1. Spirit Fanfics >
  2. Psicoapaixonado. - Jikook >
  3. Oque será.

História Psicoapaixonado. - Jikook - Capítulo 8


Escrita por:


Capítulo 8 - Oque será.


Quando eu abri meus olhos, respirei fundo e senti uma sensação muito boa. 

A primeira coisa que meus olhos viram foi uma luz fraca vindo de fora da janela. Era o sol da manhã. Provavelmente era umas seis horas, quando o sol está nascendo. 

Eu demorei alguns segundos pra perceber que meus pulsos estavam amarrados um no outro e eu estava completamente sem roupa alguma e foi ai que eu me dei conta. 

Eu e o psicopata que está me mantendo preso aqui, transamos?! 

Eu olhei para o meu lado e... que visão! Esse cara é tão musculoso e branquinho e... cicatrizes? Porque você tem tantas cicatrizes pelo corpo, senhor Jeon? Você estava deitado de barriga pra baixo, abraçando o travesseiro e com o bumbum pra cima. Era sexy mas, o ver dormindo tão quieto e sereno era fofo e isso é uma mistura tão linda em você, Jeon. 

Fiquei te observando dormir, Jeon. Aliás, por mais que eu não estivesse acorrentado, sei que você trancou toda a casa e por mais que eu tentasse, não iria conseguir fugir. 

Você é um homem bonito Jeon, um cara bacana, até que legal, cuidadoso, atencioso, e... você fode bem a beça! 

Imagens do acontecido começou a se reproduzir na minha mente me deixando arrepiado. Caramba! seu toque, o jeito que você me pega com força e o prazer que ambos sentimos foi incrível! 

Mas eu não entendo, porque você me prendeu aqui? Porque eu? Era isso que você queria? Sexo? Era esse o seu desejo? Será que agora você vai me deixar ir embora? 

Você abriu os olhos de vagar me encarando em seguida e eu devolvi  o olhar. 

— bom dia. – você disse como sempre fazia pelas manhãs. 

— bom dia. 

— dormimos juntos de novo. 

— literalmente. – eu disse olhando você de cima a baixo pra que você perceba que estamos nús.  

Você imediatamente olhou pro seu próprio corpo e logo em seguida pro meu, e quando se deu conta, direcionou suas retinas pras minhas novamente me encarando. 

— quer conversar sobre isso? 

Me aproximei ainda mais de você na cama sem tirar meus olhos dos seus. 

— não vai fazer café da manhã pra mim? 

— sim. nada de glúten, não é? 

Nós dois nos olhamos profundamente por alguns segundos e confesso que isso estava me deixando excitado de novo. Eu sei, eu sou um maníaco por sexo, completamente pervertido e adoro apanhar, sentir uma certa dor e que me peguem com força e me dominem. É, masoquista o nome, eu sei. 

Será você meu sádico, Jeon Jungkook? 

— você não vai tentar fugir? está desacorrentado. – você disse ainda sem tirar seus olhos dos meus. 

— é inútil, você sabe. e na verdade, acho que eu tô gostando desse lugar. – terminei a frase mordendo meu próprio lábio inferior e deslizei meu olhar dos seus olhos até sua boca. 

Vi você abri um sorriso lindo na mesma hora. 

Droga! Oque está acontecendo comigo? Estou me sentindo estranho. Eu sinto um desejo, uma vontade de te provocar, Jeon, e você ficou tão atraente aos meus olhos. Não que antes eu não te achasse um cara bonito mas, agora ainda mais. 

— vou preparar o café da manhã. 

Você se levantou em seguida e começou a se vestir mas, eu pude perceber mais cicatrizes por todo seu abdômen e peitoral. Oque são essas cicatrizes, Jungkook? 

— ei! – chamei sua atenção. 

— sim? 

— eu quero tomar um banho e me vestir também. me desamarra? 

Você veio até mim e me levantou de uma vez me deixando frente à frente com você e logo em seguida, me guiou até o banheiro. 

— tome banho. – você disse enquanto desamarrava a corda dos meus pulsos e saiu, trancando a porta em seguida. 

Eu me banhei e chamei por você pra que me trouxesse toalha limpa e roupas e você o fez. 

— devo acorrenta-lo de novo. 

— ainda acha que eu vou tentar fugir? pelo amor de deus, você trancou tudo, as janelas tem grades e vidros a prova de som.  só se eu tentar sair pela descarga da privada. podemos tomar um café da manhã normal hoje? – meu tom foi um pouco autoritário. 

— tudo bem. 

Eu terminei de fazer minhas higienes matinais como banho e escovar os dentes e fomos pra cozinha. Nos sentamos a mesa e começamos comer. 

Por alguns segundos o silêncio ficou entre nós mas meu olhar pra você ainda era o mesmo de quando acordamos. 

— porque as cicatrizes? – quebrei o silêncio. 

— longa história. – você respondeu sério. 

— temos muito tempo, não é? adoro histórias. 

Sua expressão era de desconforto, incômodo. 

— como está o sereal? quer mais leite? – você tentou desviar o assunto. 

Parece que você não gosta de tocar nesse assunto, não é, Jungkook? 

— está ótimo. Oque fizeram com você? – insisti. 

Você respirou fundo eme olhou ainda mais sério. 

— eu era uma criança arteira, vivia subindo nas coisas e me machucava sempre. vamos parar de falar disso agora? 

— são cortes fundos, jeon. você gostava de brincar com facas? 

— JA CHEGA! – você gritou. 

Isso me deixou intrigado e ainda mais curioso. Você parece fugir de alguma coisa, Jeon, e eu vou descobrir. 




Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...