História Provocantes - Capítulo 9


Escrita por:

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS), Big Bang, Cross Gene, EXO, K.A.R.D, Mamamoo, Monsta X, Red Velvet, Seventeen, Super Junior, TWICE, VIXX
Personagens Baekhyun, Casper, Chanyeol, Chen, Cho Kyuhyun, Choi Siwon, D.O, Dahyun, G-Dragon, Hansol "Vernon" Chwe, Heechul, Henry Lau, Hwasa, Irene, J.Seph, Jeon Jungkook (Jungkook), Jeon Wonwoo, Jihyo, Jiwoo, Jung Hoseok (J-Hope), Junghan "Jeonghan", Kai, Ki Hyun, Kim Mingyu, Kim Namjoon (RM), Kim Seokjin (Jin), Kim Taehyung (V), Kris Wu, Lay, Lee Donghae, Lee Jihun "Woozi", Lee Sungmin, Lu Han, Min Hyuk, Min Yoongi (Suga), Mina, Momo, Park Jimin (Jimin), Sana, Sangmin, Sehun, Seulgi, Seungri, Shin Won-ho, Soonyoung "Hoshi", Suho, T.O.P, Tao, Tzuyu, Wen Junhui "JUN", Wendy, Won Ho, Xiumin, Zhou Mi
Tags Amor, Brigas, Bts, Chanbeak, Chen, Comedia, Coringa Brigas, Drama, Fluffly, Gay, Henry Leeteuk, Hunhan, Intrigas, Irene, Jackson, Jongin, Junmeyon, Kai, Kaisoo, Kris, Kristao, Kyungsoo, Lay, Luhan, Mina, Minseok, Monsta X, Mortes, Red Velvet, Samgin, Sebeak, Sehun, Seveteen, Shownu, Siwon, Suho, Sulay, Super Junior, Taoris, Twice Mono, Xiuchen, Yaio, Yifan, Zhang Yixing, Zitao Kihyun
Visualizações 69
Palavras 2.033
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Comédia, Crossover, Drama (Tragédia), Famí­lia, Fantasia, Ficção, Ficção Adolescente, Ficção Científica, Lemon, LGBT, Luta, Magia, Misticismo, Romance e Novela, Saga, Shoujo (Romântico), Sobrenatural, Suspense, Universo Alternativo, Violência, Yaoi (Gay), Yuri (Lésbica)
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Gravidez Masculina (MPreg), Homossexualidade, Insinuação de sexo, Mutilação, Sexo, Tortura, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Linda

Capítulo 9 - Desconhecido.


Fanfic / Fanfiction Provocantes - Capítulo 9 - Desconhecido.

...........Top..........

Acordar com dores de cabeça não foi nada. Agora ter que enfrentar o bruxo mais poderoso do seculo, Aí sim era difícil.

ZhouMi quase teve um ataque de furia. O supremo de todos os Bruxos nesse seculo, fez um terremoto acontecer quando descobriu que seu filho foi levado a Nova Salem pelo Governador da Cidade.

- Como ele ousa, raptar meu filho? Ele não sabe que sou o bruxo supremo do seculo? - A cada soco na parede que ele dava era um terremoto cismico que sentíamos. Desconfiava que toda a cidade sentia.

- Tenha calma, meu amor. - Tzuyu tentava acalmar seu esposo, mas eu sabia que a raiva que emanava dela, a fazia ter tiques nervosos em seu olho esquerdo. - Vamos a Nova Salem e saber do motivo. O governador não pode fazer isso.

Os olhos negros de ZhouMi parecia tão negros quanto a noite. Eu poderia jura que ele afundaria a qualquer momento Seul.

- Senhor ZhouMi. Em nome de meu clã, apenas estamos sendo diplomaticos, faremos qualquer coisa por alguém que ajudou algum de meus filhos. - Donghae era calmo e sabia escolher bem as suas palavras.

A nossa conversa dentro de casa, antes do ataque era justamente sobre Hwasa e sobre sua promessa. A bruxa queria o meu amor. E ela o tinha, mas quando tive que quebra seu coração e negar aquilo que ela tanto almejava, a loucura do ritual a deixou descontrolada e assim incentivando a guerra.

Depois dos primeiros vampiros serem mortos na guerra de Hwasa, o Conselho de dracula teve que se intrometer e assim, o pandemônio estava feito. Se eu não tivesse quebrado a promessa feita e não tivesse me apaixonado por ela. Tinha evitado muita coisa.

- Senhor ZhouMi a culpa deles terem levado ele é minha. Eu nao conseguir defende-lo. - Kris passou a mão pelo cabelos brancos - Vou traze-lo de volta.

- Você não vai se meter nisso. Agora Eu vou trazer meu filho de volta. - esbravejou ZhouMi.

Donghae me olhou atravesado. Sabia que ele queria controlar o poder do supremo, mas mesmo assim não poderia deixar meu futuro sogro fazer besteira.

- O que ele está tentando fazer Mi, é apenas o ajudar. Além do mais eu vejo O quanto os dois. - apontou para mim é para Kris. - Gostam de nosso filho.

ZhouMi quase surtou, se não fosse Tzuyu entra com seus poderes calmativos. Não queria ser morto ainda. Nao tinha aproveitado meus 350 anos.

- Tem a nossa palavra do Clã dos Black's, quer o ajudaremos a qualquer custo. - Donghae reverenciou o bruxo.

ZhouMi não estava contente por ter a ajuda de um clã de vampiros hibridos. Mas era isso, ou não ter nada. Tzuyu pegou seu esposo e o levou para a cozinha da casa, pela minha audição eu consegui presta atenção no que falavam.

"O que você quer dizer com se importam, com Ele?" A voz de ZhouMi era firme, porém ele se controlava para não ter mais um terremoto em magnitude que afunda-se toda a coreia.

"Eu não consigo ver o futuro de meu filho. - Ela suspirou frustada - Mas eu consigo ver o futuro desses imortais. E Tanto Kris quanto Top, estão de alguma forma interligados ao nosso filho. Eu vejo um sentimento forte brotando dos dois."

"MEU FILHO PODE SE APAIXONAR POR QUALQUER UM, MENOS UM VAMPIRO"

"Esta parecendo meu pai falando, olha como você está se comportando. Somos a família que pode mudar tudo. Fazer uma trégua entre as duas especies. Criar laços. Nosso filho jamais estaria perto deles se não achassem dignos disso. Se não visse bondade neles. - Rebateu Tzuyu usando o charme em sua voz.

“SE ELES PENSAM QUE VÃO FICAR COM MEU FILHO, ESTÃO MUITOS ENGANADOS” – Zhoumi estava ficando descontrolados e mais um abalo sísmico foi sentido.

“Pare com isso, agora. – Tzuyu disse firme – Não vou impedir de NOSSO filho não seja feliz, por causa de uma rixa imbecil, sou uma das melhores videntes de todos os tempos, e vejo algo de bom nos dois. Agora se você não quer a ajuda deles, eu vou querer, quero meu filho de volta.”

Tzuyu terminou aquela discursão e voltou para sala, mostrando um sorriso, em meio ao seu rosto duro.

- Iremos querer sua ajuda, meu esposo pode ser cabeça dura, mais sei bem como domá-lo. Como dizem, por de trás de todo homem de sucesso, tem uma mulher brilhante. – Ela sorriu, provavelmente usando seu charme para controlar a situação.

Mina e SuHo deveriam esta na escola, seus cheiros não estavam pela casa.

- O que vamos fazer? – pergunto ansioso em saber sobre o plano.

- Nova Salem foi construída para couber bruxos e bruxas, de todo o mundo, como um regimento fechado, sendo até também como um regime militar. O governador da cidade se auto denomina como Hades. Seus poderes não tão grandes como o supremo de nossa geração, mas chegam perto...

- Já que Hades, é meu irmão. Kyuhyun é seu nome verdadeiro, nossa família vem de linhagens de supremos, uma coisa não muito natural, já que não somos famílias de sangue azul. – ZhouMi entrou na conversa cruzando os braços mais calmo. – Quando provei ser o supremo dos bruxos, resolvi viver, e deixar Nova Salem, apenas apareço quando é necessário, e sendo Kyuhyun o governador da cidade ele toma de conta sobre isso.

- Familia meio problemática a sua. – comento e recebo uma cotovelada de Kris.

- Sim, sempre fomos. – admitiu ZhouMI.

- Como ia dizendo, sou uma ótima vidente, mas todos que tentam ver através da barreira em nevoa que Hades criou são pegos em visões destrutivas acabando com a mente do vidente ou bruxo que tentar ver. – Tzuyu mexeu em sua trança. – Vampiros seriam mortos logo de cara assim que pisassem em Nova Salem, eu poderia criar uma proteção para cada um de vocês. No máximo levando 3 pessoas, três vampiros, poderia ajudar.

- Eu e Kris topamos. – Falei rápido. – Podemos levar Casper ou SanGmin. Eles são bons lutadores, ou até mesmo Shownu.

- DongHae, vejo que ama seus filhos e peço de coração se você deixar eles irem, eu posso protegê-los daqui. Mina, minha família tem poderes de longo alcance e meu filho SuHo pode ajudar por causa de sua telepatia. O que nos favorece. Meu esposo também pode fazer certas pontes de magia, ajudando meu poder a fluir. Sei que nossa família a partir de hoje estará aumentando. – Ela disse de um jeito confiante, como se soube-se de algo

- Eu confio em vocês. – DongHae olha para a garota em sua frente. – Tambem quero saber de certas coisas que pode me ajudar, senhor Black.

- Estarei ao seu dispor. – ela reverencio.

- Então, sera como? – Kris pergunto interessado em salvar Tao.

- Será amanha. Onde a lua estará cheia e posso usar certos feitiços melhor. – Ela olha para seu esposo que apenas concorda com a cabeça.

Sentia que ele não tinha terminado ali, naquela conversa com sua esposa. Mas eu enfrentaria qualquer coisa por causa de Zitao. Kris não ficaria com toda a diversão.

- Então será amanha. – DongHae me olha. – Estaremos aqui as 

.......Zitao.........

Eles me bateram, sim, foi uma pancada muito forte que recebi de meus sequestradores, eu acho que posso chama-los assim, já que fui com eles por livre espontânea vontade.

Enfim.

Acordei em uma cela, as barras eram ferros enferrujados. Estava amarado na parede, com meus pulsos latejando. Meu corpo estava suspenso.

- AI... Onde estou? – pergunto olhando para os lados.

Pedras de concreto estavam desde do teto abobadado ao chão, parecia que tinha sido trancado numa cela medieval. Pouca iluminação e eu estava sentido alguma coisa passando pelo meu corpo.

- Alguem? Oi? – depois de implora por algum minutos sobre a minha vida. E ninguém ao menos

Tentei me soltar, em acelera o material das algemas para se romperem. Mas não funcionou. Estava me concetrando, mas meus poderes não fluiam. Eu estava preso numa cela criada para tortura bruxos. Típico de meu azar.

- O que eu acabei de fazer?

Ninguém me respondeu. Ainda bem. Ultimamente em minha mente existia vozes falando comigo, desde do purgatorio, as visões e as vozes começaram a ficar mais forte em minha mente.

Uma das vozes era de uma vida passada que tive.

Ele era um bruxo do século 18. Seu nome era Oh Sehun. Um bruxo com poderes catastroficos, poderes naturais, em controlar não só os elementos com toda a sua influência. Não chegou a ser um supremo, mas seus poderes eram quase iguais. Sehun morreu velho, mas ele me aparecia em sua melhor forma. Aos seus 21 anos, de cabelos negros um pouco compridos, usando sempre ternos e roupas da época, como se fosse um britanico.

Outra voz que falava comigo era a de uma mulher, ou adolecente, não sei bem. Mas seu nome era Jihou. Dos cabelos negros lisos, seus olhos puxados, alta e magra. Ela era uma bruxa com habilidades em alta de ilusoes. A garota era linda e sua voz como um rio passando por uma camada fina de gelo.

Suspiro aliviado. Ainda bem que eles não estavam falando. O que também não era de sorte, Já que eles poderiam me ajudar com alguma coisa.

Eu queria descobri do porque meu tio, ou o chamado Governador de Nova Salem queria comigo. Nos nunca fomos tão proximo, Já que meu pai deixou a cidade para viver com minha mãe. Meu pai sempre dizia para nos, que quando você nao achar seu local, procure. Somos levados a onde o destino nos quer.

E lá não era meu local.

Não era o local de meus irmãos, que passaram pela fogueira e descobriram que não era ali seu local.

- Esse é o temporário que trouxe de volta o vampiro do purgatório? - A voz que vinha de fora da cela era como uma cobra. Tinha veneno em cada palavra que saia dela.

Vindo das sombras, e se mostrou para minha visao, Estava um garoto de cabelos loiros, O mesmo que fez os vampiros quase cegos.

- E você é um iluminatis? - A pergunta me fez sorri um pouco o que deixou o loiro ainda mais azedo.

- O correto a se chamar é iluminados. Não iluminati, eles fazem tudo por debaixo dos panos para dominar o mundo. Se quise-mos mesmo. Já ficaríamos isso. Como muitos bruxos fazem em certos meios de poder. - Baekhyun era o nome dele.

- Porque estou aqui, apenas vim devido a impedir a matança que seria dos bruxos contras os vampiros.

Baekhyun olhou de escárnio para mim, seu sorriso resplandeceu o lado sinistro que todo iluminado tinha.

Eles eram raças quase tão raras quantas os temporarios. Aí você vem me dizer, O que uma luz pode fazer? Se você nunca viu uma explosão de nova era perto de voce, nem queira.

- O governador está atrás de complô de vampiros e bruxos que querem destruir Nova Salem. E acabar com o Conselho de dracula. - Baekhyun colocou as mãos para dentro da cela.

A distância dele para mim era pelo menos de três metros.

- Ele está louco, ele quer começar uma guerra?

- Comecar? Ele quer dar o fim nessa raça que a muito tempo tem nos matado. Ele quer trazer paz. E ele está atrás do temporário que conseguiu invadir o purgatório e o único que fez isso é ainda está vivo é você Huang Zitao, filho da quarta geração de supremo da sua familia. - Baekhyun manipulou a luz de sua mão e usou para clarear a cela. - Você mais do que todos deveriam saber sobre isso.

- Ele não pode fazer isso. Se ele fizer uma viagem do tempo assim. Ele pode mudar muita coisa. Pessoas e até mesmo nos podemos não existir. Ele está louco.

- Louco é você por querer colabora com sua raça e se juntar a vampiros. - La estava o garoto de cabelos vermelhos parado ao lado de Baekhyun.

- Me soltem. Eu preciso falar com o governador. - berrei.

- Mais você vai falar com ele. - Comentou Chanyeol mostrando a bola de fogo. - Mas antes vai nos contar seu plano com aquele clã nojento.

Ele abriu a mão e uma bola de fogo se formou.



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...