História PS: Eu Te Mato. - Capítulo 10


Escrita por: e Foxykiss

Postado
Categorias Naruto
Personagens Asuma Sarutobi, Deidara, Fugaku Uchiha, Gaara do Deserto (Sabaku no Gaara), Hanabi Hyuuga, Hashirama Senju, Hinata Hyuuga, Hizashi Hyuuga, Hyuuga Hiashi, Ino Yamanaka, Iruka Umino, Itachi Uchiha, Izumi Uchiha, Jiraiya, Juugo, Kakashi Hatake, Karin, Kiba Inuzuka, Kizashi Haruno, Konan, Konohamaru, Kurama (Kyuubi), Kurenai Yuuhi, Kushina Uzumaki, Madara Uchiha, Maito Gai, Matsuri, Mebuki Haruno, Mei, Mikoto Uchiha, Minato "Yondaime" Namikaze, Nagato, Naruto Uzumaki, Neji Hyuuga, Obito Uchiha (Tobi), Orochimaru, Pain, Rin Nohara, Rock Lee, Sai, Sakura Haruno, Sasori, Sasuke Uchiha, Shikaku Nara, Shikamaru Nara, Shino Aburame, Shion, Shisui Uchiha, Shizune, Suigetsu Hozuki, Tayuya, Temari, TenTen Mitsashi, Tobirama Senju, Toneri Otsutsuki, Tsunade Senju, Yahiko, Yamato
Visualizações 50
Palavras 1.925
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Comédia, Ecchi, Famí­lia, Festa, Ficção, Ficção Adolescente, Luta, Musical (Songfic), Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Shounen, Universo Alternativo, Violência
Avisos: Álcool, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Ok, ok... Acho que demorei mais de um mês, não? MAS FOI POR UMA BOA CAUSA!

A época de aulas tinha voltado e como eu tinha muito tomado no cu no 2° bimestre, resolvi me esforçar nesse e também, lancei uma fic nova que tomou um pouco do meu tempo. Me desculpem.

Me desculpem pelo capítulo pequeno, é sério.

Enfim, boa leitura.

Capítulo 10 - I'm Fucking Little!


Fanfic / Fanfiction PS: Eu Te Mato. - Capítulo 10 - I'm Fucking Little!

"Eu te mando embora!

Não preciso do seu amor. 

Então pode tentar o quanto quiser. 

Seu tempo acabou, vou te dizer por quê.


Você diz estar arrependido, mas agora é tarde demais. 

Então pare, some daqui, cala a boca. 

Porque se você acha que eu me importo com você...

Bem, garoto, eu estou pouco me fodendo."


- IDGAF. - Dua Lipa. -



Autora.

Sasuke começou a dedilhar por debaixo da blusa de Sakura enquanto seus lábios marcavam a pele alva da rosada, enquanto a mesma apertava seus cabelos escuros. Sakura pareceu recobrar um pouco da sua sanidade.

— Sasuke... — Tentou se desvencilhar da pegada do Uchiha, porém o mesmo a prensou um pouco mais e logo depois puxou sua perna na altura da cintura. — A Ino... — Tentou mais uma vez, em vão. Uma das mãos do moreno estava no sutiã da rosada, enquanto a outra foi direto pra sua fenda enxarcada. Ela estava tão entregue a ele, e aquilo o excitava.

— Que porra, Sakura! — Exclamou ao sentir sua pequena mão envolver seu membro em uma sequência de vai e vem. Sasuke estava perdendo a linha de raciocínio e logo acabaria fodendo ela no meio de toda aquela gente.

— Hmmm... Sasuke... — Gemeu ao ser penetrada pelo dedo de Sasuke. Sakura sentiu que ia se desmanchar naquele momento. Oh céus, a quanto tempo ela não sentia aquilo?

Sasuke introduziu mais um dedo e Sasuke teve que segurá-la, para que a mesma não caísse. Sorriu ao perceber que ela estava tão entregue a ele, ele tinha esse efeito sobre ela.

— Sakura! — Hinata veio pra quebrar o efeito do momento. Droga! Era tudo o que Sasuke pensava no momento. De fato, péssima hora para a perolada aparecer. Sakura pareceu alheia ao grito de Hinata, estava no mundo da lua. — SAKURA! VAMOS! — Gritou mais uma vez, tentando inutilmente chamar a rosada, se irritou e apuxou a contra-gosto.

Sakura recobrou seus sentidos lentamente e viu a situação em que Ino se encontrava: Ino sindo nos tapas com Gaara. Ok, aquilo já era de mais para sua pobre cabeça. Primeiro o Uchiha e depois a Yamanaka.

Sakura estava com tanta raiva que parecia que iria matar alguém ali mesmo. Saiu pisando fundo até se encontar atrás da vagabunda loira, a puxou pelos cabelos e a saiu arrastando pelo chão até o banheiro.

— Está louca, Sakura?! — Exclamou a loira com um tom de raiva. Oras, quem Sakura pensava que era pra fazer tal coisa?

— Cala a boca, sua vagabunda! Por que estava brigando com o Gaara?!

— Ele começou a me agarrar do nada! Se eu soubesse que a nossa aposta iria dar nisso, eu nem apostava. — Ino falou com um biquinho que seria fofo se o seu batom não tivesse borrado.

— Ele também te beijou? — Hinata perguntou meio exasperada demais. Se alguém estivesse no banheiro ouvido, que se foda.

— Como assim também? — Sakura perguntou maliciosamente. Hinata se transformou num completo pimentão. Tadinha, ainda não se acostumara com os comentários safados das amigas.

— Eu também vi você na maior pegação com o Uchiha. — Comentou vitoriosa. Tinha algo contra Sakura também.

— Sério?! — Perguntou Ino espantada, seu modo fofoqueira já estava ativado.

— Seríssimo! Só faltavam se comer naquele canto escuro. — Sakura queria cavar um buraco para se enfiar. Ino a olhou com um olhar de "Mais tarde a gente conversa.".

— Então, todas ganhamos a aposta? — Glória ao céus, Ino havia mudado de assunto! — Afinal, todas conseguimos seduzir os meninos, seduzir ao ponto de nos beijarem. — Olhou maliciosamente para Sakura. — Ou quase nos comerem... — Logo gargalhou alto. Meu Deus, somente Ino mesmo...

— Ah, vão se foder! — Sakura exclamou envergonhada. — Enfim, vamos voltar?

— Estou pronta. — Disse Hinata terminando de retocar se batom, logo em seguida colocando o objeto em seu sutiã.

— Eita. Está assim por causa do Naruto? — Perguntou Ino rindo da cara da pobre Hyuuga.

— Que se foda. Vamos? — Sakura chamou mais uma vez essas putas.

Ok, talvez a Sakura tenha esquecido que provavelmente o Sasori poderia ir para a festa. Só, talvez.

— Sakura, é você? — Não, é o Wolverine, tá cego?

— Ah, oi Sasori. — Sakura estava muito nervosa, por que ela tinha que vê-lo agora?

— Sakura, precisamos conversar. — Oh, droga! Chamem o Samu! Sakura está tendo um ataque de Parkinson. Não que Sakura não soubesse lidar com homens, mas não está um pouco cedo para refrescar aquilo?

— Oi amor, voltei com as bebidas. — Sasuke a puxou pela cintura, lhe entregando um copo com alguma bebida. — Oi Sasori, a quanto tempo... Tá tudo bem? — Globo, contratem o Sasuke, que bom ator, ele é!

— Sakura, vocês estão namorando?! — Sua pergunta saiu meio que alto de mais.



— Oi, Hinata! — Kiba brotou do nada ali perto da perolada. — Tudo bem? — Perguntou na maior inocência, até parecia um padre.

— Oi Kiba-Kun. — Kiba ainda amava o jeito em que ela o chamava. — Tudo sim. Obrigada por perguntar. E com vo-

— Oi querida, voltei com as bebidas. — Naruto chegou trazendo consigo, dois copos e entregou um a bela moça enquanto a puxava para si. Ok, Hinata vai explodir de tanta vergonha.

— Oi? Hinata, você namora? — Ok, ele parecia meio... Indignado?

— Oi, vejo que meu amor não me apresentou. Sou Naruto, namorado dela, prazer. — Naruto atuava tão bem... Parecia até o Johnny Depp.

— Oi Naruto... Kiba, amigo de infância, o prazer é meu. — Ainda parecia meio desconfiado. — Hinata, precisamos conversar.



— INO, SUA RAPARIGA! — Uma voz escandalosa ocupou os ouvidos da loira. — Tá gostosa, hein.

— Sai, seu viado, o que faz aqui? — Ino perguntou extremamente feliz em ver seu amigo gay.

— Ei linda, voltei com as bebidas. — Gaara agarrou possesivamente a cintura da loira, fazendo o moreno se assustar.

— Viado, não me dá outro susto desse. — Comentou colocando sua mão em seu peito, uma clássica cena de drama do mesmo. O moreno parou para analisar o ruivo gostoso a sua frente. — Ino de Deus, quem é esse...

— Namorado. — O ruivo o cortou com um leve sorriso de canto. — Gaara, prazer. — Sai encarou o ruivo com certo... Interesse? Até se lembrar que era namorado de sua melhor amiga.

— Sai, e o prazer é todo seu. — Falou rindo baixinho. Gaara não riu daquilo. — Ino, precisamos conversar no banheiro, agora. — Banheiro?! Aquela palavra despertou a mente do ruivo. Revidaria se não ouvisse os gritos da briga que estava tendo ao lado.

— Sakura, como você pôde me trocar por esse mulherengo?! — Sasori exaltava com raiva.

— Sasori, eu-

— Porra nenhuma! Posso ter sido mulherengo no passado mas agora eu mudei, caralho! — Sasuke exaltava no mesmo tom, como se realmente fosse namorado da rosada.

— Todos falam isso.

— E quem você pensa que é pra falar alguma coisa?!

— Um pretendente muito melhor para a Sakura.

— Porra nenhuma!

— PAREM VOCÊS DOIS! — Uma terceira voz se fez presente acabando de vez com a discussão. O dono da festa apareceu acabando com aquela baderna. — Quem não mora aqui, quero que vá embora, AGORA!

Ouve-se vaias por toda parte e Kankuro estava pouco se fodendo.

— VAI TOMAR NO CU! — Um convidado qualquer gritou e Kankuro, civilizado do jeito que é, mostrou seu lindo dedo do foda-se e se retirou.

Os meninos ficaram mais um pouco na casa, pois eram amigos do irmão do dono da casa e as meninas pelo mesmo motivo. É, parece que a noite vai ser longa.


...


— Hum... — Sakura acordou sentindo uma luz lhe cegar, será que tinha morrido?! — Quem foi o filho da puta que abriu essa porra de cortina? — Delicada como uma flor...

Ela sentiu um peso em cima de seu corpo ao tentar se levantar. Era aquilo que ela mais temia: Sasuke Uchiha somente de cueca enquanto ela estava somente de blusa. Oh, droga... O que tinha acontecido nessa noite?!

— Ai, droga... — Sasuke resmungou ao acordar. Ambos estavam com uma puta ressaca. — Sakura? — Sakura só faltou virar um completo tomate de tanta vergonha que sentia de ver o Uchiha a analisar de cima a baixo sem nenhum pudor.

— Uchiha? O que... Aconteceu? — Tinha medo de saber a resposta, mas precisava dela.

— Não lembra? — Sakura negou com a cabeça. — Transamos tanto que eu acho que o quarteirão do lado conseguiu nos ouvir. — Seu sorriso era de pura malícia.

— O que? — Sakura não acreditava em suas palavras. Não, não era possível. — Por que ainda estou com roupas? — Sua testa franziu ao perceber o olhar do Uchiha em sua calcinha.

— Queria estar sem elas? — Deu uma sonora gargalhada. — Você ficou com vergonha e decidiu vesti-las. — Ele se aproximou da rosada ainda com seu sorriso malicioso. — Mas, se quiser eu posso tirá-las de novo, para você. — E a beijou. Um beijo que começou suave e calmo, mas logo se tornou quente e preciso. — Você é incrível, rosinha. — Disse ofegante.

Iria beijar ela novamente, se não fosse por um grito feminino, que Sakura reconheceu ser de Hinata.

— Hinata?! — Sakura levantou num pulo e vestiu rapidamente sua saia enquanto saia do quarto. Sasuke resmungou sentindo falta do calor da rosada. — Hinata! O que aconteceu?! — Sakura quase gritava de preocupação. A perolada era realmente especial.

Mas, a imagem que ela viu foi de extrema comédia: Hinata com uma blusa masculina, aparentemente de Naruto, enquanto o mesmo se encontrava atrás dela somente de cueca, tentando tranquilizá-la.

Sasuke não segurou a risada quando viu Hinata se afastar fo loiro com um semblante assustado. — Porra, Naruto! Deixa a menina em paz! — Gaara apareceu segurando o ombro do loiro que ainda tentava inutilmente tranquilizar a perolada.

— O que está acontecendo aqui?! — O dono da casa apareceu acompanhado de um um rapaz alto e loiro. Todos não acreditaram no que viram.

— Deidara? — Ino perguntou, olhando para o loiro a sua frente que logo se arrenpedeu de ter aparecido ali. — O QUE VOCÊ ESTAVA FAZENDO COM O KANKURO SOZINHO NO QUARTO?!

— Porra, vão tomar no cu! Tem gente querendo dormir, caralho! — Temari, uma amorzinho que é, apareceu para acabar com toda aquela baderna, sendo acompanhado por um rapaz logo atrás de si.

— Shikamaru?!

Todos os meninos exclamaram surpresos. Justo o preguiçoso ficando com toda aquela braveza que carinhosamente chamaram de Temari? Isso eu surpreendente.

— Ah, que saco... — Comentou bocejando e entrando novamente no quarto.

— Mano, realmente não dá mais. Vou embora. — Sakura disse descendo as escadas até o andar de baixo. Muito envergonhados, suas amigas e o Deidara a seguiram.

— Mano, acho que vou morrer... — Ino falou com todo o seu drama e os outros reviram os olhos.

— Larga de drama, às plenas 11:47 da manhã, Ino. — Hinata falou um pouco arrastado.

— O que você estava fazendo no quarto com o KANKURO, Deidara? — Sakura perguntou sapeca olhando para o loiro que olhou assustado e corado para ela.

— É... Aff. — Bufou. — De qualquer jeito, eu ia falar... — Olhou para as três, esboçando um sorriso tímido. — Bem, eu sou bi.


Notas Finais


Muito obrigada por lerem até aqui, por não terem desistido, sério.

Enfim, até o próximo capítulo!


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...