ideia o desagradava.

Quando você está morto, você não pode fazer nada, apenas ficar vagando pelo céu e para ser sincero, a concepção de tempo praticamente não existia para quem já havia partido.

Mas Ycaro fez Saiko pensar no tempo e havia deixado o anjo fazer mais do que vagar por aí e se embebedar em um bar.

E ele voltaria para a mesma rotina em um ano.


"Não vá se apegar demais" as palavras de Alan passaram por sua cabeça. 


"Filho da puta" Saiko pensou, sorrindo tristemente "Tu já sabia"


***


Longe dali, em cima de um prédio, um demônio - que não era Meiaum - caiu no chão, sangue escorria de seu estômago ferido.


— Vou pergunta uma última vez — o ser acima dele diz em um tom sombrio.


Suas grandes asas pretas eram chamuscadas e passavam um sentimento de ódio para quem as vissem.


— Cadê a árvore sagrada?


— Ela — gaguejou sentindo muito dor — Ela reencarnou como um garoto, eu não sei do resto....


— Sério isso? Eu já sou bondoso o suficiente para te deixar vivo e você só me traz uma informação que já tinha conhecimento sobre?


— Mas senhor, eu-


— Não quero saber.


Ele enfia a lança no demônio fazendo raios negros saírem, o corpo do pobre coitado explode em uma nuvem de poeira.


O homem de asas negras voa de cima do prédio e vai a procura de mais informações.




Notas Finais


Eai gente, tem um novo fdp na parada, gostaram?


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...