História Ps: Eu te amo (Hiatus) - Capítulo 4


Escrita por: e Playmehope

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS), Black Pink
Personagens Jennie, J-hope, Jimin, Jin, Jisoo, Jungkook, Lisa, Rap Monster, Rosé, Suga, V
Tags Blackpink, Bts, Taeseok, Vhope
Visualizações 92
Palavras 978
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Crossover, Hentai, Romance e Novela, Yaoi (Gay), Yuri (Lésbica)
Avisos: Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Hello, fadas :3
Como eu havia prometido, aqui esta o último capítulo antes de eu viajar.
Espero que vocês gostem.
Boa leitura :3

Capítulo 4 - Capítulo 3


- Ta-Tae? — Essa foi a única coisa que Jungkook conseguiu pronunciar, o cara por quem ele era apaixonado havia o beijado, ele estava sem reação.

- Eu disse que vocês parecem muito com os filmes americanos — Diz Jimin sorrindo, fazendo os outros dois se questionarem se ele estava alí o tempo todo.

- É melhor nós irmos embora, já está tarde e essa festa está pior do que eu pensava. — Diz Taehyung tentando mudar de assunto

- Tá bom, mamãe, a gente vai agora. — Fala Jimin, irônico.

-Vai se fuder, Jimin. — Taehyung responde revirando os olhos para o amigos. Jimin podia ser seu melhor amigo mas também era insuportável.

Eles se despedem de Jungkook, que por escolha própria decide ficar na festa e ir para perto da piscina com seus amigos, e vão para casa.

{ No outro dia}

Taehyung acorda, o relógio marca 10hrs e sua sorte é que era sábado, ele se levanta e pela bagunça no banheiro Jimin havia dormido em sua casa, ele sai do banheiro 15 minutos depois e vai direto para a cozinha, onde encontra Jimin sentado a mesa e sua mãe perto do fogão, os dois riam.

- Bom dia. — Ele diz ao adentrar o ambiente se sentando a mesa logo depois — Você vai arrumar aquele banheiro. — Taehyung fala apontando o dedo para Jimin.

- Acordou de mau humor, “Ta-tae”? — Ele o provoca, sorrindo.

- Vai se ferrar, Jimin.

- Taehyung. — Sua mãe fala séria, o repreendendo. — Você vai arrumar o seu banheiro, o Jimin é a visita aqui.

- Pois é Tae, eu sou a visita.

- O Jimin praticamente nasceu aqui, ele não é visita...Tá bom, eu arrumo o banheiro.— Ele fala percebendo o olhar de sua mãe. — Você vai se ver comigo. — Taehyung susurra para jimin.

A mãe de Taehyung logo termina de preparar o café da manhã e os três comem, ao terminarem a refeição a mãe de Taehyung sai para trabalhar e os garotos voltam para o quarto.

- E então, taezinho, como foi o beijo? — Jimin diz se jogando na cama com o sorriso bobo de uma adolescente que viu seu casal preferido de seu filme preferido se beijar.

- Foi normal, ué. — Taehyung se lembra do beijo e um sorriso surge em seu rosto se desfazendo em pouco tempo. — Eu não sei se deveria ter feito isso.

- Porque? Vocês formam um casal lindo, ele gosta de você Tae e vai te fazer feliz, eu sei que eu sou insuportável as vezes mas eu te amo e eu odeio te ver correndo atrás de alguém que não gosta de você e que namora, você viu ontem, não tem chances.

- Nossa, como você é animador. — Taehyung revira os olhos falando em tom irônico — Eu não gosto do Kook, não desse modo, e eu não quero iludir ele. Eu sou apaixonado pelo Hoseok, é isto.

- Mas você tem que desistir dele, Tae.

- EU NÃO VOU DESISTIR DELE, JIMIN. — Taehyung grita se levantando da cama. — e eu não me importo com o que eu tenha que fazer para ter ele. — Conclui Taehyung e sai do quarto logo depois batendo a porta atrás de si.

- Eu vou deixar você quebrar a cara sozinho, então.— Jimin fala logo após ouvir o barulho da porta bater

Taehyung saí de sua casa determinado a fazer qualquer coisa para ter Hoseok para si e depois de 5 minutos andando ele chega a casa de Jungkook, foi tempo suficiente para ele esfriar a cabeça e pensar exatamente no que iria fazer.

-Tae? Quer dizer, entra. — Jungkook fala um pouco atrapalhado ao ver o garoto alí em sua porta. — você está bem? Parece um pouco nervoso.

- Eu estou bem sim, é que… bom, eu queria te perguntar uma coisa.

- Você veio até aqui para me perguntar uma coisa? Você sabe que existe celular e internet hoje em dia né? — Jungkook brinca tentando fazer o amigo sorrir

- Falando assim parece até o jimin. — Ele ri e seu sorriso se apaga ao lembrar que deixou o amigo sozinho em casa. — Enfim, o que eu tenho para te falar não é algo para se falar pelo celular.

- Meu Deus, fiquei até com medo agora.

- Não fique… Enfim, Jeon Jungkook, você quer namorar comigo? — Taehyung fala o olhando nos olhos, Jungkook ficou literalmente sem palavras seus lábios tremiam e seu olhar não desviava do de Taehyung.

- E-Eu…v-voce tem certeza? — o garoto gagueja ainda achando que se tratava de uma piada de mal gosto

- Sim, eu tenho certeza, Kook.

- Então eu deveria dizer sim, né?

- Eu acho que "sim" é uma boa resposta.

- Sim, Taehyung. — Jungkook diz sorrindo.

É óbvio que Taehyung não era apaixonado por Jungkook, ele o amava como amigo nada além disso, Mas Jungkook era seu único caminho até Hoseok e como ele já havia dito, faria qualquer coisa para ter Hoseok para si, e não se importava se isso custasse a amizade que ele tinha com Kook.

Seu plano era simples, mas só na sua cabeça, ele iria fingir namorar com Jungkook até conseguir se aproximar de Hoseok, isso demoraria um pouco ele sabia mas estava disposto a passar por isso por aquele garoto, e quando estivesse próximo o suficiente para conquistar Hoseok ele terminaria com Jungkook, é óbvio que ele não levou em conta que ele poderia magoar o amigo ou que Hoseok em sua sã consciência não deixaria a namorada para ficar com ele, aquilo não era um filme americano mas ele tinha fé nos filmes americanos.

O destino de sua própria felicidade e da felicidade de um de seus melhores amigos estava nas mãos de um amor cego que Taehyung sentia, e mesmo ele não querendo tirar a felicidade do amigo ele não podia fazer nada, estava cego de amor, ele desejava não sentir isso por Hoseok, mas ele sentia e não conseguia controlar isso.


Notas Finais


Eu espero que vocês tenham gostado, como eu disse, vou viajar e só vou conseguir portar quarta feira;-;
Até o próximo capítulo, fadas.
Ps: eu disse no aviso para vocês deixarem shipps que vocês querem que aconteçam nos comentários, podem deixar nos comentários desse capítulo também e não se esqueçam de que estamos falando de BTS e Blackpink.
Bjs, bye bye


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...