História PS: Te quiero - Capítulo 3


Escrita por:

Postado
Categorias Sou Luna
Personagens Ámbar Benson, Benício, Emília, Gaston, Luna Valente, Matteo Balsano, Nina, Personagens Originais, Simón
Tags Lutteo
Visualizações 141
Palavras 869
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 16 ANOS
Gêneros: Drama (Tragédia), Ficção Adolescente, Literatura Feminina, Mistério, Romance e Novela, Shoujo (Romântico)
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Capítulo 3 - Estou sozinha! - III


°Narração Matteo°


Estava no meu quarto arrumando malas, espero que eu tenha entendido o que a morena disse.


Nao tinha tempo de fazer prova de bolsa ou coisa assim. Entao decidi pagar mesmo, ja que tinha uma grande herança de familia que daria pra viver a vida sem trabalhar tranquilamennte. Quando meus pais morreram, acabei descbrindo que era adotado, e que minha familia biologica, tinha grande influencia no centro de Sidney.


Termino de arrumar minhas coisas, entro no carro - com a carta de Luna em minhas maos - e sigo para Cambridge.


°Narraçao Luna°


A viagem ate a faculdade foi um saco. Minha mae e Sebastian tagarelavam  caminho todo, coisas sobre o casamento e a estadia deles no campus. Isso poderia ser tudo melhor se a pessoa nao fosse o Sebastian. Cresci sendo a protegida, a princesinha da mamae, nunca me aventurei em nada. E agora seria meu momento de liberdade. Precisava descobrir o quanto antes o que estava acontecendo. Mas precisava nao levantar suspeita de nada. Nao poderia acabar com tudo agora. Precisava no minimo manter as aparencias.


Meu "noivo" estava dirigindo, minha mae no banco do passageiro, e eu atras, mas isso foi bom. Costumo levar comigo um bloco de desenho - mania que Matteo "criou" em mim - fui desenhando o caminho todo.


Faltando 2 horas para chegar, resolvi começar a planejar, como encontrar Matteo. No banco do carro percebi uma sacola com materiais, e lembrei que Sebastian pediu para lha - la, pois tinham seus horarios. So precisava de um jeito de eles se destrairem.


- filha vamos para pra comer o que acha?- mamae me pergunta, ja estacionando na convenencia, a frente.


- Estou um tanto quanto cansada mae- digo calma e baixinho- pode trazer um pao de queijo e um frapuccino de chocolate, pra mim?


- claro filha!


- ja voltamos!- Sebastian diz.


Eles seguem para dentro da coveniencia e eu começo a procurar um horario para da uma fugida deles. Amo minha mae, de verdade. Mas ela tem que um dia enxergar que tenho que ter minhas proprias escolhas. Sebastian; é uma boa pessoa, mas nao com meu jeitinho. Na real, ele combina muito mais com minha mae.


Analiso os horarios e encontro das 16:00 as 20:00. Nesse horario estaria totalmente so. Bom se tudo der certo, nao estaria so, teria o moreno ao meu lado.


°Narraçao Matteo°


No caminho para a faculdade resolvo parar em uma conveniencia.


Espera, eu so posso estar ficando louco! E o carro de Lili! Mas tem alguem sozinho ali. Resolvo descer do carro e passar pela lateral do carro.


calma Matteo, respira. É ela! Eu ntenho certeza! Coloco o capuz e dou duas batidinhas no vidro do banco de tras. Luna arregala os olhos, assustada. Tiro o capuz de frente dos olhos e ela arregala os dela ainda mais. Ela grita e de fora do carro.


- Vem ate a porta do banheiro - grito pra ela apontando para as portas dos banheiros. O grito saiu abafado, mas ela acentiu sorrindo.


Sigo ate o ponto marcado e a aguardo. Sabia que ela tinha que ser cuidadosa. Passa - se 2 minutos, ate que sinto maos quentes, e pequenas, tapando os meus olhos.


- Humm Fer? - brinco, ja sabendo quem é. Em resposta, recebo um tapa. Me viro rindo e ela me acompanha na risada, pulanso em mim.


°Narração Luna°


A saudade tava demais, começo a distribuir beijinhos por todo seu rosto arrancando uma gargalhada gostosa do mesmo.


Arrisco dizer que esse beijinhos sem querer passaram pelos labios do mesmo. Mas acidentes acontecem não é?


Não nos soltamos durante um longo tempo. Me senti em casa na quele abraço.


- O que quer fazer? Sobre tudo isso? - digo emocionada.


- Eu não sei - ele sorri - só to feliz por estar de volta com minha melhor amiga - senti uma pontada no peito com essa expressão, 'melhor amiga'. Mas logo passa e eu o abraço pela cintura. Ele me da um beijo na testa me reconfortando.


- Tenho uma coisa pra você - digo e lhe entrego o papel com os horários que consegui longe de mamãe e Sebastian.


- Você pensou em tudo não é mesmo? - ele diz pra mim.


- Simsim - digo confiante.


- Luna - ele segura minha mão - tem certeza que quer acabar com tudo? - acinto - você era apaixonada por ele lebra? Quando ficaram pela primeira vez seus olhinhos brilhavam e você sorria! Por que quer acabar com tudo? - imediatamente largo de suas mãos.


- Você tem razão em certa parte. Eu era apaixonada por Sebastian! Perdidamente. Mas não sou mais! Por que vocês não entendem? Eu. Nao. O. Amo. Mais. Simples! - eu gritava exasperada e senti lágrimas quentes descerem no meu rosto.

- Luna calma! - Matteo grita no mesmo tom que eu.


- Eu não vou me acalmar enquanto ninguém entender o que eu quero! Não vou me acalmar até eu poder fazer minha próprias escolhas!- empurro Matteo com toda minha força, ou seja, nada, e saio em direção ao carro.


Ótimo! A única pessoa que podia me ajudar, te o mesmo pensamento de todos! Agora sim, eu estou sozinha.



Notas Finais


Gostaram? Deixem suas opiniões nos cmts °-^
Qual vocês acham que será o prox passo de Luna?
Acham que Matteo fez errado?
Deixem suas especulações!
Até o prox cap!


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...