1. Spirit Fanfics >
  2. Ps: I Love You >
  3. Capítulo 18

História Ps: I Love You - Capítulo 18


Escrita por:


Notas do Autor


um dia eu terei uma escrita melhor, enquanto isso, vocês que lutem com ela assim a

Capítulo 18 - Capítulo 18



Já havia amanhecido e todos da casa Jung já haviam levantado. Era impressionante a organização e a união daquela família. 

– Boa dia, Hyeon. — disse a Sra. Jung, que lhe deu um beijo na testa e sorriu.

– Bom dia, Tia Jung. Dormiu bem?

– Sim, meu anjo. E você?

– Dormi bem também. O cheiro está maravilhoso! — sorriu para a mais velha.

– Fiz o seu preferido. 

– Não precisava, Tia Jung.

– Precisava sim, e sabe por que? Acabou virando o favorito de Woo também. — disse a mais velha baixinho, já que, Woo se aproximava da mesa juntamente com seu pai e irmãos mais novos. – Bom dia, meus amores.

– Bom dia, minha vida. — disse o Sr. Jung que sorriu para a mulher. 

– Bom dia, mamãe. — disse os três rapazes juntos e deram cada um, um beijo na mulher. – Bom dia, Hyeon. — disseram os quatro rapazes.

– O cheiro está maravilhoso, amor. — disse Sr. Jung.

– Espero que esteja delicioso também. — riu a mulher. – Se sirvam, okay? Irei levá-los hoje.



(...)



O café da manhã na casa Jung havia sido tranquilo e bastante animado. Era maravilhoso a harmonia que tinham todos juntos. E como prometido, a Sra. Jung levou os cinco filhos até suas devidas escolas.

– Tchau, mãe. — disse Woo e dei um beijo na mais velha.

– Tchau, meu bebê. Te espero para o almoço, está bem? — disse e beijou as bochechas de Hyeon.

– Está bem. Até o almoço! — sorriu e uniu as mãos com Wooyoung novamente e seguiram para dentro da escola. 


(...)


– Finalmente! — esbravejou Hongjoong.

– Quem vê pensa que me ama.

– Assim você mágoa meus sentimentos, Hyeonie.

– Bom dia! — disse San e Yeosang.

– Bom dia. — disseram em unissono. 

– Como foi a noite dos pombinhos? — perguntou Xion e Hyeon lhe deu um tapa. – Outch! Seu agressivo!

– Bem feito! — disse a Kim. Suspirou. – Woo e eu somos bons melhores amigos, está bem?

– Isso aí! 

– Até parece né, olha a cara de decepção do garoto. — disse Jongho.

– Jongho, você calado é um poeta. — disse Seonghwa.

– Ih, o corno tá puto. — disse Yeosang.

– Sinceramente.... — disse o Park e saiu da rodinha dos amigos.

– Alguém vai atrás dele? — perguntou San.

– Melhor não, deixe ele esfriar a cabeça. — disse Joongie e viu uma cabeleira morena sair de trás de um esconderijo. – Melhor, Sangie e Mingo venham comigo.

Assim, os três garotos rapidamente seguiram o Park, que estava tentando falhadamente acertar uma cesta.

– Se vieram para jogar na minha cara que ele é livre, eu já sei, podem voltar pra lá. — disse o Park.

– Hwa... Venha aqui. — disse Hongjoong e o mesmo lhe encarou. – Anda logo, garoto! — pediu e Seonghwa foi até o mesmo que lhe abraçou. 

– Ele ama você, está bem? Mas ele seguirá a vida dele, enquanto você e ela não se resolverem de uma vez. Você precisa ser sincero tanto consigo mesmo, quanto com Hyeon e Mellany. — disse Hongjoong.

– Eu sei.

– Então Hwa, tire esse tempo pra si. E depois, mas não demore muito, e vá falar cara a cara com Mellany a respeito disso. E quando tudo estiver acertado, você vá atrás do Hyeon. 

– Além do mais, Woo já tá de olho em outra pessoa. — disse Mingi e deu uma olhada rapidamente em Yeosang.

– Obrigado gente. 

– De nada, seu cuzão. — disseram os três juntos e riram abraçando o Park.



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...