História P.S. I Love You - Capítulo 8


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens Jimin, Jin, Jungkook, Personagens Originais, Rap Monster, Suga, V
Tags Drama, Jikook, Jimin, Jungkook, Taehyung, Vmin
Visualizações 100
Palavras 1.256
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Drama (Tragédia), Romance e Novela, Universo Alternativo, Yaoi
Avisos: Homossexualidade, Insinuação de sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Capítulo 8 - 7 - Volte para casa comigo


#7

Volte para casa comigo

- E-eu também te amo, Jiminnie. – Um sorriso enorme brotou nos lábios de Jungkook ao dizer isso.

Jimin se agarrou ao moreno em um abraço apertado e ali ele permaneceu, até que acabou adormecendo.

Quando se acordou algumas horas mais tarde, Jimin percebeu que estava sozinho na cama. Ele olhou em volta, mas não havia ninguém por perto, apenas um bilhete no criado-mudo.

"Boa noite! Eu saí do seu lado antes de você acordar para poder me arrumar e, se eu fosse você, faria o mesmo agora. Você vai sair comigo. Te vejo no local onde nos encontramos aqui em Irlanda quando você chegou.Jungkook."

Jimin sorriu com o bilhete e o guardou em sua agenda, que também estava em cima do criado-mudo.

Preguiçosamente, porém alegre, o Park levantou e foi em direção ao banheiro, onde tomou um longo e relaxante banho quente. Ele voltou ao quarto enrolado em uma toalha e foi em direção ao seu guarda-roupa para escolher a roupa que usaria naquela noite.

Ele optou por uma calça jeans preta, uma camisa branca e um casaco grosso de cor bege. Ele enrolou um lenço no pescoço, colocou seu melhor perfume, arrumou seu cabelo, pegou as chaves e saiu da casa.

Ele chamou um táxi e foi em direção ao bar onde encontrou Jungkook quando veio para Irlanda. Ao chegar lá, o moreno não estava o esperando na porta. Mesmo achando estranho, Jimin entrou e viu que Jungkook estava em cima do palco ajudando a banda a arrumar os instrumentos e tudo o mais. Quando ele avistou Jimin, ele sorriu e chamou o ruivo para que ele fosse até a parte de cima do palco.

- Pensei que você não fosse vir. – Jungkook ia beijar o rosto de Jimin, mas o mesmo o deu um selinho, sorrindo envergonhado em seguida. – Mas fico feliz de estar errado.

- Eu nem parei para pensar. Eu apenas vim. – Jungkook assentiu sorridente. – Kook, hum, nós podemos... é... cantar algo?

- Mas é claro que nós podemos. Eu sou obrigado a cantar, já que esse é o meu trabalho, mas vou ficar feliz de ter companhia. – Jungkook disse com um sorriso enorme no rosto.

Conforme as pessoas iam chegando ao bar e se sentando, Jungkook ia cantando músicas aleatórias que foram pedidas por eles. Depois de um certo tempo, ele chamou Jimin ao palquinho para eles cantarem juntos.

O Park estava completamente envergonhado, mas ele resolveu simplesmente se deixar ir. Enquanto cantava com Jungkook, Jimin começou a se lembrar do seu ensino médio e do quanto ele sentia falta daquela época.

 “Após conhecer Taehyung e Jungkook, Jimin ficou muito próximo a eles, muito apegado também. Os três passavam todo o tempo possível juntos. Principalmente Jimin e Jungkook, já que eles moravam muito perto um do outro.

Certa tarde os três tinham combinado de irem juntos ao cinema, mas Taehyung acabou não indo, então Jimin foi apenas com Jungkook.

Era um filme de terror, o qual Jimin não havia escolhido. Durante o filme inteiro ele dava pulos provocados pelos sustos do filme, até que Jungkook o abraçou e então ele ficou mais tranquilo.

Jimin se odiava por estar apaixonado por seu melhor amigo.”

- Se Jungkook apenas soubesse que eu era apaixonado por ele nessa época já. – Pensou o ruivo, negando em seguida e continuando a cantar com o Jeon.  

Jungkook também começou a pensar no ensino médio, principalmente o momento em que sua relação com Jimin começou a ir de mal a pior.

“- Hoje mais cedo, antes de você sair correndo por causa do seu teste... você ia me beijar? – Jimin perguntou, indo direto ao ponto.

- E-eu? – Perguntou o moreno. – C-claro que n-não.

- Se não ia, por que está gaguejando para me responder? – Jimin perguntou com os braços cruzados. – Eu conheço você, Jungkook.

- Jimin, você é meu melhor amigo. Todo o amor que eu sinto por você é amor de amigo. – Ao ouvir aquelas palavras Jimin simplesmente revirou os olhos e foi saindo da sala.

Jimin simplesmente empurrou Taehyung contra o armário mais próximo e o beijou. Não sabia de onde tinha tido coragem para tal ato, só sabia que tinha mesmo feito aquilo. E, mais que isso, ele sabia que Jungkook estava o observando.

E Jungkook realmente estava observando e se destruindo por completo ao ver aquilo. Ele deveria ter dito que gostava de Jimin. Ele deveria ter dito o que ele sentia. Ele deveria ter beijado o ruivo. Agora ele provavelmente não teria outra oportunidade.”

“No dia seguinte ao que Jimin simplesmente agarrou Taehyung, Jungkook estava andando muito triste pelos corredores, de braços dados com Yoongi. Quando ele entrou na sala do grupo que eles cantavam na escola, ele se sentou e ficou olhando em sua volta. Todos pareciam tão alegres e ele parecia tão triste.

Um tempo depois de ele ter entrado na sala, ele viu Jimin chegar de mãos dadas com Taehyung e, quando Jin perguntou o que aquilo significava, Jimin disse um pouco alto que ele e Taehyung estavam namorando.

Ele tinha feito aquilo para irritar Jungkook e o pior de tudo, é que Jungkook sabia muito bem disso.”

 “Jimin saiu cantarolando da sala e ouviu uma discussão no corredor. Ele não sabia do que se tratava, nem quis prestar atenção, ele só viu que era Taehyung e Jungkook brigando, então correu para fazer eles pararem de gritar um com o outro.

- Gente, o que aconteceu? – Jimin perguntou, se intrometendo no meio dos dois. Jungkook cruzou os braços irritado e saiu andando. – Jungkook, o que houve?

Jungkook não respondeu, apenas continuou andando. Jimin olhou para Taehyung, que só faltava estar soltando fogo pelos olhos.

- Pelo menos você vai me contar o que aconteceu? – Taehyung deu um sorriso fraco, negou com a cabeça e saiu, deixando Jimin plantado no corredor.

O ruivo revirou os olhos e correu na direção que Jungkook tinha seguido. Ele encontrou o moreno sentado em uma mesa de dentro de uma das salas. Ele foi até lá e sentou ao lado do Jungkook, que estava aparentemente triste.

- O que houve entre vocês dois? – Perguntou Jimin.

- Por que você não pergunta para o seu namorado?

- Ciúme, é? – Brincou o ruivo, levando um olhar raivoso como resposta.

- Está mais para raiva.”

- Se Jimin ao menos soubesse o motivo daquela briga... – Pensou Jungkook, encarando Jimin de canto de olho.

Os dois terminaram a música sorrindo, mesmo que seus pensamentos não tenham sido dos melhores. Eles se encararam e agradeceram a todos pelos aplausos.

[...]

O dia de Jimin ir embora infelizmente chegou. Ele arrumou suas malas e depois foi para o aeroporto com Jungkook. O moreno precisou se segurar para não começar a chorar inúmeras vezes. Ele não queria que o seu amor fosse embora. Quando o voo de Jimin foi chamado, o mundo de Jungkook pareceu desabar. Jimin tinha algumas lágrimas nos olhos ao abraçar o Jeon, mas logo ele se desvencilhou dos braços do moreno e foi em direção ao embarque. Porém Jungkook não permitiu, o puxou e o abraçou de novo, agora sim se permitindo começar a chorar.

- Eu te amo, eu não quero que você vá embora. – Choramingou o moreno, apertando Jimin com toda a força que tinha.

- Eu também te amo. – Afirmou Jimin.

Os dois ficaram abraçados por um tempo, até que o voo foi novamente chamado. Jimin precisava ir embora.

- Kook... – Começou Jimin, secando as lágrimas de Jungkook.

- O que?

- Você não quer ir para Seul comigo?



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...