1. Spirit Fanfics >
  2. P.S.eu te amo >
  3. Café da manhã.

História P.S.eu te amo - Capítulo 6


Escrita por:


Capítulo 6 - Café da manhã.


Fanfic / Fanfiction P.S.eu te amo - Capítulo 6 - Café da manhã.

P.O.V/ TOM 

Na manhã ao acordar me deparo com Alicia em meus braços, era tão surreal, tão bela, tão frágil, não sabia o que fazer só queria ficar ali admirando enquanto dormia. Logo em seguida me levanto bem lentamente sem que ela acorde, vou até a cozinha preparar um café da manhã, enquanto preparo o café fico lembrando na noite passa no que o Evans havia feito a ela, ele não podia ter feito isso, ignorar ela no momento em que ela mais precisava dele, deixar a bomba das fotos nas mãos dela sozinha. Gosto muito da Alicia, não quero que ela sofra por ele. Vou proteje-la de quem for preciso.

Assim que preparo o café da manhã, coloco tudo em uma bandeja e levo até o quarto, coloco na cama e espero ela acordar, não demora muito ela vai acordando aos poucos.

- Bom dia linda...

- Bom...dia.. ahm meu deus.. Ela olha assustada de baixo da coberta.

- Dormiu bem? Preparei seu café da manhã.

- Ahm.. obrigada, dormi sim, e você?

- maravilhosamente bem.

Ela fica ali me olhando, não sei o que se passa pela sua cabeça, ela começa a comer.

- Ei, vai ficar aí me olhando? Não vou comer tudo isso sozinha, anda vem. Ela diz sorrindo.

- Ahm, Alicia? Está tudo bem mesmo? Não se... Arrependeu da noite passada?

- Sim, estou bem. E não, não me arrependo de nada. E espero que você também não. 

- Claro que não, jamais, foi a melhor noite da minha vida. Só pensei que você não fosse se lembrar de nada.

- Ei calma aí, eu bebi muito sim mas eu me lembro de tudo viu. Agora vamos comer, não sei você mas eu estou faminta.



P.O.V / Alicia

Foi incrível, tudo perfeito, acordar e da de cara com ele me olhando e com o café da manhã com uma rosa na bandeja, não poderia ser melhor. Mas sei que não deveria ter acontecido, aproveitar de um momento chato como aquele no evento e ir parar bem na cada do Tom, mas aconteceu, não posso negar os fatos. 

Logo após o café da manhã tomo um banho e coloco minha roupa de volta, ligo o meu celular e tem vários recados da Sophia, meu deus eu esqueci completamente de ligar para ela. Peço tom que me levasse para casa e assim ele faz.

- Obrigada por me trazer até em casa tom.

- Não tem que agradecer. Ele diz de cabeça baixa.

- Ei o que foi? Por quê está tristinho assim? 

- Não.. não é nada só... Tenho medo de você se afastar de mim pelo que aconteceu. Você é uma mulher correta e o que fizemos não tá certo, não sei,  Mas parece que me aproveitei  de você por estar frágil. Mas quero que saiba que não foi isso, eu.... 

- ei calma aí tá falando rápido de mais. Respira e escuta. O que aconteceu só aconteceu porque eu quis que acontesse porque nós dois quisemos juntos, ninguém aproveitou da fragilidade de ninguém, somos dois adultos e sabemos o que fizemos. E jamais eu não vou me afastar de você. Ok.

- Tá certo então,  fico mais aliviado agora.

- Ótimo, agora eu preciso ir, Sophia vai me matar. Te vejo mais tarde?

- Com certeza. 

Dou um selinho nele e saio do carro correndo para o apartamento, entro com todo cuidado para não acordar Sophia mas foi em vão, ela já estava ah minha espera no sofá da sala. 

- Então quer dizer que a senhorita diz ontem que viria embora, não avisa que não vinha, desliga o celular e ainda chega de fininho para não me acordar dona Alicia D'ávila. Acha isso bonito?

- Aah oi amiga, já acordada tão cedo?

- cedo Alicia? Cedo foi a hora que eu acordei preocupada com a senhorita sem noção aí. Que não pôde dar um telefonema pra avisar onde tava.

- Desculpa Sophi eu...

- Onde você passou a noite Alicia? O Tom não te trouxe pra casa por que?

- Na... Casa.. dele.

- como é que é? Você dormiu na casa do tom? E lá não tem telefone não? Poxa Alicia por quê não me falou que ia dormir lá? Quase me mata do coração.

- Me desculpa, eu sei que eu errei devia ter te avisado mas... O Evans não parava de me ligar e eu não queria falar com ele, então desliguei o celular. Me desculpa vai?

- tá bom, eu desculpo, mas não faz isso novamente, eu fiquei preocupada com você.

- Eu estou bem, nao aconteceu nada.

- Depois quero saber porque vc dormiu na casa do Holland e não Aqui.

- Tá bom, depois te conto tudo, agora não.

- Não vai tomar café?

 - Já tomei na casa do tom.

 - Tomou café na casa do Tom?

- É tomei café na casa do Tom. Falei me afastando.

Fui para meu quarto e me joguei na cama, e a única coisa que vinha na minha cabeça era o tom. Mas para atrapalhar tudo o celular começa a tocar desesperadamente, era o Evans, logicamente não atendo, mas ele insiste. O dia passou muito rápido, já era noite e ele continuava a ligar mas não atendi, fui dormir pois amanhã iria começar as gravações do filme, então não poderia evitar o Evans, mas essa noite eu evitei.




............ Continua..........



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...